6 ótimos restaurantes na Pampulha, em Belo Horizonte

Quem não é de Belo Horizonte muitas vezes pensa que a Pampulha é um bairro – e costuma se surpreender ao saber que se trata de uma região da capital mineira. Uma parte da cidade que abriga 150 mil moradores, espalhados por quase 50 bairros. E, claro, um Patrimônio da Humanidade segundo a UNESCO: o Conjunto Moderno idealizado por JK, com uma mãozinha do Niemeyer. Tudo isso faz da Pampulha um cantinho especial de BH, um local turístico e também de lazer para o belo-horizontino. Na hora de comer, tem de tudo nessa área. Neste texto você vai conhecer seis endereços e restaurantes na Pampulha que valem a visita.

Veja também: Pampulha, uma visita ao patrimônio da humanidade
Casa Kubitschek, o lar de JK na Pampulha
Onde comer comida mineira em Belo Horizonte

Restaurante Xapuri

Templo da gastronomia mineira, um restaurante que lembra fazenda – ou no mínimo um sítio de vó. A história do Xapuri começou na década de 1980, quando a Dona Nelsa Trombino abriu a cozinha de sua casa, que fica na Pampulha, para amigos, parentes e conhecidos. O que começou informalmente logo virou um dos restaurantes mais conhecidos da capital mineira. Hoje o Xapuri é quase uma atração turística.

Das porções, como a linguiça na chapa, até os pratos deliciosos, como costelinha, frango jeca ou moranga recheada: tem muita coisa interessante no cardápio. Mexidão, frango ao molho pardo e frango com quiabo são alguns dos pratos bem mineiros da casa, que tem boas cervejas na carta, uma fábrica de doces e um espaço enorme para crianças e famílias. E a hípica, onde é possível andar de charrete ou pônei. Músicos costumam tornar o ambiente ainda mais agradável e vão, de mesa em mesa, atendendo aos pedidos dos clientes.

Não é um restaurante barato, mas certamente vale a visita. O Xapuri fica na rua Mandacaru, 260, bairro Trevo, Pampulha. Ele está perto da orla da lagoa, mas no lado oposto ao eixo mais turístico e movimentado. Funciona de terça a sábado, para almoço e jantar, e também aos domingos e feriados, mas apenas para almoço (nesses dias o Xapuri fecha às 18h). Site oficial.

restaurante na Pampulha

Foto: Divulgação

Restaurante Paladino

Vizinho do Xapuri, o Paladino é outro restaurante-fazenda da Pampulha – e em vários sentidos ele merece mais esse título, afinal tem um pequeno curral e animais de vários tipos. A vendinha de produtos da roça é outra atração e eu costumo passar por lá mesmo quando não vou almoçar, mas apenas quero levar para casa queijos, doces e a broa de fubá, que é maravilhosa.

No cardápio, o ceviche mineiro é uma unanimidade, mas confesso que nunca provei. Já a carne de pote eu provei e recomendo – não é à toa que é o prato mais pedido da casa. A carta de cervejas tem as tradicionais, mas também as especiais mais pedidas de BH, como Backer e Wälls. Há música ao vivo nos finais de semana.

O Paladino funciona de terça a domingo, mas os horários são variados. Confira no site oficial. Fica Avenida Gildo Macedo Lacerda, 300, no Braúnas.

onde comer na Pampulha

Foto: divulgação

Café Paddock

Outro restaurante-fazenda, ou melhor, restaurante-haras. O Café Paddock está na orla da Lagoa da Pampulha, a menos de um quilômetro do Zoológico. Tem ambiente rústico, uma grande área verde e oferece passeios de cavalo e charrete. Esse clima de interior mineiro está também no cardápio, incluindo pratos servidos em telhas, como peixes. A costelinha com jiló e angu é outra especialidade.

O restaurante tem horário restrito para o público, funcionando apenas aos sábados, domingo e feriados, das 12h às 17h – nos outros dias o estabelecimento funciona como casa de eventos. Fica na Avenida Otacílio Negrão de Lima, 7400, Bairro Bandeirantes. Detalhes no site oficial.

Onde comer na Pampulha

Café Paddock (Foto: Divulgação)

Vila Rica

Um segredo. Esse é o espaço Vila Rica, que fica na Avenida Fleming, no bairro Ouro Preto e a 10 minutos de caminhada da Igrejinha da Pampulha. A pequena porta, repleta de plantas, esconde vários restaurantes, todos ocupando casas com janelas coloridas e em estilo colonial.

Ali ficam um Bistrô franco-italiano, um restaurante árabe, um especializado em feijoada, um japonês e uma pizzaria, a Don Carlo, que é uma das minhas favoritas em BH. Há também um café e uma casa especializada no Xis, o sanduíche típico do Rio Grande do Sul. O Vila Rica funciona também como espaço de eventos e vira e mexe recebe, aos sábados, uma feira de produtos orgânicos e artesanais. Confira a programação do Instagram do estabelecimento.

O endereço é Avenida Fleming, 900, bairro Ouro Preto. Funciona de quarta a domingo. Detalhes no site oficial.

onde comer na Pampulha

Taberna Livorno

Um pequeno restaurante repleto de garrafas de vinho e com piano bar. Foi assim que a Taberna Livorno apareceu no meu feed do Instagram, despertando curiosidade imediata, que aumentou quando eu descobri que o restaurante, com clima romântico e cara de ocasião especial, não ficava na Savassi, onde estão estabelecimentos do tipo, mas na Pampulha. Mais: num endereço inusitado, uma lojinha que chama pouca atenção, no bairro Castelo.

A casa tem dois ambientes, ambos pequenos. O primeiro é a adega, onde os clientes se sentam cercados por vinhos. No fundo fica o Piano Bar, um bistrô. A comida, de inspiração italiana, acompanha o ambiente, que já aparece na lista de melhores de BH do TripAdvisor. Os pratos não são baratos, mas valem o investimento. E uma coisa boa é que a Taberna Livorno é daqueles raros estabelecimentos que têm cardápios com preços no site!

Funciona de terça a sábado, somente para jantar. Convém reservar, principalmente se você fizer questão de ficar no bistrô, onde há apresentações de piano. O endereço é Avenida Presidente Tancredo Neves, 2309, bairro Castelo.

Taberna Livorno

Taberna Livorno (Foto: Divulgação) 

Único Pampulha

Ambiente agradável e comida boa. O Único Pampulha fica na Avenida Coronel Dias Bicalho, no Bairro São Luís, a poucos minutos de caminhada do Mineirão – é uma alternativa para quem quer algo diferente após eventos no estádio. Eu comi um risoto de gorgonzola que estava muito bom. Pratos custam entre R$ 30 R$ 70, dependendo da opção. Como é comum em estabelecimentos do tipo, o menu é diferente em dias de semana, com opções mais baratas e que ficam prontas mais rapidamente, para atender quem está em horário de trabalho.

O Único Pampulha costuma ter música ao vivo. O local não é muito grande, então convém reservar em datas mais concorridas. Funciona todos os dias, mas com horários diferentes – confira no site oficial.

Restaurante Único Pampulha

Único Pampulha (Foto: Divulgação)

Dica para quem quer economizar

Três dos lugares listados fazem parte do Duo Gourmet, um guia de restaurantes que pode ser comprado em livrarias e supermercados de Belo Horizonte. Com ele em mãos, basta seguir as instruções para ganhar um baita desconto – na compra de um prato principal, você ganha outro de igual ou menor valor. Taberna Livorno, Xapuri e Paladino estão nesta edição do guia. Detalhes aqui.

Bônus: Onde beber na Pampulha

Não faltam botecos onde beber na Pampulha. Passando pela tradicional feira do Mineirinho, que ocorre nas noites de quinta e domingo, aos bares de avenidas de bairro, como a própria Fleming, no Ouro Preto, que está repleta de estabelecimentos.

Mas minha indicação aqui vai ser diferente: uma pequena cervejaria artesanal em que as torneiras de chopp só abrem aos sábados, entre 12h e 20h. O ambiente é simples, mas animado e pet friendly. Para comer há algumas opções petiscos, mas o forte por ali é a cerveja: chopes da casa por a partir de R$ 6. E são ótimos. A Évora Craft Beer fica numa casa de uma parte bem residencial do Bairro Ouro Preto. Rua Carlos Frederico Campos, 170. Detalhes na página da Évora no Facebook.

onde beber na Pampulha

Foto: Divulgação


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários sobre o texto “6 ótimos restaurantes na Pampulha, em Belo Horizonte

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.