4 roteiros de viagem pela Espanha

A Espanha é imensa. O país tem cultura apaixonante, povo receptivo e gastronomia para gourmet nenhum botar defeito. Dá para passar semanas descobrindo as nuances culturais de todas as suas regiões. Mas a gente sabe que, a menos que você more no país, ter esse tempo para conhecer tudo com calma é quase impossível. Por isso, preparamos alguns roteiros de viagem pela Espanha que mostram um pouquinho do que o país tem a oferecer, com durações diversas e para todos os tipos de viajantes.

Roteiro de 12 dias: O basicão da Espanha

Você já deve ter percebido que é impossível ter uma visão geral da Espanha em poucos dias. Em uma primeira viagem, no entanto, há alguns itens que a maior parte dos turistas quer riscar da lista. Os museus da capital, a agitação de Barcelona, as tapas, o flamenco e os vestidos vermelhos que representam o país no exterior, mas que na verdade são tradições da Andaluzia.

O que fazer em Granda: Mirador San Nicolau

Comece por Madrid e fique por ali três ou quatro dias. Depois, vá de trem rápido (AVE) para Granada. Os bilhetes, se comprados com antecedência, custam a partir de 37 euros e a viagem dura cerca de cinco horas. Fique ali dois dias antes de seguir, de trem ou ônibus, para Sevilha. De Sevilha, voe para Barcelona, onde você deverá passar os últimos quatro dias do roteiro. As low costs RyanAir e Vueling fazem o trecho em 1h30. Você também pode ir de trem, em outra viagem de cinco horas.

Leia também: 11 lugares incríveis para conhecer na Espanha

Roteiro de uma semana na Espanha: os bate-voltas a partir de Madrid

Madrid é uma das principais portas de entrada dos brasileiros na Europa, com voos que saem de diversas cidades do país e, geralmente, com preços convidativos quando comparados a outros aeroportos. Se esse for seu caso ou se você escolheu visitar a capital espanhola por outros motivos, não vai se arrepender. A cidade possui uma linda arquitetura e uma vida vibrante, cheia de pessoas nas ruas, parques e restaurantes, além de diversos museus de renome internacional.

Use a cidade como base para explorar a região. Existem tantas opções de viagem bate-volta compatíveis com uma visita a Madrid que, se tempo for um problema para você, vai ser até difícil escolher. Isso graças à excelente oferta de trens rápidos (AVEs) saindo da cidade (confira nossas dicas viagem para Madrid), que permitem chegar a lugares nem tão próximos assim em pouco tempo. Três dias são suficientes para conhecer todas as principais atrações na capital. O que sobra depois disso, aí você escolhe como gastar. Aqui estão três das opções mais comuns:

Toledo

Toledo é o bate-volta mais tradicional saindo de Madrid. A cidade medieval fica a apenas meia hora em AVE, que também saem de Atocha e deixam na estação de Toledo, que fica do lado de fora da cidade murada. De lá, será preciso pegar ainda um ônibus que te deixará dentro da parte medieval. Não se esqueça de comprar a passagem de volta antes de sair da estação.

Construída pelos romanos em 192 a.C, às margens do rio Tejo – sim, o mesmo de Lisboa -, Toledo é considerada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO e tem em suas ruelas cheias de história sua principal atração. Sua Catedral é o edifício mais proeminente, mas também há destaque para as ruínas da Mesquita do Cristo da Luz, uma construção que marca a grande mescla das culturas cristã, muçulmana e judia, que conviveram em paz na região por séculos.

Ávila

Ávila é uma das cidades medievais mais bem preservadas da Espanha. A bela muralha é apenas uma de suas principais atrações, que incluem igrejas, palácios e praças, algumas delas de arquitetura renascentista. Os trens para Ávila saem da estação Chamartín e levam 1h30 até o destino. No fim do dia, você pode voltar para Madrid ou seguir para Salamanca, que está a 1h30 dali.

Córdoba

Mesquita de Córdoba, Espanha

Córdoba é um dos bate-voltas saindo de Madri que só são possíveis graças aos trens rápidos. A cidade está a quase 400 km da capital mas, graças ao AVE, o trajeto é feito em apenas 1h45, saindo da estação Atocha. Se você tem pouco tempo na Espanha, essa é a melhor forma de ter um gostinho de sua região mais emblemática, a Andaluzia. Caso tenha mais tempo, você pode conjugar esse roteiro com o próximo e seguir explorando a região.

Com um dia, você poderá conhecer a famosa mesquita-catedral, a construção muçulmana mais importante do ocidente, e dar uma volta pelos bairros históricos da cidade, como a judiaria, e almoçar em um dos vários restaurantes que oferecem show de Flamenco de cortesia para os clientes. Caso você tenha mais tempo, durma na cidade e siga para Sevilha no dia seguinte. Veja aqui nossas dicas de o que fazer em Córdoba.

Roteiro de 14 dias: Mergulhando na Andaluzia

Esse roteiro pode ser feito em duas semanas, se unido ao roteiro anterior, ou em sete dias, se você quiser se concentrar apenas na Andaluzia. Comece por Córdoba e por ali fique dois dias, o suficiente para conhecer as mesquitas e as outras atrações principais da cidade. Depois, siga para Sevilha, a capital da Andaluzia, que está a apenas 45 minutos dali. A forma mais barata de fazer o trajeto é usando os ônibus que saem regularmente da estação de Córdoba, mas também há trens que ligam as duas cidades. Sevilha tem a fama de ser uma das cidades mais bonitas da Espanha. Para conhecer bem suas atrações, reserve três dias.

O que fazer em Sevilha: Plaza España

O destino seguinte é Granada, onde visitaremos uma das maiores pérolas andaluzes, a Alhambra. O conjunto de palácios é uma fortaleza que inclui jardins, uma pequena vila e templos, construída pela dinastía muçulmana dos nasridas, no último período da ocupação árabe na Península Ibérica.

Embora muita gente vá a Granada apenas para ver a Alhambra, a cidade é um charme só e merece pelo menos uma noite.  Para chegar lá, 248 km entre uma cidade e outra, ou cerca de três horas de estrada, que podem ser feitos de trem ou ônibus, outra vez a alternativa mais barata. Se você tem mais dois dias, considere passar por Málaga para conhecer a vibrante vida noturna e universitária da cidade.

Vai ficar mais? Confira dicas com roteiros de viagem pela Andaluzia, que incluem também Cadiz e os Pueblos Blancos. Esse roteiro pode ser feito a partir de Barcelona.

Descobrindo a Catalunha em 10 dias

Se a Catalunha vai algum dia se tornar um país independente, eu não sei. Mas é fato que a região tem cultura, história e gastronomia próprias, além de paisagens naturais belíssimas para os amantes da vida ao ar livre. Para explorar a região, o melhor ponto de partida é sua capital, Barcelona. Passe quatro dias por lá, entre praias, vizinhanças históricas e a agitada vida boêmia e cultural da cidade.

Depois, siga para Girona, uma bonita vila medieval que já foi usada como cenário da série Game of Thrones. Em geral, dá pra ver Girona em um dia, mas você pode escolher ficar mais para fazer um bate-volta a Fígueres e Besalú, duas cidades fáceis de serem combinadas no mesmo passeio. De Fígueres você pode tomar um ônibus para Cadaqués, um romântico município à beira-mar que já inspirou diversos artistas, entre eles o próprio Picasso.

onde ficar em girona

Se você viajar no inverno, pode alugar um carro e trocar Cadaqués por Cerdanya, uma cidade no meio dos Pirineus catalães onde fica a pista de esqui La Molina. Além de desfrutar das belas paisagens montanhosas da região, o lugar ainda oferece diferentes atividades para quem quer curtir um pouco a neve. Saiba aqui como alugar um carro na Europa, com segurança e garantindo o melhor custo/benefício.

Leia também: 10 ideias de bate-volta a partir de Barcelona

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “4 roteiros de viagem pela Espanha

  1. Natália, boa tarde.
    Não entendi muito bem a sugestão de composição do roteiro de 14 dias:
    Madri (3 dias); Toledo (bate-volta 1 dia); Ávila (bate-volta 1 dia); Córdoba (2 dias); Sevilha (3 dias); Granada (1 noite); ???

    1. Olá Hugo, eu não deixei uma composição prontinha, porque acredito que esses roteiros precisam ser pensados individualmente, dependendo dos seus interesses no lugar. Mas sim, a ideia é unir os dois roteiros, a primeira parte em Madrid e arredores e depois voar ou ir de trem rápido para a Andaluzia. Poderia ser feito como você falou: 5 dias em Madrid, sendo dois deles para bate-voltas a Ávila e Toledo/ Depois mais 2 dias em Córdoba, 3 em Sevilha, 1 ou 2 em Granada. Isso totaliza 12 dias. Se sobrar tempo, eu voaria para Barcelona, ainda mais se é sua primeira passagem pelo país. Mas Barcelona pede no mínimo, no mínimo, uns 3 dias.

  2. Natália bom dia
    Estava procurando uma base para a viagem que gostaria de fazer para a Espanha.
    Me ajudou muito, bem esclarecedora a matéria e me ajudou muito.
    Parabéns !

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.