San Martin de los Andes: rota dos Sete Lagos e atrações na região

De todos os passeios que fiz durante minha passagem por Bariloche, o bate-volta a San Martin de los Andes pela rota dos Sete Lagos que percorre a Ruta 40, uma das estradas mais bonitas do mundo, foi o que mais proporcionou paisagens de tirar o fôlego. E como esse pedacinho de Patagônia é todo incrível, afirmar uma coisa dessas significa muito.

San Martin de los Andes é uma cidadezinha com cara de inverno alpino, construída em meio a paisagens deslumbrantes de lagos, bosques e montanhas e com o mesmo estilo arquitetônico que conferiu charme e fama à Bariloche, com a vantagem de ainda conservar aquela atmosfera bucólica que se perde com a chegada dos turistas.

San Martin de los Andes

Veja também:
O que fazer em Bariloche
Quanto custa viajar para Bariloche?
Onde ficar em Bariloche: dicas de hotéis

Seguro de viagem na Argentina

Contratar um seguro de viagem é essencial, ainda que seja para países tão próximos quanto a Argentina. Por mais que seja perto de casa, o melhor é viajar protegido para não sofrer com os imprevistos.

A boa notícia é que é possível contratar um bom seguro de viagem gastando cerca de 10 reais por dia. Para isso, recomendamos utilizar um buscador como o do Seguros Promo, que compara as principais seguradoras e garante que você encontre o melhor custo-benefício, de acordo com suas necessidade.

Além disso, leitores do blog tem direito a um cupom de desconto exclusivo: 360MERIDIANOS05. Veja algumas das ofertas abaixo e escolha o seu:

Seguro Viagem: América do Sul
CORIS 30 BASIC +COVID19 CORIS 30 BASIC +COVID19 Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 23/dia*
GTA 12 BRONZE AMÉR. LATINA COVID-19 PREMIUM30 GTA 12 BRONZE AMÉR. LATINA COVID-19 PREMIUM30 Assistência médica USD 12.000 Bagagem extraviada USD 450 (SUPLEMENTAR) R$ 53/dia*

O clima em San Martins de Los Andes e a melhor época para visitar

Assim como Bariloche, San Martin de los Andes se transforma totalmente no verão e no inverno. Até os passeios são outros! Para aproveitar o verão, o ideal é viajar entre dezembro e fevereiro. Já a temporada de inverno vai de julho a setembro. Os demais meses são considerados baixa temporada e muitos passeios sequer funcionam. Por isso, é melhor evitar a menos que você não se importe de curtir o clima de absoluta tranquilidade da cidade.

San MArtin de los Andes

O que fazer em San Martins de los Andes

San Martin de los Andes é parte do roteiro dos Sete Lagos e, por isso, é repleto de atividades em meio à bela natureza das montanhas argentinas. Aqui você pode reservar seu passeio, bate-volta ou transfers para lá com antecedência e sem complicação.

 

  • Percorrer a Rota dos Sete Lagos por conta própria ou com tour de agência

O verão é a época perfeita para parar às margens dos lagos da região e fazer um piquenique. Alguns lagos têm pier e mirantes com boas vistas para as montanhas. No inverno faz frio e talvez você não aguente tanto tempo de fora do carro, mas as paisagens continuam lindas e fotogênicas.

  • Atividades ao ar livre

Agências de turismo em San Martin de los Andes alugam equipamento e vendem pacotes e que incluem atividades e esportes ao ar livre, em especial no verão, quando os lagos se tornam o lugar perfeito para a pratica de rafting e canoagem. Além das atividades aquáticas, há também as que envolvem os bosques e montanhas ao redor: cavalgada, hiking, mountain bike também podem ser arranjadas com as operadoras locais.

O Parque de Montanha Miramás tem atividades para todos os climas: no verão, o circuito de tirolesas é a principal pedida. No inverno, é hora de se divertir com o tubing (quando saímos deslizando na neve com uma boia) e trenós.

  • Praias

Há diversas praias formadas à beira dos lagos nas proximidades de San Martin de los Andes. A mais próxima delas é Catrite, localizada a cinco quilômetros do centro da vila. No verão, ônibus regulares fazem o trajeto entre elas. PAra quem vai de carro, há estacionamento (pago) no local.

Playa Quila Quina, às margens do lago Lácar, é outra opção, mas para chegar lá é preciso fazer a travessia de barco de 30 minutos, saindo do porto de San Martín de los Andes. Há horários fixos de ida e volta, por isso, lembre-se de consultar com a empresa que vai fazer o seu trajeto. Também dá para chegar de carro ao local, mas a estrada é bastante tortuosa e a direção exige cautela.

  • Cerro Chapelco

No inverno, o Cerro Chapelco é uma opção para quem quer fugir da lotação das estações de esqui de Bariloche. Embora seja relativamente pequena, a estação de Chapelco, em San Martin de Los Andes, tem uma infraestrutura pra ninguém botar defeito, com 22 pistas de vários níveis de dificuldade.

Dá para alugar os equipamentos no local, que também conta com escola de esqui e snowboard para quem vai arriscar as primeiras descidas, além de um snow park e uma área de esqui freestyle. Mas o mais incrível mesmo são as vistas do vulcão Lanín que te acompanham por todo o trajeto.

A Rota dos Sete Lagos

Roteiro Sete Lagos Bariloche

O povoado, em geral, costuma ser a última parada do passeio pela Rota dos Sete Lagos, que é amplamente vendido por agências de turismo em Bariloche por cerca de 650 pesos. Os tours são programados para chegarem ali no início da tarde, para que todos possam desfrutar um pouco do clima da cidade e almoçar em um restaurante local antes de voltar para Bariloche.

O caminho até lá, no entanto, é outra importante atração desse trajeto. As vans seguem pelo trecho cênico da Ruta 40, uma estrada idílica entre vales e montanhas. O passeio leva um dia inteiro e percorre 352 km pelos parques nacionais Nahuel Huapi e Lanín. A primeira parada é em outro vilarejo simpático, a Vila Angostura, um lugar tranquilo e ótimo para fotos, chocolate quente e compra de souvenires.

Roteiro dos Sete lagos em Bariloche

Depois do breve descanso, começa de verdade a missão de encontrar todos os sete lagos: Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico, e Lácar, o último com San Martin de los Andes às suas margens. Ao longo do caminho, os carros param em pontos de observação estratégicos para que a gente possa apreciar mais de perto as belezas locais e, claro, tirar boas fotos.

Todos os lagos são lindíssimos, mas o Espejo, com sua superfície que reflete as montanhas ao redor, é um dos que mais chamam a atenção.

Lago Espejo - Rota dos Sete Lagos Andinos próximo a San Martín de los Andes

O trajeto também pode ser feito por conta própria, de carro, uma opção que eu sempre acho mais vantajosa porque você fica o tempo que quer nas paradas, evita um monte de gente aleatória nas suas fotos e pode ainda passar uma ou mais noites em San Martin de los Andes.

Se você quiser optar por isso, sugerimos que você pesquise e reserve antes numa comparadora de locadoras, a fim de garantir o melhor custo/benefício. Para isso, indicamos a Rentcars, parceira do blog que oferece descontos e vantagens no aluguel.

Compare preços de carros em Bariloche

Como chegar em San Martin de los Andes

Além de fazer o trajeto a partir de Bariloche pela Ruta 40, também é possível chegar em San Martín de los Andes através do aeroporto de Chapelco, o mais próximo do local. A Aerolíneas Argentinas e Austral Líneas Aéreas operam voos para lá de e para Buenos Aires.

Onde ficar em San Martin de Los Andes

Por se tratar de uma vila, prefira as hospedagens no centrinho que, além de lindinho e charmoso, tampouco é lá muito grande. As avenidas principais, que concentram a infraestrutura turística local, são a San Martín e a General Villegas. As pousadas ali costumam ter cara de casa de montanha, com muita madeira, lareiras e sofás confortáveis.

O El Andaluz é um hostel que segue esse estilo. Com quartos privativos e compartilhados, mas sem perder o charme, dispõe de área comum com churrasqueira.

Para quem quer mais conforto, o Complejo Aspen fica a 500 m do Lago Lacar e conta com piscina, spa, sauna e balcão de turismo.

E o Bike Hostel atende gente em busca de custo-benefício que não abre mão de uma bela vista para o lago.

Encontre hotéis em San Martín de los Andes

Onde ficar em Bariloche

Bariloche tem uma ampla gama de hotéis para todos os gostos e bolsos. A opção mais popular e também a mais prática é ficar nas proximidades do centro cívico da cidade, onde você tem fácil acesso a restaurantes, bares, mercados, transporte público e agências de viagem.

Para mais informações sobre as opções de hospedagem, leia esse post completo sobre onde ficar em Bariloche.

Hotéis no centro cívico:

Encontre hotéis em Bariloche


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “San Martin de los Andes: rota dos Sete Lagos e atrações na região

  1. Natália estou planejando minha viagem para a Argentina e quero fazer um mochilão para conhecer lugares incríveis como este. Você alugou o carro em qual cidade? É fácil de percorrer o trajeto? Quanto custou mais ou menos? Obrigado pelas dicas incríveis

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.