Igrejas, casarões e história: o que fazer em São João del-Rei

No mapa turístico nacional, São João del-Rei tem menos apelo do que Ouro Preto e a vizinha Tiradentes. Assim como muitos turistas, confesso que eu, que já tinha passado por São João em algumas ocasiões, não a colocava na minha listinha de cidades históricas favoritas, tanto é que durante anos a usei só como passagem para Tiradentes, que fica a apenas 10 quilômetros de distância. Mas há muito o que fazer em São João del-Rei. Para começo de conversa, poucos lugares do Brasil tem tanta história pra contar.

A história dos mortos

Bem que poderia ser por conta da Guerra dos Emboabas, disputa pelo ouro recém-descoberto e que deixou incontáveis mortos por ali. Mas o Rio das Mortes, que tem 290 km e passa por várias cidades históricas mineiras, entre elas São João del-Rei, tem esse nome por outro motivo – ou melhor, os mortos foram outros.

É que muita gente perdeu a vida ao tentar cruzar o rio a nado, uma tentativa desesperada de evitar o pedágio em Porto Real da Passagem, onde eram cobrados os tributos da Coroa. Quem conseguia cruzar o rio levava para casa um pouco mais das riquezas conquistadas; quem se afogava, bem, esses foram os que batizaram o local.

São João del-Rei já mereceria uma visita só pelo seu papel durante os primeiros anos do Ciclo do Ouro, como posto de pedágio e cenário da Guerra dos Emboabas. E o que veio depois, com a construção de um centro histórico impressionante, também ajuda.

Veja também: 13 cidades históricas de Minas que você precisa conhecer
O que fazer em Tiradentes, MG: os pontos turísticos
Tiradentes, em Minas Gerais e como planejar sua viagem

linguagem dos sinos

Igrejas lindas, casarões coloridos e uma cidade viva, não um cenário de novela. Não me entenda mal, Tiradentes é linda, com seus restaurantes de todos os tipos e pousadas charmosas, mas São João del-Rei é muito mais real. Você vê uma igreja setecentista ao mesmo tempo em que percebe uma senhora fazendo as compras da semana no supermercado; bebe uma cerveja de frente para um monumento barroco ao mesmo tempo em que moradores da cidade seguem seu dia a dia.

Se for passar pelas cidades históricas mineiras, vá sim a Tiradentes, mas reserve tempo no roteiro para conhecer também São João del-Rei. É do lado. E vai te surpreender.

O que fazer em São João del-Rei

O que fazer em São João del-Rei: roteiro pelos pontos turísticos

Paramos o carro perto da Estação Ferroviária e começamos o passeio. Por sinal, o prédio vale a visita, mesmo para quem não vai embarcar na Maria Fumaça. Ali fica o Museu Ferroviário, que a conta a história dos trilhos e tem locomotivas e vagões antigos.

turismo em São João del-Rei

De lá, seguimos pela avenida principal, que tem um córrego no meio e forma um dos cartões-postais mais importantes da cidade. A ponte de pedra é um dos pontos de destaque, mas ali também está a antiga Casa de Câmara Municipal e Cadeia, prédio histórico que hoje serve de sede para a prefeitura. Seguindo naquela direção (e do mesmo lado da estação ferroviária) está a Igreja de São Francisco de Assis. Construída a partir de 1774, esse templo foi projetado originalmente por Aleijadinho.

Embora essa seja a igreja mais famosa, a maior parte dos templos do centro histórico estão do outro lado, cruzando a ponte. É ali que fica a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Em frente está o Solar dos Neves, casarão em estilo colonial da família de Tancredo Neves, que era de São João.

Em frente fica o Museu de Arte Sacra, no qual não entrei, mas que parece ter algumas peças interessantes. Já atrás da Igreja do Rosário fica a Rua de Santo Antônio, também conhecida como Rua das Casas Tortas, que é bonitinha e vale a passagem.

São João del-rei, MG

Na outra direção, um pouco em frente, está a Catedral de Nossa Senhora do Pilar, construída a partir de 1721 – essa é outra igreja que vale a pena entrar. A partir dela você pode subir em direção à Igreja de Nossa Senhora das Mercês, que fica no alto de um morro, ou seguir pela rua Getúlio Vargas até chegar à Igreja de Nossa Senhora do Carmo, outro ponto de São João que é especialista em fazer cartão-postal.

E não torça o nariz para igrejas, já que elas são as grandes estrelas da cidade. Lá, o toque de um sino é coisa séria. São João é a cidade histórica mineira onde a antiga linguagem dos sinos está mais bem preservada. Os sineiros também se envolvem em bandas e nas orquestras religiosas, o que faz com que a missa seja um programa interessante mesmo para quem não é católico.

Casarões, museus, mercado e o Teatro Municipal completam a lista de atrações históricas, mas São João também tem artesanato – a produção de peças em estanho é uma exclusividade da cidade – e atrações naturais, como a Serra do Lenheiro, onde é possível fazer trilhas e até ver pinturas rupestres com mais de seis mil anos.

Como chegar em São João del-Rei

São João del-Rei está a 190 km de Belo Horizonte. A Viação Sandra faz o trecho. Em geral, turistas que vão de ônibus seguem diretamente da rodoviária de São João para Tiradentes – dá para percorrer o trecho de ônibus urbano ou de táxi. Se for o seu caso, uma ideia pode ser passar essa primeira noite em São João del-Rei, só seguindo para Tiradentes na tarde do dia seguinte.

Nesse caso, uma alternativa é ir de Maria Fumaça, fazendo só um trecho do passeio turístico. Fica mais barato, continua interessante e você ganha tempo em São João del-Rei. Quem faz os dois trechos do passeio de trem no mesmo dia tem tempo só para almoçar e caminhar rapidamente por São João.

Mas o melhor mesmo é ir de carro. Se optar por fazer isso, você pode incluir no roteiro ainda uma parada em Congonhas, Patrimônio da Humanidade segundo a Unesco e que está no meio do caminho entre BH e São João. Ouro Preto, Mariana e Prados são outras cidades históricas que podem entrar mais facilmente no roteiro do viajante motorizado. Saiba aqui como alugar um carro garantindo o melhor custo/benefício.

Hospedagem em São João del-Rei

Pousada dos Sinos é uma das mais procuradas. É uma hospedagem simples, mas com bom custo/benefício, que está perto da Igreja de São Francisco de Assis. Uma opção um pouco mais confortável é a a Pousada Villa Magnolia.

Veja também: Onde ficar em São João del-Rei, MG: dicas de pousadas e hotéis

turismo em São João del-Rei

Onde comer em São João del-Rei

Eu só estive em um restaurante, a Taberna d’Omar, que merece indicação por conta do endereço: de frente para a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Uma baita vista e boa opção para comer. Ou uma paradinha rápida, seja para café ou aquela cervejinha.

Quando ir

Dá para ir em qualquer época, mas é bom saber que a temporada de chuvas vai de novembro a fevereiro. A Semana Santa costuma ser um período interessante, por conta das celebrações religiosas.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “Igrejas, casarões e história: o que fazer em São João del-Rei

  1. Gratidão por este post.
    Estou planejando uns dias pelas cidades históricas, e seu relato só confirma minha idéia; ficar em São João e fazer o passeio de trem até Tiradentes.

    Abraços

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.