fbpx

O que fazer em Três Marias, MG: o Beira Rio, roteiro e atrações

Quem disse que Minas não tem mar nunca ouviu falar da represa de Três Marias. São tantos quilômetros de água e praias de água doce que o lugar ficou mesmo conhecido como uma espécie de balneário mineiro, um refúgio para quem busca dar um mergulho em águas refrescantes ou praticar esportes aquáticos, em especial a pesca.

Tudo isso em meio à natureza exuberante do cerrado, com as veredas descritas por Guimarães Rosa; os ipês; as frutas e a fauna riquíssima desse bioma já tão ameaçado.

Tive a oportunidade de conhecer a região e o bairro de Beira Rio – que pertence a São Gonçalo do Abaeté, mas está ali, coladinho de Três Marias -, numa viagem diferente que envolveu muita cultura, gastronomia mineira e causos do interior de Minas através do turismo de base comunitária. Juntei tudo isso nessa guia sobre o que fazer em Três Marias e região. Vamos lá?

Andréquicé, Três Marias

Andrequicé, perto de Três Marias (MG)

A represa de Três Marias, Minas Gerais: localização e história

Cartão-postal da cidade e o principal ponto turístico da região, a represa de Três Marias em Minas Gerais foi inaugurada em 1962. A cidade, que leva seu nome, nasceu junto com ela e, ainda hoje, carrega as heranças culturais das pessoas vindas de várias partes do país para trabalhar nas obras, e que se assentaram em Três Marias e ali fizeram morada.

Famoso por ser um local para a prática da pesca esportiva e outros esportes náuticos, o lago da represa é tão grande que acabou conhecido como “Doce Mar de Minas”. E não é para menos: são 21 bilhões de metros cúbicos de água, represada do Rio São Francisco, e 1.040 quilômetros quadrados de superfície.

Como chegar à represa de Três Marias

A cidade está localizada a 270 km de Belo Horizonte e a 700 km do Rio de Janeiro, na região noroeste de Minas Gerais. O acesso se dá pela rodovia BR-040.

Chegando lá, basta sair da Praça Castelo Branco, no centro de Três Marias, e seguir sentido viaduto, basta fazer o contorno à direita sentido BR-040 e depois virar à direita na Avenida Balneário do Lago. O trajeto é totalmente asfaltado.

Turismo de base comunitária no Bairro Beira Rio, perto de Três Marias

Oficialmente um bairro do município de São Gonçalo do Abaeté, o Beira Rio está, na verdade, muito mais perto de Três Marias: são apenas 10 minutos do centro da cidade até essa tranquila vizinhança que cresce às margens do São Francisco e deve ao rio não apenas o nome, mas também a atmosfera relaxada, o turismo e o estilo de vida dos moradores dali.

Um grande conhecido dos praticantes da pesca esportiva, por causa de sua proximidade com a represa e o rio, o lugar já conta com uma infraestrutura razoável de pousadas voltadas para receber esse público, mas quer ir além.

Por isso, acaba de criar um circuito turístico repleto de atividades de base comunitária, na qual os moradores abrem suas portas e janelas para mostrar um pouco de sua história, cultura e dia a dia. São trilhas, cachoeiras, gastronomia, experiências imersivas e festivais que tornam a nossa passagem por ali inesquecível. E, mineiros que são, tudo isso sempre regado a café, biscoito e uma boa prosa.

Passeio de barco pelo Rio São Francisco

passeio de barco pelo rio São Francisco em Três Marias

Seu Norberto e os passeios pelo São Francisco

O São Francisco tem um forte apelo emocional para o imaginário dos brasileiros, e ter a oportunidade de fazer um passeio de barco por ele é bonito e emocionante. Imagina fazer isso ao pôr do sol, acompanhado por pescadores nativos daquele lugar, cheios de histórias do rio, da cidade, dos peixes e, claro, e “causos” mirabolantes?

Quem me acompanhou no passeio foi o Seu Norberto, que navega o São Francisco há 50 anos e sabe tudo sobre o rio. Ele chama todo mundo de “prezado” e ainda é um grande contador de histórias. Tanto que já viajou o mundo inteiro para participar de congressos e eventos sobre a preservação do São Francisco. Ah, e ele jura que foi ele quem soltou os jacarés na Lagoa da Pampulha. Quem é de BH vai saber do que estou falando.

Você encontra a lista com os condutores oficiais dos barcos e pode agendar seu passeio aqui.

Andrequicé: um passeio pelas histórias de Guimarães Rosa e Manuelzão

Localizado a 32 quilômetros de Três Marias, Andrequicé é uma vilazinha minúscula, mas cheia de coisa pra contar. É que, em 1952, o escritor Guimarães Rosa visitou o lugar e passou um tempo nas fazendas na região. De lá, levou muitas das histórias que depois reproduziu em seus livros, em especial as que reuniu quando acompanhou o líder vaqueiro Manuelzão, conhecido ali como Manuel Nardy.

Museu Manuelzao em Três Marias

Foi ele que mostrou muito do que Guimarães Rosa aprendeu sobre a vida sertaneja e a boiada. Hoje, a casa onde o vaqueiro viveu foi transformada no Museu Manuelzão, que conta um pouco sobre a história desse personagem da vida real e reproduz o cotidiano de um vaqueiro da região.

Além do Museu, Andrequicé tem inúmeros patrimônios materiais e imateriais para mostrar. E um deles é a Capela Nossa Senhora das Mercês, uma igrejinha pra lá de fofa construída no século 18 e consagrada à padroeira da cidade.

A cidade também é conhecida pela tradição das bordadeiras, que se reúnem toda quinta feira para bordar painéis que retratam a história e cultura locais, além de eco bags, capas para almofadas e outras lembrancinhas que estão a venda no centro. cultural ao lado do Museu Manuelzão.

Andrequicé em Três Marias

Além disso, a vila tem festas e tradições para lugar nenhum botar defeito: Folias de Reis, Pastorinhas, Bordadeiras, Quitandeiras, Benzedeiras e a produção de mel e ervas.

Todos os anos, ocorre também a Festa de Manuelzão, com programação que inclui apresentações de danças típicas, shows, cortejos de carros de bois, cavalgadas e mais.

Recanto da Zezé: Turismo Rural perto de Três Marias, Minas Gerais

Essa experiência começou por acaso. Zezé tinha três cachoeiras dentro do seu sítio, mas ela e suas filhas sequer iam lá. Um dia, um ciclista, desses que gostam de caçar cachu por aí, chegou à propriedade e perguntou como chegava nelas. Foi quando surgiu a ideia de explorar a região turisticamente.

Com ajuda do Visite Beira Rio, a família estruturou um produto de turismo rural que, além do mergulho na cachoeira e uma caminhada em meio à natureza, inclui ainda um delicioso café da manhã, almoço típico da roça e a troca cultural com as moradoras da propriedade. Zezé ainda tem uma super horta com abacaxi, maracujá, morando e diversas outras frutas, e está sempre aberta a conversar e a contar do seu dia a dia no sítio.

Recanto da Zezé - Turismo Rural em Três Marias

Almoço típico da roça faz parte da experiência de turismo rural no Recanto da Zezé

Para visitar, o ideal é ir de carro, já que a propriedade fica um pouco longe, numa região bem rural (pegue as instruções corretas no contato do Instagram abaixo). Também é possível combinar um transfer com algum motorista na cidade.

A experiência completa custa R$ 85, mas tem um descontinho em grupos com mais de quatro pessoas. O Recanto da Zezé está aberto às sextas, sábados e domingo e você pode combinar sua visita pelo Instagram @recandodazeze.

Pesca recreativa na Represa de Três Marias

E, claro, não dá para falar da represa de Três Marias sem falar de pesca. Mesmo quem nunca praticou, como eu, pode aprender o básico do esporte com o Calangal, experiência que propõe uma imersão ao mundo desse esporte.
Ali, você recebe todas as instruções básicas, como preparação e montagem dos equipamentos, treina o arremesso correto do anzol, e vai para o meio da represa para tentar a sorte de pegar um tucunaré. Tudo no estilo “pesque e solte”.
Depois, você ainda tem a chance escutar mais sobre a história do lugar enquanto almoça uma tilápia assada na hora. Sério, foi um dos peixes mais gostosos que já comi.

Hospedagem e restaurante em Três Marias: Maria das Flores

Ali perto do Calangal fica a Pousada e Restaurante Maria das Flores, muito conhecida na região por causa – entre várias outras coisas – da tilápia acompanhada do purê de abóbora especial da casa. O ambiente é agradável e a comida é excepcional.

Você pode passar lá para um almoço ou ficar hospedado nos chalés de um ou dois quartos.

De qualquer forma, não deixe de passear pelo jardim da propriedade, que leva esse nome por causa do amor da proprietária pelas flores. Ela cultiva inúmeras espécies da região e sabe um monte de curiosidade sobre elas.

A blogueira viajou à convite do Visite Beira Rio.
Avalie este post

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um comentário sobre o texto “O que fazer em Três Marias, MG: o Beira Rio, roteiro e atrações

  1. Natália, obrigado pela forma que você enxergou as belezas da nossa região,em meio a : cachoeiras ,rios ,fauna,a cultura e a culinária mineira ,com a marca do cerrado.
    Tarcilio Paiva,
    Pousada e restaurante Maria das Flores.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.