Tags:

Turismo no Egito: todas as dicas para viajar pelo país

Depois de 24 horas de viagem, saindo de BH, com conexões em Guarulhos e Istambul, sem contar os atrasos, eu cheguei ao Cairo exausta. Mas pela minha frente ainda tive que enfrentar imigração, alfândega e o fato de que o pessoal que deveria ter ido me buscar no aeroporto confundiu as datas e se esqueceu de mim. Então eu tive que, em modo zumbi, me virar no aeroporto e dar um jeito de chegar ao hotel inteira. Essa situação e uma caminhada de meia hora no centro do Cairo foram as minhas únicas experiências de turismo no Egito de forma independente.

Durante os sete dias seguintes, explorei o país de norte a sul com um grupo de jornalistas do continente americano. E acumulei anotações com todas as dicas para viajar pelo Egito para quem sempre sonhou com isso, mas ainda não tirou do papel. Vamos?

Saiba mais sobre o Egito: 

Como visitar as pirâmides do Egito e o complexo da Necrópole de Gizé

Os bastidores de um museu arqueológico no Egito

turismo no egito esfinge

Esfinge na Necrópole de Gizé

Preparando uma viagem para o Egito

Chegar no Egito não é exatamente tarefa fácil. Prepare-se para muitas horas de viagem e conexões: não tem voo direto do Brasil para o Cairo. Turkish Airlines, Royal Air Maroc, Ethiopian, Lufthansa, Alitalia, Emirates e Air France são algumas das companhias aéreas que fazem o trajeto. Os voos saem numa média de 3 a 4 mil reais.

O país exige o comprovante de vacina contra a febre amarela na imigração. Na verdade, a Turkish me pediu no momento do check-in, ainda em São Paulo. Temos um post explicando como conseguir seu certificado internacional de vacinação.

Para brasileiros, o visto do Egito é adquirido na chegada, no aeroporto. Depois que você descer do avião e pegar sua mala, tem que ir num banco (que fica lá sinalizado) e comprar o visto. Custa 25 dólares ou 20 euros e eles não aceitam outra moeda. Depois de comprado, você passa pela imigração e alfândega. Não se assuste, eles são bastante chatinhos nesse processo. Quem vai com agência costuma ter essa passagem facilitada. Para nossos leitores portugueses: vocês têm que pedir o visto antecipadamente pela internet.

turismo no egito piramides

Pirâmides de Queóps, Quefren e Miquerinos

Se você foi de forma independente, quando chegar ao saguão do aeroporto, procure o quiosque que diz “limousines” para pegar um táxi até o seu hotel. Esse é o serviço que você paga previamente um valor tabelado e eles te levam num carro bom até seu destino. Outra opção é chamar um Uber, que também está disponível no Cairo. Tenha em mente que o trânsito no Egito é maluco e pode ser bastante assustador à primeira vista.

Aliás, sobre o transito, atenção ao atravessar a rua. A minha melhor comparação é com a Índia, mas se você também nunca esteve lá, imagine atravessar entre carros, sem sinal ou faixa de pedestre. Você simplesmente tem que ir rápido e fazendo sinal com as mãos para os carros pararem. A melhor forma de fazer isso é seguir os locais, que costumam ajudar turistas.

No Egito, o idioma oficial é o árabe, mas a maioria das pessoas, principalmente quem lida com turistas, fala inglês e francês. Herança colonial. Também dá para encontrar muita gente que fala espanhol, inclusive guias.

turismo no egito deserto

Vendedores e guias no platô de Gizé

Quanto custa viajar para o Egito

A moeda no Egito é a libra egípcia, também conhecida como pounds egípcios. A cotação em relação a outras moedas fica em torno de: 1 LE = 20 euros ou 17 dólares. Não vale a pena comprar a libra egípcia aqui no Brasil, a cotação será horrível. Vale muito mais a pena comprar dólares ou euros e trocar no país, porque lá você não vai conseguir trocar reais.

turismo no egito cairo e nilo

Cairo e o rio Nilo

Para o câmbio, existem máquinas, como caixas eletrônicos, em que você coloca seus euros ou dólares e saca pounds egípcios. Em quase todos os hotéis onde eu fiquei vi uma dessas.

Nos textos específicos de cada cidade (Cairo, Alexandria e Aswan) dá para ter um panorama dos gastos com hospedagem e transporte. Como eu viajei a convite, não consegui ter muita noção dos preços de alimentação, por isso recomendo a leitura do post do Pé na Estrada, que é bastante detalhado sobre quanto custa fazer turismo no Egito.

turismo no egito aswan templo isis

Templo de Philae em Aswan

Apesar de ser possível fazer uma viagem independente, é recomendável contratar uma agência ou guias locais para pelo menos alguns passeios. É que o deslocamento nas cidades é bastante difícil e um guia ajuda a diminuir o assédio de vendedores e golpistas. Além disso, alguns passeios, como a ida a Abu Simel, um cruzeiro no Nilo ou safári no deserto, saem mais baratos e são mais seguros se você dividir com um grupo. Seu hotel pode ser uma boa fonte de informações para contratar passeios, caso você vá sem um pacote de agência.

Turismo no Egito: e a questão da segurança?

A segurança é uma das questões mais complicadas no Egito: muita gente pergunta se deveria ir para lá ou não, por conta do terrorismo ou instabilidade política. Minha impressão pessoal é que as coisas estão mais tranquilas e eu não deixaria de ir por isso. Risco de terrorismo existe também na Europa e ninguém desmarca viagem para Paris por esse motivo, desmarca?

turismo no egito khan el halili

Mercado no centro velho do Cairo

Fora isso, os cuidados com segurança no Egito estão para todos os lados, às vezes até de forma um pouco exagerada. No aeroporto, você passa pelo raio-X umas três vezes, tem que tirar o sapato em todas elas. Na entrada de qualquer hotel, tem raio x, cachorro cheirando carro e todo aquele aparato de segurança. Policiais e guardas armados até os dentes estão na entrada de qualquer atração.

Se você se sentir ameaçado ou com problemas, pode procurar a Tourist Police, que existe para atender turistas. Porém, confesso que no aeroporto do Cairo pedi informação para um deles e não foram de grande ajuda.

Sobre mulheres sozinhas: infelizmente, não posso opinar, porque estive lá num grupo e não consegui ter nenhuma experiência solo além de uma caminhada de meia hora no centro do Cairo, que foi muito tranquila. Se você está pensando em ir sozinha, a dica é muita pesquisa e leitura. Para começar, recomendo o post da ReVivendo Viagens e outro do Pé na Estrada.

turismo no egito aswan old cataract

Hotel Old Cataract em Aswan

Se você estiver na dúvida de como se vestir, opte pela moderação. Não precisa se cobrir com véu, mas evite decote, mostrar os ombros, shorts ou saias curtas. No mais, você vai ver mulheres egípcias de calça jeans e camiseta e outras de burca. Homens também devem evitar regatas e bermudas curtas. Casais podem deixar demonstrações de carinho como beijos e andar de mãos dadas para quando estiverem sozinhos. O país é muçulmano e as coisas lá são assim, há que se respeitar.

É importante que você não deixe de contratar um bom seguro de viagem para o Egito. Busque entre as opções com melhor custo/benefício e reserve com 5% de desconto usando o código 360MERIDIANOS05.

Ideias de roteiro pelo Egito

Meu roteiro foi Cairo, Aswan e Alexandria em sete dias. Era uma viagem de trabalho, então foi muito corrido. Para fazer o mesmo roteiro, eu recomendaria quatro dias no Cairo, três dias em Aswan – com um bate-volta em Abu Simel, e dois dias em Alexandria.

Leia também: Rato com asas ou prato do dia? O hábito de comer pombo no Egito

turismo no egito coluna pompeu alexandria

Coluna de Pompeu e antiga acróple

Mas o Egito tem muito mais a oferecer: Luxor e seus templos são imperdíveis. Muita gente inclui um cruzeiro no Nilo entre Aswan e Luxor. Além disso, um safári de uma noite pelo deserto do Saara é daqueles passeios que considero dos mais fascinantes. Isso sem contar as praias egípcias, tanto as do Mediterrâneo, como as do Mar Vermelho; a península de Sinai; o canal de Suez. Enfim, o país tem atrações suficientes para quem quer passar um mês ou até mais.

turismo no egito templo de philae

Para se locomover entre as cidades você pode ir de avião, que é a opção mais rápida, além de trem ou ônibus. Passagens de avião e trem podem ser compradas com antecedência e de ônibus podem ser compradas na hora.

Qual a melhor época para ir ao Egito?

Como o Egito fica no deserto, vocês já podem imaginar o calor que faz nos meses de verão, não é mesmo? Por isso mesmo, a baixa temporada coincide com a chegada do calor, de maio a outubro. Logo, a recomendação é ir de novembro a abril.

turismo no egito biblioteca de alexandria

Eu estive lá no início de dezembro. No Cairo o clima estava bem ameno, tanto que eu usei um casaquinho leve no início da manhã e à noite. Em Aswan estava muito quente e é assim o ano inteiro. Já em Alexandria pegamos um vento bem frio.


Compartilhe!






Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

12 comentários sobre o texto “Turismo no Egito: todas as dicas para viajar pelo país

  1. Olá Luiza. Primeiro parabéns pelas dicas, estão bem esclarecedoras.
    Tenho dupla cidadania , portuguesa e brasileira. Como estarei viajando no fim desta semana à trabalho não tenho tempo hábil para solicitar o E-visa pela internet para o passaporte Português.
    Basta não ,mostrá-lo e entrar com o brasileiro ?

    Obrigado

  2. Bom dia Luiza, esqueci meu comprovante de febre amarela no Brasil, estou na Europa a uns 10 dias queria saber se na migração eles pediram o comprovante??

  3. Olá Luiza, como vc teve certeza que poderia tirar o visto para o Egito no Aeroporto? Em muitos lugares fala que vc tem que tirar no Rio antes de ir… Estou com medo de chegar lá e negarem o visto.

  4. Oi Luiza! Adorei o post! Muito obrigada pelas dicas!
    Estou planejando uma viagem de 10 dias para o Cairo agora em junho (sei que estará muito calor, mas é a época que posso…). Sempre faço viagem independente mas como dizem que todos os passeios devem ser em grupo, por causa da segurança, estou cogitando ir de excursão 😬😬…Vc teria alguma dica de excursão saindo da Espanha…estou morando em Barcelona este ano(por isso a data apertada somente em junho)…queria aproveitar que estou por aqui e diminuir custo e tempo para chegar ao Egito! Meu sonho desde pequena!

    Ps: vc colocou no texto 1 LE = 20€…não seria ao contrário…1€ = 20 LE?
    Muito obrigada desde já!

    1. Oi Juliana,

      Olha, não conheço nenhuma excursão saindo da Espanha não. Mas tem algumas empresas legais internacionais que oferecem tours diferentes, como a GAdventures ou a Contiki. Eu nunca viajei com nenhum deles, mas acho que tem propostas interessantes.

      obrigada pelo toque sobre o erro. Vou corrigir

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.