Veneza barata: é possível

Veneza tem a péssima fama de ser uma das cidades mais caras da Europa. Se você não tomar cuidado, fica fácil ver os euros sumirem magicamente do seu bolso enquanto você perambula pelas ruelas e canais.

Mas os viajantes econômicos não precisam se desesperar ou cortar esse destino do roteiro. Nós bem que consideramos fazer isso enquanto planejávamos nosso mochilão pela Europa, mas com um pouco de pesquisa descobrimos como gastar menos de 50 euros por dia por lá. E claro que a gente vai te passar todas as dicas de como planejar uma viagem barata para Veneza.

Hospedagem barata em Veneza

Esse é o principal ponto para economizar. Se você quer manter o orçamento abaixo dos 50 euros por dia, é preciso aceitar que não vai dar para acordar com vista para o canal. Para ser mais sincera, você nem ao menos vai se hospedar dentro de Veneza, mas sim nos arredores da cidade.

É o seguinte: aquela Ilha de Veneza que você já cansou de ver em cartões-postais, como canais, gôndolas e centenas de turistas é só uma parte de Veneza. Ali do lado, uma cidade chamada Mestre, com um perfil mais industrial e bem menos charmoso, possui opções de hospedagem mais baratas que na ilha.

Planeje sua viagem: Saiba Onde Ficar em Veneza

Leia todas as nossas dicas sobre Veneza

É claro que é bem melhor ficar de frente para a Praça de São Marcos, mas ficando em Mestre você não perde muita coisa e ainda economiza. A região é bem servida de ônibus que levam rapidamente até a ilha por menos de dois euros. Essa tática, no entanto, já está bem manjada, por isso muitos hotéis localizados ali aumentaram os preços. É preciso pesquisar um pouco para encontrar uma verdadeira barganha. Você pode começar em sites como o Booking.com.

Mas quer gastar pouco, pouco mesmo? Então procure um camping! Não precisa nem me olhar com essa cara feia! Eu não estou dizendo para você despencar daqui na Europa carregando barraca e colchonete. Em Campalto, outra cidade bem próxima de Veneza e colada em Mestre, os campings possuem cabanas de madeira, chuveiro elétrico e internet wi-fi a preços bem módicos.

Nós ficamos no Camping Rialto pagando apenas 12.90 na diária por pessoa. Para sair de lá era só pegar um ônibus na porta do camping, por 2.60 euros ida e volta e em 20 minutos estávamos em Veneza. Outra opção que consideramos na nossa pesquisa foi o Camping Serenissima, também ali perto.

 

Hotel Barato em Veneza

Economizando no almoço

Não muito longe dos restaurantes refinados que servem massas maravilhosas e vinhos caros existem lugares onde os viajantes econômicos podem encher a barriga gastando muito pouco em Veneza. Basta perambular pelas ruelas e canais para se deparar com pequenas lojinhas que vendem pedaços de pizza, kebabs e sanduíches por 1,50 a 3 euros.

Restaurante fino em Veneza

Passe longe desse aqui

Cansou desses lanches? Outra boa ideia é passar em um supermercado e comprar algumas coisas para fazer um piquenique. Supermercado na Itália é uma coisa linda. Você encontra queijos, pães e vinhos por muito pouco, além de todos os ingredientes para fazer um ótimo macarrão (se você puder cozinhar no seu hostel, claro).

Mercado em Veneza

Tem um pouco mais de dinheiro? Aproveite os menus turísticos. Muitos restaurantes possuem essa modalidade por lá e os preços variam, mas é possível fazer uma refeição completa por até 15 euros.

Cuidado com as pegadinhas para turistas

A maior atração de Veneza é de graça. Ficar perdido nas ruas labirínticas, descansar ao lado de um canal e ver a movimentação de pessoas é o mais legal da cidade. Talvez, no entanto, você queira visitar os monumentos mais famosos de lá. Como os ingressos podem ser um pouco caros, compensa pesquisar antes para decidir o que você quer ver e cortar o que não interessa tanto.

Passeio de Gôndola - Veneza Barata

Quanto ao passeio de gôndola, pense duas vezes. Você não vai conseguir andar nesses barcos por menos de 60 euros para o casal. 180 reais. Para passear no canal. De barquinho. A menos que for o seu sonho de criança, é preciso avaliar se vale o dinheiro gasto. Pessoalmente, eu achei uma grande pegadinha para turistas – talvez a maior da Europa – e não me arrependi de ter gastado parte da grana com queijo, vinho e gelato. Mas quem sou eu para julgar?

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

35 comentários sobre o texto “Veneza barata: é possível

  1. Oi Natália bom dia,

    muito obrigado pela sugestão sobre hospedagem barata em Veneza. Vou ficar no camping sereníssima mas da próxima vez vou tentar a sugestão que você deu. Fiz A reservacso com o Hostelclub website por que com website Booking.com era muito mais caro. Nem sempre O Booking.com é a solução mais barata.

    Alguma sugestão para Roma, Firenze ou Napoli

    muito obrigado
    auri roque

  2. Olá!!! Achei que teria que riscar Veneza da nossa viajem… Mas pelo visto não é tudo tão caro quanto parece… Meu marido já estava tentando me convencer a não fazer o passeio de barco e acho que agora abrirei mão mesmo rsrs… vamos viajar com um bebê de 1 ano e 4 meses…. espero que dê tudo certo, vamos só dar uma passada em Veneza. Valeu pela dica!!!

  3. Fui na praca San Marco para pegar uma gondola e me ofereceram um passeio normal por 80 euros (durando 30 min) e outro passeio “maior” por 120 euros (durando 40/45 min). Tentei pechinchar, mas o gondoleiro que no começo parecia amigavel depois ficou agressivo e ate saiu de perto resmungando porque nao queria tomar prejuizo. Os outros gondoleiros vieram que nem abutres tentar nos convencer de que era um bom passeio e para fecharmos logo o passeio com o gondoleiro da vez, mas acabamos nao fechando pelo mau humor dele. No meio da praça fomos abordadas por outro gondoleiro que disse que faria ompasseio maior por 80 euros e fechamos com ele. Ele mal explicou sobre a cidade pra gente durante o passeio e durante o caminho vimos outros gondoleiros tambem que mal falavam com seus clientes. O passeio realmente correspondia ao passeio maior, mas o trajeto de 40/45 min na verdade corresponde a ida e volta. Ou seja, so andamos uns 15/20 min da praça San Marco e ja voltamos logo em seguida pelo mesmo caminho (e o trajeto da volta tambem demorou 15/20 minutos). Nao achei que valeu a pena. Acho que passeando a pe por Veneza vale muito mais a pena do que andar de gondola que sinceramente nao achei nada demais e nenhum um pouco romatica como nos filmes e reportagens.

    1. Eu fiquei nessa rede de hostel em Florença. Peguei um quarto privativo, que era uns 30% mais barato que hotel. Como o quarto era privativo foi bem tranquilo. Mas nas áreas comuns o que predominam são adolescentes bem jovens (muito com menos de 20 anos), então esteja preparado pra encontrar um pouco de bagunça, mas nada que estrague a viagem!

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.