Tags:
Atlas: San Salvador, El Salvador

10 coisas que você precisa saber antes de viajar para El Salvador

1. Transporte público é barato e seguro. Tanto para se locomover em San Salvador quanto para visitar lugares próximos, dá para usar os ônibus públicos sem medo. Eles são coloridos e têm uma aparência bem vintage, para não dizer outra coisa, mas são quase de graça e fazem o que precisam fazer. Se você for usar transporte privado, opte pelo Uber ou táxis de cooperativa.

2. San Salvador é um ponto estratégico para explorar o país. Dá para organizar a viagem com bate-voltas a partir dela e também como ponto de partida para lugares mais distantes, já que dali saem ônibus para todas as partes. Mas a capital em si não é assim tão interessante que não possa ser sacrificada caso você esteja na pressa.

Palácio Nacional de San Salvador

Palácio Nacional de San Salvador

3. A moeda oficial é o dólar americano. Mas apesar do câmbio desfavorável, El Salvador é um país bem barato de se viajar. Dá para jantar pupusas, o orgulho gastronômico local, por um dólar se você quiser economizar, e uma refeição completa em restaurantes locais não sai por mais que cinco. A hospedagem também ajuda a manter os preços lá embaixo. Veja nosso guia de onde ficar em San Salvador.

4. Você vai ler e ouvir coisas que podem te desanimar da viagem. Persista. El Salvador não recebe muito destaque nos livros e guias sobre a América Central e você já deve ter escutado que é melhor riscar o país do roteiro por causa dos altos índices de violência registrados ali. Viajando na América Latina, é sempre importante manter a cautela. Evitar andar sozinho, em especial à noite e em áreas que você não conhece, é um comportamento aconselhável.

No entanto, é preciso também entender que a violência ali não é generalizada e se concentra em certas partes mais que em outras, como ocorre no Brasil ou em qualquer outro lugar que enfrenta problemas semelhantes. A grande maioria das pessoas que visita o país volta para casa em segurança e sem maiores incidentes. El Salvador tem lugares lindos para visitar, gastronomia e cultura ricas, fatos que muitas vezes acabam eclipsados nos roteiros e guias que vemos por aí por causa dessa triste realidade. É claro, também não ajuda a pouca informação que encontramos na internet e os sites desatualizados do governo. Uma boa opção, caso você comece pensar duas vezes, é contratar guias para sua viagem. O serviço não custa caro no país e assim você sabe que não se meterá em nenhuma furada por causa de desinformação. El Salvador também conta com uma polícia do turismo que pode te dar informações sobre segurança e como fazer as rotas que você quer.

5. Converse com os moradores locais. Talvez porque eles não estejam acostumados a ver tantos turistas de fora como em outros países da América Central, mas os salvadorenhos são simpáticos, receptivos e fazem questão de mostrar sua cultura para os estrangeiros. Conversar com eles pode enriquecer e muito a sua viagem.

6. San Salvador é conhecido como a Terra dos Vulcões. São 25 deles espalhados por um território do tamanho do estado de Sergipe – três ainda são considerados ativos. Isso é sinal de uma forte atividade sísmica na área e tremores menores ocorrem com frequência. Na minha primeira noite eu acordei com alarme sísmico e tudo, mas não era nada para se preocupar.

Vulcão em El Salvador

25 vulcões em um território do tamanho de Sergipe. Foto: Shutterstock.

7. É também a terra do surf. As praias de El Salvador já foram sede de dezenas de competições internacionais de surf. É bem comum ver gente chegando ao país acompanhada de suas pranchas. El Tunco é a mais famosa para esse propósito e tem aquela vibe mochileira com vida noturna agitada e um montão de gente de todas as partes. Se você procura mais tranquilidade, vá para a vizinha El Sunzal.

El Sunzal, El Salvador

8. Não tema a comida de rua. E ali, ela tem um nome: pupusa. Uma tortilha de milho com recheios diversos que ganha o coração de todos que visitam o país. São baratas, alimentam bem e, o mais importante, são deliciosas.

Pupusas El Salvador

Um palavra: pupusa. Foto: Shutterstock.

9.  Leve uma jaqueta. Os meses de verão em El Salvador são entre janeiro e abril, porém é nessa mesma época que o inverno está em seu ápice no hemisfério norte. E é de lá que chega “el norte”, como os salvadorenhos chamam as frentes frias que costumam chegar nessa época do ano. O “norte” não afeta todas as partes do país por igual: é muito mais sentida em San Salvador que no litoral, por exemplo, mesmo que a praia esteja a poucas horas de viagem. Na dúvida, leve uma jaqueta quentinha com você.

10. El Salvador já foi conhecido como República do Café. Hoje, a economia é mais diversificada, mas o país ainda preserva inúmeras plantações, em especial nas regiões mais montanhosas. Esses lugares funcionam como um refúgio natural para a fauna local, já que 98% da mata nativa do país já foi dizimada. Por isso, comprar café salvadorenho não é apenas uma garantia de qualidade, mas também uma forma de contribuir para a preservação dessa fauna, em especial se você buscar marcas comprometidas com a natureza e a economia local.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, mas acabo sempre voltando pra minha querida BH. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma e compartilho minhas impressões de mundo também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

6 comentários sobre o texto “10 coisas que você precisa saber antes de viajar para El Salvador

  1. Estamos planejando ir para El Salvador em Dezembro/2018, meu sogro é originário de lá e iremos visitar a familia dele. Eu e minha esposa estamos animados :)F

  2. Parabéns pelos esclarecimentos e dicas. Valeu! E que legal que encontrei uma mineira que gosta e curte muito do que eu, como mineiro, tb gosto!

  3. Realmente ouvir sobre El Salvador ,em geral os comentários nos afastao logo da ideia de viajar para lá,Sempre e bom,recolher mais comentários assim como o seu mais detalhado que dão uma imagem diferente,do geral,Obrigado

    1. Ei Helder,

      Não dá para negar que o país tem um problema, porém não é o cenário de guerra que a gente imagina. Como em todo lugar, a violência não é generalizada, mas está concentrada em certas regiões e entre certos grupos. Dá para conhecer sim. O salvadorenho é um povo alegre e fica muito feliz quando se encontra com os raros estrangeiros que se aventuram por ali.

      Abraços!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.