Tags:
Atlas: Portugal

Culinária portuguesa: o melhor da comida de Portugal

Ah, a comida portuguesa. Tão maravilhosa. Motivo certeiro para eu ter me adaptado tão bem a esse país. Escrever um post sobre culinária portuguesa me demandaria tantos e tantos parágrafos que tive que escolher uma limitação, no caso, a importância x meu próprio gosto, visto que esse país, mesmo tão pequenino, tem vastas tradições gastronômicas em cada região que se visita.

Experimentar a comida portuguesa em parte é familiar para nós, brasileiros: aprendemos com eles os temperos. Pouca gente no mundo faz tão bom uso do alho, da cebola e do azeite. Além disso, aqui em Portugal, comida é coisa tão séria quanto na casa da minha avó: ai de você não comer um pouquinho mais, vai fazer desfeita! Marque coisas antes ou depois da hora do jantar. Gaste horas e mais horas almoçando.

Leia também:

5 dicas de restaurante em Coimbra

Mercado da Ribeira, onde comer em Lisboa

Comidas e bebidas típicas da Ilha da Madeira

Então, sem mais enrolação, vamos ao que interessa #foodporn:

Entradas da culinária portuguesa

Não importa se é verão ou inverno, sempre tem sopa de entrada nas refeições portuguesas. Eles consideram especialmente tradicional o caldo verde, cuja versão é bem semelhante a brasileira: batatas, couve, cebola e rodelas de chouriço.Também a açorda, uma combinação de pão, alho, sal, azeite, coentros e água, acompanhada normalmente de camarão, bacalhau, ovo ou carne. É um prato típico do Alentejo, que, dependendo do tamanho, vale como refeição principal.

açorda de camarão culinária portuguesa

Açorda de Camarão

Outra coisa que você sempre vai encontrar numa mesa de entrada são pães. Olha, os portugueses merecem a fama que têm de bons padeiros. Eita pessoal que faz bons pães! Entre meus favoritos estão o pão alentejano (mais massudo e normalmente de grandes dimensões); a broa de milho, bem macia, deliciosa com manteiga; e o bolo do caco, tradicional da madeira, sempre em formato redondo e assado em pedra.

bolo do caco ilha da madeira

Bolo do Caco

E não faltam azeitonas. Portugal é um dos poucos países em que eu gosto de azeitonas, somente quando elas são feitas em conserva no azeite com alho, porque dá um sabor especial. Há duas regiões produtoras portuguesas certificadas na Europa como Denominação de Origem Protegida: a Azeitonas de Conserva de Elvas e Campo Maior e a Azeitona de conserva Negrinha de Freixo.

Além disso, seja uma entrada para o jantar, seja um acompanhamento para um bom vinho, os queijos e enchidos são outro exemplo da culinária portuguesa que merece ser citado. No país, você encontra deliciosos queijos feitos de leite de ovelha, vaca, cabra ou combinações entre esses. Podem ser curados, frescos, amanteigados (que dá até para comer de colher). O melhor deles, na minha opinião, é o queijo da Serra da Estrela. Feito de leite de ovelha, bem cremoso e com sabor muito característico, também tem certificação DOP, e é bem antigo – há registros de que é produzido desde o século 12.

Uma curiosidade: o queijo do Serro, de Minas Gerais, é feito com a mesma receita do queijo da Serra da Estrela, que os portugueses levaram para a região no século 18 e reproduziram com leite de vaca.

Já os enchidos são as carnes, que no Brasil chamamos de embutidos. Há três tipos que eu acho que você deveria provar: o chouriço é o mais comum. Não é feito com sangue, como o brasileiro (em Portugal, seria a morcela). O chouriço é feito de carne e gordura do porco, em alguns bares, é servido numa assadeira de barro que flamba o produto na própria mesa.

Uma foto publicada por @360meridianos em

A alheira tem um história interessante: os cristão novos (ou seja, judeus que foram obrigados a se converter ao cristianismo) para manter em segrego seus costumes judaicos, mas ao mesmo tempo permanecerem integrados, criaram essa espécie de chouriço que não utiliza carne de porco, mas sim aves de caça, peru ou galinha. Para disfarçar, muito tempero, de alho, pão e colorau. A farinheira é fruto do mesmo truque, mas recheada com farinha, massa de pimentão, vinho e outros temperos.

Pratos principais da culinária portuguesa

Claro que Bacalhau é o prato português mais reconhecido no Brasil. Não tem quem venha aqui e não queira comer uma legítima bacalhoada portuguesa. A grande questão é que existem tantas formas diferentes de se preparar o prato que pode ser difícil escolher qual.

Meus favoritos são o Bacalhau com Natas, uma receita que mistura bacalhau desfiado com molho branco e gratinado no forno; Bacalhau à Lagareiro, que é feito com uma posta alta de bacalhau, assada ou grelhada, acompanhando batatas e cebola; Bacalhau à Brás, com o peixe desfiado, batata palha, cebola frita, ovo mexido, azeitonas e salsa picada e muito azeite; e por fim, Bacalhau com Crosta de Broa, que é o lombo alto, assado (pode ser no forno, na grelha, na telha…) com uma crosta de broa de milho bem crocante. Esse costuma vir acompanhando de couve ou espinafre.

Uma foto publicada por @360meridianos em

Uma foto publicada por @360meridianos em

Do mar também vem alguns pratos bem tradicionais. Existem até festivais dedicados a pratos com polvo: saladas de polvo, carpaccio de polvo, arroz de polvo, polvo à lagareiro… Eu vou dar aqui meu braço a torcer e admitir que antes eu não comia polvo, mas, toda vez que fui forçada a provar, adorei e hoje em dia sou até capaz de pedir o prato.

nazaré portugal polvo restaurante pangea

Por outro lado, as sardinhas assadas, tão comuns em Portugal, praticamente um símbolo de Lisboa, não são muito a minha praia. Porém, vale a pena provar o peixe, grelhado inteiro sempre. São tantas opções diferentes de frutos do mar e peixes que eu ficaria aqui até semana que vem.

sardinhas culinaria portuguesa

Foto: Joao Alves – (CC BY 2.0)

Há pratos tradicionais com carne de vaca ou porco, principalmente os cozidos à portuguesa (que misturam couve, feijão e legumes), mas se eu fosse eleger uma opção com muita carne, diria para você provar a Francesinha.

Tradicional do Porto (mas que você encontra em boa parte do norte e centro), a francesinha talvez assuste: é uma espécie de sanduíche, servido no prato, com todos os tipos de carne e enchidos que você imaginar, queijo e um molho tradicional (chamado de molho de francesinha) por cima, acompanhado de batatas fritas. De vez em quando vem até um ovo.

Sobremesas da culinária portuguesa

A doçaria portuguesa é famosa por seus doces com base de ovos. A tradição vem do século 16, quando os conventos e mosteiros usavam a clara dos ovos para fazer hóstias e engomar os trajes. Sobrava então a gema e, para não rolar um desperdício, eles misturavam ela com açúcar e outros ingredientes, criando novas receitas de doces.

Eu confesso que detesto o gosto de ovo nos doces, mas isso é um problema meu. Se você também tiver esse problema, pode provar sem medo o Pastel de Nata. Uma delícia. No Brasil, normalmente a gente conhece o doce pelo nome de Pastel de Belém, mas esse é só aquele que é feito por uma pastelaria específica em Belém, em Lisboa, com uma receita que dizem ser secreta e especial. No resto de Portugal você encontra mesmo é o pastel de nata, que é bem parecido com o primo de Belém (uns acham o de lá melhor, outros não notam a diferença, não vou entrar nessa polêmica).

Uma foto publicada por @360meridianos em

Uma foto publicada por @360meridianos em

Para quem não tem problema com o gosto de ovos, sugiro que experimentem os tradicionais Ovos Moles de Aveiro, cuja massa amarela é envolta com uma espécie de hóstia branca bem fininha; e o Pastel de Tentugal, que tem o doce de ovos enrolado com massa folhada.

OvosMoles-culinaria portuguesa

PastelTentugal_culinaria portuguesa

Fotos: 69joehawkins – CC BY-SA 3.0

Obviamente, mesmo com essa seleção de coisas deliciosas da gastronomia portuguesa, eu deixei de citar neste post uma grande quantidade de pratos tradicionais. Então, se você é um fã da culinária portuguesa, conte nos comentários qual seu prato favorito! Também são bem-vindas dicas de restaurantes. 

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

11 comentários sobre o texto “Culinária portuguesa: o melhor da comida de Portugal

  1. Huuuuum louca pela minha viagem desse ano, me entupir de ovos moles. Sou loucamente apaixonada por ovos moles, aqui em Curitiba tem em uma panificadora mas nunca comprei por motivos de: iria comer em um dia e não seria legal. Amo mtu com gema: quindim, pastel de santa clara, gemada 😀 Mas MUITA gente que conheço não gosta do gosto de ovo hahaha
    Quero provar francesinha, bacalhau. Quando comecei a pesquisar portgual e onde ir sempre ia vendo os pratos de cada cidade pra botar na lista de PROVAR!
    Bjs adorei o post

    1. oi Jéssica,

      Pode comer todos os ovos moles por mim! Eu realmente não gosto de nenhum doce de ovos, e olha que eu fiz questão de provar tudo!

  2. Genteeeeeeee, que vontade de voltar a Portugal, sério.. A única coisa que não gostei foi dos ovos moles, só dei uma mordida, de resto comi de tudo e amei muitoooo. O bacalhau de natas para mim foi o melhor. Assim como você, eu não gosto de azeitona, mas as de Portugal realmente são maravilhosas.
    Hmmm, que fome hehe

    1. Eu tb detesto os ovos moles e já passei vergonha por me recusar a comer (só provei uma vez e tive que cuspir).

      Mas amo quase tudo da comida portuguesa!

  3. Aprecio muito a salada de bacalhau com grão-de-bico. No Pari, em SP, tem um restaurante que faz essa salada divinamente
    Quanto aos doces, prefiro todos da Casa Matilde, SP , em especial o toucinho do céu e o pão-de-ló.

  4. Aw, a comida portuguesa é maravilhosa demais. De todos os países que visitei, Portugal foi sem dúvida o mais incrível. Nao sei se pelo fato da língua, da comida, das pessoas…. Aqui em Cardiff tem uma padaria portuguesa e vou lá quase todos os dias pra comprar pastéis de nata, travesseiros…paes, queijos! Acho até que vou almocar lá hoje haha!

    Ótimo texto, como sempre!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.