As lendárias ilhas do Golfo da Tailândia

As lendárias ilhas do Golfo da Tailândia

*Por Julia e Tiago, autores do blog Dois pelo mundo.

Voltei à Tailândia depois de quatro anos e me surpreendi com a quantidade de brasileiros que encontrei. O país ainda é dominado pelos turistas europeus, mas senti que os sul-americanos também têm se aventurado mais por esse lado do mundo. Por isso, resolvi escrever sobre um dos meus locais preferidos: o arquipélago do Golfo da Tailândia, formado pelas ilhas de Ko Samui, Ko Phangnan e Ko Tao.

Essas três ilhas contam com praias de areia incrivelmente branca, água de mar azul-turquesa, sol brilhando quase todos os dias do ano, além de uma infinidade de casas de massagens, frutos do mar frescos e festas à beira-mar. Sem dúvidas, esse é um dos trechos de praias mais privilegiados do mundo, que impressiona até mesmo a nós, brasileiros.

Ilhas da Tailândia

Aliás, por serem tão adoradas, é comum encontrar estrangeiros do mundo todo que transformaram uma das ilhas em moradia fixa, contribuindo para que o turismo se desenvolvesse ainda mais na região. Antes vilas de pescadores, as ilhas que foram descobertas por mochileiros em meados da década de 70 ganharam personalidades próprias. Mesmo muito próximas umas das outras – em média uma hora de ferry – cada uma tem uma proposta diferente, o que as torna bastante democráticas para todos os tipos de viajantes.

Ko Samui

Maior e “mãe” de todas neste arquipélago, Samui concentra a melhor infraestrutura de resorts beira-mar, restaurantes, transportes e lojas. Para quem gosta de praias paradisíacas, mas não abre mão de conforto, essa certamente é a mais indicada das ilhas. É ainda a de mais fácil acesso, por contar com um aeroporto – há voos diários de Bangkok, que duram cerca de uma hora – o que a torna também a mais buscada pelos turistas.

Aqui você facilmente vai encontrar praias com espreguiçadeiras confortáveis, modernos restaurantes com frutos do mar e fusão de cozinhas internacionais, além de uma orla de spas de todos os preços, que oferecem da tradicional massagem tailandesa a luxuosos tratamentos estéticos.

Isso sem contar na bem dotada vida noturna, com festas na praia, e nas muitas opções de compras, que vão desde as feirinhas noturnas onde se encontram camisetas divertidas e muito produto falsificado, até joalheiras e boutiques de moda praia. É tanta opção, que as vezes você pode até se esquecer que está numa ilha.

Muita gente que se hospeda aqui aproveita também para fazer day trips até ilhas vizinhas e ao belíssimo Ang Thong National Marine Park (também acessível por Ko Phangan), que aparece em várias cenas do filme A Praia, do diretor Danny Boyle.

Ilhas da tailândia

Ko Phangnan

Phangnan ficou conhecida pela famosa Full Moon Party, uma festa à beira-mar que aconteceu pela primeira vez em 1988 e se tornou lendária entre viajantes mochileiros. Por isso, o sul é hoje muito frequentado por jovens que estão atrás da badalação única que a ilha proporciona. Mesmo assim, Phangnan tem muito mais a oferecer e divide seu espaço também com casais e famílias que estão em busca de mais tranquilidade.

Você facilmente pode encontrar praias pacatas e paradisíacas mais ao norte, como as de Bottle Beach e Thong Nai Pan Noi, ou aproveitar o tempo para praticar aulas ioga e meditação. Ou ainda se hospedar em resorts detox – opções destas atividades não faltam por aqui.

O interior da ilha também é outro deslumbre da natureza. Quase todo inabitado, conta com uma mata exuberante. E apesar dos resorts de luxo serem crescentes na ilha, ela ainda não é tão equipada como Ko Samui, o que a torna adorada por viajantes independentes e turistas que estão em busca de bangalôs mais rústicos e uma rede para assistir o pôr do sol.

A Full Moon Party, uma das festas mais famosas do sudeste asiático, ocorre todos os meses na praia de Haad Rin, sempre na primeira noite da lua cheia. Hoje a festa atrai viajantes do mundo todo que pintam o corpo com tinta fluorescente para curtir música eletrônica até o dia amanhecer, acompanhada de muita pirofagia e buckets de coquetéis ultra alcoólicos.

Festas nas ilhas da Tailândia

Apesar da popularidade, muita gente critica o rumo que a festa tomou ao longo dos anos, alegando que se tornou um evento trash, puramente comercial e com muita droga – que é expressamente proibida na Tailândia, podendo acarretar em penas bem severas. Mas mesmo com as opiniões bastante divididas, o evento ainda costuma lotar a ilha todos os meses e já ganhou até outras versões para outras fases da lua, como a Half Moon Party.

Ko Tao

A menor das três ilhas, com apenas 21 km de extensão, é conhecida também como a Mecca dos Mergulhadores. Além de ser um dos destinos mais baratos do mundo para se conseguir o certificado de mergulho (média de 9,500 THB por três dias de curso), a ilha é cercada por vários sítios submarinos que fazem da sua vida marinha riquíssima, atraindo todo o tipo de turista, de famílias, até mochileiros.

Por ser a mais rústica do arquipélago, muitos viajantes recomendam a hospedagem no centrinho localizado próximo à praia de Haad Sairee, onde está a maioria dos caixas eletrônicos, agências de turismo e principais restaurantes e acomodações. E se a sua intenção for puramente o mergulho, já é possível encontrar estabelecimentos que oferecem o combo hospedagem + curso de mergulho, como é o caso do Goodtimes Adventure.

Ilhas da Tailândia

Além de oferecerem um trabalho bastante profissional, os caras fazem parte de um projeto muito bacana na ilha, o Save Ko Tao, comprometido em recolher o lixo deixado por turistas tanto no interior como nos sítios submarinos. E quem quiser explorar atividades além do mergulho, a ilha oferece ainda trilhas para caminhadas em diferentes níveis de dificuldade e áreas para escalada.

Como Chegar nas ilhas do Golfo da Tailândia

O aeroporto mais acessível para as três ilhas está em Ko Samui, com voos regulares de Bangkok. Dali ferreis para Ko Phangnan e Ko Tao estão disponíveis em diversos horários do dia.

Praias da tailândia

A segunda opção é ir até a cidade de Surat Thani de trem, ônibus ou avião – voos são consideravelmente mais baratos do que via Ko Samui – e então tomar um ônibus de uma hora e meia até o Donsak Pier, onde há várias empresas que fazem o transporte até a ilha da sua escolha. Nas minhas duas passagens, utilizei a Raja Ferry, que já oferece um pacote de ônibus + ferry, por USD30.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e importante em qualquer viagem. Na Tailândia, onde as coisas são bem diferentes em relação ao Brasil, ele é indispensável. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

Blog de três jornalistas perdidos na vida que resolveram colocar uma mochila nas costas e se perder no mundo.

10 comentários em As lendárias ilhas do Golfo da Tailândia

  1. Parabéns pelo site! as dicas de vcs são ótimas!! Gostaria de saber quantos dias vcs recomendariam ficar nas ilhas do Golfo da Tailândia? Se hospedar em Ko Samui e fazer um “bate e volta”para conhecer as outras duas ilhas já seria suficiente?
    Abraços

  2. Olá, tudo bom?
    Primeiramente parabéns pelo blog e post!
    Atualmente estou em Chiang Mai e pretendo ir pra à alguma praia após aqui, mas estou com dúvidas: se vou para Ko Samui ou Krabi…
    Sou uma pessoa mais tranquila que gosta de curtir o dia, a natureza, paisagens diferentes, etc. Qual “área” você recomenda?

    Abraços,
    Carol

  3. Estou indo em dezembro agora! Muito boas as dicas! Ficarei 20 dias e estou pensando se depois de bangkok vou direto para as ilhas do golfo da tailandia… Quero curtir praia e balada (forte). Voces aconselham ir direto para o golfo da Thai ou phi phi island eh imperdivel??? Nao vou perder muito tempo com transporte?? abraco!

  4. olá Pessoal, sou super fã do site de vocês, é incrivel, parabens pelo trabalho!!
    estou planejando uma viagem em maio de 2016, sei que não é epoca muito boa (chuva) em bangkook, e chiang mai/rai mas conseguimos boas tarifas nesse periodo então vamos arriscar! só estou com uma duvida, nos apaixonamos por um hotel em chiang rai (sou freak dos hoteis..rs.) com uma tarifa inacreditavel, vocês acham que é burrice fazer isso pois todas as “atrações” dessa região estão em chiang mai? ou chiang rai também é bem legal?
    obrigada!!

  5. Estou aqui tentando organizar minha viagem (que será em novembro), mas tá difícil ahahaha…terei 15 dias na tailandia. Chegarei em bangkok, e vou para o festival das lanternas em chiang mai. pensei em ir de la direto para krabi, e de krabi para koh samui (koh tao é o objetivo) e então voltar para bangkok. Mas não sei como fazer krabi-koh samui. O foco da viagem são as praias.. Então bangkok sera apenas para chegar/sair. E chiang mai pelo festival das lanternas! Me ajuda? Obrigada.

    • Valeu, Fabricio =)
      vou confessar que curti bem mais a Tailandia nessa minha segunda passagem, porque fiquei longe das festas mais eurotrashs…rs.
      Mas realmente e um pais incrivel! Nao deixe de visitar o norte, onde a cultura e mais tradicional, e se voce curte bichos, por favor, faz o passeio pelo Elephant Natural Park, em Chiang Mai. E um projeto super legal de uma tailandesa que cuida de elefantes que sofrem maus tratos e sao explorados pelo turismo. Bjao!

  6. Boa observação, com relação aos brasileiros. Estive na Tailândia em fevereiro e, acabei comparando o país a Buenos Aires. Todos os dias, várias vezes, eu ouvia brasileiros pelas ruas. Até encontrei com a Didi Wagner por lá gravando uma matéria, da qual acabei participando.

    Espero voltar e conhecer algumas destas ilhas, principalmente Ko Samui.

    Abraço!

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: