Como ter um blog de viagens profissional

É difícil acreditar, mas em outubro o 360 completa três anos de existência. Antes de chegar a hora de soprar as velinhas, no dia 12, uma coisa já posso adiantar: este blog mudou minha vida.

Comecei a blogar quando a internet era discada e o saudoso HPG era a sensação do momento, permitindo que qualquer usuário criasse seu próprio site num passe de mágica. Desde então, tive seis blogs, dois sobre viagens. Apenas o 360 sobreviveu. E mais do que isso: embora o objetivo de viver de blog tenha passado pela minha cabeça pela primeira vez há muito tempo, na distante galáxia de 2009, foi só com o 360meridianos que isso aconteceu.

E não sem muito trabalho. Vida de blogueiro profissional não é uma mamata, mas uma carreira como outra qualquer, cheia de desafios e altos e baixos.  Levando em conta tudo que vivemos até aqui, acho que podemos dar algumas dicas para quem tem o sonho de transformar um blog de viagens numa profissão.

Veja também: Viver de Blog – Como é a vida de um blogueiro de viagem

Carro Nova Zelândia

Estrada da Nova Zelândia

Um pouco da história do 360

Na maioria das vezes começa como um hobbie. A pessoa gosta de viajar, curte escrever, vive dando dicas de viagem para os amigos e parentes… uai, por que não criar um blog de viagem?

Foi assim com a gente. Quer dizer, quase assim. No nosso caso foi também uma consequência natural de uma viagem de volta ao mundo e um período de seis meses na Índia. Como eu, Naty e Lu somos jornalistas, criar um blog para contar nossas histórias não foi nem discutido. Era certeza. Assim que decidimos viajar juntos, passamos imediatamente a conversar sobre o nome do blog e qual seria o perfil dos textos que publicaríamos aqui.

Quando o 360 nasceu, era lido só por nossos amigos, colegas e familiares. Era uma tristeza entrar no Analytics – serviço do Google usado para medir a audiência de sites – e perceber que uma incrível multidão de cinco pessoas tinha lido o blog naquele dia. Isso quando não era um exército de um homem só e, pior, esse único leitor era um de nós três. Ahh, o glamour da vida blogueira.

Mas o tempo passou e o 360 foi sendo descoberto pelos leitores. Para isso, sempre seremos gratos ao Viaje na Viagem e a Natalie, que também escreve no Sundaycooks, que indicaram nossos textos sobre a Índia no Viajosfera, promovendo uma enxurrada de novos leitores. Além disso, nessa mesma época dois textos nossos bombaram no Facebook: o 7 coisas que não existem na Índia (e você não sabia disso) e o 5 coisas que só existem na Índia.

Quando eu digo bombaram, não pense que centenas de milhares de pessoas entraram pela primeira vez no 360, num efeito viral à la gripe espanhola. Nada disso. O efeito estava mais para resfriado leve – de uma média de 20 leitores por dia, de repente tivemos um pico de 289, na memorável sexta-feira, 6 de janeiro de 2012. Duzentas e oitenta e nove.

audiência blog

Em janeiro de 2012

Pode parecer pouco, mas na época foi uma alegria tremenda. Tanta que naquele dia, do alto de nossos quase 300 leitores, tomamos uma decisão: iríamos fazer do blog nosso único trabalho. Para isso, tínhamos um Everest pela frente – era preciso aumentar a audiência e transformar o 360 num dos grandes blogs de viagem do Brasil. Afinal de contas, uma das fontes de renda de um blog é a publicidade, da mesma forma que ocorre num jornal ou num canal de televisão. E ninguém anuncia num veículo que só é lido pelos parentes e amigos dos blogueiros.

Blogar: hobbie x trabalho

Antes de pensar em encarar o mesmo desafio, convém responder uma pergunta importante: “Eu quero mesmo ter um blog profissional?”

No nosso caso nunca houve a dúvida. Escrever é o que fazemos da vida. Nós estudamos quatro anos para aprender não apenas jornalismo, mas também como criar um veículo de comunicação – os nossos projetos de conclusão de curso giraram em torno dessa ideia. Portanto, transformar o 360 numa profissão era, assim como o nascimento do blog, uma consequência natural das coisas.

Mas nem sempre é assim, caro leitor. Antes de mais nada, tenha em mente que existem formas muito mais fáceis e menos trabalhosas de ganhar dinheiro. Portanto, antes de sonhar em ser um blogueiro profissional, pense se essa é uma carreira que você realmente gostaria de ter. Não basta gostar de viajar. É preciso gostar de escrever. 

Escrever não é a sua praia? Treme de medo ao pensar numa página em branco te encarando, com aquele jeitão de quem exige as primeiras linhas? Nesse caso, ser um blogueiro profissional poderia se tornar um fardo. Sim, você vai ter que pensar em textos enquanto viaja. Muitas vezes você vai ter que escrever e editar textos durante uma viagem. As letras, vírgulas e interrogações serão seus instrumentos de trabalho, não as paisagens e os lugares incríveis que você vai visitar.

Para quem não gosta de escrever, mas ainda assim gostaria de ter um veículo de comunicação voltado para viagens, uma boa notícia: não faltam opções. Você pode gravar e editar vídeos para um canal de Youtube. Pode criar um blog mais voltado para fotografias do que para texto.

Ou até, quem sabe, viver das fotos que você publica no Instagram. Sim, instagramer também já é uma profissão, talvez ainda menos compreendida do que a de blogueiro. Qual o seu caminho? Se “blogueiro de viagem” for a resposta certa para você, então siga para o próximo tópico.

Estrada Argentina

Região de Salta, Argentina

Os primeiros passos

O nome de batismo

Para começar, o básico: definir o nome do seu blog. Pense muito bem nisso. Conheço blogueiro que teve que mudar o nome do blog ou que se arrependeu da escolha, mas não tem coragem de mudar. Nós adoramos o nome do nosso, que atende aos dois requisitos que definimos antes da escolha: não queríamos a palavra “viagem” no nome do blog, de modo a evitar semelhanças com projetos que vieram antes da gente. E o nome deveria dar a ideia de volta ao mundo. O resultado foi esse que você já conhece, com uma bússola de logo.

Imagino, claro, que tem quem não goste do nome 360meridianos. Normal – cada um tem o seu gosto. Portanto, pense muito bem no nome ideal para o seu projeto, algo que tenha a ver com você e com seus objetivos, não com os dos outros.  E, se possível, um nome que seja de alguma forma único, afinal a última coisa que você quer é ser confundido com outro blogueiro.

Blogger x WordPress

Uma vez escolhido o nome, vale a pena investir tempo para aprender a usar o WordPress, plataforma usada por quase todos os blogueiros que têm objetivos profissionais. Mesmo sabendo disso, nós começamos no Blogger, serviço do Google que é bem mais simples. Foi um erro.

Meses depois, assim que resolvemos escalar aquele Everest que já citei, tivemos que migrar para o WordPress, o que deu um trabalhão. Se você já está no Blogger e tem objetivos profissionais, o conselho é simples: mude para o WordPress o quanto antes. Quanto mais tempo você deixar passar, mais trabalhosa será a mudança, afinal sua quantidade de artigos sempre vai crescer.

Domínio próprio

A gente sabia que o ideal era ter um domínio próprio, ou seja, um endereço do tipo 360meridianos.com. Mesmo assim, por falta de tempo lançamos o blog como 360meridianos.blogspot.com. Não há nenhum problema em não ter domínio caso seu blog seja um hobbie. Mas se você quer ganhar dinheiro com isso, então pode ter certeza: tem problema.

Para ficar na explicação mais simples possível, um domínio próprio confere credibilidade ao blog, tanto com os leitores quanto com o mercado. A parte boa? É muito barato! Custa em torno de R$ 20 por ano! Sem mais argumentos, meritíssimo. Vai lá fazer seu domínio.

Onde ficar em Bali - Seminyak

Bali, Indonésia

Foque no texto

A maior bobagem que alguém pode te dizer é que as pessoas não gostam mais de ler. Gostam sim. Você só precisa achar os leitores certos – ou melhor, os leitores certos precisam te achar. Desde o começo queríamos que o 360 fosse diferente dos outros blogs. Note que isso não significa ser melhor, afinal existem vários blogs incríveis por aí, mas apenas que queríamos ser, em vários sentidos, únicos. Inclusive, ter um estilo próprio é exatamente a característica principal de cada um de nossos blogs favoritos.

Se você oferece um tipo de texto que não é tão fácil de achar, certamente os leitores vão encontrar o caminho até o seu blog.  Por mais que seja complicado fazer textos diferentes de forma constante, são justamente os mais originais que atraem grande audiência. Claro, textos assim não surgem todos os dias. Por isso mesmo que são especiais.

Quer blogs com textos muito bons para se inspirar? O Ducs Amsterdam é a prova viva de que dá para ter textos fantásticos falando sempre da mesma cidade. E o Gabriel Quer Viajar mostra o mesmo, mas ao falar de destinos que a maioria das pessoas nem sonha em visitar. Já o Viaggiando aborda temas que muitas vezes ficam de fora do radar de outros blogs, além de ter projetos incríveis como o 198 livros.

Em busca de leitores

Mídias sociais

Não adianta: você vai precisar se entender com o Zuckerberg. Para o desespero da Globo, hoje o Facebook é o maior veículo de comunicação do Brasil. Tudo acontece lá. Portanto, tão óbvio quanto criar e manter o blog é a necessidade de criar e manter a página do blog no Facebook, com objetivo de trazer novos leitores.

Nós já conseguimos bons resultados pela rede do Mark, mas aconselhamos você a seguir também quem zerou a arte de facebookar. Tipo a página do Aprendiz de Viajante ou a do Viajar é Tudo de Bom, que já passaram das centenas de milhares de curtidas.

Também é necessário investir em outras redes. Nós temos perfil no Twitter, no Instagram, no Google+ e um Canal no YouTube. Não é preciso encarar todas essas redes de uma vez – provavelmente você nem teria tempo para fazer isso. De qualquer forma, faça o perfil com o nome do blog em todas elas, para garantir que eles estarão ali quando você precisar, e comece pela página do Facebook.

Redes Sociais

Esse tal de SEO

Search Engine Optimization, ou SEO, muito prazer. O Facebook pode até ser importante, mas no mundo da internet o Google é deus. E um Deus onipotente que não gosta de ser ignorado. Por isso, é necessário aprender técnicas que garantem que seu blog será encontrado – e bem ranqueado – pelo buscador.

Como os próprios funcionários do Google costumam dizer, sabe qual é o melhor lugar para um assassino esconder um corpo? Na segunda página de pesquisas do Google, onde ninguém vai. Portanto, aprender um pouco de SEO não é apenas importante. Sem isso você não chegará a lugar algum. Os leitores, por outro lado, chegarão. Em outro blog, que está na primeira página de pesquisas.

Leia sobre o assunto. E admita: você não sabe de nada

A gente não sabia. Tivemos que começar quase do zero no SEO – foi necessário até voltar nos primeiros posts do blog para corrigir erros infantis que tínhamos cometido.

Também não sabíamos quase nada de programação e nada de muito especial sobre redes sociais (além daquele basicão que qualquer usuário sabe). Foi necessário ler muito sobre tudo isso, um aprendizado constante que nunca vai acabar.

Existem muitos sites sobre a arte de blogar profissionalmente. Recomendo o Profissão Blog, também do Daniel, do Ducs Amsterdam. Ele não é mais atualizado, mas tem um arquivo legal que pode ajudar.

Meme Jonh Snow

Converse com a blogosfera

Certa vez, quando eu trabalhava numa emissora de TV de Belo Horizonte, ouvi um chefe dizer um dos lemas do setor: “A única coisa que você diz para um telespectador fazer é ver mais televisão”. Ele estava reclamando, já que o jornal diário tinha acabado de sugerir que as pessoas deveriam ler livros.  Sim, é sério isso.

Esse pensamento não tem o menor sentido na era internet. O leitor que chega ao 360 eventualmente vai embora daqui. Nós fazemos de tudo para oferecer a ele mais textos do próprio blog, por meio de links, mas sabemos que ele não ficará para sempre (na realidade, não ficará mais que alguns minutos). Por isso, não temos o menor problema em indicar outros blogueiros. Muito pelo contrário, queremos que o nosso leitor saiba que no 360 ele sempre vai encontrar textos interessantes, nem que seja um link para outro blog.

O ponto é simples: blogueiros não são concorrentes e ninguém sobrevive sozinho neste meio. Se você quer que seu blog seja mais lido, os primeiros leitores que você terá que conquistar são outros blogueiros, afinal eles podem indicar o seu trabalho.

Por isso, leia outros blogs. Deixe comentários. Converse com outros blogueiros no Twitter e no Facebook. Enfim, é preciso interagir. Quando comentar em outros blogs, apenas evite a cilada de colocar links para seus posts fora do contexto ou links para seu blog fora da área determinada para isso. Isso é  quase spam. E ninguém gosta de spam.

Faça parte de Associações e Redes de Blogueiros

A blogosfera de viagem brasileira é bastante organizada. A Associação Brasileira de Blogs de Viagem e a Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem têm diferenças entre si e objetivos também distintos, mas algo em comum: ambas ajudam muito no desenvolvimento do blogueiro inciante.

Quem começa nessa área tem muitas perguntas. Como monetizo meu site? O que é um link no follow? Como gerenciar as redes sociais? Como instalo e uso o Google Analytics? É preciso ter um midia kit? Quais as práticas corretas e éticas para um blogueiro?

Todas as perguntas são muito importantes. Por isso, fazemos partes das duas organizações. E somos muito gratos por tudo que aprendemos nelas, por meio de blogueiros mais experientes e que deram um duro danado para abrir caminhos que hoje possibilitam a profissionalização dos blogs de viagem.

Torre Eiffel em Paris

Um servidor que aguente o tranco

Seu blog tem que ficar hospedado em algum lugar. No começo não tem problema se o servidor não for aquela Brastemp, mas eventualmente será necessário mudar. Dica importantíssima: quando sentir que esse dia está chegando, não procrastine! Mude logo. Caso contrário, o blog pode sair do ar, dando um tremendo prejuízo. Aconteceu com a gente (e com outros blogueiros).

O desafio da paciência

Não existe milagre: prepare-se para esperar. Os leitores dificilmente vão chegar de um dia para outro. Dinheiro, então, muito menos. Nós criamos o 360 em outubro de 2011. Foi só em março de 2014 que o blog começou a pagar um salário compatível com o mercado de jornalismo, nossa carreira anterior, para cada um.

Ok, no primeiro ano nós praticamente só viajamos e no ano seguinte, embora já com objetivos profissionais, nós tínhamos que dividir o tempo entre empregos de carteira assinada e o 360. A partir do momento que começamos a nos dedicar só ao 360, quando já estávamos com um trabalho bastante consolidado por aqui, foram mais cinco meses até que resultados significativos pudessem ser colhidos.

Portanto, paciência. Blogar profissionalmente não é para os fracos de coração e apressados. Tudo tem seu tempo. E normalmente a espera é muito maior do que nós gostaríamos.

A monetização

“Mas como você ganha dinheiro mesmo? Com um blog?” Já cansei de ouvir essa pergunta, normalmente feita por alguém incapaz de esconder a incredulidade. Em breve faremos um texto apenas sobre esse assunto, mas como sei que vão perguntar isso aqui de qualquer jeito, melhor já deixar um resumão.

A forma mais óbvia é a publicidade. Assim como a Globo faz novelas e jornalismo de graça, mas recebe dinheiro ao inserir comerciais entre os blocos da atração, blogs ganham dinheiro com banners, posts patrocinados e outras ações, que pagam os textos produzidos de graça.

No entanto, qualquer blogueiro sabe que boas propostas de patrocínio são raríssimas (veja o Tumblr Aguenta Blogueiro). A maioria sequer merece resposta, mas propostas interessantes chegam eventualmente. E a frequência delas aumenta conforme o aumento da audiência e visibilidade do blog.

Além disso, o processo de monetização também envolve programas de afiliados. Por exemplo, nossos leitores podem comprar seguros de viagem ou reservar hotéis a partir do blog. Com isso, nós ganhamos uma comissão, mas o leitor não paga nada a mais. Também existem programas de afiliados de passagens aéreas, de tickets de atrações turísticas, de passeios e muito mais.

E há ainda a venda de produtos próprios: nós temos dois e-books, o Primeira Viagem e o Roteiros da Índia, este último nosso campeão de vendas. Vale a pena investir em projetos assim.

Para mais exemplos positivos, veja o Turomaquia e o Matraqueando, que têm guias de viagem. O Buenos Aires para Chicas também tem experiência no assunto, enquanto o blog Aires Buenos acabou de lançar um e-book próprio. E muitos outros colegas blogueiros podem dar dicas nessa área.

Salinas Grandes - Argentina

Salinhas Grandes, Argentina

Próximos passos

Ufa! Deu trabalho. E ainda está longe de acabar. Depois de quase três meses na Argentina, eu e a Naty voltamos ao Brasil para focar no trabalho. Além de mais um e-book, que em breve sairá do forno, estamos resolvendo coisas burocráticas.

E constantemente é preciso analisar o que fizemos até aqui e corrigir o rumo, pensando para frente. Enfim, é um trabalho que nunca termina e, acredite, não se resume a tudo que falei por aqui.

Receba mais dicas de viagem

Então curta nossa página no Facebook

Siga o @360meridianos no Twitter

Veja nossas fotos no Instagram

Receba novos posts por e-mail


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

205 comentários sobre o texto “Como ter um blog de viagens profissional

  1. Rafa,
    Super obrigada pelas dicas e pela inspiração. Além de ter utilizado muito o 360Meridianos para planejar nossos roteiros mundo afora, atualmente somos blogueiros também. Criamos o https://suasproximasviagens.com.br/ há pouco mais de 1 ano e adoraríamos que visitassem a gente por lá. Seus textos e fotos, assim como os da Naty e da Luíza, são referências para nós. Parabéns e muito sucesso!

  2. Olá pessoal! Sei que esse post já tem um tempinho, mas mesmo assim já me ajudou um poquinho. Super compartilho das opiniões. Sou bem nova no mundo do Blog e estamos, aos poucos, tentanto profissionalizar ele.
    Gosto bastante dos artigos aqui e agradeço as dicas.

  3. Gosto muito do trabalho de vocês e é super bacana fazer um apanhado de informações sobre como tudo isso começou. 🙂
    Já estive em 15 países e com a viagem marcada para os próximos 2. Tenho muita vontade de fazer um blog de viagens (tbm sou da área da comunicação), mas é difícil começar. Normalmente relato no Facebook minhas experiências e fico feliz em perceber que as pessoas curtem bastante as informações que eu trago.
    Espero conseguir me organizar para dar os primeiros passos com um blog antes da próxima viagem. Fica um “vazio”, sabe? hahaha Tantas coisas ocorreram, tantas pessoas passaram na minha vida durante essa trajetória e acho uma pena não ter um espaço para relatar isso. São memórias incríveis e a escrita, sem dúvida, serve para que a gente recorde de tudo que o nosso cérebro não dá conta 🙂

  4. Excelentes dicas, vou considerar elas de coração na reformulaçao do meu Blog. Infelizmente aqui em portugal a blogosfera é muito pequena não há cá nada de redes de blogs ou que se pareça, então no tema de viagem existem meia dúzia que quase dá a sensação que dois ou tres tem o monopolio em tudo o que é eventos ou divulgações. adoro o seu blog que leio com muita atenção e servirá de inspiraçao futura. Parabens

  5. Amei o post! Vocês estão de parabéns conhecimento é para ser compartilhado.
    Há anos estou planejando ter um blog de viagens e sempre soube que não seria fácil, mas agora pretendo colocar esse projeto em prática.
    Mais uma vez parabéns e muito sucesso para vocês!

  6. Rafael,

    Quero agradecer e parabenizar pelo trabalho que fazem.

    Estou tentando iniciar nessa vida, e quando a ideia veio a cabeça, parecia coisa simples, mas não é fácil, aliás como tudo na vida. Mas quando se faz o que gosta, o trabalho se torna prazeroso, e uma matéria como essa, mostrando as experiências, ajuda bastante a conduzir as coisas.

    Ainda estou engatinhando, em fase de planejamento, estudo (e muito estudo), buscando conhecimento antes de lançar no ar, para tentar fazer o melhor no começo (dentro do possível, porque o dia a dia que ensina).

    Parabéns mais uma vez.

  7. Eu ameeei o post, e adoro esse blog!!
    Fiz meu blog mas ainda não o publiquei.. e as dicas dadas aqui me ajudaram muitoooo!! Estou tão feliz em saber que posso receber ajuda de outros blogueiros que me encorajou ainda mais a continuar. Ainda estou em dúvida no nome do meu blog por esse motivo não o publiquei. Mas logo, logo estará ai, e com certeza este blog o 360MERIDIANOS foi minha inspiração! <3

  8. Que texto delícia de ler! Parabéns 😉
    Acabei de voltar de uma viagem da Ásia e to louca pra criar um blogue onde eu possa escrever um pouco sobre minha experiência. No youtube já estou, mas tá na hora de escrever. Vocês super me encorajaram 🙂

  9. Parabéns pelo texto inspirador e pelo belo trabalho! Tenho um blog de viagens desde o ano de 2014 e sei das dificuldades para crescer no ramo. É preciso muito amor e dedicação!

  10. Parabéns mais uma vez a vocês do 360meridianos! É minha leitura obrigatória toda vez que programo uma viagem, e também quando quero matar a saudade de algum lugar já visitado, vendo as fotos e relendo os textos. Já comentei sobre o quão surpreendente e positivo é “mulher viajando sozinha”, para estimular a todas que desejarem encarar essa aventura. Vale a pena sim!!! Ah, também deixo aqui o testemunho de que “existe vida na aposentadoria”…rsrs, fiz um intercambio em Edimburgo aos 60 anos, maravilhoso, depois segui sozinha para conhecer a linda Polônia. Fica aqui meu incentivo à todas as mulheres.
    Abraços e sucesso sempre para vocês.

  11. Sempre que penso em um blog de viagem me lembro de vocês.
    Todas as vezes que fiz (ou apenas planejei) uma viagem, foi aqui que vim parar primeiro!
    Estou pensando em começar meu blog, mas, por enquanto, apenas por hobbie, expondo minhas experiências (ainda poucas)
    Sou advogada por ironia do destino, porque desde criança meu sonho era ser jornalista! Vejo num blog de viagens essa oportunidade, pois une minhas duas paixões: a escrita e a sede de viagens.

    Obrigada pelo texto e pelos esclarecimentos. Tenho um longo caminho pra percorrer! 😊

    1. Que comentário lindo, Raianna. 🙂 Obrigado. E também por nos acompanhar assim, tão de perto.

      Se fizer o blog, manda o link pra gente. 🙂

      Abraço.

  12. Olá!
    Quero dizer que simplesmente adorei o texto, o site, as dicas!
    Adoro escrever, já tenho três histórias em processo criativo para escrever três livros e amo viajar!
    Tava começando a montar a ideia de tornar isso uma profissão, escrever um blog de dicas pelos lugares por onde já passei e vocês amadureceram essa ideia.
    Obrigada!
    E muita estrada pela frente 🙂

  13. Que texto incrível… Sem dúvidas o mais completo e detalhado que eu encontrei sobre o tema!
    Moro fora do Brasil e viajo muito por aqui, também sou dessas que todo mundo pede dicas e sempre pensei em fazer um blog, porém sempre ficava com o pé atrás, já tem um tempo estou amadurecendo a idéia e a minha maior dúvida é : devo comecar o blog já com alguns posts ou devo me programar para ir colocado as informações aos poucos?

    Obrigada e parabéns pelo trabalho dos sonhos!

    1. Pode ir colocando aos poucos, Beatriz.

      Mas quanto mais conteúdo você tiver, mais você será encontrada no Google – e a audiência vai aumentando aos poucos.

      Abraço.

    1. É usado na hora de fazer publicidade. O Google usa os links para fazer o ranqueamento dos posts no buscador, Debora. Por isso, existe todo um comércio: gente que paga para ter um link. Só que isso é irregular pelas regras do Google.

      Ou seja, na hora de fazer um post patrocinado, a única forma de não ser punido pelo Google (e perder posições no buscador) é inserir um atributo chamado no follow, que diz para o robô do google que aquele link foi comprado, é publicidade, e não deve ser levado consideração no ranqueamento das pesquisas.

      Abraço.

  14. Boas tudo bem , tive a dar uma vista d’olhos sobre o que dizem e realmente ajuda bastante.
    eu sou o principiante dos principiantes e gostava de fazer umas quantas perguntas que talvez sejam bastante inocentes.
    Aqui vai : vocês conseguem fazer publicações sem terem internet ?
    da para fazer publicações de videos ?
    eu tenho o spot gen 3 que da para assistir por onde estou a caminhar , da para partilhar no wordpress ?
    obrigado e felicitações

    1. Pedro,

      Dá pra escrever sem internet, mas só se você já fez a pesquisa antes ou se o post não precisa de pesquisa. Em geral, gosto de escrever conectada, mas é uma grande oportunidade de procrastinar também.
      Dá pra fazer publicações em vídeo sim, dá pra fazer basicamente o que você quiser 🙂
      Não sei como é essa do spot-gen não rs

      Abraços!

    1. Wallace, o wordpress é grátis. O que você paga é um provedor, mas isso é bem barato, com de 150 reais ao ano você já paga um pacote básico para começar. A vantagem é maior domínio sobre as funções do blog e flexibilidade de deixá-lo da forma como você quiser, além do que você é dono do site, não o google…

      Abraçøs

      1. Olá Natália, bom dia!

        Te agradeço, estou toda semana aqui lendo e relendo muitos posts de vocês.
        Já li esse aqui umas 5 vezes rsrsrs.

        Decidi investir e criar o blog, estamos em fase de construção, estamos mudando inclusive do blogger para o wordpress e fazendo um logo.

        Deixo aqui o link do meu blog para possíveis parcerias nossas:
        http://www.viajaremochilar.com.br e meu celular de contato para caso desejem termos uma relação profissional de trocas de experiências: (editado)

        Grande abraço!

  15. Olá Rafael, eu me chamo Arthur, tenho um blog de viagens, o loucos pela gringa, e acabo de ler o seu artigo. Não sou blogueiro profissional, mas gosto muito, mesmo sendo ainda amador. Parabéns pelo excelente texto, muito esclarecedor. É muito bom ver gente com mais tempo de estrada compartilhando experiências e informações! Parabéns pelo blog! Virei fã! Grande abraço!

  16. Oi Rafael, como vai?

    Deve ser a quarta vez que leio esse seu post.
    Na primeira, tomei a decisão de criar um blog geral de viagens.
    Na segunda, decidi especificar um pouco o nicho p/ concentrar melhor minhas idéias. Terceira, fiquei sonhando acordada com a idéia de viver de blog e hoje, na quarta, resolvi deixar um comentário p/ vocês.

    A intenção é agradecer mesmo seu incrível post, que posso dizer que está mudando a minha vida.
    Gostei demais desse universo de blogueiros e cada dia aprendo mais sobre internet, marketing digital, blogs e claro, sobre meu destino favorito: Paris.
    Aos poucos parece que vai ficando mais fácil escrever, hehe!

    Ah, vou aproveitar e dar um puxãozinho de orelha.
    Fiz o pedido p/ divulgar o livro do 360meridianos sobre “Primeira viagem” pelo Hotmart e até agora nada de resposta, rs. Vocês poderiam verificar isso? Devo mandar algum e-mail? P/ qual endereço? Obrigada.

    Finalizando, já assinei a newsletter e posso garantir que sempre tem um assunto que me chama a atenção. Então, parabéns e obrigada!

    Até a próxima!

  17. Olá Rafael,

    Me chamo Francisco, adoro viajar, e estou desenvolvendo o Expanda Fronteiras, blog/site sobre viagens. Curto o trabalho de vocês, e gostaria de saber se posso manter contato por e-mail. Obrigado!!

  18. Olá!
    Tudo bem?
    Eu já havia lido esse post antes e acabei de ler novamente. Foi muito bem escrito e ajudou muito.
    No entanto, estou procurando um notebook para comprar agora e como viajo de mochilão preciso de algo que seja leve pra carregar mas que aguente o tranco pra fazer todo o trabalho do blog e alimentação dos canais das redes sociais.
    Qual computador vocês usam? Tem alguma dica para dar nesse sentido?
    Desde já agradeço!
    E mais uma vez parabéns!

    Ana

    1. Eu uso um Dell bem grandão, Ana. Já tive outro Dell e um HP. Todos os meus computadores estragaram por conta dos deslocamentos – quedas, em geral, mesmo dentro da mochila.

      As meninas têm Macbooks.

  19. olá nobres colegas, adorei o texto! estou querendo montar um blog de viagem com foto em fotografia e peguei várias dicas aqui, mas tenho uma duvida. Será que publico várias viagens de vez ou vou indo aos poucos e divulgando?

  20. Oi Rafa, eu estou começando um blog de viagem agora também, comecei pela parte que acho mais fácil haha, já tenho uma grande quantidade de posts prontos, roteiro para os vídeos que já começarei a gravar em breve, fotos separadas e editadas, criei conta nas redes sociais para garantir o nome do blog (como vc disse aí também) e deixei por último o mais importante e que acho ser a parte mais difícil (já que eu não manjo nadinha). Vou criar o blog pelo wordpress, porque conheço um pouco melhor, agora a duvida mesmo é, devo comprar o domínio por fora? Porque os valores do wordpress são um pouco mais caros né. Além de ter os planos deles que saem por $25. (é preciso migrar para esses planos mesmo?) Enfim, não sei se consegui ser bem clara hahaha, mas se conseguir me ajudar de alguma forma, eu agradeço.

    1. Olá Carolina, você pode registrar o domínio pelo site registro.br, custa R$30,00 por ano.
      O WordPress você consegue instalar em qualquer hospedagem com Linux, recomendo a Hostgator ou a DDRhost.
      Tenho uma revenda com alguns clientes, e uso para hospedar minha loja virtual e meu blog de viagem, se tiver interesse, entre em contato que entrego a hospedagem configurada com o WordPress e dou um tema para você

  21. Olá, adorei o post e as dica, obrigada!! Eu iniciei no mundo de blogs de viagens há poucos meses e tenho muitas dúvidas. Por exemplo, como percebo que tenho de mudar o servidor? E o que seria um post patrocinado? Vocês poderiam me indicar parceiros para colocar banner para seguro de viagem ou aluguel de carros. Eu tenho o Booking no meu blog. Há algum de busca de seguro viagem ou de locação de carros?

    Abraço e tudo de bom para vocês!

    1. O blog começa a sair do ar, Michela. Normalmente é assim. Aí é hora de trocar.

      Post patrocinado é quando uma anunciante paga para que você escreva um post sobre a marca dele (e isso precisa estar indicado como propaganda, claro).

      Somos parceiros da Mondial (seguro de viagem). Tem a Rental Cars, mas não trabalhamos com eles.

      Abraço.

  22. Muito bacana, Rafael. Adorei o seu texto. Estou iniciando um blog no seguimento de turismo, só que em um nicho mais específico. Pretendo, pelo menos inicialmente, me dedicar ao Estado do Piauí, onde moro, e que ainda tem uma carência muito grande na divulgação de suas potencialidades. O lado bom disso é que não vou começar exatamente do zero, pois já trabalho nas redes sociais com a valorização da cultura piauiense desde 2012 e tenho mais de 200 mil seguidores em paginas que tem interesse no tema. Foi exatamente por perceber a carência de informações para esse público que resolvi criar esse blog, com todas as informações que eles precisam. Comecei a acompanhar vocês e espero em breve voltar aqui com boas notícias sobre o andamento das coisas. Abraços

  23. Boa noite! Sonho ser um viajante e poder registrar isso de inúmeras formas. Soube, através de vocês, que é possível tornar o Blog uma profissão. Não começarei minhas viagens imediatamente, mas sonho, o mais rápido possível, poder fazê-lo. Amo escrever e penso em alguns projetos a partir dessa ‘aventura’. Atualmente, já escrevo um livro – literatura. Uma dúvida: O que eu poderia fazer para começar a ‘trabalhar’ em prol desse sonho? Digo, posso criar um Blog agora, mesmo que minhas viagens ocorram daqui a um tempo? O que eu posso fazer a fim de ‘adiantar’ ou ‘tornar este sonho mais rico futuramente’? Quais passos devo seguir AGORA, dada a situação?

    Obrigado!

  24. Procurei muitos posts sobre o assunto e, e longe, o seu foi o melhor!
    Foi direto ao ponto e ainda falou de valores, o que é muito importente para se ter uma noção… hehe

    Me ajudou muito a montar meu blog, e depois de alguns meses estudante e organizando, ele finalmente saiu do forno 🙂

    O meu blog se chama “Comprando Experiências”, e como o nome sugere, iremos falar de viagens, lazer e experiências enriquecedoras no geral…

    Se quiser conferir comprandoexperiencias.com.br/

    Parabéns pelo seu post, blog e muito obrigada! 😀

  25. Olá, pessoal!

    Muito generoso da parte de vocês compartilharem dicas tão úteis. Gostaria de saber se vocês têm alguma recomendação em relação a hospedagem. Indicações?

    Parabéns por todo o conteúdo do site, muito inspirador 🙂

    Obrigada!

  26. Eu tenho algumas dúvida. No começo de tudo, quando vcs ainda não sobreviviam do blog, como vcs faziam para viajar sempre e manter conteúdo??
    E se vc possui outros empregos que não te possibilitem viajar sempre, como manter esse conteúdo, sem viajar?

    Obs.: adoroooo esse blog.

    1. Oi, Daniela. Obrigado pelo elogio ao 360. 🙂 Este blog nasceu de uma grande viagem, durante um ano em que demos uma volta ao mundo e fizemos um intercâmbio na Índia. Depois, voltamos ao Brasil, arrumamos empregos e passamos a viajar nas horas vagas. Demorou bastante tempo para que o blog passasse a ser nossa fonte de renda – coisa de quase 3 anos.

      Abraço.

      1. Isso que me confunde um pouco. Nesse tempo que em vcs não conseguiam viajar mt, depois que voltaram…como manter as postagens frequentes?

        Amo viajar, mas não tenho como viajar sempre e por conta disso acabo procrastinando a criação do meu blog de viagem hahaha Não sei como manter as postagens viajando pouco. Impossível né?

  27. Olá Rafael, tudo bom?

    Então possuo um blog sobre viagens.
    Só que estou querendo otimizar melhor ele para atrair mais leitores,uso atualmente a plataforma gratuita do wordpress, e ainda não realizei a questão do domínio.
    Estou querendo tornar o blog mais profissional,e sinto que nessa categoria do wordpress sou muito limitada, vocês indicam o WordPress.com ou org.
    O que posso fazer para melhorar?
    Segue link do meu blog:roteiroseconexoes.wordpress.com
    Obrigada e parabéns pelo trabalho de vocês.

  28. Olá Rafael! De acordo com suas dicas, acredito que o brchile.com está no caminho certo. Há 10 dias, eu e minha namorada lançamos o site BRchile a fim de ajudar, com bastante conteúdo, os brasileiros que vem ao Chile para turismo ou para viver. Vivemos aqui e sentimos a necessidade de algo assim. E estamos encontrando dicas valiosas através de vocês. Grande abraço e sucesso. Carlos Fernandes

  29. Olá meus amigos, gostaria de saber qual plugin vocês utilizam pra postar esses recados na pagina, pois eu gostei dessa função ” Quero receber as repostas a este comentário por email” aguardo respostas, abraços!

  30. Rafael,
    Antes de tudo queria agradecer pela sensibilidade ao escrever o texto. Sabe quando o post certo aparece na hora certa? Foi assim comigo. Estava na insegurança de começar meu blog e ao ler seu texto no sábado passado (20/02), eu decidi colocar minhas idéias em ordem e começar.
    Desejo o sucesso que a capacidade de vocês merece! E quero sempre acompanhá-los.
    E… Se eu puder ter a honra de receber uma crítica ou uma sugestão sua a respeito do meu blog, seria mais uma etapa vencida pra mim. http://www.viagemabordo.com
    Sou só um iniciante, o blog é recém nascido (1 semana), mas muito motivado graças a você.

    Grande abraço.

    1. Que bom que o texto te ajudou. E pode deixar que vou conferir seu blog sim. 🙂 Boa sorte no novo projeto. Precisando de alguma dica, basta falar.

      Abraço.

  31. Primeiramente, parabéns pelo texto!
    Eu e uma amiga minha estamos com o projeto de criar o blog e, claro, estamos deparando com muitas dificuldades pelo caminho, o que nos desmotiva um pouco, mas vamos ser firmes e ir até o final.
    O maior problema que estamos enfrentando é que ainda não somos formadas, eu curso arquitetura e ela engenharia, o que dificulta os roteiros, apesar de já trabalharmos, viajamos basicamente em janeiro e julho… por isso, pensamos primeiro em criar um instagram, até por que somos mais ligadas a fotografia, mas queremos um blog também. Enfim, obrigada pelas dicas e sucesso!

    1. A ideia de vocês é ótima, Lara. Tem quem invista só num Instagram (ou num canal de YouTube, etc). Boa sorte para vocês e obrigado pelo comentário.

      Abraço.

  32. Olá Rafael! Primeiro Parabéns pelo ótimo texto. Estava procurando algumas dicas de fazer um blog sobre viagens e raramente paro pra ler um texto por completo principalmente se ele for tão grande, mas confesso que seu texto me prendeu aqui que li tudo. As dicas foram muito importantes. Eu quero fazer mas não gosto muito de escrever, não tengorda muita paciência também, pois vendo que não dá resultado imediato eu acabaria desistindo como já fiz antes. Sou Turismologa trabalho atualmente na TAM VIAGENS e sempre estou viajando por aí e queria conseguir colocar minhas experiências num site mesmo que seja só pra mim então me ajudou a refletir se quero isso profissionalmente ou se por hobbie. Me ajudou bastante e parabéns pelo trabalho de vcs 3 !!

    1. Oi, Roberta. Que bom que o texto ajudou!

      E sim, o resultado passa longe, mas bem longe, de ser imediato. Demora anos.

      Se você não gosta muito de escrever, pode pensar em explorar suas viagens de outra forma. Por exemplo, você gosta de fotografar? Se sim, que tal fazer um perfil no Instagram? Se gostar de vídeos, pode pensar num canal no YouTube. Enfim, há outros caminhos. 🙂

      Abraço.

  33. Oi Rafa, muito legal o blog de vcs! Sou formada em Turismo e já conheço mais de 20 países. Estou em busca de um parceiro(a) para criar um blog/site de viagens. Se vocês souberem de alguém que tenha interesse em fazer uma parceria me avisa ok. Obrigada e sucesso!

    1. Oi Graciela tudo bem?
      Me chamo Anderson, sou de São Paulo mas moro em Barcelona.
      Estava lendo matérias em diferentes blogs pois quero criar um, e vi que vc está buscando um parceiro(a).
      Estaria encantado de pode conversar com você a respeito, saber um poco dos seus planos e por onde andou e etc..
      Acho que você vai gostar de saber da minha história.

      Te mando um abraço e fico no aguardo do seu contato.

      Anderson Souza

  34. Parabéns pelo site e obrigado pelas dicas… Não tenho a pretnsão de fazer um blog profissional, mas ja tava na hora de começar a colocar no papel as historias de viagens por quase 40 países.
    As dicas de vocês foram essenciais para começar. Muito obrigado mesmo.

    Abraço Vini.
    Ahh, e se quiser daruma olhada nas primeiras páginas, aí vai: barrinhadevida.com

  35. Simplesmente demais!!! Li o texto de vocês recentemente em como ganhar dinheiro com o blog e acabei vindo parar nesse! Muito legal todas as dicas, além da maneira em que escrevem, interessante! Nós, digo eu e a Michele também começamos um blog de viagens e por enquanto é só hobbie mesmo, mas só de ler o texto já sentimos aquela euforia.. Muito obrigado, um até mais. Abraços do Embarcando a Dois.

  36. Rafael, boa tarde. Saudações lusas a ti e a equipe…rs.

    Sou Fábio Nascimento, publicitário (planner) no Brasil, porém a pouco mais de um ano vivendo e encarando as aventuras em Portugal, precisamente na cidade mágica do Porto.

    Cheguei a vocês na inquietação de fazer sempre mais e mais e no pensamento de levar as minhas experiências aqui vividas, em um país que embora tenhamos a língua mãe como base, possui suas deliciosas diferenças.

    Além de tudo sou amante deste planeta em que vivemos e já no Brasil passei (vivendo realmente) em cidades como Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, além de meu estado natal, São Paulo. Enfim são muitas histórias para contar.

    Fico feliz por ter-los encontrado justamente neste momento em que quero mesmo colocar tudo isto “para fora”… e quem sabe auxiliar a quem busque informações sobre os caminhos que passei e ainda vou passar.

    Parabéns pelos textos e orientações.
    Um grande abraço a todos do amigo, Fábio.

    1. Olá, Fábio.

      Muito obrigado pelo comentário. E fico feliz de ter ajudado de alguma forma.

      Boa sorte no novo projeto – manda o link pra gente, quando o blog entrar no ar.

      Abraço.

  37. Bom dia Rafael,
    Possuo um blog de viagem, ainda estou iniciando e estou nele a 3 meses.

    Gostaria de saber se preciso abrir empresa para ter lucro com ele ou posso usar meios como paypal, Bcash e etc para receber?

    Obrigado

  38. Rafa, que texto ótimo!
    Eu virei fãzaça de vocês três e estou adorando o blog!
    Além disso, é o primeiro blog que explica assim tão detalhadamente e com uma verdade crua o passo a passo para começar essa jornada.
    Então vai lá: não sei nada. E vai ser difícil.
    Mas está ficando mais claro com os textos de vocês!
    Obrigada!
    Boa sorte com o blog sempre

  39. Oi, Rafael:

    Primeiramente deixa eu dizer que essas fotos de Salta e Salinas Grandes, eu tenho duas tão parecidas que voltei nostalgicamente àquela belíssima e inesquecível viagem que fiz em 2008 pelo norte da Argentina. Aliás, postarei também fotos lindas assim no meu novo blog que está em construção rsrs

    Segundo, parabéns pelo blog! Confesso que ainda não naveguei muito por aqui, encontrei o post e já engrenei em novas paginas de pesquisa. Estou começando a construir meu blog que ainda está lá no WordPress porque não sei bem como manejar tudo. Mas, estou caminhando aos poucos.

    Fiquei muito contente com as dicas. Me sinto em um mundo completamente estranho, onde tudo é novidade, e minha ideia realmente é ter um blog profissional. Espero poder manter contato com vocês do 360 meridianos.

    Um abraço e boa semana!

    1. Oi, Talia.

      O norte da Argentina é lindo, né? Sou doido pra voltar. 🙂

      Obrigado pelos elogios ao 360! Precisando de ajuda em seu novo blog, você sabe: é só falar.

      Abraço.

  40. Olá Rafael,
    Adorei o post. Um outro blog daqui de Londres o “Pra ver em Londres” me indicou esse post e está sendo muito útil.
    Comecei o meu blog de viagens a dois meses e estou adorando. Com certeza o blog está dando muito mais trabalho do que achava que ia dar, mas considero bem recompensador.
    Comecei o blog com a versão gratuita do wordpress.com, mas já estou sentindo a necessidade de mudar para o wordpress.org, por causa das limitações do site e da falta do Google Analytics.
    Adoro viajar e dividir minhas experiências com outros viajantes, como também encorajar outros a se tornarem viajantes e se puder fazer isso como profissão seria ótimo.
    Se pudesse dar uma olhada no meu blog e me dar um feedback serei muito grata. O blog é viajantesemfronteira.com
    Obrigada e parabéns pelo sucesso
    Nathalia

    1. Oi, Nathalia.

      Sim, blogs dão muito trabalho! Mas é uma luta que vale a pena. 🙂

      E que bom que você já está vendo as mudanças que são necessárias. Agora é seguir esse caminho.

      Abraço e boa sorte com o blog (vou lá conhecer).

  41. Oi, Rafael!

    Estou procurando aprender sobre a manutenção de blog de viagem e achei o de vocês. Achei bem interessante a quantidade de informação que vocês compartilham. Legal! Parabéns pelo blog e, caso queiram acessar o Brazuca Viajante, fiquem à vontade, ok? Vai ser ótimo receber a visita de vocês lá.

    Abraços!

  42. Gente, parabéns!

    Acabei de ser demitido e a primeira coisa que veio em mente foi criar um blog de viagem, e no 360 tive tudo que precisava. Muito obrigado!!

  43. Oi, Rafael!
    Finalmente, criei meu blog. Gostaria que, se possível, voce desse uma olhada para dizer o que achou. Vou dar um gás maior nele em outubro, quando estarei de volta no Brasil. Semana que vem começo mais uma Eurotrip, aí ficará meu ruim de postar. Tenho muito material de viagens passadas e, aos poucos, vou postando.
    Criei ele como uma maneira de trocar cartões postais com a galera. Cada post de viagem tem um postal meu e criei uma galeria para esses postais e outra para publicar os postais que receberei da galera. Estou pedindo aos amigos para me enviarem postais de suas viagens.
    Como faço para divulgar o blog de vcs lá?

    1. Oi, Rafaella.

      O site está bonitão! 🙂 E gostei bastante da ideia dos postais, é bem diferente. Duas dicas: posta fotos maiores. Vai deixar o site mais bonito ainda. Não precisa ser enorme, mas pelo menos para ocupar a área delas.

      E, na hora de subir as fotos, sempre troca o nome da imagem antes. Por exemplo, você subiu elas com o nome que a câmera dá, que é um número (20150823_153144) No entanto, pro Google é importante subir com um nome, tipo o da cidade, local ou algo que indique o que a foto é.

      Abraço.

  44. Fantástico o post! Vocês são realmente uma inspiração! Tenho meu blog de viagens há pouco mais de um ano, comecei como um hobby, já que amo viajar, falar sobre isso e tirar muitas fotos dos destinos que me encantam, mas agora estou naquela fase de insatisfação com a profissão e penso em começar a monetizá-lo, para quem sabe um dia viver isso. Vamos ver no que vai dar, mas tenho certeza que conseguirei melhorar bastante o blog com as dicas de vocês! Beijos e sucesso! =)

  45. Adorando o blog de voces!! Estou começando a montar o meu. Já viajo há muitos anos e tenhos vários diários de viagens. Nos últimos dois anos comecei a fazer os diários no Ipad. Sempre quis digitalizar meus diários e compartilhar minhas experiencias. Costumo enviar os diários para meus amigos quando eles vão viajar. Eles sempre gostam. Resolvi começar agora o blog. Acabei de criar minha conta no word press e vou instalar o programa. Adorei as dicas!! Acho que vou postar algumas dúvidas aqui de vez em quando. Vamos ver se dá certo. Será que fica ruim postar relatos de viagens antigas?

    1. Fico feliz que esteja gostando do 360, Rafaella. E não acho que seja ruim postar sobre viagens antigas não. Quando precisar de informações práticas, tipo de preços, procure nos sites oficiais. No mais, é seu relato, sua experiência. Isso não fica velho.

      Abraço.

      1. Brigadão! A idéia é essa mesmo, compartilhar minhas experiencias e tentar, de alguma forma, ajudar a galera nas viagens! Valeu pela força! E, mais uma vez, parabéns pelo blog. Vou começar mais uma eurotrip daqui a alguns dias e as dicas de vcs ajudarão muito!

  46. Nossa, não sei como não tinha visto este post antes! Que maravilha, obrigada por todas as dicas. Estou engatinhando ainda mas tenho muitas ideias de projetos legais. Espero encontrar vocês em algum encontro mais pra frente.

    Parabéns novamente! Sou fã!

  47. Super bacana suas dicas Rafael! Gostei demais! Sempre viajei muito porém deixava em segundo plano o sonho de escrever um blog e compartilhar experiências! Achei super válido tudo o que você escreveu acima, me ajudou muito mesmo e me empolgou a iniciar o blog que tanto queria! Obrigada por dividir esse conhecimento pois para quem inicia é uma mão na roda!

    Abraços e sucesso!

  48. Primeiramente, parabéns ao blog pela série de artigos para iniciantes como eu. No meu caso, creio que os textos de vocês funcionaram como pílulas de motivação.

    Embora tenha criado um blog bem amador há cinco anos atrás, eu o abandonei em poucos meses sem ter feito nada por ele, além de escrever alguns poucos posts. Passado esse tempo, fiz outras viagens e recentemente retornei da África do Sul determinada a ressuscitar o site e contar tudinho que eu e meu marido conhecemos.

    Estou trabalhando no blog há quase dois meses. Mudei o layout, revisei artigos antigos, comprei o domínio e tenho postado semanalmente sobre a viagem para a África. Mas receber visitantes tem sido muito difícil.

    Tenho estudado sobre SEO e fiz várias modificações desde então. Também estava com receio de não ser aceita nestas associações de blogs de viagem devido ao meu amadorismo, mas vou tentar. Também não fiz nenhuma divulgação nas redes sociais ainda, pq não queria receber visitas de amigos e familiares. Quero leitores em busca de viagens e novas experiências.

    Pergunto, vale a pena utilizar estes agregadores de links que tanto citam?

    Será que meus leitores não chegaram em maior volume porque meus artigos estão ainda concentrados em dois destinos?

    Enfim, vou seguir na luta porque independente disso eu estou adorando reviver minhas próprias experiências.

    Obrigada pelas dicas!

    Se puderem acessem meu blog e me enviem feedback…rs
    asaspraquetequero.com

    1. Oi, Carla. Sei bem o que você está passando. E não desista: é assim mesmo. Os leitores custam a chegar.

      Quanto mais você postar, mas rápido será o crescimento. Preste muita atenção no SEO. E pode valer a pena criar uma página no Facebook sim – no início só conhecidos vem de lá, mas com o tempo isso muda.

      Outra coisa: coloque botões para compartilhamento nas redes sociais a partir dos textos do blog. Isso ajuda bastante.

      Já dei uma olhada no seu blog e continuarei leitor. 🙂

      Abraço.

  49. AMEI!! Hoje é em dia é tanta informação, que é um pouco difícil mesmo se manter atento em um blog. Mas amei o seu post porque está cheio de informações valiosas, não é mais um daqueles que prometem milagre mas é pura propaganda enganosa em troca de click (acho que a maioria é assim, então não é o leitor que tem preguiça, é o gestor de conteúdo que está errando). Parabéns mesmo! vocês são uma inspiração ;D

    Meu blog é um MISTURA de hypeness com blog de viagem…eu brinco que é uma ¨blogazine¨ de experiências.
    http://www.eksperyens.com

    Grande abraço! 😀

    1. Existem milhares de sites por aí que ganham dinheiro ao teoricamente ensinar outros a ganharem dinheiro com a internet.

      A maioria deles não tem nada de verdadeiro. É possível, mas é um caminho trabalhoso e complicado.

      Abraço e obrigado pelo comentário.

  50. Olá Rafael,
    Obrigado pelo post, tem ajudado bastante, eu e umas amigas estamos montando um blog e logo estará no ar. E os três posts falando a respeito foram bem esclarecedores, chegaram na hora certa, rs.
    Uma dúvida que surgiu é a respeito da quantidade de publicações por semana, havia pensando em 2/3 publicações por semana, mas fiquei com receio de ser muito. Acha que isso implica em alguma coisa ou é indiferente, qual seria o aconselhável?
    Novamente obrigado pelas dicas.
    Abraços!!

    Read more: https://www.360meridianos.com/2014/10/como-ter-um-blog-de-viagens-profissional.html#ixzz3dPBmihNz

    1. Oi, Luan.

      Isso depende de muitos fatores: o assunto do blog, o tempo disponível de vocês, o tipo de posts. A gente, aqui no 360, publica entre 10 e 14 posts por semana.

      Mas veja bem: isso é agora. Durante um bom tempo, no começo do blog, postávamos 2 por semana. E tem blogueiro que posta apenas uma vez na semana – e para eles funciona. Enfim, depende muito do blog.

      O importante mesmo é manter a frequência proposta. Se você resolver postar 3 vezes por semana, faça planos para conseguir se manter nisso, postando nos dias certo e acostumando o leitor.

  51. Parabéns pelo blog, estou sempre seguindo os posts por aqui. Amo esse blog, inspirada em ler blogs de viagem comecei o meu essa semana para contar sobre minhas viagens e vivência nos Estaods Unidos 🙂 e claro, futuras viagens das quais planejo em outros países. Adorei as suas dicas, elas são preciosas.

  52. Olá tudo bem? Eu escrevei esse mesmo comentário em outro post de vcs mas não consegui apagar!

    Então, admiro muito o trabalho de vcs e virei fã dos três! Parabéns pela postagem! Eu criei um blog de viagens faz menos de um mês. Eu escrevi um post sobre as praias do Piauí e nesse dia eu tive mais de 7 mil visualizações e 4 jornais compartilharam. Mas as pessoas não ficaram no blog, digo, elas não se escreveram para acompanhar os novos posts e hj a média de leitores por dia é de no máximo 100 pessoas. Será o que fiz de errado? Tenho seguir todos os conselhos de vcs! Obrigada pelas dicas!!

    1. Oi, Vania.

      Olha, 7 mil visualizações é um ótimo resultado, ainda mais com um blog tão novo! Parabéns. Pode ficar orgulhosa disso. 🙂

      Me parece que você teve um efeito viral. As pessoas vão embora mesmo, mas algumas delas ficam. O importante é continuar a produzir conteúdo de qualidade. Aos poucos muita gente percebe que não vale a pena entrar no seu blog só quando surge algo bombante, mas todos os dias.

      E tenta dar para as pessoas ferramentas claras para continuar no site. Links para outros posts, chamada para assinar a newsletter e curtir o facebook, enfim, essas coisas.

      Abraço.

  53. Olá Rafael,

    Obrigada pelas dicas valiosas! Por enquanto só estou escrevendo e escrevendo e aos poucos ajustando essas dicas todas! 🙂

    O objetivo inicial foi praticar e escrever sempre. E também é uma forma de registrar (e lembrar) todos os lugares que passei e assim também ajudar e compartilhar informações para quem deseja viajar. Além disso, o blog também dá aquele empurrãozinho para que eu possa praticar fotografia, que é uma paixão.

  54. Muito boa as dicas! Eu comecei um blog de viagens recentemente e esse post ajudou e me inspirou a continuar em frente! Muito obrigado e parabéns!

  55. Que post lindo!
    Li no início ao fim, absorvendo cada palavrinha.
    Sou uma leitora fiel de blogs de viagem há muitos anos (inclusive este), fazia roteiros pros amigos, mas só agora tive coragem de começar a escrever.
    Bem verdade que o início é complicado e anda não sei se quero ser profissional, mas estou adorando minha recém criada rotina de blogueira.
    Aliás, essa é uma parte muito gratificante: descobrir o quanto de gente parecida com você existe por aí.

    Muito (mais) sucesso pra vocês!
    :*

    1. Pois é Stefhania, compartilho da mesma opinião que tu!
      Começamos, eu e minha namorada, um blog de viagem a aproximadamente 30 dias. Realmente é difícil manter um conteudo de qualidade sempre, pois exige investimento para viajar (e nossa situação NO MOMENTO não é das melhores, mas creio que melhorará).
      Vá em frente, pois vale a pena!

      o blog é: http://apaixonadosporviagem.com

      Att,
      Douglas Venturin

        1. Sthefania, tu escreve muito bem! Parabéns
          Vamos seguir teu blog e trocar experiências, até mesmo para crescermos juntos!
          Ficamos feliz que tenha gostado do nosso blog 🙂

          Abraços

    2. Oi Stefhania e Douglas, nós também começamos o nosso blog de viagem a mais ou menos pouco tempo, na verdade já faz quase 1 ano. Eu e a minha amiga moramos na cidade de Lisboa e escrevemos mais sobre esta cidade, portanto temos sempre algo novo para escrever. Nós também temos uma página de Facebook, que muitas vezes atrai mais visitantes do que o próprio blog, portanto acho uma boa ideia ja ir fazendo a página de facebook também.

      Vou visitar o blog de vocês!Boa sorte para todos! 😉

  56. Olá Rafael,

    Obrigado pelo post, tem ajudado bastante, eu e umas amigas estamos montando um blog e logo estará no ar. E os três posts falando a respeito foram bem esclarecedores, chegaram na hora certa, rs.

    Uma dúvida que surgiu é a respeito da quantidade de publicações por semana, havia pensando em 2/3 publicações por semana, mas fiquei com receio de ser muito. Acha que isso implica em alguma coisa ou é indiferente, qual seria o aconselhável?

    Novamente obrigado pelas dicas.

    Abraços!!

  57. Olá, tudo bem? Esse artigo me motivou a criar, junto a minha namorada, um blog de viagens. Por sorte, havia comprado o dominio e hospedagem antes que alguem tivesse a mesma ideia de nome: Apaixonados por Viagem.
    Hoje inseri seu primeiro artigo e em 1 semana de existência, seu grupo no facebook já tem 3.100 membros.
    Iniciei criando um artigo sobre minha própria cidade (Flores da Cunha – RS) para ir treinando.
    Vou estudar muito a respeito, já que venho da área de TI e conheço tecnicas de SEO.
    Muito obrigado pela ajuda e caso queira conferir: http://apaixonadosporviagem.com

    Abraços
    Douglas Venturin

  58. Olá Rafael,

    Este foi o post através do qual fui apresentado ao 360 e que me fez decidir reformular todo o meu blog. Resolvi hoje voltar a ele para relembrar algumas dicas e achei que valia deixar este comentário como forma de agradecimento.

    Abraço

  59. Muito legal o post de vocês, várias dicas úteis. Também estamos começando o nosso blog e as suas dicas já estão nos ajudando. Vocês fizeram a MEI logo que começaram o blog? Nós moramos em Lisboa e ainda não sabemos como funcionam essas burocracias por aqui. Muito obrigada!

    Julia e Maeva

  60. Ola Pessoal,

    Adorei as dicas e ainda tenho muito o que aprender. Tenho um blog de viagens há 5 meses, já estou achando umparto ter que mudar para domínio prórpio, vai dar trabalho…rsrsrs
    Mas o que me intrigou foi saber que wordpress é melhor. Porque? Achei que o blogspot, por ser da Google e já compartilhar direito no G+ (onde estou focando em divulgação) seria melhor. SE puderem me responder eu agradeço.
    No mais, parabens pelo blog. Tenho acompanhado.
    Se quiserem fazer uma visitinha no meu e dar uma opinião eu agradeço imensamente.
    bjos
    Thais

  61. Excelente artigo! Motivador para quem, assim como eu, começou a enveredar pelos caminhos dos blogueiros profissionais. Inspirador e ao mesmo tempo pé no chão, mostrando que haverá muitos obstáculos pelo caminho, mas o prêmio é gratificante.
    Lancei no mês passado meu site sobre emagrecimento, depois de passar por uma cirurgia na qual tive que perder 18kg para fazê-la. Resolvi, ainda me recupenrando na cama, criar um blog onde pudesse ajudar outras pessoas que também têm dificuldades em perder peso.
    Não sou jornalista, mas trabalho há anos com editoriais e publicidade. Logo, contratei redatoras e edito as matérias do blog. Estou me estruturando para um dia viver profissionalmente disso e acabei de conhecer mais um modelo de blog, o seu!
    Ficarei feliz com uma visita sua ao meu blog: dietasemetas.com
    Muito sucesso! Grande abraço!

  62. Acabo de criar um blog mas não é sobre viagens.Mesmo assim quero agradecer por esse artigo. Super sincero e direto.Me identifiquei porque, por enquanto, ligo para minha mãe pedindo para ela ler o post. Adorei que vocês disseram também que as pessoas gostam de ler UFA! Já ouvi muita gente dizendo que meus textos têm que ser menores rsrsrs. Obrigada e Parabéns pelo sucesso.

  63. Excelente post!
    É incrível como as pessoas acham que é uma vida fácil.
    Quase todo dia ouço um ‘vou fazer um blog de viagens pra viajar de graça!’.
    É o novo ‘vou fazer jornalismo para aparecer na TV!’.

  64. Super bacana este post, pena eu não ter lido 3 anos atrás quando comecei o blog 😉 Foi bacana ter conhecido vcs em Buenos Aires e desvirtualizar um pouco as relações blogueirísticas.
    Abraços!!

  65. Tenho blog ha 1,5 ano mas ainda sei mmmmuito pouco sobre varios assuntos. Comecei pelo blogspot porque nao conhecia nada sobre blogs e o google me mostrou o blogspot mas nunca me ocorreu que o wordpress seria melhor…faz mesmo tanta diferença?
    Engraçado que quando comecei as postagens, em 2,3 dias atingi 30 visualizaçoes. Com um tempo, chegou a mil, para minha surpresa, mas atualmente, caiu muito, tendo no maximo 100 visualizaçoes. Sei que ando meio sem tempo, mas tambem nao sei se meus textos sao bons, nao sei se escrevo bem…sou dentista, nada a ver com a area, mas minha paixao por viagens me fez criar esse blog e ate sonhar em um dia ( que parece muito distante ) ganhar alguma coisa com ele, ja que como dentista fica dificil viajar perto do quanto eu gostaria…acho que tudo isso foi mais um desabafo, ja que fiquei desmotivada ao ver que mesmo escrevendo posts parece que quase ninguem esta lendo…
    Meus posts sao em maioria sobre praia, e muitos sobre surf. Quando me dei conta que nao tem muitos blogs de surf, achei que o meu fosse bombar…
    Bom, obrigada pelo texto maravilhoso, quem sabe sigo as dicas e me animo novamente!!!

    Abraço.

    1. Se o objetivo é profissional, faz diferença. Se for só um passatempo, não. 🙂

      Espero que você se anime. E não tem jeito: se a frequência de postagens cair, a audiência acaba caindo também.

      Não desiste.

      Abraço!

  66. Adorei o post! Me ajudou (e vai ajudar) muito!

    Também sou jornalista e amo viajar e escrever, por isso sempre tive o plano de ter um blog de viagem. Demorou 1 ano e meio pra tomar coragem, mas no último fim de semana ele finalmente nasceu! Já sonho em ter o blog como profissão e vi que tenho muito o que aprender… Com certeza vou voltar a esse post mais umas mil vezes! ahaha

    Obrigada pelas dicas! Adoro o blog de vcs!

    Bjo

  67. Que legal, fico feliz com o trajeto do 360 e com a possibilidade de se viver com o que se gosta. Eu ainda estou no início do meu (deve ter uns 6 meses só), viajando muito e ainda passo pela fase 1, a da visita dos pais e amigos hahah. Ri muito e me identifiquei.

  68. Olá.
    Queria dizer que admiro muito o blog, que já me ajudou algumas vezes e vocês são uma inspiração para mim.
    Fiquei surpresa ao entrar e ver essas dicas (excelentes), porque a pouco tempo decidi criar um blog, então ainda tô um pouco desorientada. Mas obrigada, do fundo do coração pelas dicas, ajudaram/ajudarão bastante.
    E parabêns pelos 3 anos de blog.

  69. Olá, o 360 foi um dos primeiros blogs a entrar na minha lista de leituras diárias quando comecei a pesquisar sobe viagens, e com certeza vai permanecer no topo dessa lista.
    Gostei muito das dicas e já estou aguardando os próximos posts sobre o assunto. Estou embarcando para um intercâmbio nas próximas semanas e uma das coisas que fiz foi criar um blog para relatar minhas experiências. Fiquei feliz em ver que estou no caminho certo em algumas coisas e aprender muitas outras para redirecionar a rota do projeto.

  70. Uau, esse texto era tudo o que eu precisava Rafael, muito obrigada!:) Também sou jornalista, e me mudei para Viena-Áustria há exatamente 5 anos. Sempre viajei muito, e a ideia de fazer um blog era algo que ocupava a minha caixola por muito tempo. Pois bem, 5 meses atrás decidi dar o primeiro passo e estou amando. Confesso que ainda tenho muito o que aprender, assim como você citou acima, haviam coisas das quais eu não tinha a mínima ideia (SEO). Tempo também é algo que me falta, infelizmente. Trabalho em período integral aqui em Viena e é bem complicado fazer as duas coisas com maestria. Mas eu chego lá, sou positiva, tenho paciência e encontrei o seu blog cheio de dicas para me inspirar 😉 Valeu galera! Vida longa ao blog e á vocês. Beijinhos
    PS- Eu sei que vocês são mega ocupados, mas seria lindo ter um feedback sobre o que acharam do meu blog. Aceito criticas também viu, rs. Intê

    1. Oi, Katia.

      SEO é bem importante, mas de forma geral ninguém sabe antes de começar a blogar. É um conhecimento que vem com o tempo.

      Abraço.

  71. Tô eu aqui lendo o texto e tentando pegar algumas dicas quando me deparo com uma menção ao Viaggiando! Mas que honra! Fico ainda mais feliz por ser aqui, num blog que eu adoro e que para mim é um super exemplo de qualidade e empreendedorismo. Parabéns pelo excelente blog, trio!

  72. Parabéns pelo blog! O conteúdo é excelente! Esse post certamente fará muito sucesso, tem muita informação util.

    Agora uma dúvida: vocês acham importante para um blogueiro profissional ter uma empresa? Ou dá pra fazer tudo através de pessoa física?

  73. Parabéns!! Vocês são demais!!! Estou viciada no blog…entro todo dia e no mínimo três ao dia hahahahahaha…viciada mesmo!
    Vocês estão colhendo o fruto de um ótimo trabalho =)

    Beijooo!!

    1. Oi, Patrícia.

      Mas o que é bom tem que ser indicado mesmo. E você está nesse caminho há um tempão, tem experiência no assunto.

      Abraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.