Onde ficar na Chapada Diamantina: qual a melhor cidade?

Organizar uma viagem para a Chapada Diamantina pode parecer difícil com aquele tanto de opções de passeios, cidades e cachoeiras para encaixar no roteiro. Mas é só a gente ir destrinchando o destino que a coisa fica bem mais fácil. Escolher uma boa base para a hospedagem, por exemplo, é um dos primeiros passos. E é por isso que elaboramos esse guia com todas as dicas de onde ficar na Chapada Diamantina.

Vai viajar para a Chapada Diamantina? Leia também:
Como planejar uma viagem pela Chapada Diamantina
O que fazer em Lençóis: a “capital” da Chapada
Vale do Pati: tudo sobre o trekking mais cênico do Brasil

Onde fica a Chapada Diamantina? Mapa da região

Para começar a decidir, é preciso entender o mapa da região. A Chapada está dividida entre a parte mais ao norte do parque nacional e a mais ao sul, e cada uma dessas regiões tem seus passeios e belezas mais famosos. O recomendado é que você escolha um lugar como base e parta dali para fazer os passeios que estão próximos. É possível fazer passeios mais distantes em apenas um dia, mas ficar várias horas num carro pode ser cansativo.

Para uma primeira visita, com duração de uma semana ou menos, a melhor ideia é ficar em Lençóis. A cidade é considerada a “capital da Chapada” por ser a mais relevante turisticamente e fica na região norte do parque. Ali você terá acesso fácil às principais atrações e vai começar a descobrir os destinos mais convencionais na Chapada e as coisas que você vai deixar para explorar em um próxima viagem. E uma coisa é certa: você vai querer voltar para uma segunda, e talvez terceira e quarta visita (palavra de quem considerou perder o voo de volta).

Mapa e guia da Chapada Diamantina

Mapa da Chapada Diamantina. Fonte.

Quem tiver mais tempo pode escolher uma base em cada um desses eixos, sendo Mucugê, Ibicoara ou Rio de Contas algumas opções de bases para o sul da Chapada. Já o Vale do Capão é uma opção mais nichada: quem busca uma experiência mais isolada, mística e bastante tilelê vai amar se hospedar por ali.

Onde ficar na Chapada Diamantina: as melhores cidades

Abaixo vamos falar das melhores cidades-base na hora de escolher onde ficar na Chapada Diamantina (ver mapa):

  • Lençóis
  • Vale do Capão
  • Mucugê
  • Igatu
  • Ibicoara
  • Rio de Contas

Hotéis e pousadas em Lençóis

“Capital” da Chapada Diamantina, Lençóis é a principal base dos viajantes na hora de explorar as belezas naturais da região, em especial para aqueles que se aventuram por ali pela primeira vez. É ali que se concentra a maior parte da infraestrutura turística, como agências de viagem, bancos, hotéis, bares e restaurantes.

O lugar também reúne pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo, característica que confere à pequena cidade do interior da Bahia um clima diverso e internacional de dar inveja a muita metrópole. As casas noturnas estão sempre cheias e não são raras as festas populares que lotam a cidade, em especial nas datas comemorativas, como São João e durante o Festival de Lençóis.

Lençóis, a capital da chapada diamantina

Lençóis fica ao norte da Chapada e possui fácil conexão com a maior parte das atrações turísticas mais tradicionais dali, como a Cachoeira da Fumaça, o Morro do Pai Inácio, a Cachoeira do Mosquito, o Poço Encantado e o Poço Azul. A cidade tem um centro histórico preservado que remonta à exploração do garimpo na região.

Dicas de hospedagem em Lençóis para mochileiros

  • Albergue Chapada Hostel: Filiado à rede Hosteling International, é um dos albergues mais cotados da região. Com café da manhã e opção de quartos privativos ou compartilhados.
  • Albergue de Lençóis Backpacker: Hostel descolado e com ambiente aconchegante. Boas acomodações e opção de quartos privativos.
  • Viela Hostel: Ótimo custo benefício com excelente localização. Cozinha bem equipada e ambiente bom para conhecer outros viajantes.

Acomodações com bom custo/benefício

  • Pousada Vila Serrano: Ambiente rústico e cercado de verde que proporciona tranquilidade sem se afastar muito do centro da cidade.
  • Pouso da Trilha Hospedagem: Hotel de pequeno porte localizado em um casarão histórico do centro de Lençóis. Possui quartos confortáveis, com varanda.

Hotéis em Lençóis para quem busca conforto

  • Hotel de Lençóis: Localizado a 500 metros do centro, os quartos do Hotel de Lençóis são equipados com ar-condicionado, TV, frigobar e banheiro privativo. A maioria das acomodações incluem uma varanda com vista do jardim e há uma piscina na propriedade.
  • Pousada Canto do Bosque: Dispõe de uma piscina ao ar livre e um restaurante interno que serve pratos regionais diariamente. Os quartos possuem frigobar e banheiro privativo.
  • Hotel Canto das Águas – Roteiros de Charme: Hotel ecológico que dispõe de jardins, sauna e piscina a 200 metros do centro histórico de Lençóis.

Todas as hospedagens em Lençóis

Hospedagem no Vale do Capão

Parte do subdistrito de Caetê-Açu, na cidade de Palmeiras, o Vale do Capão é a escolha para quem busca um ambiente mais recluso, alternativo e até meio esotérico para sua estadia na Chapada. A pequena vila é composta de umas poucas ruas e uma praça.

Toda a infraestrutura de restaurantes e agências de turismo ficam ao longo da rua principal. A maior parte das pousadas está bem no meio do mato, perfeitas para quem busca tranquilidade e contemplação da natureza. Por isso, essa opção é mais recomendada para quem pode contar com um carro para explorar a chapada.

Morro do Pai Inácio em dia de Neblina

Morro do Pai Inácio num dia de chuva, um dos principais cartões postais da Chapada

Com clima totalmente diferente da vibrante Lençóis, o Capão é o lugar para relaxar, receber uma boa massagem e terapias alternativas. Há também algumas trilhas leves, para entrar em contato com a natureza. Além disso, o local dá fácil acesso a algumas das principais atrações da Chapada, como a Cachoeira da Fumaça, o Vale do Pati, a trilha das Águas Claras e Morro do Pai Inácio, Cachoeira do Riachinho, a Cachoeira da Angélica e da Purificação. Os passeios podem ser agendados com as agências locais. Há apenas uma agência do Bradesco na Vila.

Mochileiro

  • Hostel do Vale: Tem quartos familiares, um chalé e dormitórios femininos e masculinos, além de jardim, cozinha de uso comum, instalações para reuniões, lounge compartilhado, estacionamento e lavanderia.
  • Hostel Pajé Gaudée: Tem quartos duplos e dormitórios, além de café da manhã a la carte servido diariamente. Decoração rústica.

Custo/Benefício

  • Riachinho Pousada Fazenda: Pousada rústica de perfil ecológico, possui uma horta própria na qual produz café, cogumelos e frutas. Dá acesso a trilhas para cachoeiras que estão a apenas 200 metros de distância da sede.
  • Pousada Recanto dos Pássaros: Café da manhã vegetariano servido diariamente e ambiente aconchegante.

Mais conforto

  • Pousada Pé no Mato: Com uma vista privilegiada da montanha, a propriedade conta com bar, lanchonete, serviços de massagem e aluguel de bicicletas. Tem opção de suítes, chalés e quartos familiares.
  • Pousada do Capão: Oferece sauna e serviços de massagem, além de lounge compartilhado, bar e restaurante.

Todas as hospedagens no Vale do Capão

Casa de Dona Lea, hospedagem no Vale do Pati

Vale do Pati

Hospedagem em Mucugê

Repleta de casinhas coloridas, Mucugê é a principal opção de hospedagem para quem quer explorar o sul da Chapada. Foi ali que foram encontrados os primeiros diamantes da Chapada Diamantina, no século 19.

As atrações próximas mais relevantes são o Cemitério em estilo Bizantino todo pintado de branco, único no país, o centro tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a Serra do Sincorá, o Parque Municipal de Mucugê e o Museu Vivo do Garimpo.

Hospedagem para Mochileiros

  • Casa 717: Quartos privados com preços acessíveis e banheiros compartilhados.

Custo/Benefício

Todas as hospedagens em Mucugê

Igatu

Com casas e ruas feitas de pedra, a Vila Xique-Xique de Igatu, como era conhecida em seus tempos áureos, tem um centro histórico pra lá de charmoso, tombado pelo IPHAN. Distrito do município de Andaraí, o lugar foi uma das referências mais importantes durante o ciclo do diamante na região. Hoje em dia conta com poucas pousadas, mas é uma opção para quem quer uma estadia diferente na Chapada.

Mochileiro

Custo/Benefício

  • Art Hotel Cristal de Igatu: Situado em uma casa de estilo colonial, conta com bar e pizzaria. Há quartos de casal, triplos e familiares.
  • Pousada Orquídea: Com bar e restaurante, a pousada tem opção de quartos duplos e triplos.

Todas as hospedagens em Igatu

Ibicoara

Outra excelente base para explorar o sul da Chapada, Ibicoara fica a 30 quilômetros do Parque Municipal do Espalhado e da Cachoeira do Buracão. A cidade também é um bom ponto de partida para conhecer as Cachoeira da Fumacinha, do Licuri e do Rio Preto, mas é a produção de cachaça artesanal e de café orgânico que fazem a fama da região.

Mochileiro

  • Hospedagem Flor de Aracá: Pousada simples com acomodações cômodas e preços econômicos. Tem opção de café da manhã vegetariano.

Custo/Benefício

  • Pousada Kabana de Pedra: Fica a dois quilômetros do centro e conta com chalés duplos e familiares, além de um jardim de pedras. Além do café da manhã incluído, o restaurante local serve também almoço e jantar por um custo adicional.

Ver todas as hospedagens em Ibicoara

Rio de Contas

Localiza ao sul da Chapada, Rio de Contas é uma das cidades mais antiga da região. Seu centro histórico é considerado um dos mais belos e conservados da Bahia e já serviu até mesmo de cenário para o filme Abril Despedaçado (2001).

No carnaval, a cidade festeja o tradicional desfile de máscaras, uma das celebrações mais famosas da região e que chega a reunir 15 mil pessoas todos os anos. Há ainda duas comunidades quilombolas, a da Barra e do Bananal, que ainda preservam a cultura de seus ancestrais africanos.

Custo/Benefício

  • Pousada Sempreviva: Muito procurada por casais, tem um avaliação excelente entre os hóspedes e oferece quartos para duas ou três pessoas.
  • Chalé Trilha das Águas: Chalé que acomoda até cinco pessoas, para quem busca privacidade e uma experiência diferenciadas. Ideal para casais.

Ver todas as hospedagens em Rio de Contas

Casas e apartamentos para alugar na Chapada Diamantina

Dependendo do seu estilo de viagem, pode valer a pena trocar o conforto de um hotel pela privacidade e praticidade de um lugar só seu. Apartamentos são excelentes para dar aquele gostinho de ser um morador local: você poderá ir ao mercado, cozinhar, ter um endereço próprio, ainda que provisoriamente.

Em geral quem viaja em família ou grupo de amigos acaba encontrando mais vantagens nos apartamentos porque o preço por pessoa costuma compensar. Quem vai ficar períodos mais longos também costuma conseguir bons aluguéis por mês.

Na Chapada Diamantina há diversas ofertas de casas para alugar, que vão desde pequenos studios para uma ou duas pessoas a casas luxuosas com piscina e sauna. Encontre as melhore ofertas aqui.

 


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.