Tags:
Atlas: Cusco, Lima, Peru

Dicas de viagem e turismo no Peru

Um dos principais destinos turísticos da América do Sul, o Peru recebe pessoas de todas as partes do mundo. Com passeios para todos os gostos e uma estrutura turística que não deixa a desejar,  o país atraí de europeus a asiáticos, de mochileiros a turistas de luxo, de jovens a famílias e idosos. Mas não se engane: apesar de Machu Picchu ser a maior atração local, nossos vizinhos têm muito mais a oferecer, seja em uma viagem de ecoturismo pela Amazônia peruana, nas ruas da histórica Lima, em um passeio pelas intrigantes Linhas Nazca ou pelo Lago Titicaca.

Leia todos os nossos posts sobre o Peru:

Como comprar a entrada para Machu Picchu passo a passo

Dicas de viagem para Machu Picchu

O que fazer em Lima

Tour pelo Vale Sagrado, em Cuzco

Dicas para planejar sua viagem pelo Peru:

Como chegar ao Peru

Voos diretos para Lima saem de São Paulo e são operados pela TAM, LAN e Taca. As passagens custam a partir de U$450, mas tudo depende da época e da sorte na hora de comprar. Algumas promoções das companhias envolvendo destinos da América Latina podem fazer esse preço despencar. Também dá para chegar por terra. De São Paulo, a viação Ormeño faz o percurso de cinco dias até Lima por US$ 275. Essa é a mais longa linha de ônibus da América do Sul.

Dicas de viagem em Machu Picchu

Visto e vacinas

Brasileiros não precisam de visto para entrar no Peru e podem apresentar passaporte ou RG na entrada. A Anvisa recomenda a vacinação contra febre amarela, especiamente para quem vai visitar aréas florestais.

Idioma

80% da população fala o espanhol, mas você se vira com o bom e velho portunhol.

Fuso Horário

Os relógios no Peru marcam duas horas a menos que os de Brasília. Durante o horário de verão brasileiro  essa diferença aumenta para três.

Telefonia e internet no Peru

O código de telefonia internacional do Peru é 51. Internet wi-fi é facilmente encontrada em hotéis e restaurantes, em especial nas regiões mais turísticas, como Aguas Calientes.

Moeda

 Novo Sole, que vale R$0,99 (checado em junho de 2015).

Cuzco, Vale Sagrado, Peru

Clima e quando ir ao Peru

A melhor época para visitar o Peru, principalmente se você vai a Machu Picchu, é de abril a outubro, durante o inverno. Isso porque o verão, que vai de novembro a março, é muito chuvoso nessas regiões, podendo haver deslizamento de terra e fechamento de estradas. Quem não se lembra dos turistas que ficaram presos em Aguas Calientes em janeiro de 2010? Como o país está localizado em uma altitude elevada, as temperaturas no inverno são baixas, variando entre 1ºC e 18ºC em Cuzco. Já em Lima, o clima é mais ameno, com mínimas de 17ºC durante o inverno.

Vai a Cuzco ou Machu Picchu? Veja nossa seleção de hotéis e albergues aqui

Como se locomover no Peru

Em Lima, você pode utilizar o transporte público. Apesar dos ônibus velhos, é possível se locomover nas principais partes da cidade com eles. Como estávamos em um grupo de quatro pessoas, pra gente quase sempre compensava pegar um taxi. Nesse caso, a regra que vale aqui é a mesma do sudeste asiático: negocie antes de entrar no veículo. Os carros não têm taxímetro,  então você corre o risco de pagar mais do que deveria. Perguntar para um local pode ser uma boa saída.

Para se locomover entre as cidades, uma boa ideia para quem não quer ou não pode pegar um avião é viajar de ônibus.  Existem quatro viações principais no país: Cruz Del Sur, Expreso CialCiva e Tepsa. Testamos a primeira e recomendamos: os ônibus são bastante confortáveis. Mas, se você for fazer uma viagem mais longa, leve um lanchinho.

Dica importante: Não cometa o erro de viajar para o Peru sem um seguro viagem. Entenda a razão e saiba como conseguir um seguro com desconto


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

30 comentários sobre o texto “Dicas de viagem e turismo no Peru

  1. Olá Natália , estou planejando minha viajem para o peru a algum tempo , andei pesquisando e achei interessante conhecer a reserva nacional de paracas porém eu quero conhecer lima e Cusco também … rsrsrsrsrs
    Você poderia me dizer qual melhor forma logisticamente ?
    Obrigado !
    E parabéns !

  2. Oi, gente! Estava pensando em ir ao Peru em fevereiro, mas fiquei receosa por causa do regime de chuvas. É a unica época que eu vou poder viajar esse ano, então não sei se é besteira de insistir em viajar pra lá. Alguém tem alguma opinião sólida sobre isso?

    1. Clarissa, nunca estive lá nessa época, mas tenho um amigo de Cusco que já me disse que não há problema em ir nessa época. Enfim, é arriscar um pouco, mas você se beneficia dos preços da baixa temporada e por estar mais vazio..

      Abraços

  3. Antes de mais nada gostaria de parabenizá-lo pelo excelente artigo. Muito boa informação. Estarei no Peru entre janeiro e fevereiro para visitar Machu Picchu e não decidi qual montanha subir, Huayna Picchu ou a montanha de Machu Picchu. Gostaria de saber a diferença entre as duas.

    Poderiam me ajudar? Obrigado.

    1. Olá, Eimi posso te ajudar..

      Pessoalmente não importa qual das montanhas prefira subir porque, de cima, de ambas poderás ver Machu Picchu. Poderá contemplar belas paisagens e viver experiências inesquecíveis. Algumas diferenças entre elas:

      Com relação a Huayna Picchu, para subir esta montanha é necessário um bom condicionamento físico, pois é um caminho muito íngreme. A subida demora de 45 a 60 minutos e para subir a montanha há dois horários de entrada: o primeiro grupo sai às 7h e o segundo, às 10h. Há também um limite de acesso de 400 pessoas por dia, 200 em cada grupo.

      Quanto à montanha de Machu Picchu, é talvez o lugar menos visitado de todo o complexo de Machu Picchu. O caminho é menos íngreme e perigoso. Também existem horários: o 1º grupo é das 7-8h e o 2º, das 9-10h. Só há 800 lugares por dia divididos em 2 grupos de 400.

      Parabéns pelo blog, abraços..

  4. Olá,

    Adoro o blog de vocês! Queria saber se poderiam me ajudar com duas coisas…
    Vou ao Peru em Setembro e com a alta do dollar queria saber se vocês viram casas de cambio em cusco que trocam real direto para soles?
    Também gostaria de saber se vocês conhecem aquele site que troca moedas entre viajantes?
    Obrigada

  5. Algum pode me informar o valor de passagens para 2 adultos e uma criança de São Paulo P/ Lima Peru? Estou planejando minha viagem para Dezembro.

  6. Gente, fantastico! Muito boa a viagem, tivemos sorte em nao pegar chuva.Acho q pq fomos bem no comecinho do mes. Mas como todos dizem é verdade, chove mesmo.Então se tiverem oportunidade, deixem pra ir depois, e aproveitem ao maximo.
    Abs

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.