Tags:
Atlas: Jodhpur, Rajastão, Índia

O que fazer em Jodhpur, a cidade azul do Rajastão

Como de costume, nossa primeira atividade em Jodhpur foi brigar com motoristas de tuk-tuk até conseguir um que topasse nos deixar no lugar aonde queríamos ir por um preço no mínimo justo. Na Índia, preferimos viajar sem reserva de hotel, pois parece mais fácil conseguir barganhas em quartos perambulando pelas ruas do que procurando na internet.

Por isso, sempre escolhemos um ponto da cidade que pareça ter muita oferta de quartos e restaurantes e pedimos para os nossos queridos tuk-tuk drivers nos levarem até lá. O problema é que eles querem por que querem que a gente fique nos hotéis que pagam comissão para eles – e consequentemente cobram mais da gente. Por isso é sempre uma briga.

Vista de Jodhpur, Índia

No caso de Jodhpur, queríamos descer na Torre do Relógio. Pouco sabíamos do lugar além do fato de que há muitas guest houses marcadas no mapa em volta dele. O motorista brigou, parou na porta de um hotel, disse que não era possível chegar na tal torre de tuk-tuk (eles falam muito isso quando não querem te levar a algum lugar. Não acredite), mas por fim conseguimos descer lá.

Torre do Relógio de Jodhpur

Não demorou nem dois minutos para percebemos que tínhamos escolhido o lugar certo. Eu já bati na tecla de que o Rajastão é tudo que o turista espera encontrar na Índia. Em Jodhpur não tem camelos, elefantes ou encantadores de serpentes, mas todo o caos está bem ali, nos arredores da torre do relógio. Um caos encantador, acredite!

Torre de Jodhpur, Índia

Em volta da construção de ares ingleses, um mercado vibrante e colorido funciona de segunda à segunda. De roupas a especiarias, de incenso a bijuterias, brinquedos e frutas, tudo é vendido ali, entre os gritos dos comerciantes, bicicletas, tuk-tuks, vacas, cachorros, compradores e turistas.

Mercado de rua em Jodhpur

Se você estiver por ali, aproveite para saborear talvez um dos melhores Makhania lassi – uma bebida feita de manteiga, iogurte e açafrão – de toda a Índia (o Lonely Planet disse e o Rafa confirma). A lojinha é modesta e fica ao lado de uma das entradas principais do mercado, mas se gaba de produzir as bebidas que ficaram famosas mundialmente. Ao redor da torre, existem outras lojas de lassi, mas se você faz questão de provar o original, o lugar é esse aqui:

Loja de lassi em Jodhpur, Índia

Loja de lassi em Jodhpur, Índia

O Forte de Jodhpur

Principal atração da cidade, o Forte Mehrangarh se ergue de forma imponente sobre toda a região, oferecendo uma vista incrível, tanto durante o dia quanto à noite, quando as luzes se acendem por algumas horas.

Forte de Jodhpur, na Índia

A construção está localizada cerca de 120 metros acima das casas e é uma das mais impressionantes de todo o Rajastão. Para entrar é preciso pagar uma taxa de 300 rúpias (R$11), incluindo permissão para tirar fotos e audioguide. Lá do alto, é possível ter as melhores vistas de Jodhpur e entender porque a cidade recebe o título de Blue City.

Forte de Jodhpur, Índia

Jodhpur, na Índia

Outras Atrações

A cerca de 5 minutos de caminhada do forte está o Jaswant Thada, um memorial construído em homenagem ao Marajá Jaswant Singh II. Feito de mármore branco e cercado por um tranquilo jardim e por ótimas vistas da cidade, o lugar vale uma visita apenas se você já está por ali mesmo. A entrada custa 30 rúpias (RS1,10).

O Umaid Bhawan Palace, localizado 3km ao sul da cidade, funciona como hotel, museu e residência do Marajá. O museu (50 rúpias – R$1,80), exibe fotos e objetos de decoração do palácio. A visita não é tão interessante, mas pode ser um bom passeio se você tem mais dias na cidade e não sabe o que fazer com eles.

Artista de rua em Jodhpur, Índia

Informações sobre Jodhpur

Como chegar

Há ônibus para Jodhpur saindo de todas as principais cidades do Rajastão e também de Delhi. Para uma viagem mais confortável (mas nem tanto assim), é possível agendar lugares em ônibus sleeper e sitter de agências privadas. Partindo de Udaipur, pagamos 170 rúpias (R$6) e seguimos para Jaisalmer.

Quantos dias ficar

Com uma noite e dois dias é possível ver tudo sem correria.

Onde ficar em Jodhpur

A região da Torre do Relógio tem várias opções de hotéis e restaurantes. Fique nessa área. Veja uma lista com opções de hospedagem aqui.

Vai viajar? O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável nas férias. Não fique desprotegido na Índia. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício para o país – e com cupom de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

7 comentários sobre o texto “O que fazer em Jodhpur, a cidade azul do Rajastão

    1. Jéssica, a Índia sempre exige mais atenção das mulheres que viajam sozinha, mas Jodhpur não é especialmente insegura em comparação a outras partes do país.

      Abraços!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.