fbpx
Tags:
Atlas: Bangkok, Tailândia

Khao San Road: o que fazer no gueto dos mochileiros em Bangkok

Famosa por ser um pequeno antro de festas intermináveis, que se popularizou por ser cenário de produções hollywoodianas como “Se Beber Não Case 2”, a Khao San Road faz parte da experiência de qualquer viajante em Bangkok, mochileiro ou não. Repleta de bares, restaurantes, cadeiras de massagem em plena calçada, barraquinhas, 7-elevens, galerias que levam a outras ruas, cacarecos e gente do mundo inteiro, essa rua icônica consegue transformar o caos em atração turística. Veja agora algumas dicas do que fazer na Khao San Road. 

Leia também: 
O que fazer em Bangkok
Como se locomover em Bangkok

A história da Khao San Road

Tudo começou meio que sem querer, no distante ano de 1982. Foi quando o governo da Tailândia planejou uma série de eventos para comemorar os 200 anos de Bangkok. Além de marcar essa data importantíssima para os tailandeses de uma forma especial, esses eventos causaram um tremendo impacto na indústria do turismo – a Tailândia nunca tinha visto tanto gringo.

O centro cultural e turístico de Bangkok ficava nos arredores do Grande Palácio Real, de frente para o rio Chao Phraya. Boa parte dos turistas resolveu ficar por lá mesmo. Mas e quem não tinha dinheiro para pagar as diárias dos hotéis dessa região, fez o quê? Bom, a 20 minutos do Palácio ficava uma típica área residencial de Bangkok, com casas e mercadinhos de rua. A saída encontrada pelos mochileiros foi alugar quartos vagos nas casas de tailandeses.

Não é difícil perceber como os mochileiros que desembarcaram na Tailândia durante a década de 1980 tiveram uma experiência e tanto. Enquanto a maioria dos gringos ficava em hotéis luxuosos na beira do rio, eles estavam nas casas dos tailandeses, profundamente conectados com a cultura local. Vários desses viajantes se apaixonaram pela Tailândia. Há quem diga que alguns deles resolveram não voltar para casa e podem ser encontrados nas ruas da Tailândia até hoje.

Khao San Road Bangkok

Foto: Wikimedia Commons, autor não identificado

A rua dos mochileiros de Bangkok

Pelo menos uma dessas ruas nunca mais foi a mesma: a Khao San Road. Por mais que mochileiros gastem pouco, uma centena deles gasta muito. A ponto de mudar completamente a cara de um bairro residencial. Diz a Wikipédia que o nome da rua significa algo “mercado de arroz”, em referência ao tipo de coisa que você poderia comprar lá antes de 1982.

Três décadas depois, na Khao San Road você encontra de tudo: artesanato, roupas, massagens, cervejas, shows eróticos, diplomas de Harvard e crachás da CIA, os dois últimos falsificações baratas, claro. Por falar em baratas, na Khao San ficam várias barraquinhas que vendem essas, digamos, iguarias turísticas – espetinhos de baratas, escorpiões, lesmas…

Sabe aquela imagem de que Bangkok é um caos? Isso provavelmente vem da Khao San Road. E a culpa, claro, é dos gringos. Filmes como “Se beber não case 2” e “A Praia” ajudaram a espalhar essa ideia, dando a entender que Bangkok é tão caótica quanto Khao San parece ser, enquanto o jornalismo de viagem, a literatura e a publicidade também fizeram sua parte: a  Khao San Road passou a ser chamada de “o lugar para desaparecer” ou “uma pequena rua que guarda os maiores sonhos do mundo”. Poético, não?

The Hangover Part IIImagem: Se Beber Não Case, 2. Reprodução

Com tudo isso em mente, acho que você já percebeu o óbvio – se você passar por Bangkok, muito provavelmente vai visitar a Khao San Road, que hoje virou a rua mais turística da cidade, com uma concentração de hotéis altíssima, além de vários bares e restaurantes.

E por mais que a Khao San tenha virado um dos maiores guetos mochileiros do mundo, hoje é possível encontrar por lá bons hotéis 3 estrelas, para quem não é um viajante tão econômico assim (atualmente viajantes econômicos mesmo – ou seja, completamente pobres – acham opções mais em conta a alguns quarteirões de distância).

Khao San Road: ame ou odeie

Se você procura uma experiência tailandesa por essência, tenha em mente que a Khao San Road não pode te oferecer isso. A não ser que você ache uma máquina do tempo e volte ao passado.

Hoje, a Khao San é essencialmente turística. Isso significa que quase todas as pessoas que você encontrará por lá são estrangeiras, exceto os tailandeses que trabalham no local. Mas isso não significa que seja uma experiência ruim – de forma geral, o Mochilistão, esse país onde moram os mochileiros, rende boas experiências e memórias.

Eu acho que a área é muito mais interessante durante a noite, quando vários bares e restaurantes tocam música ao vivo e oferecem diversas promoções, do que durante o dia, quando camelôs dominam a região.

Khaosan Road, Bangkok

Foto: Michal Dokoupil, Wikimedia Commons

O que fazer na Khao San Road

Você pode contratar guias e atividades na Khao San e arredores e em toda Bangkok. Aqui tem uma excelente lista de passeios para serem agendados com antecedência. Veja algumas sugestões abaixo:

 

 

1. Onde comer na Khao San Road

No Happy Hour, diversos bares oferecem preços especiais nas bebidas, estilo 2 por 1. Alguns bares e restaurantes que valem a pena visitar na Khao San Road e região são:

Konichipan

Uma padaria que oferece uma enorme variedade de pães e bolos, ideal para tomar café da manhã. (Endereço: 183 Chakrabongse Rd, Talat Yot, Phra Nakhon).

Tom Yum Kung

Especializado na sopa Tom Yum Kung (não por acaso, o nome), esse restaurante é um dos favoritos do local e serve, além dessa sopinha de camarão, outros pratos tradicionais da comida tailandesa. Cuidado, é bem picante. (Endereço: 9 Khaosan Rd, Taladyod Phra Nakhon).

Lucky Beer

Um bom lugar para beber que não vai te deixar de estômago vazio. Além das cervejas baratas, o Lucky Beer serve comida local e porções. (Endereço: 181 Khaosan Rd, Khwaeng Talat Yot, Khet Phra Nakhon, Krung Thep Maha Nakhon).

Mulligan’s 

Cansado de comida condimentada? Então corre pro Mullingan’s, um pub irlandês que vai te servir algumas coisas menos estranhas ao nosso paladar, como batata e peixe frito. Mas, se quiser, tem comida asiática também. (Endereço: 265 Khaosan Rd, Talat Yot, Phra Nakhon).

Susie Wong’s Beers and Buns

Uma parada para um lanche rápido acompanhado de uma cerveja. Um bom lugar para comer se você não quer perder muito tempo sentado em um restaurante. (Endereço: 108, 5-6 Khaosan Rd, Taladyod, Phra Nakhon).

Leia também: Onde comer em Bangkok

2. Experimentar os famosos espetinhos de insetos

Não se enganem, os espetinhos de insetos da Khao San Road são apenas para turistas. Embora alguns insetos, como o bicho da seda, sejam usados como tira-gosto no interior do país, escorpiões e baratas jamais fizeram parte do cardápio dos tailandeses e eles, inclusive, acham a ideia grotesca. Mas, por algum motivo, as pessoas gostam tirar fotos com um espetinho de escorpião, então os vendedores da Khao San vendem.

O preço é um pouco salgado, e mesmo só para tirar foto, sem comer, você paga uma taxa.

3. Receber uma massagem tailandesa

A Khao San Road é repleta de postos de massagem, tanto as que funcionam dentro de prédios e galerias, quanto as cadeiras que ficam expostas no meio da rua – essa é, em geral, a opção mais barata. Por ali, dá para fazer uma tradicional massagem tailandesa (seca e por cima da roupa), massagem com óleos diversos e massagens nos pés, a famosa reflexologia. Os preços costumam ser bem baixos, variando entre 250 e 300 baht, dependendo do tipo da massagem e da duração da sessão.

4. Fish Spa

Se você não curte muito ser tocado por pessoas desconhecidas, pode tentar aquele famoso spa de peixes, basta colocar os pés nos tanques e deixar os peixinhos fazerem o trabalho, retirando a pele morta dos seus dedões. Em tese, a atividade foi criada para ajudar pacientes com psoríase, uma doença de pele, mas não existe nenhuma confirmação científica de que há eficácia no tratamento, mas o spa acabou virando uma experiência comum entre viajantes da Tailândia e do resto do Sudeste Asiático.

5. Provar a comida de rua de Bangkok

Além dos exóticos espetinhos, dá para provar a autêntica comida de rua tailandesa na Khao San: Pad Thai, sopas, espetinhos com molho agridoce, milho assado, frutas frescas, folha de banana grelhada com arroz, salada de mamão verde, mango sticky rice e outras iguarias.

Se você estiver hospedado ali por perto, essa é uma boa opção de jantar barato, gostoso e bem típico: é muito comum que os tailandeses optem por comida de feira e barraquinhas na hora do jantar.

Pad Thai, comida de rua na Tailândia

Algumas opções são menos tradicionais, como as panquecas com nutella, sorvetes, sucos de laranja e água de coco. Para mais opções de lugares, veja nosso guia de onde comer comida de rua em Bangkok.

6. Fazer as famosas tranças da Khao San Road ou uma tatuagem de rena

Acordou com vontade de mudar o visual? Então corre para a Khao San! Esse é mais uns dos mistérios bizarros que o turismo na Khao San Road criou: por algum motivo, há diversas pessoas que trabalham na rua fazendo tranças coloridas nos cabelos dos viajantes. Por um precinho camarada, tranças e dreads coloridos. Se você não tem muita certeza do que quer, peça um fake dread para experimentar.

Outra ideia para dar aquele tapa no visual, ainda que provisoriamente, é fazer uma das tatuagens de rena – também com vendedores que colocam a cadeirinha no meio da rua. Escolha um desenho, o lugar e deixe o artista trabalhar.

7. Comprar badulaques diversos nas barraquinhas

De carteiras da CIA, diplomas de Harvard a camisetas fresquinhas e com estampas descoladas, é possível comprar de praticamente tudo na Khao San Road. Esse é um bom lugar para garantir alguns souvenires baratos para levar pra casa, ou torrar alguns bahts com quinquilharias diversas. Uma boa ideia são as blusinhas com marcas das cervejas tailandesas, tiger balm (uma pomada que os tailandeses usam para absolutamente tudo, mas que é muito boa contra insetos) e bijuterias.

8. Songkran, o festival da água da Khao San Road

Lá para o meio de abril, um dos meses mais quentes do ano, a Khao San se torna palco de um festival bastante inusitado. O lugar se enche de pessoas portando armas de água e entrando no modo video game para abater molhar os oponentes o máximo possível.

É verdade que a brincadeira acontece em vários bairros de Bangkok, mas por já ser uma zona louca por natureza, a Khao San Road recebe atenção especial dos soldados. Para participar, basta comprar a arminha com algum dos vendedores ambulantes. Lembre-se de usar roupas que possam molhar, proteger os olhos com óculos escuros e fechar bem a boca quando sofrer qualquer ataque, afinal a água utilizada não é potável.

Outro lugar para fazer parte da guerra de pistolas d’água é a área de Pat-Pong, no distrito de Silom.

9. Perca-se nas passagens secretas

Entre as lojas e galerias de Bangkok estão pequenas passagens secretas que te levam para as outras ruas da região, como a Rambuttri e Chakrabongsee. O legal é que, se você não conhece a área, pode ficar um pouco perdido, sem saber onde foi parar, ou encontrar um cantinho novo que você nunca tinha reparado. Algumas dessas passagens estão registradas no Google Maps e ele vai indicá-las como seu caminho (por isso, não ache que o aplicativo está louco se ele te pedir para atravessar um restaurante. Outras são mais secretas, envolvem subir escadas e se meter no meio de galerias.

10. Visitar um templo budista

Você acha que a Khao San é só festa? Que nada! Em Bangkok, qualquer lugar é lugar para um templo budista. Entre a rua e a Rambutri, há um pequeno complexo chamado Wat Chanasongkhram, bem pouco turístico e muito utilizado pelos moradores da cidade que querem fazer suas orações e deixar oferendas no meio do dia.

Devo me hospedar na Khao San Road?

Já fiquei a 10 minutos de caminhada de lá e não me arrependi. A verdade é que essa é uma área central, de fácil deslocamento para locais interessantes, como o Grande Palácio Real, o Templo do Buda Reclinado e o Templo do Amanhecer.

Se resolver se hospedar lá (e dormir estiver nos seus planos), apenas verifique se o hotel tem proteção acústica. Caso contrário, procure um hotel que não seja voltado para a Khao San Road. Por outro lado, se o que você quer é que os dias acabem em festa, então a Khao San é definitivamente seu lugar, afinal os bares mais badalados estarão a poucos minutos do seu hotel.

Hotéis próximos da Khao San Road

Há também outros bairros com ótimas opções de hospedagem em Bangkok. Veja nosso guia de Onde ficar em Bangkok.

*Imagem destacada: Mr. Bullitt, Creative Commons


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários sobre o texto “Khao San Road: o que fazer no gueto dos mochileiros em Bangkok

  1. Esse ano quero fazer uma viagem para Tailândia saindo de São Paulo, estou a procura de uma pessoa que seja astral, espírito de aventuras para poder realizar essa viajem. Acredito que tudo se torna mais fácil em boa companhia, além de mais seguro, quero visitar os templos budistas e dependendo do tempo ir a Bali, me escrevam para combinar tudo, estou vendo passagem e pretendo embarcar até dezembro no maximo, tenho flexibilidade de datas.

  2. Rafagel…. Adorei o post. Ainda não conheço Bangkok, mas já posso sentir que o caos é algo compreensível e suportável quando se olha de perto. Gostei de entender um pouco o sentido da rua e tal!

    Parabéns!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.