Tags:
Atlas: Bangkok, Tailândia

Khaosan Road, gueto dos mochileiros em Bangkok

Tudo começou meio que sem querer, no distante ano de 1982. Foi quando o governo da Tailândia planejou uma série de eventos para comemorar os 200 anos de Bangkok. Além de marcar essa data importantíssima para os tailandeses de uma forma especial, esses eventos causaram um tremendo impacto na indústria do turismo – a Tailândia nunca tinha visto tanto gringo.

O centro cultural e turístico de Bangkok ficava nos arredores do Grande Palácio Real, de frente para o rio Chao Phraya. Boa parte dos turistas resolveu ficar por lá mesmo. Mas e quem não tinha dinheiro para pagar as diárias dos hotéis dessa região, fez o quê? Bom, a 20 minutos do Palácio ficava uma típica área residencial de Bangkok, com casas e mercadinhos de rua. A saída encontrada pelos mochileiros foi alugar quartos vagos nas casas de tailandeses.

Não é difícil perceber como os mochileiros que desembarcaram na Tailândia durante a década de 80 tiveram uma experiência e tanto. Enquanto a maioria dos gringos ficava em hotéis luxuosos na beira do rio, eles estavam nas casas dos tailandeses, profundamente conectados com a cultura local. Vários desses viajantes se apaixonaram pela Tailândia. Há quem diga que alguns deles resolveram não voltar para casa e podem ser encontrados nas ruas da Tailândia até hoje.

Khao San Road Bangkok

Foto: Wikimedia Commons, autor não identificado

Pelo menos uma dessas ruas nunca mais foi a mesma: a Khaosan Road. Por mais que mochileiros gastem pouco, uma centena deles gasta muito. A ponto de mudar completamente a cara de um bairro residencial.  Diz a Wikipédia que o nome da rua significa algo “mercado de arroz”, em referência ao tipo de coisa que você poderia comprar lá antes de 1982. Três décadas depois, na Khaosan Road você encontra de tudo: artesanato, roupas, massagens, cervejas, shows eróticos, diplomas de Harvard e crachás da CIA, os dois últimos falsificações baratas, claro. Por falar em baratas, na Khaosan ficam várias barraquinhas que vendem essas, digamos, iguarias turísticas – espetinhos de baratas, escorpiões, lesmas…

Sabe aquela imagem de que Bangkok é um caos? Isso provavelmente vem da Khaosan Road. E a culpa, claro, é dos gringos. Filmes como “Se beber não case 2” e “A Praia” ajudaram a espalhar essa ideia, dando a entender que Bangkok é tão caótica quanto Khaosan parece ser, enquanto o jornalismo de viagem, a literatura e a publicidade também fizeram sua parte: a  Khaosan Road passou a ser chamada de “o lugar para desaparecer” ou “uma pequena rua que guarda os maiores sonhos do mundo”. Poético, não?

The Hangover Part II

Com tudo isso em mente, acho que você já percebeu o óbvio – se você passar por Bangkok, muito provavelmente vai visitar a Khaosan Road, que hoje virou a rua mais turística da cidade, com uma concentração de hotéis altíssima, além de vários bares e restaurantes. E por mais que a Khaosan tenha virado um dos maiores guetos mochileiros do mundo, hoje é possível encontrar por lá bons hotéis 3 estrelas, para quem não é um viajante tão econômico assim (atualmente viajantes econômicos mesmo – ou seja, completamente pobres – acham opções mais em conta a alguns quarteirões de distância).

Khaosan Road: gostar ou odiar?

Se você procura uma experiência tailandesa por essência, tenha em mente que a Khaosan Road não pode te oferecer isso. A não ser que você ache uma máquina do tempo e volte ao passado. Hoje, a Khaosan é essencialmente turística. Isso significa que quase todas as pessoas que você encontrá lá são estrangeiros, exceto os tailandeses que trabalham no local. Mas isso não significa que seja uma experiência ruim – de forma geral, o Mochilistão, esse país onde moram os mochileiros, rende boas experiências e memórias.

Eu acho que a área é muito mais interessante durante a noite, quando vários bares e restaurantes tocam música ao vivo e oferecem diversas promoções, do que durante o dia, quando camelôs dominam a região. O que leva a mais uma pergunta…

Khaosan Road, Bangkok

Foto: Michal Dokoupil, Wikimedia Commons

Devo me hospedar na Khaosan Road?

Nós ficamos a 10 minutos de caminhada de lá e não nos arrependemos. A verdade é que essa é uma área central, de fácil deslocamento para locais interessantes, como o Grande Palácio, o Templo do Buda Reclinado e o Templo do Amanhecer. Se resolver se hospedar lá (e dormir estiver nos seus planos), apenas verifique se o hotel tem proteção acústica. Caso contrário, procure um hotel que não seja voltado para a Khaosan Road. Por outro lado, se o que você quer é que os dias acabem em festa, então a Khaosan é definitivamente seu lugar, afinal os bares mais badalados estarão a poucos minutos do seu hotel.

Há também outros bairros com ótimas opções de hospedagem em Bangkok. Detalhes aqui.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e importante em qualquer viagem. Na Tailândia, onde as coisas são bem diferentes em relação ao Brasil, ele é indispensável. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.

*Imagem destacada: Mr. Bullitt, Creative Commons


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

8 comentários sobre o texto “Khaosan Road, gueto dos mochileiros em Bangkok

  1. Esse ano quero fazer uma viagem para Tailândia saindo de São Paulo, estou a procura de uma pessoa que seja astral, espírito de aventuras para poder realizar essa viajem. Acredito que tudo se torna mais fácil em boa companhia, além de mais seguro, quero visitar os templos budistas e dependendo do tempo ir a Bali, me escrevam para combinar tudo, estou vendo passagem e pretendo embarcar até dezembro no maximo, tenho flexibilidade de datas.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.