Praia de Moreré, Bahia: conheça a charmosa vila na Ilha de Boipeba

A Praia de Moreré é, sem dúvida alguma, a praia mais famosa da Ilha de Boipeba, na Bahia. E não é difícil entender porque: águas clarinhas naquele lindo tom de azul, areia branca e fininha, barraquinhas rústicas e palmeiras para completar a paisagem.

Ah! E as piscinas naturais de Moreré também contribuem para fazer dela uma das mais praias desejadas do Brasil.

Em tupi, Moreré significa “acará-disco”, um peixe que costuma dar as caras na região. Em português, o nome remete a um paraíso de atmosfera tranquila, muito por causa do charmoso vilarejo que se estende ao redor da praia que, ao contrário da vizinha Morro de São Paulo, ainda preserva o clima autêntico e pacato de uma vila de pescadores, o que atrai muitos viajantes em busca de uma viagem mais roots.

Nessa guia completo de Moreré, você encontra tudo que você precisa para planejar sua viagem, com dicas de transporte, hospedagem, restaurantes e principais atividades para fazer em Moreré.

Onde fica Moreré

A Praia de Moreré fica na Ilha de Boipeba, a cerca de 5 km de Velha Boipeba, que é o centrinho turístico da ilha e onde a maior parte das pessoas escolhe se hospedar.

A Ilha de Boipeba pertence ao município de Cairu, no sul da Bahia, e está do ladinho da Ilha de Tinharé, que é onde fica Morro de São Paulo.

Como ir para Moreré, na Bahia

O trajeto para chegar em Moreré vai depender de onde você sai. Você pode chegar em Moreré saindo de Salvador, Valença, Morro de São Paulo ou Velha Boipeba. A maior parte das pessoas passa por Velha Boipeba primeiro, mas isso não é necessário. Você pode seguir direto para Moreré se esse for o seu objetivo.

Veja agora como chegar em Moreré partindo de cada um desses lugares.

Como ir de Salvador

Há duas formas de chegar em Moreré saindo de Salvador:

  • Pegando um catamarã no Terminal Turístico Marítimo (Av. Da França s/n – Comércio – atras do Mercado Modelo) até Morro de São Paulo. Esse trajeto tem duração de aproximadamente 2h. De lá, você pode pegar uma lancha até Moreré, uma viagem que dura cerca de 1h.
  • Pegando um barco ou catamarã do Terminal Turístico Marítimo até Bom Despacho, na Ilha de Itaparica. Esse trajeto dura aproximadamente uma hora. De lá, é preciso pegar um ônibus da Viação Cidade Sol até Valença. Se preferir poupar tempo, um táxi faz esse trajeto por cerca algo entre R$ 160 e R$ 200. De Valença, você terá que pegar uma lancha até Velha Boipeba (R$ 50) e seguir o trajeto conforme eu explico abaixo.

Como ir de Velha Boipeba

Você pode chegar em Moreré caminhando, de barco, ou com um quadriciclo, de trator com jardineira. O trajeto de Velha Boipeba até Moreré é de cerca de 5 km, se você for pela praia, sem parar, deve ter demorar entre 1h30 e 2h para chegar. De quadriciclo, o trajeto entre Moreré e Velha Boipeba dura 20 minutos.

  • O trajeto a pé é bem bonito e agradável, você quase não percebe que está caminhando e pode parar no meio do caminho para dar um mergulho, tomar uma água de coco ou descansar. Mas atenção: só dá pra fazer isso com a maré baixa, porque em determinado momento você precisará atravessar o rio no finalzinho da Praia da Cueira. Caso contrário, pegue um barco “lotação” um quadriciclo ou um trator para te levar até lá.
  • Também é possível fretar um barco, mas essa é a opção mais cara, saindo por cerca de R$ 250.
  • Existem dois pontos de quadriciclo em Velha Boipeba. Ali, você pode combinar a corrida para Moreré e outras praias da ilha. O Ponto da Tiririca para Moreré (R$ 25) e o Ponto do Ribeirinho para Moreré (R$ 30). Cada quadriciclo pode levar até duas pessoas.
  •  O trator com jardineira sai do ponto de trator de Velha Boipeba, na Rua do Tiririca, e custa R$ 10 por pessoa, mas é preciso esperar juntar cinco passageiros para sair. É possível fretar um trator também, por R$ 150 para até seis pessoas ou R$ 250 para até 15.

Como ir de Morro de São Paulo

Há lanchas e 4×4 saindo de Morro de São Paulo direto para Velha Boipeba e Moreré. Esse traslado, no entanto, precisa ser arranjado com agências locais. Essa escolha de trajeto só é recomendada se você quiser passar uns dias em Moro de São Paulo antes, já que certamente será a opção mais cara.

Você também pode contratar um passeio de Volta a Ilha em Morro e ficar em Boipeba no fim do dia. Dá para fazer essa excusão a partir de Morro de São Paulo aqui. Para chegar em Morro, veja essa opção de transfer saindo de Salvador.

Leia também: O que fazer em Morro de São Paulo: Guia completo

Dicas práticas de viagem para Moreré

  • Não há caixas eletrônicos em Moreré e em toda a ilha de Boipeba. Muito menos agências bancárias. Saque dinheiro antes de ir, pois se precisar, terá que ir para Valença ou Morro de São Paulo.
  • Apesar disso, os lugares aceitam cartão e pix, mas não confie tanto nessa última opção, já que o sinal de 4G na ilha é pouco confiável. A única operadora que funciona lá é a Vivo. 
  • Wifi está disponível na maior parte dos hotéis, bares e restaurantes e é relativamente boa.

Qual a melhor época para ir a Moreré

A melhor época para visitar a Moreré é na primavera, entre os meses de setembro e dezembro. Nessa época, o período de chuvas dá uma trégua, mas os preços ainda não começaram a subir por causa da alta temporada, que começa depois do natal e vai até o carnaval.

Entre abril e julho ocorre o período de chuvas na Bahia. Porém, esse não chega a ser um impeditivo para a viagem, uma vez que as chuvas tendem a se concentrar em um período do dia. O único inconveniente é que há grandes chances do tempo ficar nublado durante sua estadia, o que prejudica o visual do passeio até as piscinas naturais de Moreré. Nesse caso, você provavelmente não verá o mar azulzinho.

Quantos dias ficar em Moreré

Entre um e quantos dias você quiser. Dá para conhecer tudo em Moreré saindo de Velha Boipeba pela manhã e voltando no fim da tarde, que é o que a maior parte das pessoas faz.

No entanto, essa não é uma viagem para ver coisas, e sim relaxar e ficar tranquilo na praia, apreciando a paisagem. Por isso, você pode passar uma semana e até meses por lá.

Depende da sua disponibilidade e vontade de “largar tudo e fugir para a Bahia”.

O que fazer em Moreré

Como eu disse, a principal coisa pra fazer em Moreré é relaxar. Você pode muito bem passar toda a sua estadia no esquema pousada-praia-pousada. Afinal, é impossível enjoar de uma praia linda como aquela e há outras para conhecer na ilha.

Se você quiser saber quais são as melhores praias da Ilha de Boipeba, recomendo a leitura do post as 7 melhores atrações de Boipeba.

Além disso, há outras atividades que você pode fazer em Moreré.

As piscinas naturais de Moreré

As piscinas naturais de Moreré ficam logo em frente à Praia de Moreré, de modo que é possível vê-las da areia. Apesar disso, você não pode chegar até elas caminhando pelo mar na maré baixa ou nadando. É preciso pegar um barco para chegar até elas.

Para isso, recomendo que você faça o passeio de Volta à Ilha de Boipeba, do qual eu falo aqui embaixo.

Passeio Volta à Ilha de Boipeba

O passeio de Volta à Ilha de Boipeba é o principal passeio da ilha e é a melhor forma de você ter uma visão geral de lá, já que muitos dos locais visitados são difíceis ou caros de visitar por conta própria.

O passeio dura cerca de 8h e custa entre R$ 150 e R$ 200 por pessoa, dependendo da temporada. Ele sai de Velha Boipeba e passa pelas piscinas naturais de Moreré, Bainema, Ponta dos Castelhanos, Cova da Onça, bar de ostra, e outros.

Eu falo mais sobre a Volta à Ilha no post completo sobre Boipeba.

Caminhadas até as praias de Bainema, Cueira ou Castelhanos

A partir de Moreré, você pode caminhar até outras praias da região. A mais próxima é Cueira, a última praia antes de atravessar o rio para quem vem de Velha Boipeba. A partir da entrada da vila, você levará cerca de 20 minutos para chegar lá. Mas lembre-se de fazer isso com a maré baixa.

Praia Ponta dos Castelhanos

Andando até o fim da Praia de Moreré, começa uma pequena trilha de 10 minutos que leva até a praia de Bainema. Essa é outra praia lindíssima, considerada uma das mais bonitas da ilha. Por isso, vale a pena ir até lá para passar o dia.

Essa praia é praticamente deserta e, como está mais afastada, muita gente nem chega a conhecê-la. Há algumas poucas barracas de praia por ali, a maioria bastante rústica.

Já Ponta dos Castelhanos fica depois de Bainema. Você pode chegar até lá caminhando pela faixa de areia, mas esse trajeto também só pode ser feito em maré baixa. Não deixe de provar os famosos pastéis de lagosta com banana das barracas de lá.

Onde se Hospedar em Moreré

Para quem quer passar alguns dias em Moreré, em vez de Velha Boipeba, separei algumas pousadas ali que valem a pena dar uma olhada:

Dicas de hospedagem em Boipeba

Muita gente prefere se hospedar em Velha Boipeba por ter acesso mais fácil e mais infraestrutura. Se esse for seu caso, veja algumas dicas de hospedagem por lá também:

  • Pousada Horizonte Azul: A 30 metros da Praia Boca da Barra, minutos a pé da praia, conta com jardim, decoração rústica e terraço privativo com redes.
  • Villa da Barca: Pousadinha pé na areia, de frente pra praia, mas um pouco distante da vila. Há um bar no local.
  • Pousada Ilha do Encanto: Localizada no centro de Velha Boipeba, é uma pousadinha simples, porém bem muito bem avaliada. Boa para quem quer bom custo/benefício e ficar perto de tudo.
  • Abaquar Hostel: Oferece quartos compartilhados e privativos a três minutos da Boca da Barra. O espaço conta com áreas verdes e um louge para uso comum.
  • Vila da Barra: Pousada beira-mar e próxima à Velha Boipeba, é uma das favoritas entre os visitantes da ilha. Quartos amplos, confortáveis, café da manhã sensacional. Tem opções para casais e famílias.

Onde comer em Moreré

  • Restaurante Brisa e Mar: Logo na entrada da praia, é um dos restaurantes mais famosos de Moreré. Não deixe de pedir a lagosta grelhada ou a moqueca de banana com camarão.
  • Restaurante Da Daluz: Várias opções de comida para quem vai passar o dia na praia, de petiscos a pratos típicos da ilha. Famoso pelo peixe grelhado, o bolinho de aipim e o caldo de camarão.
  • Restaurante Mar e Coco: Um lugar simples, mais afastado da entrada da vila, mas com uma vista sensacional da praia. Famoso pelas moquecas e pela casquinha de lagosta.

O que fazer em Moreré à noite

Por ser uma pacata vila de pescadores, não há muito o que fazer em Moreré à noite. Apesar disso, turistas e moradores locais costumam inventar suas próprias festas nos fins de semana. Elas podem ocorrer em Moreré ou em outros lugares da ilha.

Para descobrir onde será a festa, é preciso perguntar aos moradores locais ou aos outros viajantes que você encontrar por ali. Em geral, as pessoas vão sempre para o mesmo lugar, já que não há muitas opções, e todos os que querem participar são bem vindos.

Avalie este post
Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

Ver Comentários

  • Dizem que Boipeba é Morro de São Paulo antigo de antes da expansão turística. Mas Boipeba também já esta bastante explorada turisticamente. Não que ache isto ruim, pelo contrário. Eu não deixaria de conhecer nenhum deles.

    • É verdade, mas como é um pouco mais difícil de chegar que Morro, acaba que atrasou um pouco essa exploração. Ainda prefiro Boipeba rs

Compartilhar
Publicado por
Natália Becattini

Posts Recentes

Onde ficar em Budapeste: melhores bairros

Escolher o melhor bairro onde ficar em Budapeste não é tarefa complicada: a maior parte das…

2 dias atrás

7 documentos para viajar para o México e passar pela imigração

Este texto é um guia com os documentos necessários para viajar para o México e…

1 semana atrás

O que fazer em Zadar, Croácia: roteiro de 1 a 3 dias

Nesse post, você descobre o que fazer em Zadar em 1, 2 ou 3 dias…

2 semanas atrás

O que fazer em Budapeste: roteiro e pontos turísticos

Budapeste é considerada por muita gente a cidade mais bonita da Europa, e muito disso…

2 semanas atrás

O que fazer em Bruxelas, Bélgica: roteiro de 1, 2 ou 3 dias

Neste texto, você encontra um roteiro completo sobre o que fazer em Bruxelas em 1, …

3 semanas atrás

Gerês, Portugal: O Que Fazer, Como Chegar e Outras Dicas

Neste texto você descobre o que fazer no Gerês, Portugal: como chegar, quando ir, quantos…

3 semanas atrás