fbpx

Onde ficar em Boca Raton: dicas de hotéis

Boca Ratón é uma pequena cidade da Florida, localizada entre Miami e Orlando. Charmosa e bem cuidada, é um refugio de gente endinheirada que quer ter uma vida tranquila junto ao mar. Apesar de também ser agradável e uma excelente parada para compras – com lojas e outlets com preços camaradas, não é nem de longe tão famosa entre os brasileiros quanto as suas vizinhas.

Boca Ratón possui hotéis de grandes redes internacionais, três ou quatro estrelas. Para esse nível de conforto, os valores variam entre R$ 150 e R$ 700 a diária. Se você está indo para lá, não tem muito o que inventar quando se trata de hospedagem: o lugar para ficar é na região central. De lá, você vai ter o deslocamento facilitado para a praia e para as lojas, restaurantes e cafés dessa área da cidade. Para ir aos shoppings e outlets mais distantes, sugiro o aluguel de um carro. Assim como a maior parte das cidades americanas menores, o transporte público não atende bem.

Vai viajar? É essencial contratar um seguro de saúde internacional para viajar para os Estados Unidos, já que os custos hospitalares no país são altíssimos. Leia aqui como achar um seguro com bom custo/benefício e com desconto!

Resort em Boca Raton

 Foto: Divulgação/Boca Beach Club

Onde Ficar em Boca Raton: escolha seu hotel

No centro, o Guest Suites of Boca Raton possui diárias que começam em R$ 155. Melhor localizado ainda é o Best Western, pertinho do parque Mizner e que ainda possui transporte grátis até a praia, que também não está longe. Na mesma rua ficam o Boca Raton Plaza Hotel e Suítes, o Quality Inn e o Boca Inn

Quer ficar de frente para para o mar? Então dá uma olhada no Waterstone Resort and Marina no Boca Beach Club, um resort quatro estrelas da rede Waldorf.

Praia de Boca Raton

E se você quer luxo, sombra e água fresca, pode checar também o Boca Raton Resort and Club, também da rede Waldorf. Esse quatro estrelas possui campos de golfe, piscinas e várias opções de entretenimento e conforto. Para quem busca algo mais no estilo apartamento, com cozinha e sala, uma boa dica é o Residence Inn.

Glades Rd. Boca Raton

Outra opção é ficar ao longo da Glades Rd, uma importante via que atravessa a cidade. Se você estiver de carro, terá acesso rápido a todos os pontos da cidade. Nessa área, uma opção mais em conta é o Hollyday Inn. Já quem quer desembolsar um pouco mais pode ficar no Hilton. O Renaissance fica relativamente perto do aeroporto, assim como o Wyndham Boca Raton Suites, um hotel boutique para quem quer fugir da padronização chata dos hotéis de rede.

As opções duas estrelas são o Extended Stay America e o Ocean Lodge.

Clique aqui para pesquisar entre todos os hotéis de Boca Raton

O 360meridianos tem uma parceria com o Booking.com. Caso você faça a reserva por meio dos links deste post, nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada mais por isso.

Crédito da Imagem destacada: Elfguy (Domínio Público)


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Natália Becattini

Jornalista, escritora e mochileira. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Já chamei muito lugar de casa, mas é pra BH que eu sempre volto. Além do 360, mantenho uma newsletter inconstante, a Vírgulas Rebeldes, na qual publico crônicas e contos . Siga também no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 comentários sobre o texto “Onde ficar em Boca Raton: dicas de hotéis

  1. Fomos à Boca Raton que é muito linda em uma viagem que começou em Miami, depois Key West, Naples, St. Petersburg, Orlando e Cabo Canaveral. Tudo sensacional, mas gostaria de deixar um alerta sobre o Hotel Postcard Inn on the Beach em St. Petersburg – Flórida:

    Hotel péssimo. Além da sujeira nos corredores, escadas, do ambiente em modo geral e do atendimento, tivemos o maior constrangimento já experimentado em nossas vidas.
    No check in, como de costume, fizemos um depósito (que poderia ser em dinheiro ou em cartão) solicitado por eles de U$ 100,00 para possíveis despesas dentro do hotel. Como ficamos 4 dias, no dia em que a despesa ultrapassou o valor do depósito, o responsável pelo hotel foi ao quarto em que meu filho e minha nora estavam hospedados, com dois seguranças truculentos, alegando que estávamos devendo e que, após o pagamento, teríamos que nos retirar imediatamente do hotel. Meu filho então, deixou o cartão de crédito em aberto para fechamento no check out que seria no dia seguinte. Na hora do check out, pedimos um recibo das despesas que foram debitadas no cartão e o fechamento do mesmo. A atendente da recepção informou grosseiramente, que não faria nem uma coisa nem outra e, para nossa surpresa, chamou a polícia.
    Não acreditamos quando vimos um Xerife e seu assistente entrando no hotel por nossa causa…
    Para encurtar a história: O Xerife, após ouvir os dois lados, ordenou à recepcionista que fornecesse o recibo e desculpou-se pelo inconveniente (o Xerife que muito provavelmente esteja acostumado às confusões causadas pelo hotel). Portanto, caso você queira ir para St. Petersburg (St. Pete Beach), escolha ficar em qualquer outro hotel caso não queira correr estes riscos…
    Se este comentário for decisivo para que apenas UM viajante não escolha este hotel já nos sentiremos úteis.
    Obs.: Não tem elevador e caso vc não seja mais tão jovem, a dificuldade com as malas e o piso escorregadio são grandes e o pessoal do hotel fica só olhando o seu incômodo sem o menor embaraço.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.