fbpx
Tags:
Atlas: Brumadinho, Minas Gerais, Brasil

Onde ficar em Inhotim: Brumadinho ou BH? (com preços!)

Onde ficar em Inhotim? Em Belo Horizonte, em Brumadinho, cidade onde está o instituto, ou no meio do caminho, numa casa ou pousada na Serra da Moeda?

A resposta depende do seu roteiro de viagem e seus objetivos. É sobre isso que fala este texto, que é um guia completo de hospedagem em Inhotim, com dicas de hotéis e pousadas confortáveis e também baratas.

Onde se hospedar em Inhotim: as diferenças

A alternativa mais óbvia para quem quer conhecer Inhotim é se hospedar em Belo Horizonte, a 60 quilômetros do museu. Faça isso se você pretende passar apenas um dia em Inhotim. 

Mas se hospedar em Brumadinho mesmo, na cara do museu/parque, pode ser a melhor opção se você pretende dedicar mais de um dia ao Inhotim, o que dispensaria ter que fazer duas vezes o trajeto.

Ficar em Brumadinho é a alternativa para quem gosta muito de arte ou pretende visitar um museu durante um festival, como MECA.

Além disso, há a possibilidade de ficar numa região cênica, que não está pertinho do museu, mas fica no meio do caminho entre Inhotim e algumas cidades históricas, como Ouro Preto, Congonhas e Tiradentes.

Hotéis baratos em BH para visitar Inhotim

Se hospedar em BH é a melhor alternativa se você resolver visitar Inhotim apenas uma vez, no esquema bate-volta.

Nesse caso, é bom saber de onde parte o transporte para o museu. Se estiver sem carro, então você terá duas opções: ir de ônibus, que partem diariamente (menos segundas, quando Inhotim não abre), às 8h15, sempre da rodoviária, que fica no centro da capital.

Ou as vans, que partem no mesmo horário e dias, mas de um hotel da Savassi, por isso mesmo nossa primeira indicação:

  • Hotel Holiday Inn – O hotel mais bem avaliado de BH, com bom custo/benefício, ótima localização e de onde partem vans para Inhotim. O serviço não é exclusivo para hóspedes, mas é preciso reservar seu lugar, pelo telefone 31 3290-9119 ou pelo email inhotim@belvitur.com.br. Diárias a R$ 500.
  • Vivenzo Savassi– Praticamente ao lado do anterior, também uma ótima opção. A localização é muito boa e os preços são mais baratos, o que é uma baita vantagem. Diárias a R$ 250.
  • Ibis BH Savassi – Outro com localização muito boa e bom custo/benefício, mais econômico. Diárias a R$ 250.
  • Ibis Belo Horizonte Liberdade – Uma opção ótima, no meio do caminho entre rodoviária e o ponto de saída das vans, mas também colado com os bares da capital mineira. O melhor desse hotel é que ele fica na Praça da Liberdade, a mais bonita de BH. Diárias a R$ 250.

Inhotim: onde ficar em Brumadinho

Cerca de 350 mil pessoas passam por Inhotim anualmente, gente que ajudou a criar um cinturão de pousadas e hotéis ao redor do parque.

Nesse caso, o ideal é ficar o mais perto da entrada que puder, evitando o deslocamento para Belo Horizonte durante visitas mais longas ao museu.

  • Pousada Verde Villas está a apenas cinco quilômetros da entrada do parque. Diárias a R$ 400.
  • Estrada Real Palace Hotel está a dois quilômetros do Inhotim e tem uma piscina enorme, para ajudar nos momentos de calor. Diárias a R$ 300.
  • Ville de Montagne – Hotel muito bom em Brumadinho e com diárias a R$ 350.

Pousadas baratas em Brumadinho

  • Casa Grande – Opção de hospedagem barata em Inhotim. Diárias a R$ 180.
  • Hostel Hari – Opção barata a menos de 2 km de Inhotim. Diárias a R$ 75 (dormitório) e R$ 150 (quarto duplo).

Onde ficar em Inhotim

Onde ficar em Inhotim: Serra da Moeda e Casa Branca

Estive várias vezes na Serra da Moeda, mas nenhuma delas por causa de Inhotim. É que essa região – e também o lugarejo vizinho, Casa Branca – é repleta de condomínios fechados e pousadas, uma escolha tradicional de fim de semana para o belo-horizontino.

Ficando por ali você achará opções bem mais interessantes e com outros atrativos além do museu.

Não tem sentido ficar ali se o objetivo for apenas facilitar o deslocamento para Inhotim, já que de algumas pousadas o tempo de estrada para o parque é praticamente o mesmo que você gastaria a partir do centro de BH.

Por outro lado, pode valer a pena ficar por ali caso você pretenda seguir para Ouro Preto, Congonhas ou mesmo Tiradentes. 

Onde ficar em Inhotim: os preços

Deu para perceber pelo texto a média de preços das diárias de hotéis:

  • Hotéis bons e centrais em BH por R$ 250
  • Hotéis 4 estrelas em BH por R$ 450
  • Camas em dormitórios de hostel em Brumadinho por R$ 75
  • Pousadas baratas em Inhotim por R$ 150
  • Pousadas mais confortáveis em Inhotim por R$ 350
  • Pousadas e ecoturismo na Serra da Moeda por R$ 350

Os preços sobem durante grande eventos, como o Meca, e em feriados.

Vale a pena alugar um carro para conhecer Inhotim?

Para viagens com mais de duas pessoas, sim. Alugar o veículo pode ficar mais barato do que ir de ônibus ou aplicativo.

Também é melhor ir de carro caso você pretenda se hospedar em Brumadinho, já que em geral as pousadas estão a dois ou três quilômetros do Instituto.

Por fim, o carro ajuda a quem está fazendo um roteiro maior por Minas, permitindo que você siga de Inhotim para Ouro Preto, Congonhas e Tiradentes sem ter que voltar em BH.

Sobre isso, leia o texto “Como alugar um carro no Brasil pagando pouco“.

5/5 - (1 vote)

Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.