Tags:
Atlas: Paris, França

Onde ficar em Paris: dicas de hotéis e melhores bairros

Decidir onde ficar em Paris pode ser tarefa complicada, especialmente se você não tem tantos euros para gastar com acomodações luxuosas. Como uma das cidades mais visitadas do mundo, Paris tem uma grande procura por hospedagem, o que faz com que os preços dos hotéis e hostels sejam bastante salgados. Já quando o assunto é localização, o difícil é errar. Paris tem tantos bairros e regiões interessantes que fica até difícil escolher a melhor. Neste post listamos sete boas escolhas de onde ficar em Paris, mas certamente caberiam mais.

Antes de mais nada, saiba que Paris está dividida em 20 arrondissements ou distritosQuanto menor o número, mais central é a regiãoOlhe a imagem abaixo: os números de 1 a 7 correspondem a parte mais turística e conhecida da cidade, boas opções de arrondissements onde ficar em Paris. Já os números de 12 a 20 são mais afastados. É possível ainda ficar fora dos arrondissements e perto de uma estação de metrô, mas nesse caso você estará definitivamente afastado dos pontos turísticos. O segredo na hora de escolher sua hospedagem é pensar em qual bairro tem a sua cara e conta com hotéis que cabem no seu bolso.

Leia também:
O que fazer em Paris: roteiro completo de 1 a 5 dias na cidade
Veja hotéis com funcionários que falam português em Paris
O que fazer de graça em Paris

Onde ficar em Paris

Imagem: Wikimedia Commons

Onde ficar em Paris: quais os melhores bairros?

Hospedando-se em qualquer uma das regiões citadas acima, você estará muito bem localizado em Paris. Todos os bairros contam com estações de metrô e transporte público, que por sinal é excelente na cidade, supermercados, bares e restaurantes.

O que muda é o estilo e o preço: as áreas mais centrais, como Marais, Champs-Elysées, Quartier Latin e Louvre são mais caras e possuem hospedagem mais sofisticada. Montmartre e Belleville são as principais opções para mochileiros e para quem quer economizar na hospedagem. Preparamos uma pequena descrição de cada um desses bairros para te ajudar na escolha de onde ficar em Paris.

  • Quartier Latin

Onde ficar em Paris: Quartier Latin

Jardim de Luxemburgo

O gueto dos universitários. Esse é o Quartier Latin, uma das mais tradicionais regiões de Paris. É lá que fica a Sorbonne, famosa universidade parisiense, além de várias outras instituições. Ou seja, é uma região jovem, animada e cheia de bistrôs. Um conjunto ideal para quem procura exatamente por essas coisas, principalmente os mais jovens, que vão se sentir em casa. Eu nunca me hospedei no Quartier Latin, mas confesso que já tive vontade. Nas minhas passagens pelo bairro, rolou uma variação daquele sentimento “eu poderia morar aqui”, comum em cidades legais do mundo: “eu bem que poderia estudar aqui”, pensei.

O Quartier Latin está no 5º  e 6º arrondissements, o que significa que tem uma localização central. A parte mais jovem e descolada está no quinto. Uma das atrações mais próximas é o Jardim de Luxemburgo, maior parque da cidade. A Catedral de Notre Dame também não está longe: uns 15 minutinhos de caminhada, dependendo do ponto do Quartier Latin onde você estiver. E ainda tem o Panteão de Paris lá perto.

Encontre hotéis em Quartier Latin

  • Etoile e Champs-Elysées

Onde ficar em Paris: Champs-Elysées

Champs-Elysées

A avenida mais famosa de Paris é mesmo um paraíso. Linda e com o Arco do Triunfo ali pertinho, é plenamente compreensível existir quem só aceite ficar por lá.  Se este for o seu caso, a região que você procura é Etoile. Uma vez ali, você estará do lado de todos os pontos turísticos mais famosos da capital francesa: a Torre Eiffel, a Praça da Concórdia, o Sena… tudo está por perto. A distância exata depende, é claro, do lugar onde você se hospedará nessa região, mas se não for possível ir caminhando pelo menos serão poucas estações de metrô.

É uma região mais agitada e cheia de turistas. Por ser mais próxima daquilo que Paris tem de mais famoso, os hotéis nessa parte da cidade podem ser mais caros.

Encontre hotéis na Champs-Elysées

  • Les Halles e Châtelet

Les Halles é o nome de um antigo mercado que ficava no primeiro arrondissement. O mercado foi demolido, mas o nome acabou designando a região onde ele ficava. De dia essa é uma das partes mais movimentas da cidade, já que a estação Châtelet é uma das mais utilizadas do sistema de transporte parisiense. Sem dúvidas é uma região muito bem localizada onde ficar em Paris.

Mas essa parte da cidade tem a fama de não ser das melhores depois que anoitece, quando fica relativamente vazia e, dizem alguns, até perigosa. Só que o situação real é parecida com a de Montmartre, que explicaremos abaixo: Paris é muito mais segura do que qualquer metrópole brasileira. É preciso ter um pouco de cautela, óbvio, mas em geral não há problema algum. O Museu do Louvre está a menos de 15 minutos do Les Halles e do Châtelet.

Encontre hotéis no Les Halles / Châtelet

  • Palais Royal e Louvre

Onde ficar em Paris: Louvre

Museu do Louvre

O Louvre dispensa apresentações. Mesmo quem não curte tanto museus vai acabar passando por lá, nem que seja só para dar uma espiadinha na Monalisa (vai por mim: não deixe de visitar a ala egípcia. É muito mais legal). Por outro lado, ficar nessa região é uma vantagem óbvia para quem adora museus e pretende passar horas (talvez dias) dentro do Louvre. Ali você também não estará longe de outras atrações. A Praça da Concórdia fica a 15 minutinhos de caminhada, passando por dentro do  Jardins das Tulherias. E uma vez lá você já sabe – a Champs-Elysées está só mais um pouquinho adiante.

Já o Palais-Royal é um palácio que fica no 1º arrondissement e praticamente de frente para o Louvre. Ou seja: se você ficar perto de um, fica do ladinho do outro. E isso significa ficar bem.

Encontre hotéis na região do Louvre / Palais Royal

  • Marais e Île St-Louis

Onde ficar em Paris: Marais

Place des Vosges

Paris já é apontada por muitos como a cidade mais bonita do mundo. Isso mostra o quanto a fama do Marais é importante – há quem diga que essa é a região mais bela da cidade. Fica no 3º e no 4˚ arrondissements, portanto dentro da região central da cidade. Uma pesquisada rápida na Wikipedia e você vai descobrir que esse é o reduto dos judeus que vivem em Paris. E também da comunidade gay.

Encontre hotéis no Marais

O ponto mais conhecido do Marais é o Place des Vosges, a praça mais antiga da cidade. Construída a partir de 1605, chegou a ser residência real e também viu moradores ilustres, tipo o escritor Victor Hugo.  Mas nada disso importa. O legal mesmo é que ela é bonitona, ó:

Cruzando a Pont Marie você chegará a Île St-Louis, uma das duas ilhas do rio Sena dentro da cidade (a outra é a a Île de la Cité, que também fica pertinho e onde está Notre Dame).  Some as palavras “Sena”, “Paris” e “ilha” e você vai perceber que essa também é uma ótima opção.

  • Montmartre

Onde ficar em Paris: Montmartre

Basílica de Sacre Coeur

Quase todo mundo diz que o Montmartre fica fora de mão. Eu discordo: fiquei nessa região todas as vezes que estive em Paris. Pode não ser perto das principais atrações turísticas, mas o metrô de Paris é completíssimo e te leva aonde você quiser. Além disso, você estará pertinho da Basílica de Sacre Coeur, outro cartão-postal muito conhecido da cidade. O Moulin Rouge, tradicional cabaré parisiense, também fica nesse bairro. Desse ponto, uns 20 minutinhos de caminhada e você estará na Opera Garnier. Uma vez lá, olhe só, mais 15 minutinhos e você estará na Praça da Concórdia, com a Champs-Elysées de frente para ela! O legal de cidades como Paris é que as coisas podem até ser distantes, mas entre os pontos A e B tem tantas coisas interessantes que é possível caminhar sem notar o esforço.

Terminado o dia, no Montmartre você vai achar bares, pubs, restaurantes e, claro, cabarés. Apesar da fama nem sempre boa, é uma região segura. Em Paris, seu maior receio deve ser com os batedores de carteira, que estão por todos os lados – das estações de metrô aos pontos turísticos mais badalados (e lotados) da cidade. Quer saber outra coisa muito legal do Montmartre? Esse é o bairro do filme Amelie Poulain.

Outra vantagem do Montmartre é o bem que o bairro faz para o bolso. Lá você vai achar muitas opções econômicas de hospedagem, seja em hotéis três estrelas ou em albergues. Já percebeu meus motivos para ficar lá, né?

Encontre hotéis no Montmartre 

  • Belleville

Parc de Belleville

Já cansou de visitar Paris e queria conhecer outro lado da cidade? Então o Belleville é o seu lugar na hora de decidir onde ficar em Paris! Esse bairro fica no 20º arrondissement, portanto afastado do centro. Mas lembre-se que Paris tem um ótimo metrô e não desista de ficar por lá. A grande vantagem é que essa passa longe de ser uma opção óbvia e turística. Nas ruas do Belleville você vai encontrar verdadeiros parisienses e uma quantidade muito menor de viajantes. Isso acontece porque a grande atração turística do bairro não é tão imperdível assim: o cemitério de Père-Lachaise, onde está enterrada gente fina, elegante e famosa, tipo a a cantora Édith Piaf (que por sinal nasceu no Belleville).

O Belleville é um bairro de imigrantes e trabalhadores que há uns 50 anos tinha fama de violento. Hoje tudo isso é passado – a fama do bairro é só mesmo a de charmoso. Vale dizer que essa é mais uma opção para quem quer conhecer Paris sem gastar rios de euros com hospedagem. O Beautiful City Belleville é um exemplo de hostel excelente com preços difíceis de encontrar na cidade.

Encontre hotéis perto do Belleville

Onde ficar em Paris: os hotéis e hostels que já nos hospedamos

  • Mercure Paris Alesia: hotel 4 estrelas, diárias a partir de 69 euros o quarto duplo. Apesar de fora do centro, no bairro Alesia – 14eme, fica do lado de uma estação de metrô e do tram. Excelente custo-benefício. Nos hospedamos em Julho/2018.
  • Beautiful City Belleville: hostel moderno, bonito e confortável. Quarto partilhado com duas camas e banheiro privativo por €40 euros por pessoa, incluindo café da manhã. Nos hospedamos em Maio/2018
  • Berri Apartment: apartamento do lado da Champs Elysées, localização super-privilegiada. Diária a partir de 148 euros para 4 pessoas (37 por pessoa). Pequeno, confortável e bem montado. Nos hospedamos em Dezembro/2015
  • Perfect Hotel and Hostel: hostel em Montmartre. Simples mas bem limpo – foi completamente reformado desde que estivemos lá. Ficamos no quarto triplo privado que custou na época 27 euros por pessoa, café da manhã incluído. Nos hospedamos em Outubro/2012

Onde ficar em Paris, na França

Foto: shutterstock.com

Onde ficar em Paris: outras opções

Paris não se resume a essas sete opções. Se você preferir fazer o percurso inverso, pode primeiro achar um hotel ou hostel que se adeque ao seu gosto e orçamento, para só depois pesquisar a região onde ele fica. É o caso por exemplo do Mercure Alesia na lista ali em cima, que mesmo sendo um 4 estrelas, fica muito mais barato do que diversas outras opções, só por estar fora do centro – o que não é um problema dada a facilidade do metrô.

Veja todas as opções de Paris fora do centro

Vai fazer mochilão? Então no seu caso pode ser melhor ver uma lista de hostels em Paris. E se tiver alguma dúvida basta deixar um comentário.

Vai para a França?

Paris é incrível. Tão incrível que acaba escondendo as belezas de outras cidades da França – o país vai muito além de sua capital. Você pode curtir alguns dias na cidade e incluir um bate-volta para a fofíssima Rouen, que está a apenas uma hora de ônibus ou trem.

Em seguida, dá ir para o Vale do Loire, por exemplo. Lyon, Sète, e Carcassonne –  uma cidade murada do século 13 – são outras partes lindas do país. Também vale a pena conhecer Biarritz e, olha só, de repente você estará pertinho da fronteira com a Espanha, justo na região do país basco. Saiba como montar um roteiro de viagem de 15 dias pela França (pelo menos) clicando aqui.

Também vale a pena explorar a região da Alsácia, que inclui as belas Estrasburgo e Colmar, na Rota do Vinho. Saiba tudo sobre essa viagem. 

E não se esqueça de que o seguro de viagem é obrigatório na Europa. Veja aqui como comprar seu seguro de viagem com desconto.

O 360meridianos é parceiro do Booking.com. Reservando seu hotel através dos links listados nesse post você ajuda o blog a se manter como um veículo independente e a continuar oferecendo informações e dicas de viagem de qualidade e gratuitas. E você não paga nada a mais por isso.

Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

43 comentários sobre o texto “Onde ficar em Paris: dicas de hotéis e melhores bairros

  1. Estou indo com meu marido para Paris em novembro, ficamos uma semana. Já estive em Paris outras 3 vezes então não estamos no furor dos pontos turísticos 🙂
    Queríamos nos hospedar numa área que não fosse interessante ( claro… ) e que tivesse um entorno com bares e restaurantes. Nós gostamos de sassaricar o dia todo e em geral à noite preferimos um jantar alcançável à pé…
    Será que você pode nos ajudar?
    Marais ou Montparnasse??
    Você acha que esse ap. atende essa nossa maneira de ser?
    Appartement Blanc et Gris
    rue des Vertus, 3e arr., 75003 Paris, France –

    ou esse ?
    Timhotel Odessa Montparnasse
    8, rue d’Odessa, 14th arr., 75014 Paris, France

    Se você tiver um tempinho para nos ajudar serei eternamente grata!!
    Beijos
    Katia

  2. Rafael, boa tarde!
    Olha, estarei em Paris no meio de Outubro e gostaria de uma opinião. Encontrei dois hostels q me interessaram, um é o st. Christopher Gare du Nord e o outro é o Generator Paris, ambos ficam no 10° arrondis… mas gostaria de saber pelo local, qual seria mais interessante, considerando que viajarei sozinha e pode acontecer de voltar ao hostel tarde.

  3. Olá. estou entre dúvida em ficar em um hotel proximo ao metrô Pernety ou próximo ao metrô da bibilioteca françois mitterrand. São lugares seguros?
    Obrigado pela atenção

  4. Boa tarde,

    Talvez não seja o post adequado para a minha pergunta, mas acho que é uma duvida geral. Depois dos atentatos, qual a real situação para o turista? Imagino que as tensões sociais se exacerbaram … Fiquei impressionado com as noticias da Belgica tambem …estou com medo de ir para Europa!

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.