Tags:
Atlas: Puno, Peru

Onde ficar em Puno, Peru: 15 ótimos hotéis

Não gosto de gastar muito com hotel, mas há momentos em que vale quebrar o cofrinho. A hora de escolher onde ficar em Puno é um deles, já que o Titicaca é a grande atração de quem visita essa cidade peruana. Abri as cortinas do quarto e dei de cara com o ele, o lago navegável mais alto do mundo, a quase quatro mil metros acima do nível do mar. Pronto: não tinha localização melhor que aquela. Sendo assim, as melhores opções de hospedagem em Puno ou tem vista para o Titicaca ou são no próprio lago, numa das ilhas que existem por lá – artificiais ou não. Por outro lado, se a grana apertar e não for possível investir nessa opções, não faltam hotéis e hostels baratos no centro de Puno. Mas comecemos pensando na situação ideal: se hospedar de frente para o lago.

Veja também: As torres funerárias de Sillustani, em Puno, no Peru Passeio pelas Ilhas de Uros, em Puno, no Peru

Onde ficar em Puno Peru

Hospedagem em Puno: os hotéis com vista para o Titicaca

Não vou mentir para você, Puno não é a mais bonita das cidades peruanas. Há quem se assuste com a falta de pintura da maioria esmagadora das casas, efeito causado por uma isenção de imposto nos imóveis que ainda não estão finalizados. Mesmo assim, nada de ficar apenas uma noite na cidade. O Titicaca por si só merece dois dias do seu roteiro. E ainda tem as Torres Funerárias de Sillustani, construções pré-incas que ficam numa região lindíssima e a poucos minutos do centro de Puno. Além disso, passar pelo menos dois dias em Puno é fundamental para outra coisa: aclimatação. Muita gente sofre com o mal da altitude.

Veja também: Como diminuir os efeitos do mal de altitude

Há várias opções de hospedagem de frente para o Titicaca:

Peru além de Machu Picchu

Ao escolher ficar num desses hotéis, tenha em mente que você estará longe do centro – coisa de 15 minutos de caminhada. É uma boa se o Titicaca for seu principal alvo de viagem, como era o meu.

Clique e veja mais opções de hospedagem em Puno

Hospedagem nas Ilhas flutuantes de Uros

Ilhas artificiais feitas de junco e que flutuam nas águas do Titicaca, a 15 minutos de barco da cidade. As Ilhas flutuantes dos Uros são uma das principais atrações de Puno – todo mundo dá pelo menos uma passadinha lá, para aprender a história de um povo que escolheu flutuar.

Veja também:Passeio pelas Ilhas de Uros, em Puno, no Peru

Ilhas Flutuantes de Uros, no Peru

O que nem todo mundo sabe é que é possível se hospedar nas ilhas flutuantes. O Uros Aruma Uro é uma das pousadas mais procuradas de Puno, com avaliação muito boa no Booking. Outra opção, também bem avaliada, é o Titikala Uros. Os dois funcionam no esquema quartos privativos (de junco) e banheiro compartilhado. Você vai acordar no meio do Titicaca e ter uma experiência completamente diferente. 

Hospedagem em Taquile, ilha do lago Titicaca

Taquile é uma ilha natural com dois mil habitantes, código de conduta e vestimenta interessantíssimo e que até outro dia estava isolada do restante do Peru, a ponto de ser difícil achar quem falasse espanhol. Isso mudou, inclusive por conta do turismo, mas o lugar ainda conserva suas tradições. Você pode visitar Taquile num esquema bate-volta, já que a ilha está a três horas de barco de Puno. O passeio mais tradicional leva um dia inteiro e passa por Uros, segue Para Taquile e termina em Puno.

Veja também: Passeio pela Ilha Taquile, no Lago Titicaca

Lago Titicaca, Peru

Mas eu fiquei com vontade de fazer mais: se pudesse, eu teria dormido pelo menos uma noite em Taquile. Sabe o melhor? Os preços são convidativos e tudo é no esquema de hospedagem familiar, então você vai conhecer alguns dos moradores de Taquile. No Taquile Sumaq Wasi há quartos duplos por R$ 96. Já o Titicaca Lodging tem quartos com vista para o lago por R$ 196. 

Veja aqui mais opções de hospedagem domiciliar em Taquile

O que eu faria

Se um dia eu voltar em Puno e tiver tempo de sobra, começarei a viagem ficando num dos hotéis com vista para o Titicaca. Como eu disse antes, já fiquei por duas noites no Sonesta Posadas del Inca Puno, mas qualquer opção por ali é válida. De lá seguiria para as Uros, mas não para visitar – gostaria de passar uma noite nas Ilhas Flutuantes, seja no Uros Aruma Uro ou outra pousada. Por fim, eu seguiria para Taquile, para também dormir por lá. Nas pesquisas, meu favorito foi o Titicaca Lodging, mas qualquer opção parece interessante. Esse seria meu roteiro para três ou quatro noites. Não tem esse tempo? Você pode adaptar a ideia, conforme o seu roteiro.

O seguro de viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável em qualquer viagem. Saiba como conseguir um seguro com desconto. Saiba como conseguir a melhor cobertura na América do Sul.

Onde ficar em Puno: opções baratas no centro da cidade

Há vantagens em ficar no centro de Puno, tanto é que a maioria dos hotéis está nessa região, principalmente ao redor da catedral. Você terá preços melhores, mais facilidade de se deslocar a pé e mais restaurantes por perto. Algumas opções:

Por fim, neste link aqui eu flitrei apenas as opções mais baratas de Puno, sejam hostels ou pousadinhas. Não deixe de conferir – achei várias opções de quartos duplos por valores entre R$ 50 e R$ 80. 

Clique e veja mais opções de hospedagem em Puno

Onde ficar em Puno, no Peru

Ao reservar seu hotel pelos links listados aqui, o 360meridianos ganha uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso – e pode até economizar. Essa é uma forma simples de ajudar a manter o trabalho do 360 – e desde já deixamos nosso muito obrigado. 🙂

Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.