Trem das nuvens, trilhos perto do céu na Argentina

Um dos trens mais altos do mundo, o Trem das Nuvens, na Argentina, faz um trajeto incrível a partir da cidade de Salta e passa pelo viaduto La Polvorilla, a mais de 4.200 metros de altura.

A primeira vez que eu ouvi falar do Trem das Nuvens foi em uma reportagem da editoria de turismo de algum portal. O artigo listava algumas das maravilhas do norte da Argentina, uma região pouco explorada pelos brasileiros. O tal trem que deixava a gente mais perto do céu despertou minha curiosidade e eu guardei a informação com carinho na minha bucket list mental.

Quando decidimos que nossa viagem por terras hermanas nos levaria para aqueles lados, eu logo comecei minhas pesquisas para garantir o passeio no roteiro. Mas havia um problema: descobrimos que há anos a ferrovia por onde passa o trem entrou em reforma. E não conseguíamos confirmar se já estava reaberta por nada desse mundo.

Leia também:
Dicas de viagem para Salta e Jujuy
O que fazer em Salta: melhores atrações
Onde ficar em Salta, na Argentina

Trem das nuvens - Salta, Argentina

Foto: Governo da Argentina/Divulgação

Munidos de um punhado de informações truncadas que encontramos na internet – alguns lugares afirmavam que o trem tinha voltado à ativa, outros diziam o contrário – embarcamos para Salta com a esperança de que a sorte sorriria pra gente. O Trem das Nuvens era, sem dúvida, o passeio que mais ansiávamos no norte argentino.

História do Trem das Nuvens, em Salta

Inaugurado em 1948, o Trem das Nuvens servia, inicialmente, para ligar o norte argentino ao porto de Antofagasta, no Chile. Mas com o tempo ele perdeu essas funções menos poéticas e passou a transportar apenas turistas encantados pelas paisagens matadoras que surgem nas janelinhas.

O passeio de ida e volta, a partir de Salta, é uma programação pro dia inteiro: percorre 434 quilômetros em 15 horas de estrada. No trajeto, a locomotiva atinge uma altura de 4.200 metros quando, com sorte, é possível ver nuvens abaixo dos trilhos. Para dar conta de subir esse tanto, os engenheiros que projetaram essa maravilha tiveram que buscar inspiração na natureza.

Estudando o comportamento das cabras, eles desenvolveram um sistema de subida em zigue-zague que pode ser observado em dois trechos do caminho. Um dos pontos mais famosos da viagem é o gigantesco viaduto La Polvorilla, com 64 metros de altura e 224 de extensão, além de montanhas como o Nevado Chañi, o Vulcão Tuzgle, o Nevado Cachi e o Vulcão Llullaillaco (o mesmo das múmias de Salta).

Trem nas Nuvens - La Polvorilla  Trem nas Nuvens - Argentina

Foto: Alicia Nijdam (CC BY-SA 2.0) / Véronique Debord-Lazaro (CC BY-SA 2.0)

O Trem das Nuvens já voltou a funcionar?

Os trilhos pelos quais passa o trem das Nuvens ficaram por anos fechados para manutenção, inclusive durante nossa visita. Não foi fácil esconder nossa decepção quando o dono do hostel nos informou que não seria possível fazer o passeio naquela ocasião.

Desde 2016, no entanto, o trecho próximo a La Polvorilla, que parte da estação de San Antonio de Los Cobres, voltou a funcionar normalmente e já é possível ter a experiência de viajar pertinho do céu.

Trem das Nuvens: preços e horários em 2020

O trem sai da estação de San Antonio de los Cobres às 11h45, todos os dias.

É possível comprar somente as passagens de trem, sem traslado a partir de Salta, por $ 3.250 pesos argentinos em 2020 (53 dólares). San Antonio de los Cobres fica a 160 quilômetros de Salta, o que dá umas 3 horas de carro, caso você esteja planejando fazer o trajeto por conta própria.

É possível comprar os ingressos nos escritório físico localizado na Galería Baccaro, loja nº 33, em Salta, ou pelo site oficial. Se você pretende alugar um carro para ir de Salta a San Antonio de los Cobres, recomendamos o buscador RentCars, que busca entre as principais locadores e te ajudam a encontrar os melhores preços e condições de aluguel.

Traslado com agência

Quem não quiser dirigir não precisa se desesperar. É possível contratar uma agência de turismo em Salta que vai cuidar de toda a logística para você curtir o passeio com o Trem das Nuvens. Os passeios custam cerca de 59 dólares e em geral incluem:

  • Traslado de ida e volta do seu hotel para San Antonio de los Cobres
  • O passeio no trem pelo trecho entre Santo António de los Cobres e o Viaduto Polvorilla
  • Café da manhã e lanche da tarde (com opção que inclui o ônibus)
  • Guia Bilingue

É possível contratar o tour com antecedência através dessa página.

Recomendações para a viagem pelo Trem das Nuvens

  • Você estará a 4200 metros de altitude. Por isso, é possível que sofra de soroche, o mal de altitude, muito comum entre viajantes nos Andes. Leia aqui algumas dicas de como lidar com o mal de altitude.
  • Levar balas de coca, mastigar as folhas ou tomar um chá preparado com planta é a melhor forma de lidar com o soroche, comprovada pela população nativa dos Andes.
  • Manter-se hidratado também é essencial. Leve uma garrafinha na mochila.
  • Evite fazer muito esforço físico durante as paradas. Pare imediatamente caso você comece a se sentir mal e informa seu guia ou um funcionário do trem.
  • A região é também extremamente árida. Por isso, leve hidratante labial, protetor solar e, se você sofrer com alergias respiratórias, vale a pena ter por perto os medicamentos que você já costuma tomar.
  • Ainda que faça sol, a altitude engana. Vale a pena levar também uma jaqueta ou corta-vento
  • Lanches leves também são uma boa ideia, ainda que a refeição esteja incluída no seu pacote.

Tour por San Antônio de los Cobres, Salinas Grandes e o viaduto La Polvorilla

Há outras opções de passeios que fazem um trajeto parecido com o do Trem das Nuvens, mas mais perto do chão. O tour custa cerca de 50 dólares e incluí outras paradas, como um passeio por San Antonio de los Cobres, Salinas Grandes e o Cerro de los Siete Colores, em Purmamarca.

Por isso, essa é uma boa opção para quem não tem muito tempo e quer ter um gostinho do trem das nuvens, mas não abre mão de ver outros cantinhos belíssimos dessa região da Argentina. O passeio também pode ser reservado com antecedência por aqui.

San Antonio de los Cobres

San Antonio de los Cobres - Argentina  San Antonio de los Cobres Trem das Nuvens

San Antonio de los Cobres herdou esse nome de seu passado como um pequeno acampamento mineiro para as minas de cobre e prata que eram abundantes na região. Embora ainda estejam lá, quase todo o mineral já foi extraído e o acampamento, desfeito. Por isso, a vila que hoje tem apenas cerca de 2 mil habitantes mantém um ar de abandono em meio à paisagem árida da região.

Salinas Grandes

Equivalente argentino ao Salar de Uyuni, na Bolívia, – porém bastante mais modesto – as Salinas Grandes são formadas por uma crosta de sal com cerca de meio metro de espessura, resto de um lago que se secou há milhares de anos.

Ocupa uma região de 12.000 hectares bem no meio da rota 52, que liga a Argentina ao Deserto do Atacama. No caminho você vai ter a chance de ver lhamas, vicunhas, condores e suris, animais típicos dos Andes.

Naty em Salinas Grandes - Argentina

Seguro de viagem para a Argentina

Contratar um bom seguro de viagens é essencial em qualquer viagem. Mesmo que seja assim, pertinho de casa. Afinal, tudo que a gente menos quer é ficar na mão no país dos outros, não é mesmo? Aqui explicamos porque contratar, damos dicas de como encontrar o melhor custo benefício e citamos opções que custam menos de R$10 por dia, com cupom de desconto!

Gostou? Então se liga nas ofertas abaixo:

Seguro Viagem: América do Sul
TA 40 Especial - Internacional TA 40 Especial - Internacional Assistência médica USD 40.000 Bagagem extraviada USD 1.200 R$ 12/dia*
Affinity 15 Affinity 15 Assistência médica USD 15.000 Bagagem extraviada USD 1.000 (SUPLEMENTAR) R$ 11/dia*
AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA AC 50 *COM FRANQUIA (Exceto EUA) + TELEMEDICINA Assistência médica USD 50.000 Bagagem extraviada USD 600 (COMPLEMENTAR) R$ 11/dia*


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Natália Becattini

Já chamei muito lugar de casa, mas é pra Belo Horizonte que eu sempre volto. Viajo o mundo em busca de histórias e de cervejas locais. Além do 360, mantenho uma newsletter sobre o a vida, o universo e tudo mais, que eu chamo de Vírgulas Rebeldes. Vira e mexe eu também estou procrastinando lá no instagram @natybecattini e no twitter.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

14 comentários sobre o texto “Trem das nuvens, trilhos perto do céu na Argentina

  1. Estive na semana passada na Argentina e desejava muito fazer o passeio no trem das nuvens, mas, fui informada que ele ainda estava sem funcionar e sem previsão de retorno.
    05 de janeiro de 2017

  2. nouss! adorei o blog! Dá até um comichão hehe

    uma dica ” não desanime, dizem que os trilhos voltam a funcionar até a semana santa “… de que ano? rsrs tive que rolar a tela pra cima pra ver a postagem. Acho que seria legal colocar um parenteses “até a semana santa (2015)…” Já que as notícias ficam aqui pra a gente ler depois… 😀

  3. Pessoal, eu também tenho muita vontade de fazer esse passeio e tenho acompanhado com bastante atenção tudo o que se publica sobre o trem.
    Ano passado houve um acidente e o governo argentino impediu a empresa de realizar os passeios. Agora a iniciativa está nas mãos do governo que está realizando os passeios normalmente desde abril. Existe um site http://www.trenalasnubes.com.ar/ que é oficial, e tem todas as informações a respeito do passeio, inclusive informando as datas disponíveis e os preços para estrangeiros e argentinos.
    Entrem lá.
    Abraços

  4. Olá! Li seu relato e sempre tive muita vontade de fazer esse passeio. Vou em abril agora, mas li em um site que o trem está desativado! Não consigo informações oficiais.É isso mesmo? abs!

  5. Cara que legal. Eu adoro trens, tenho muita vontade de fazer um passeio assim. Sou daqueles que brigam pra ficar no assento da janela nas viagens haha!Gostei da dica, vou deixar anotada e Salta parece uma cidade bem legal pra turismo.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.