Como é voar na American Airlines para os Estados Unidos

Como é voar na American Airlines para os Estados Unidos

Com o passaporte no bolso e uma mala pequena, cheguei ao Aeroporto Internacional de Dallas/Fort Worth, nos Estados Unidos. Já com o cartão de embarque na mão, aguardei o voo da American Airlines que me levaria para São Paulo. Eu me preparava para voltar para casa depois de cinco dias incríveis em Jackson Hole, uma vila de 10 mil habitantes que fica no Wyoming, um dos maiores estados norte-americanos.

O objetivo da viagem? Bem, vários. Em Jackson Hole a ideia era aprender esquiar, algo que eu só tinha tentado uma vez, há quase seis anos, mas essa viagem foi cheia de primeiras vezes para mim. Foi minha primeira passagem pelos Estados Unidos. Eu já sonhava em conhecer o país há anos – tirei meu visto americano em 2013 -, mas até este mês não tinha conseguido concretizar uma ida ao país. Além disso, essa foi minha primeira viagem na classe executiva. E, com conforto como palavra de ordem, curtir o caminho até os Estados Unidos, na volta para o Brasil e também nos voos internos foi outra atração do roteiro.

Como é voar na American Airlines direto para os EUA?

Embarquei no Boeing 787-9 Dreamliner da American Airlines, que faz o trecho entre Dallas e Guarulhos. A primeira coisa que chama atenção na classe executiva são os assentos. Traduzindo: um lugar isolado dos outros e que vira uma cama, permitindo que você voe completamente deitado. Cada assento tem acesso direto para o corredor – nada de ficar preso no meio de duas pessoas.

Minha vontade era reclinar a cadeira assim que cheguei e começar um cochilo, mas como eu teria que voltar o assento para a posição vertical na decolagem e logo depois teria o jantar, acabei optando por assistir um filme. O avião nem tinha saído do chão quando comecei a procurar o que assistir – são 250 opções de filmes, incluindo lançamentos.

Por exemplo, o filme La La Land, um dos que causaram no Oscar deste ano, já está disponível nas alturas. Há também cerca de 300 programas de TV. Eu resolvi começar com um filme antigo, mas ótimo: Pequena Miss Sunshine. Como o filme é relativamente curto, calculei que acabaria logo depois do jantar, me deixando com tempo de sobra para dormir. Deu certo.

Como é voar na American Airlines

Sobre o entretenimento de bordo, vale ainda destacar que o voo da American Airlines tinha internet wi-fi e que os monitores da classe executiva tem 16 polegadas. É possível controlá-lo pelo touch screen ou por um controle remoto. Os fones de ouvido são da Bose e o kit de amenidades tem uma bolsa customizada pela Cole Haan, escova de dente, creme dental, máscara para dormir, tampões de ouvido, meias para dormir, protetor labial, uma caneta e capas para fones de ouvido.

kit american airlines

Eu já estava assistindo o filme há pelo menos vinte minutos quando o avião levantou voo. Pedi um vinho para iniciar a noite e aguardei o jantar, que começou com a tradicional porção e castanhas, nozes e semelhantes, mas logo chegou a refeição. Completa: entrada, prato principal e sobremesa.

Como é voar na American Airlines

Pedi salada e palitinhos de queijo de entrada; carne, camarões e arroz de prato principal e sorvete de sobremesa, tudo isso acompanhado de outra taça de vinho.

comida de avião, American Airlines

comida american airlines

O filme acabou junto com o jantar, o que me deixou pronto para dormir. Deixei meu celular carregando na tomada ao lado do assento, reclinei a cama e sobrevoei o Caribe, entrei na América do Sul e voltei ao Brasil totalmente deitado. Nas alturas.

Como é voar na American Airlines

Acordei só para o café da manhã, quando sobrevoávamos Minas Gerais. Aproveitei para dar uma olhada nas séries: tive tempo de ver três episódios da décima temporada de The Big Bang Theory, que estreou na TV americana no segundo semestre do ano passado. Pousamos pouco depois em Guarulhos.

Tudo muito bom, mas e como são as outras classes do voo? A cabine principal – vulgo, econômica – também tem sistema de entretenimento, com os mesmos programas e filmes disponíveis na executiva. Todos os assentos têm tomadas e entradas de USB e há cobertura de wifi durante o voo!

Nos voos com o Boeing 787-9 Dreamliner da American Airlines há ainda outra opção, a Classe Econômica Premium, que tem mais espaço para as pernas nos assentos, monitores maiores, kits de cuidados pessoais, cardápio diferenciado, com vinhos, cerveja e destilados, além de tudo que também há na cabine principal. A Econômica Premium está disponível no voo entre Dallas e São Paulo.

Como é voar na American Airlines

Outros voos da American Airlines para os Estados Unidos: saída de BH

Eu voltei ao Brasil por São Paulo, mas eu moro em Belo Horizonte. E meu voo de ida foi a partir da capital mineira, diretamente para Miami. Cheguei ao Aeroporto de Confins para pegar, pela primeira vez, um voo internacional a partir da minha cidade.

A diferença foi apenas no avião, um Boeing 767-300. As cadeiras da classe executiva também são totalmente reclináveis e têm uma mesa dobrável dupla, usada nas refeições ou para trabalhar. Para o entretenimento de bordo é disponibilizado um tablet Samsung Galaxy de 10 polegadas, que tem os mesmos programas, músicas e filmes que encontrei no voo para São Paulo, no 787-9 Dreamliner. O fone de ouvido Bose e o kit de amenidades também eram os mesmos.

voo da american Airlines

Na ida, enquanto assistia ao filme Inferno, estrelado pelo Tom Hanks, jantei salada, arroz e salmão e tive uma porção de queijos e frutas de sobremesa, tudo acompanhado, claro, por um vinho.

comida do voo da American Airlines

O padrão foi o mesmo nos voos internos que fiz nos Estados Unidos, entre Miami e Dallas e de lá para Jackson Hole, todos voos com pouco mais de 2h.

Como é voar na American Airlines

No voo entre Jackson Hole e Dallas, com cerca de duas horas de duração

Admirals Lounge Club

Vale falar ainda do Admirals Club, espécie de sala vip da American Airlines. Quem voa de classe executiva ou de primeira classe tem passe livre no lounge, assim como os membros da Oneworld, aliança de companhias áreas da qual a American Airlines faz parte e foi fundadora, nas categorias EmeraldSM e SapphireS. Os outros clientes podem adquirir a entrada, mesmo que estejam voando de classe econômica.

São dois no Brasil: um em Guarulhos, inaugurado em 2015 – e por isso mesmo novinho em folha -, e outro no Galeão, no Rio de Janeiro. Eu estive num dos Admirals Lounge Club de Dallas, aguardando o voo que me traria de volta para o Brasil. Lá você encontra lanches, bebidas, aperitivos, wi-fi, cadeiras e poltronas para descansar, computadores impressoras, estações de trabalho e banheiros com chuveiro, o que é ótimo para quem está no meio de conexões ou viagens longas.

sala vip american airlines

A American Airlines tem vários voos diretos partindo do Brasil para os Estados Unidos. Além de São Paulo e Belo Horizonte, que já citei no texto, há voos do Rio de Janeiro, operados em Boeings 777-200; de Brasília, que são nos 757, e Manaus, num Airbus A319. De São Paulo também partem voos para Miami, Nova York e Los Angeles, todos no Boeing 777-300.

* A viagem do 360meridianos para os Estados Unidos foi patrocinada pela American Airlines.

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara.

9 comentários em Como é voar na American Airlines para os Estados Unidos

  1. Oh vida boa!Pareceu ser uma otima experiência de vôo.

    Viajar de executiva é outra coisa, pena que meu bolso e minhas milhas não permitem fazer isso quase nunca. kkk

  2. Que delícia!

    Recentemente fiz o trecho Londres/NY/SP pela American e adorei o serviço também, principalmente os novos lançamentos de filmes.
    Foi extremamente cansativo ficar sentada por tantas horas, o que pela primeira vez na vida me fez cogitar (apeeeenas cogitar) viajar de executiva/primeira classe um dia. Mas por enquanto são apenas cogitações rsrs.

  3. Há um ditado que diz:se tiver que viajar,vai de primeira!
    Faltou de dizer da diferença de preço.
    Por fim,quem pode,pode e quem não pode?Aquele tem de lembrar-se da temível embolia que,pode acontecer nas pernas encolhidas por horas a fio.

    • Eu achei espaçoso, Dulce. Pode parecer apertado nos pés, pela foto, mas é porque a cama continua abaixo da mesa. Dormi sem problemas.

      Abraço.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: