Dicas para esquiar no Chile: a preparação

Quem nunca esquiou na vida talvez não se dê conta da mão de obra envolvida no processo. Não basta colocar os esquis nos pés e descer a montanha, não tem tanto glamour assim e também não é um negócio barato. Quem já esquiou sabe disso. O Chile recebe milhares de brasileiros em busca das montanhas nevadas dos Andes. Por isso, preparamos este guia com dicas para esquiar no Chile pela primeira vez, compiladas durante minha passagem por lá, na temporada 2012.

Alugando a roupa de esqui

Para esquiar é preciso luvas, calças e casacos impermeáveis. Além disso, você também vai precisar de um óculos – podem ser os especiais, chamados goggles, ou os óculos escuros normais, desde que não estejam caindo do seu rosto. E é bom usar um capacete também, just in case. A menos que você já tenha todas essas coisas, é preciso comprar ou alugar tudo. Santiago tem várias lojas que oferecem esse material.

Alugamos os equipamentos na SkiTotal (Calle Apoquindo, 4900), porque a loja oferecia desconto de 25% para quem era cliente Itaú (meu caso) e acabou valendo a pena. Mas vale pesquisar bastante antes de fechar negócio.  Existem várias lojas no centro, perto da Plaza das Armas, que vendem roupas novas e usadas. Dá para comprar e tentar revender depois de usar.

Leia mais: Onde ficar em Santiago

como esquiar no chile - Dicas

Aluguel do equipamento

Ao contrário das roupas, o equipamento não é algo que normalmente se compra, com exceção dos esquiadores profissionais, dos ricos ou dos que moram na neve e nas montanhas. Se você não se encaixa nessas categorias, como o resto dos mortais, vai alugar o equipamento. Isso inclui os esquis, os poles (aqueles bastõezinhos que a gente segura) e as botas. No caso do snowboarding, você vai precisar apenas da prancha e das botas.

Você pode alugar o equipamento nas lojas especializadas no centro de Santiago ou na própria estação de esqui. Essa opção costuma ser mais cara, mas também é mais prática. Afinal, quanto menos tempo você tiver que carregar todo esse trambolho, melhor.

esquiar no chile - El Colorado

Dicas para esquiar no Chile –  A escolha a montanha

Nota inicial para quem não sabe como funciona: para esquiar ou fazer snowboarding, você precisa comprar o passe de uma estação de esqui. Com esse passe, que fica preso na sua roupa, você garante o acesso aos teleféricos que te levam montanha acima. Não, não dá para esquiar sem comprar isso. Todo mundo confere se você tem o passe. E ele não custa barato: a partir de 35 mil pesos (cerca de R$150), por dia, mas esse valor varia a cada temporada.

Muitas pessoas associam o Chile ao Valle Nevado, mas não sabem que existem outras estações nos arredores de Santiago. Valle Nevado é a mais chique – e obviamente mais cara – delas.

Nós esquiamos na El Colorado, não só porque tinha o passe mais barato, mas também porque nos indicaram como uma das melhores opções para quem nunca tinha esquiado na vida, caso da minha irmã, que me acompanhava. Outra opção para os esquiadores de primeira viagem e também para as crianças, como me contaram algumas mães na fila do aluguel do equipamento, é Farellones, que é anexa a El Colorado: o ticket de uma vale para outra, mas também dá para comprar um ticket mais barato só para Farellones. Ainda existem outras duas opções: La Parva e Portillo.

como esquiar no chile

Transporte para montanha

Por fim, com a estação de esqui escolhida, roupas devidamente vestidas para o frio na altitude dos Andes e com equipamento nas costas (porque no pé, só depois que chegar), é hora de arrumar um transporte.

Se você estiver com carro, vai ter que se preocupar em fazer caber tudo – se o veículo for pequeno, não cabe no porta-malas, já aviso. Quem não tem transporte próprio pode ir de van. Existem diversas opções, desde aquelas em que você marca antes e te buscam no hotel até as que te levam e buscam na porta da loja de equipamentos. Foi essa a opção que escolhemos. Pegamos a van do lugar onde alugamos o equipamento, mas no meio do caminho recebemos um folheto que anunciava desconto na van em outra loja próxima. Mil desculpas, mas eu realmente não lembro o nome dessa empresa (se alguém souber, conta nos comentários, por favor). Só sei que fica ao lado da Ski Total, no mesmo prédio.

É sua primeira viagem ao exterior? Conheça nosso e-book com dicas exclusivas

esquiando no chile - dicas

E a neve?

Vale a pena checar como está a neve na montanha antes de ir. Quanto mais recente a nevasca e maior a camada de neve, melhor. Isso pode influenciar no dia que você vai escolher para esquiar e em qual estação você vai. E se prepare para a subida que os Andes te reservam. É uma estrada de incontáveis curvas montanha acima, que faz até o mais forte dos estômagos embrulharem, seja por causa do enjoo ou do medo de altura.

Qual a melhor época para esquiar no Chile?

No inverno, claro. Mas isso pode variar bastante por causa desse tempo maluco. Julho é alta temporada, mas em junho e agosto costuma ter neve também. Com alguma sorte, até mesmo em setembro e no início de outubro  (nesse caso, com tudo mais barato). Confira nos sites das estações de esqui, que dão updates diários da situação da neve.

montanhas no chile - esqui

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável em qualquer viagem. Não fique desprotegido no Chile. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício com nosso código de desconto.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

17 comentários sobre o texto “Dicas para esquiar no Chile: a preparação

  1. Estou indo em Março para o Chile, ficarei lá de 22 à 28/03, não existe nenhuma possibilidade de ver a neve? Nem indo aos vales? Esse é um período bom? Como estará o clima nesta época?

    Aguardo retorno, desde já muito obrigada!

    Valéria

  2. Luiza,

    Tudo bem?

    Minha férias quase sempre são em Outubro e as desse ano já tem roteiro. Mas tenho muita vontade de conhecer a neve. Vi suas dicas sobre o Chile e aparentemente em Outubro não conseguirei realizar esse desejo. Há alguma possibilidade de saber com meses de antecedência se haverá neve no inicio de Outubro, ou Argentina pode ser uma opção?

    Grato

    1. Oi Pedro,

      Desculpe a demora para responder!

      Olha, neve é uma questão de tempo e como nós sabemos, tempo não é exatamente previsível.
      O pessoal do Viaje na Viagem costuma fazer um plantão da neve. Ainda não saiu o desse ano, mas segue o de 2014, para você ter uma ideia: http://www.viajenaviagem.com/neve-2014

      abraço

  3. Bom dia, Luíza.
    Estou pensando em ir para o Chile em 2015, estou na dúvida de ir em Março ou Junho. Qual o mês você recomendaria? Quero esquiar e pelo que já li Março não tem muita neve, porém é uma ótima época para conhecer as vinícolas e os campos abertos.

    Aguardo ansiosa o seu retorno.

    1. Ei Emanuely,

      Peço desculpas pela demora em te dar um retorno.

      Não sei se você já tomou sua decisão, mas se você quer esquiar, junho é a melhor opção. Além disso, as vinícolas podem ser visitadas nessa época também, provavelmente não tão bonitas como em março, mas ainda sim muito charmosas.

      bjs

  4. Oi Luiza,
    Estou planejando conhecer o Chile em 2015, gostaria de ter o primeiro contato com a neve, dedicar um dia para conhecer uma pista de esqui para iniciantes você se lembra quanto que custou o aluguel de roupas e equipamentos ?

  5. Oi, Luíza.

    Me desculpe qualquer confusão. Não encontrei meu primeiro comentário aqui, mas acho que confundi a estação El Colorado com o parque nacional El Morado. Sei que uma não tem nad a ver com a outra rs. Eu li que para aprender a esquiar, El Colorado é mais em conta e bom para quem está iniciando. Porém, todos dizem que Farellones é bom para brincar e ficar à vontade, curtir o dia… Portillo uma amiga disse que é muito bonito e vale demais, aí pensei em esquiar lá também. Valle Nevado pretendo ir somente para conhecer, pela popularidade. A minha dúvida é se vale a pena combinar Valle Nevado + Farellones no mesmo dia ou El Colorado com Farellones.

    1. Oi Aline,

      Eu não sei se tem ou como é o transporte de Valle Nevado para Farellones (ou vice-versa). El Colorado e Farellones no mesmo dia acho que é possível, porque como te expliquei, eles são adjacentes. Você pode brincar na neve de manhã em Farellones e depois esquiar em El Colorado a tarde.

  6. Oi, Luiza!

    Adorei o post e queria tirar uma dúvida. Quero conhecer Valle Nevado, Farellones, EL Morado e Portillo. Uma amiga me disse que Valle Nevado e Farellones dá pra fazer em um dia só, o que você acha? Pretendo começar por El Morado para aprender a esquiar. E pelo que pesquisei, EL Morado fica perto de Farellones. Como você dividiria seus dias nessas três estações: Valle Nevado, Farellones e El Colorado? Obrigada!

    1. Oi Aline,

      Fiquei um pouco confusa com o que você quer fazer, mas vou tentar responder.

      Se você estiver indo esquiar, eu recomendaria um dia em cada. Não há necessidade de ir em Farellones e El Colorado. As duas são na mesma montanha, uma mais embaixo e outra mais em cima. Escolha uma das duas só. Você pode ir a El Morado de manhã e conhecer o parque nacional e a tarde ir para Farellones aprender a esquiar. Em Farellones não há muita coisa para fazer ou espaço caso você não queira esquiar. El Colorado tem um café.

      Depois, caso queira, vá um dia em Valle Nevado e outro em Portillo, mas, sinceramente, eu não conheço essas estações e não sei te dizer se vale a pena ir lá só para conhecer. Eu não iria, a não ser que fosse esquiar – e veja bem, eles não tem muitas pistas para iniciantes, então, considere fazer uma aula por lá.

      Espero que tenha ajudado. Dê uma lida nos nossos outros posts sobre ski no Chile e a minha experiência em El Colorado.

      bjs

  7. Oi, Luiza, estou indo para o Chile no fim de outubro e sei que provavelmente não haverá neve.
    Li que vale ir ao Valle Nevado, mesmo sem neve, apenas pela vista do teleférico. Estou na dúvida se vou à estação, pois minha viagem será curta e não disponho de um dia inteiro. Além do mais, falo viagens “econômicas” como vocês.
    Sei que é pessoal, mas o que você acha?
    Farellones é mais perto e barato que Valle Nevado?
    Apesar de ler, não entendi como funciona. É um valor para esquiar e outro só para andar de teleférico? Tem o ingresso (p/ entrar) e mais o ticket p/ a pista, é isso?
    Desculpa tantas dúvidas.
    Obrigada.

    1. Oi Camila,

      Olha, eu não fui em Valle Nevado, então te recomendo dar uma olhadinha lá no Viaje na Viagem, que é especialista nesse assunto.

      Sobre Farellones, não recomendo que você vá lá sem neve. Lá, você não vai conseguir chegar no topo da montanha. Além disso, como é uma estação muito menor, não tem estrutura turística para quem vai lá e não vai esquiar – minha mãe passou maus bocados lá agora em julho, porque ela só queria ver a neve, mas o pessoal não deixou ela entrar sem o passe.

      Eu não sei bem como funciona agora fora da temporada de neve, mas quando tem neve, o valor do teleférico é o mesmo para esquiar. Mas agora, em baixa temporada, pode estar bem mais barato, viu?

      Espero que tenha ajudado.

      bjs

  8. Fomos pra Santiago agora em setembro e todos estavam falando que não havia mais neve. Tivemos sorte: fomos a Portillo em um dia que nevou um monte e foi inesquecivel, no dia seguinte fomos esquiar em Valle Nevado. Realmente, eu achava que era mais facil ter o controle em cima dos esquis. Se você nunca esquiou, tenha em mente que nos primeiros dias você não vai sair das pistas iniciantes. Mas não deixa de ser uma experiência muito legal!

    1. Ei Natalia,
      Que sorte que você conseguiu pegar neve, a paisagem fica maravilhosa mesmo. Eu aprendi a esquiar sozinha nos EUA, quando fiz intercâmbio, mas a minha irmã teve a primeira experiencia com os esquis lá no Chile. É muito legal sim e vale a pena tentar e cair bastante com a cara na neve, é bem divertido.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.