fbpx

Golpes em relacionamentos com estrangeiros

O começo da história é sempre parecido. Você conhece um estrangeiro pelo Facebook ou Whatsapp, muitas vezes por um pedido de amizade vindo do nada. Vocês começam a conversar. No início é só amizade, mas aos poucos vocês passam a se falar todos os dias. Não demora, ele diz que te ama. Faz promessas de fidelidade, compromisso e paixão. Nunca conheceu uma mulher como você. Essas conversas acabam chegando a uma proposta de casamento.

Homens de diversas nacionalidades buscam o “amor” de uma brasileira. O problema é que, por trás dessas promessas de amor e compromisso que parecem tão sinceras e apaixonadas, pode vir também muita dor, golpes e situações desagradáveis.

Não se passa um dia sem que o 360 fique sem receber comentários de mulheres que se relacionam com estrangeiros à distância. Eu até já contei uma história que envolveu muitas mudanças na vida da pessoa, mas deu certo. Nesse mesmo post, fiz alertas sobre casos reais de golpes que acontecem com muita frequência às brasileiras nessa situação.

Resolvi então escrever outro texto, para deixar mais claro quais os golpes mais comuns que ocorrem com brasileiras que se envolvem com um estrangeiro pela internet. E algumas precauções que as pessoas deveriam tomar antes de embarcar para outro país para conhecer alguém que nunca viram.

O Itamaraty tem um alerta especial para esses casos:

“Alerta – Relacionamentos com estrangeiros pela internet

Brasileiros e brasileiras devem se precaver contra situações de risco.

O Ministério das Relações Exteriores vem recebendo numerosas queixas de cidadãs brasileiras vítimas de roubos, fraudes e violência cometidos por cônjuges estrangeiros que conheceram pela internet e com os quais tiveram pouco ou nenhum convívio presencial antes do casamento. De acordo com os relatos recebidos, que incluem denúncias de cárcere privado, é frequente, nesses casos, que os maridos estrangeiros mudem completamente de comportamento, logo após a formalização do matrimônio, tornando-se agressivos e manipuladores ou interrompendo repentinamente o contato com as vítimas, após obterem visto de permanência no Brasil.

Nessas condições, recomenda-se às brasileiras e aos brasileiros especial cuidado com os relacionamentos virtuais mantidos com estrangeiros com o propósito de celebrar casamento, a fim de protegerem-se contra golpes e situações de risco. Sugere-se, entre outras precauções, buscar obter referências do cidadão estrangeiro por parte de terceiras pessoas de conhecimento comum, além de evitar manter o contato restrito aos meios de comunicação à distância, previamente ao matrimônio.” (Fonte)

Mulher relacionamento online

Foto: Ed Yourdon – CC BY-NC-SA 2.0 – Flickr

Ele não está apaixonado, só quer sexo

Há vários países que são extremamente conservadores. Neles, homens e mulheres não podem se falar ou se tocar antes do casamento. Por isso, algumas vezes os homens criados nessas culturas vêem estrangeiras como uma forma de conseguir sexo. O cara que você está conversando não vai te dizer isso, obviamente. Ele vai parecer legal, vai dizer que está apaixonado, talvez até insista em dizer em como ele é diferente dos outros. Mas pode ser mentira.

Não há problema nenhum em ter um relacionamento apenas sexual (não somos moralistas aqui, hein). O problema é quando há falta de honestidade e respeito. Em muitos casos, esses homens estão em busca de estrangeiras que consideram sexo fácil: depois que as mulheres oferecem o que eles procuram, elas são maltratadas e vistas como lixo. Ou sofrem diversos tipos de violência por se recusarem a transar com o cara. De qualquer maneira, vira uma situação terrível.

Ele quer um visto brasileiro

Pessoas de diversas nacionalidades ambicionam uma visto de residência permanente no Brasil. E uma das formas de conseguir essa autorização é se casando com uma brasileira. Essas pessoas se aproveitam de mulheres carentes ou em situação vulnerável que vão cair em suas palavras carinhosas e juras de amor vazias. Depois de casadas, o tal marido desaparece ou pode se transformar em uma outra pessoa – da qual você não vai gostar nem um pouco.

Ele quer seu dinheiro

Desde que esse mundo é mundo, sempre vai ter algum espertinho tentando arrancar dinheiro de alguém que confia fácil demais. Golpes desse tipo não vêm só daqueles telefonemas de sequestro falsos feitos de uma penitenciária. Vêm também de gente que diz que te ama muito.

Desconfie se alguém que você nem conhece direito pede seu dinheiro, mesmo que a história seja convincente. Em geral o valor pedido inicialmente é pequeno, uma conta que não vai fazer falta para você, mas que vai crescendo com o tempo.

Muitas vezes, o cara diz que vai te enviar uma correspondência, ou dinheiro ou até uma mala de jóias (sério, veja os comentários desse post) e depois chega uma mensagem falando que a encomenda está presa em algum lugar e você precisa pagar para liberar. Se isso acontecer não tenha dúvidas. É golpe. Se o cara falar que está preso em algum lugar e você precisa pagar alguma coisa para liberá-lo, é golpe também. 

De acordo com essa matéria do Fantástico, o perito em segurança digital Wanderson Castilho já atendeu mais de 200 casos de mulheres que foram extorquidas por homens que prometeram amor eterno pela internet. E esse golpe não é praticado apenas por estrangeiros, mas também por brasileiros em sites de relacionamentos na internet.

relacionamentos online

Ele já é casado ou espera que você se adapte ao estilo de vida muito diferente

Você está disposta a ser a segunda esposa de alguém ou a nunca mais sair de casa sozinha? A se converter a outra religião? A nunca ser aceita pela família do seu marido? Dependendo da cultura e religião, tudo isso pode acontecer se o seu relacionamento com um estrangeiro pela internet se concretizar. Não é exatamente um golpe, mas um alerta sobre situações às quais você pode se sujeitar.

“Ah, mas nem todas as histórias são assim. Comigo é diferente!” Você pode pensar isso, mas a verdade é que as histórias de terror acontecem com a mesma facilidade que as com finais felizes. Antes de dar um passo maior em um relacionamento com estrangeiros pela internet, leia tudo o que puder sobre a cultura dele. Não só o que há de romântico e exótico. Como é o dia a dia no país. Como as mulheres são tratadas. Como é a religião, as relações familiares e o mercado de trabalho.

Que tipo de mudanças você estaria disposta a sofrer por esse relacionamento? Vale a pena abrir mão de tudo o que você construiu e acredita nessa vida por essa pessoa? Por que é você quem tem que deixar para trás sua família e costumes para que esse relacionamento funcione?  Questione-se bastante sobre isso antes de se jogar em um romance cego.

Tráfico humano

Esse é o caso mais extremo e o mais perigoso. O tráfico humano, ou tráfico de pessoas, é uma das atividades criminosas mais lucrativas no mundo inteiro – e 98% das vítimas são mulheres. O Brasil é o país com o maior número de mulheres traficadas da América do Sul. Essas mulheres vão para o exterior com a promessa de melhores oportunidades de vida e acabam sendo presas em uma condição semelhante à escravidão e sofrendo vários tipos de abuso.

Uma das formas de atrair mulheres para serem traficadas é, entre outras, a promessa de casamento com um estrangeiro rico. Outras vezes, pode ser um trabalho como modelo, dançarina e atriz, ou mesmo a promessa de imigração fácil para algum lugar desejado.

Como identificar golpes de falsos namorados

1. A vida não é um filme da Jennifer Aniston. Desconfie de juras de amor pouco tempo depois que vocês começarem a conversar e não acredite que uma promessa de casamento é a prova que ele te ama de verdade. Antes de aceitar se casar, proponha que se conheçam melhor primeiro e passem um tempo juntos, para que você tenha certeza que não está caindo num golpe. É assim em qualquer relacionamento. No seu não precisa ser diferente.

2. Nome e foto são as coisas MAIS FÁCEIS DE FALSIFICAR NA INTERNET. Não é porque a pessoa te deu um nome completo ou mandou uma foto que ela automaticamente existe. Existem muitas quadrilhas especializadas em falsificar identidades ou até roubar a identidade de uma pessoa real. Se o cara nunca falou com você em vídeo, já é mais um ponto para desconfiar.

3. Fique atenta a comportamentos suspeitos. Guarde todos os emails e históricos de conversas e releia-os procurando por inconsistências e contradições. Converse sobre seu relacionamento com amigas de confiança (e sensatas), peça a opinião delas sobre atitudes e conversas que você teve com essa pessoa.

Computador no Google

4. Cheque as referências da pessoa. Busque pelo nome dela na internet, veja se ele realmente trabalha onde diz que trabalha, quem é sua família, seus amigos. Desconfie se você não encontrar nada sobre ele no Google e mais ainda se as informações forem confusas e inconsistentes. Ainda que seu namorado pareça ser uma pessoa muito real, lembre-se de que existem quadrilhas especializadas nesse tipo de golpe e que elas são profissionais em criar personagens com uma riqueza de detalhes impressionante.

5. Por que é você quem deve se colocar em uma situação vulnerável de viajar para um país estrangeiro (de cultura muitas vezes conservadora), onde você não conhece ninguém além do seu namorado virtual e muitas vezes sequer fala a língua? Peça que ele venha te visitar no Brasil primeiro, assim você pode conhecê-lo melhor em um território que você controla, perto da sua família e pessoas nas quais você confia. E não se esqueça de marcar os primeiros encontros em lugares públicos e de avisar alguém sobre o seu paradeiro.

6. Se você resolver que realmente quer ir para outro país em busca desse romance, deixe sua família e amigos informados do seu roteiro, com endereços e telefone dos lugares onde você vai se hospedar. Outra boa ideia é avisar a embaixada brasileira da sua estada ali. Se possível, não vá sozinha, leve alguém da sua família com você e fique hospedada em um hotel.

 7. Se o cara te pedir dinheiro, ou disse que vai te mandar alguma correspondência e depois vier uma cobrança, É GOLPE.

4/5 - (2 votes)

Autor

  • Luiza Antunes

    Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2.341 comentários sobre o texto “Golpes em relacionamentos com estrangeiros

  1. Boa noite!
    Também estou conversando com um estrangeiro, o nome dele é David Will, diz que é de Turim mas está na Argentina por causa do seu trabalho. É empreiteiro autônomo, e fala que faz licitações com empresas de gás e petróleo. Disse ser separado, pois a mulher o abandonou, para ir embora com outro homen, e não quis levar os filhos. Devido á seu emprego, optou por deixar os mesmos, na América latina, sobre a custódia de um professor. Falou que quando terminar o contrato quer vir me conheçer no Brasil. Até fez chamada de vídeo, mas não dá para conversarmos, porque não falo a mesma língua. Tenho reçeio. Por que converso todos os dias com ele. Só fiquei com o pé atrás, porque disse que tenho um casamento pra ir, e propôs de me mandar um presente, como forma de carinho, eu recusei, porque não tem como chegar em minhas mãos. Ele não disse nada, não pediu , endereço, conta para depositar dinheiro…
    Só mandou uma mensagem dizendo como poderia fazer um jeito seguro desse presente chegar até min, mas como eu não açeitei iria me respeitar e mesmo assim, não ia acabar o carinho que sente por min. Alguém se indentifica?

    1. Boa noite Aline, estou conversando com alguém que se passa por David Wells, disse ser de origem Espanhola mas está no Alabama, é viúvo, e engenheiro autônomo. Tenho quase certeza ser fake. Ele já te enviou fotos? Tenho algumas aqui, podemos ver se é o mesmo.

    2. Conheci um que também trabalha numa empresa petroleira, disse ser coreano, mas mora no Reino Unido desde os nove anos. Diz que separou da esposa, pq a mesma bebia muito, e traia ele com vários homens.
      Faz um mas duas semanas, e já fala que me ama, e quer vim ao Brasil me conhecer. Quando terminar o contrato dele com a empresa. Só que estou desconfiada, pq já me prometeu
      Duas vezes me deixar ve- lo pela a webcam, mas sempre enrola
      Desconfio também, pq eu sei que nessas plataformas de petróleo
      Não se pode usar celular, mas ele falou q usar um aparelho lá dentro
      Que não interfere. Sei lá tô desconfiada. Antes ele era mais prestativo, agora sinto que mudou comigo. Quando falei que não tenho o mesmo nível social que o dele….alguém se identifica? O nome dele é Gary Jung

  2. Estou conversando com um estrangeiros que me adicionou no Facebook e agora estamos conversando pelo whatsapp. Ele diz estar no líbano agora pelas ONU. E por isso não pode fazer chamada de vídeo. Só manda fotos. E diz para esperar que ele vem ao Brasil. Já bloqueei e ele me adicionou e disse que ia dar um jeito de fazer vídeo sem se colocar em risco. Se ele não fizer, mais as dicas daqui vou bloquear em tudo

  3. Gente, estou pasma com isso aqui..
    Eu estou conversando com um americano Anderson (não passou nome completo) mas falamos pelo Instagram que foi onde ele me encontrou. Trocamos número de WhatsApp. O dele é WhatsApp comercial e na descrição aparece W S apenas. Diz ser da Alemanha e trabalha no Reino Unido, Birmingham, que é solteiro e tem um filho. As mesmas conversas que vocês falam com juras de amor eterno e bla bla bla… e nunca sai do alto mar kkk, aonde diz trabalhar como engenheiro, por isso não aceita chamadas de vídeo, mas me ligou algumas vezes chamada de voz. Desconfiei hoje quando a conversa rendeu e foi para o assunto de me pediu meu número de calçados e roupas para me enviar presentes porque ia a Polônia com a mãe fazer compras, inclusive disse que sua mãe já me ama e que já me aceita da família e está feliz por ele ter me conhecido, (eu heim)…. eu recusei os presente, claro, até mandei o número do meu calçado quando uma luz me trouxe à esse site antes de prosseguir com endereço e afins… mandouboutra mensagem agora insistindo dizendo ser importante para ele mamdar esses presentes e ficou meio bravo quando os recusei … pelo menos é o que parece porque me ligou de novo por voz em seguida e, mesmo não entendendo muito o inglês, percebi diferença na entonação de voz…se puderem me ajudar, eu ajudo também vocês também. Não sei se vale muito, mas o perfil no Instagram é and.erson4124.

  4. Estou conversando com um cara q se diz francês e muito carinhoso se diz apaixonado fala q não vai desistir de mim .estava boa a conversa até ele pedir meu nome para q eu receba uma encomenda da Suécia no meu endereço aí acabou q eu fiquei com muito medo e não confio pois se ele diz q estava no Brasil não tinha porq ele ir até Suécia para comprar essa máquina ele se diz ginecologista obstetra .q mora em Coritiba diz q foi assaltado nesse meio termo e tem q arrumar a documentação pra poder voltar ..mais logo penso oq ele pode fazer com meu nome completo e meu endereço e meu telefone?

  5. Conheci um Marroquino há 3 anos . Muito educado e simpático após poucos dias me mostrou sua mãe e irmãs por vídeo . Sempre falava com elas também . Perguntou se eu me converteria ao Islã caso casássemos e eu disse que não . Mas mesmo assim parecia interessado . Mas por morar num país conservador percebi que queria encontros mais íntimos on-line . Acho q não saia do Facebook / Messenger e isso me desanimou . Acho q isso mostra ser muito mulherengo … mas sempre pareceu ser honesto no sentido de nunca pedir nada de dinheiro . O difícil é saber como agir …

  6. Gente,mandei email esses dias,falando de um turco todo carinhoso,cheio de amor,no sábado me mandou várias fotos de coisas finas, bolsa,relógios,brincos, colares, pulseira isso no sábado,hoje pela manhã já estavam me ligando de SP,me fazendo a cobrança do dinheiro,R$3999,00 reais,quase o dobro do que recebo,pra eu fazer o pagamento em nome de uma pessoa física, coincidência ou não,joguei na internet o nome dessa mulher,já foi presa por tráfico de drogas,um cara com várias com um sotaque que eu não sei definir qual é,já me cobrou várias vezes e o Turco até de gananciosa me chamou disse pra eu arrumar dinheiro com o agiota,que nos presentes que me mandou tem um envelope com dinheiro que dá e sobra pra eu pagar o agiota,que ele fez de tudo pra me fazer feliz e eu estou o entristecendo.

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.