7 lugares baratos para conhecer no Brasil

Quão barato depende de você. Dá para viajar gastando muito pouco, no estilo mochileiro de hostel ou até de especialista em camping. Dá para gastar mais, ficar em hotéis confortáveis e comer em bons restaurantes, mas mantendo um ótimo custo/benefício. Resolvi listar nove lugares baratos para conhecer no Brasil. Note que não estou dizendo que sejam os mais econômicos possíveis, mas apenas ideias de viagens que cabem no bolso. Vamos pegar a estrada?

Leia também: 5 sugestões de roteiros de mochilão pelo Brasil

5 roteiros de viagem pelo sul do Brasil

Praias do nordeste: seis roteiros para você viajar

 Chapada dos Veadeiros

Tenho um amigo que passou 10 dias na Chapada dos Veadeiros e gastou R$ 600. Eu gastei mais e tenho certeza que tem gente que gasta menos ainda. É o que eu disse no começo: tudo depende do seu estilo de viagem. Em todo caso, uma combinação de fatores torna a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, um destino econômico.

Chapada dos veadeiros, Goiás

O primeiro deles é o deslocamento até lá. Por conta da grande oferta, voar para Brasília costuma ser barato, principalmente se você comprar com antecedência. Quem já está no Centro-Oeste ou no Sudeste ainda pode ir por terra – foi o que meu amigo fez, partindo de BH.

Cerca de 260 km separam a Chapada da capital federal. Lá, além de opções de hotéis baratos, campings e hostels, pesa a favor o custo dos atrativos: ou são muito baratos, R$ 20 a entrada, ou são de graça. O resto é comida e bebida.

Veja também: Roteiro de 7 dias pela Chapada dos Veadeiros
Chapada dos Veadeiros, em Goiás: como ir, o que fazer e outras dicas
Onde ficar na Chapada dos Veadeiros, em Goiás

Chapada dos Veadeiros, Goiás

Vale da Lua

Brasília, Pirenópolis e Goiás Velho

Goiás garante mais um destino nesta listinha. Ou melhor: dois. Pirenópolis e Goiás Velho, que junto com Brasília formam um roteiro perfeito para uns cinco ou seis dias de viagem. Piri está a 170 km da capital federal, enquanto Goiás Velho está mais 168 a frente.

Pirenópolis, Goiás

Pirenópolis

Por falar nela, Goiás Velho é Patrimônio Cultural da Humanidade. E Piri também tem um centro histórico lindo e várias cachoeiras ao redor da cidade, todas com entrada no estilo econômico. Os hotéis também são baratos – apenas tome cuidado com feriados, sobretudo o carnaval, quando a cidade lota. Já em Brasília o movimento é o contrário e as diárias de hotéis tendem a cair nos finais de semana.

Veja também: O que fazer em Brasília: roteiro de um final de semana

Pirenópolis, Goiás: cidade histórica e cachoeiras no cerrado

BH, Inhotim e cidades históricas

Não é porque eu moro aqui, mas BH é um dos destinos com melhor custo/benefício do país. Para começar por conta dos voos, que podem ser econômicos – e quem já está no sudeste (ou em Brasília) pode vir de ônibus mesmo, numa viagem noturna.  Além disso, a Copa do Mundo deu para BH um monte de hotéis. E a consequência são diárias por preços interessantes.

cidades históricas de Minas

Ouro Preto

Além de BH, aproveite para conhecer Inhotim, que está a 60 km da capital mineira, e Ouro Preto, que está a menos de 100 km. Por falar nisso, ao redor de BH há três Patrimônios Culturais da Humanidade: Congonhas está a menos de 70 km e a Pampulha está em BH mesmo. Dá pra juntar tudo na mesma viagem e até para dar uma esticada para outros destinos, como a Serra do Cipó, Tiradentes e Diamantina, outra cidade tombada pela Unesco.

Veja também:  Belo Horizonte é incrível – eu só demorei para perceber isso

13 cidades históricas de Minas que você precisa conhecer

Inhotim, Ouro Preto e Belo Horizonte: roteiro de quatro dias

Vale dos Vinhedos

Sou o primeiro a concordar com quem disser que Gramado não é um destino econômico, até pelo tipo de turismo que se desenvolveu por ali. Embora a atração turística mais interessante da cidade seja de graça – andar pelas ruas cheias de casinhas coloniais – em geral o viajante gasta uma grana para entrar nas mais diversas atrações que se espalham pela região.

Não é assim com o Vale dos Vinhedos. Lá você até gasta, mas se optar por comer em bons restaurantes, as maiores atrações da região. No mais, os tours pelas vinícolas costumam ser gratuitos, as passagens para Porto Alegre não costumam ser caras e distância da capital gaúcha para Bento Gonçalves, espécie de coração do Vale dos Vinhedos, também não assusta: 120 km. Lá você vai achar hotéis de todos os tipos, mas no centro da cidade há algumas opções econômicas.

Veja também: Como planejar uma viagem para o Vale dos Vinhedos

Roteiro pelas vinícolas do Vale dos Vinhedos

Vale dos Vinhedos: uma parte do Brasil que entende (muito) de vinhos

Vinícolas do Vale dos Vinhedos

Ilha do Marajó

Quando pensamos na Amazônia, pensamos em uma viagem cara. E isso até pode ser verdade dependendo do destino amazônico que você escolher, mas não é sempre assim. A Ilha do Marajó, no Pará, está a uma viagem de barco de Belém e tem hotéis com preços ótimos. O custo dos passeios e da alimentação lá também é interessante. Ou seja, o único desafio é achar uma forma barata de voar para Belém. Não é impossível: eu fui com apenas oito mil milhas e também já vi o trecho algumas vezes em promoção.

Fazendas, praias fluviais e o maior rebanho de búfalos do Brasil fazem da Ilha do Marajó um destino, digamos diferentão. E de quebra você ainda vai conhecer Belém, que já valeria uma viagem por si só.

Veja também: Como planejar uma viagem para Ilha do Marajó

Um país chamado Pará

Ilha do Marajó, Belém

Espírito Santo

Eu nunca escondi que sou fã do Espírito Santo, pra mim um dos cantos mais subestimados do Brasil. No ES há praias lindas, serra e cidades de imigração europeia, tudo isso ao redor de Vitória. Por falar nela, a capital do Espírito Santo é lindíssima. A vista a partir do Convento da Penha não me deixa mentir. E basta cair na estrada para encontrarmos Itaúnas, um destino de praia que merecia estar naquela listinha de mais bonitos do Brasil.

Voos para o ES não costumam ser caros (respeitada a regra da antecedência, claro). E os hotéis e pousadas também tem preços econômicos. Guarapari, o maior balneário capixaba, já foi apontada algumas vezes como uma das cidades com diárias de hotéis mais baratas do país.

Veja também: Um segredo chamado Espírito Santo

lugares baratos para conhecer no Brasil

Vitória

Cabo Frio e Região dos Lagos

Uma palavra de cautela: no Réveillon Cabo Frio é cara. Caríssima, pelo menos no quesito hospedagem. Aprendi isso na marra ano passado e me surpreendi ao pagar mais para dormir em Cabo Frio do que em Búzios ou mesmo Paraty, cidades que visitei na mesma viagem. Mas nas outras épocas o preço cai e as águas da Região dos Lagos continuam naquele tom de azul que nem só o Caribe sabe fazer. Para melhorar, Búzios e Arraial do Cabo estão ali pertinho.

Veja também: Cabo Frio, no Rio de Janeiro: praias, atrações e o que fazer

Muita gente vai de carro, em especial quem está na vizinhança, como Minas Gerais e mesmo o Rio de Janeiro. Se precisar ir voando, chegar em Cabo Frio a partir da capital é fácil: 160 km separam as duas cidades.
o que fazer em Cabo Frio


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

30 comentários sobre o texto “7 lugares baratos para conhecer no Brasil

  1. Rafael , estou querendo fazer uma viagem com a minha esposa para Ouro Preto, e queria saber algumas dicas de como chegar (estou em São Paulo) , lugares para se hospedar,passeios que não pode faltar na viagem, etc.

    Agradeço desde já a atenção dispensada, e parabéns pelos posts.

  2. Poxa, fiz uma pesquisa de preços sobre hostels na Chapada e dava algo em torno de 80 reais a diária… Pra mim, que pagava bem menos que isso até em Copacabana, a uma quadra da praia, é caro. :/ Será que pesquisei por algum lugar que encarece tudo?

  3. Rafael gostaria de dicas para uma viagem pelo nordeste que gostaria de fazer entre os meses de outubro a dezembro. Gostaria de começar por São Luiz e ir até Porto Seguro onde retornaria para São Paulo ou Bh. Minha viagem seria aérea até o Maranhão e desceria de carro ou ônibus até Porto Seguro. Dicas como locais para hospedagem e lugares para passeio….

  4. Passei para agradecer as valiosas dicas que me fizeram passar o último feriado ( 4 dias ) em BH, Inhotim e Ouro Preto. Até ler o post, nunca tinha ouvido falar de Inhotim (lastimável), só posso dizer que amei tudo, e com certeza farei outras visitas a Minas Gerais.

  5. Não brinca que Chapada é barato? Meu sonho! Nossa senhora, tô namorando esse lugar faz um tempo!
    Ilha do Marajó eu achava que era caríssima também!
    Agora, Região dos Lagos aqui no Rio só se for em baixa temporada e nem é tão barata assim. Búzios então, nem se fala.
    Mas talvez Cabo Frio seja mais em conta!

    Ótimo post, me inspirou hein, já quero começar a planejar a viagem pra Chapada!

    Cami Santos
    Na Estrada com as Minas
    http://www.naestradacomasminas.com.br

    1. Chapada e Marajó são baratos sim, Cami. E dos Lagos eu estava pensando em Cabo Frio mesmo – embora, francamente, eu tenha estado em Búzios em altíssima temporada e não achei tão caro assim não. Dá pra fazer no modo econômico.

      Abraço e obrigado pelo comentário.

  6. Desses destino só conheço ouro preto, estou atrasado kk, geralmente viajo para litoral mas quero conhecer… outro preto eu achei bem em conta mesmo

  7. Fui recentemente em Bento Gonçalves.
    Ficamos em um hotel bem econômico, limpo, confortável, atendimento excelente e, ainda, próximo do centro.
    Os restaurantes são ótimos e bem em conta. O Vale dos Vinhedos é lindo!
    A passagem para Porto Alegre não é cara e alugamos um carro pra ficar 5 dias em Bento.
    Valeu muito a pena!!

  8. Desses, já comprovei sua palavras em Espírito Santo, Bh, Inhotim e Ouro Preto; e meu próximo destinos é Cabo Frio e Arraial!
    Nosso Brasil tem lugares tão lindos, e não precisa ser tudo tão caro. Só dá uma pesquisada, pegar umas dicas no “360 Meridianos” e se jogar hahahaha

    1. Para mim, a Chapada é um dos lugares mais incríveis que já conheci no mundo 🙂 E o melhor: tenho a sorte de morar a 300km de lá.

  9. Para quem vai para cabi frio e quer pagar menos nas estadias, podem ficar nas cidades vizinhas cimo sao pedro da aldeia e araruaama que sao cidades aconchegantes e vale a pena conhecer e ficam menos de 40 min de carro e tem. onibus direto tanto oara cabo frio quanto arraial do Cabo

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.