Tags:
Atlas: Cusco, Peru

Onde ficar em Cusco, Peru: 10 hotéis e hostels nos melhores bairros

Assim como em outras cidades de mesmo porte, escolher onde ficar em Cusco é tarefa fácil. A polêmica fica em outro canto e ajuda a te convencer a passar alguns dias na cidade. Lá vai: Cusco é tão (e quem sabe até mais) interessante quanto Machu Picchu. Dona de um centro incrível, Cusco é a capital histórica do Peru, Patrimônio Mundial da Unesco e um dos maiores destinos turísticos do país – cerca de 2 milhões de pessoas passam por lá todos os anos.

Onde ficar em Cusco: hospedagem na Praça de Armas

Na hora de escolher onde ficar em Cusco, a opção mais simples é se hospedar perto da Praça de Armas, espécie de coração de Cusco há séculos. A região já era o centro da cidade quando os incas mandavam lá. Com a chegada dos espanhóis, o conquistador Francisco Pizarro resolveu manter a importância da Praça. Inclusive, foi ali, em 1533, que ele declarou a conquista de Cusco.

Veja também: 6 roteiros de viagem pelo Peru
Como comprar a entrada para Machu Picchu

Onde ficar em Cusco

Na Praça das Armas você vai encontrar alguns dos monumentos mais importantes de Cusco, tipo a Catedral da cidade. Por ali também estão vários restaurantes e bares. Por isso, a Praça das Armas ganha no quesito localização. Quem fica nessa parte da cidade pode se deslocar sempre a pé e está perto da muvuca. Se for isso que você procura, então já achou o seu lugar. Destaque para os seguintes hotéis no centro histórico de Cusco:

Encontre hotéis na região da Praça de Armas

Onde ficar em Cusco: San Blás

Multidões de turistas te irritam? Bem, nesse caso a Praça das Armas pode não ser uma boa ideia para você. Uma alternativa é sacrificar um pouco a localização, mas ficar num bairro charmoso da cidade. Nesse sentido, o San Blás é o mais indicado. Trata-se de um bairro de artesãos, com ruas estreitas, várias ladeiras e com fama de boêmio. Lá você vai encontrar vários bares e restaurantes legais, além de ter ótimas vistas da cidade. E o San Blás nem é tão longe da Praça de Armas assim – são só algumas quadras de distância. Bom, né?

Veja opções de hospedagem na San Blás

Plaza de San Blas, Cusco

Praça de San Blas, Cusco (Foto: Carlos Adampol Galindo, Flickr Commons)

Hotéis históricos em Cusco

Cusco tem opções de hospedagem para viajantes de todos os tipos, sejam mochileiros ou gente que procura luxo e conforto. Se você tiver dinheiro para gastar, uma boa opção é ficar num hotel que tenha história para contar. Em Cusco, alguns prédios históricos foram transformados em hotéis luxuosos.

O mais famoso deles é o Hotel Monasterio, que fica perto da Catedral de Cusco e da Praça de Armas e funciona num prédio com mais de quatro séculos de história. Construído pelos espanhóis para ser um seminário, o prédio virou hotel em 1965. Desde então, virou uma das opções mais luxuosas da cidade.

 Onde Ficar em Cusco Peru

Foto: Tripadvisor

O Hotel Libertador Palacio del Inka é outra opção que fica num casarão histórico. Antiga moradia de nobres, o Palacio del Inka costuma aparecer em todas as listas de melhores hotéis da cidade. Por fim, o Costa del Sol é outro hotel que funciona numa casa colonial. Nesse caso, a mansão foi construída no século 17 e servia de moradia para um marquês.

Veja outras opções em Cusco

Hotéis baratos em Cusco

Viajante econômico, fique tranquilo: existem vários albergues na cidade, inclusive ao redor da Praça de Armas. No Booking, destaque para o Samay Wasy Hostel, que é muito bem avaliado por quem ficou lá. Esse albergue fica no San Blas e, julgando pelas fotos, tem uma vista bem bacana da cidade. Ó:

Onde ficar em Cusco

Foto: Tripadvisor

O Sol Plaza Inn é outra opção boa e barata que não está do lado da Plaza de Armas, mas a uma distância caminhável de lá. O custo-benefício desse hotel é responsável por torná-lo um campeão de vendas na cidade. Em abril de 2018, o 360 pagou R$200 pela noite na suite deluxe, mas há opções de estadia ainda mais baratas. O lugar tem um café da manhã muito bom incluído e os quatros são bastante confortáveis.

Se for ficar em hostel, duas dicas importantes: sempre verifique se o local oferece água aquecida 24 horas por dia. É sério isso. Já fiquei num albergue em Cusco que só tinha água aquecida em determinados períodos. Agora, imagine ficar sem tomar banho depois de um dia intenso de caminhadas em Machu Picchu ou pelo Vale Sagrado. Ruim né? Por isso, ter água aquecida 24 horas é mais importante do que oferecer café da manhã.

Além disso, tenha em mente que se você ficar muito longe dos pontos turísticos (e da Praça de Armas) pode ter que se locomover de táxi, principalmente de noite. A boa notícia é que esse meio de transporte é bem barato em Cusco.

Encontre hospedagem econômica em Cusco

Onde ficar em Cusco: outras opções

Onde ficar em Cusco

Se você ainda estiver em dúvida na questão da hospedagem, que tal procurar na lista geral do Booking? É fácil, basta clicar aqui. Você pode refinar a busca de acordo com suas preferências – hotéis que buscam o hóspede no aeroporto, para famílias, que aceitam animais de estimação (e por aí vai).

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países e indispensável em qualquer viagem. Não fique desprotegido no Peru. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício com nosso código de desconto.

*Ao fazer sua reserva a partir dos links listados aqui, o blog ganha uma pequena comissão. Essa é uma forma de ajudar o 360meridianos, mas você não paga nada a mais por isso. Para mais detalhes, veja as políticas do blog.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

4 comentários sobre o texto “Onde ficar em Cusco, Peru: 10 hotéis e hostels nos melhores bairros

  1. Oi Rafa,

    Fiz uma pesquisa de hostels em Cusco e vi dois que me agradaram, ambos perto da Praça das Armas, mas não queria arriscar uma experiência ruim com água fria por lá. Como posso confirmar isso? Achei que água quente era um pré-requisito pra qualquer hospedagem. Foi um caso isolado ou é comum esse tipo de “racionamento”?

    Abçs

    1. Oi, Bia. Entra no Booking e leia as avaliações dos hóspedes. Basta clicar em avaliações reais.

      Se existir um problema assim, pode ter certeza que alguém vai ter relatado. Não sei se é comum. O problema é que não havia água quente durante a madrugada, pois o equipamento usado para aquecer a água é desligado. Passei por isso em outros países também, não apenas no Peru. E a falta que faz o chuveiro elétrico.

      Abraço.

      Abraço.

  2. Recomendo Casa inn na calle hospital, com Ryna e Leo Maresco, una pareja liiiiinda e muito amável! 🙂 Fica logo depois do mercado de San Pedro na esquerda. Em frente a una lan house. Gente, lá é muito legal, chuveiro quente 24 h, wi fi, e super limpo. Tem cozinha também. Tem uma sala ampla com sofás onde é o recanto de interação dos mochileiros. Super recomendo. Somente 10 soles o quarto compartilhado. Sinto muitas saudades dos meus amigos Ryna e Leo!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.