9 países que não precisam de passaporte para viajar

Viajar para o exterior não precisa ser burocrático. Se alguns países, como os Estados Unidos, dão trabalho e medo no viajante por conta da exigência de visto. Mas nem tudo precisa se assim tão complicado: há alguns países que não precisam de passaporte para viajar! Isso mesmo, você pode passar pela imigração e curtir as férias portando apenas o seu documento de identidade brasileiro.

Não é preciso ter nem passaporte para viajar por nove países da América do Sul. Por conta de acordos diplomáticos com o Brasil, nesses casos basta apresentar seu RG, o documento de identidade.

passaporte brasileiro

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Na América do Sul, apenas as Guianas, o Suriname e as llhas Britânicas no sul do continente (incluindo as Malvinas, que são causa de problemas com a Argentina) exigem passaporte de viajantes brasileiros. No entanto, situação de visto estão sempre mudando. Para ter acesso a informações atualizadas, aconselhamos a olhar a tabela do Itamaraty antes de viajar.

Veja também:
5 roteiros de mochilão pela América do Sul
Viagem pela América Latina: guia completo do México à Argentina

ESTRADA - ARGENTINA - Cachi

Quais são os países que não precisam de passaporte para viajar?

  • Argentina

Buenos Aires te espera e é logo ali. A nossa capital vizinha é bonita, charmosa, animada e relativamente barata para brasileiros. Além disso, que tal conhecer as vinícolas de Mendoza, os lagos de Bariloche, o norte andino ou as belezas da Patagônia? Toda a Argentina, um dos países mais lindos do mundo, te recebe de braços abertos. E sem passaporte. Veja aqui mais dicas de viagem para a Argentina.

  • Bolívia

De La Paz ao Salar de Uiny: a Bolívia é incrível e muito barata. Com cultura indígena presente e riquíssima, paisagens que parecem ter saído de um filme de ficção científica e um povo alegre e receptivo, a Bolívia é, para muita gente, o destino favorito na América do Sul. E o melhor: sequer precisamos de passaporte para viajar para lá. Se você quer conhecer um lugar diferente, ter experiências únicas e gastar pouco, esse pode ser o destino para você. Não deixe de ler o texto em que explicamos, número a número, quanto custa viajar pela América do Sul.

  • Chile

Comece por Santiago. Corra para as colinas para esquinar, caso seja inverno, ou vá apreciar a vista para os Andes e a animação da cidade, caso seja verão. Não se esqueça das vinícolas, do Atacama e da Patagônia: o Chile é lindo, tem ecossistemas diversos e os voos para lá estão frequentemente com boas tarifas. Veja mais dicas de viagem para o Chile!

  • Colômbia

A capital Bogotá é rica em cultura urbana, gastronomia, história e arte, mas sem perder o calor e a simpatia do povo colombiano. O país tem ainda praias caribenhas em Cartagena, San Andrés e Santa Marta; floresta amazônica e montanhas andinas. É diversidade para sulamericano nenhum botar defeito.

E se você ainda se assusta com esse nome, saiba que o histórico de violência advinda do narcotráfego já ficou para trás há mais de uma década e hoje a gente pode aproveitar as riquezas desse país único e, porque não, mágico? Veja algumas ideias de roteiros de viagem pela Colômbia.

  • Equador

O Equador é o menor país da América do Sul, mas não fica pra trás quando o tema é riqueza cultural e, claro, natural. É no país que fica o famoso arquipélago de Galápagos, símbolo da biodiversidade e muito conhecido por ser o local onde Darwin desenvolveu melhor sua teoria da evolução. Mas essa não é a única opção para os amantes da natureza: o país ainda tem 14 vulcões dentro de seu território, litoral, floresta Amazônica e montanhas nevadas.

  • Paraguai

O Paraguai é muito mais que a área logo após a Ponte da Amizade – na realidade, aquela  região da Ciudad del Este não representa em nada o que é o país. Apesar de ser conhecido pelas compras baratas (e ter a má fama de oferecer produtos de qualidade duvidosa, outro estereótipo), o país ainda tem muito a mostrar em termos de história, belezas naturais e vida noturna. Que tal ir para lá? Promoções para Assunção, capital do país, são frequentes.

  • Peru

Lima foi capital da América Espanhola, o que deixou a cidade lotada de construções históricas. Antes disso, porém, o Peru foi também a capital do Império Inca, e os resquícios históricos dessas duas eras tornam deste um dos países mais interessantes e visitados do mundo. Além de Machu Picchu e Cuzco, só para citar duas de suas maiores estrelas, o país também conta com cidades como Puno, Iquitos e as linha Nazca. Isso para não mencionar a gastronomia única. Veja algumas dicas de viagem para o Peru.

  • Uruguai

Outra viagem simples e que não fica cara. E cabe num final de semana prolongado. Montevidéu, Punta del Este e Colônia del Sacramento podem ser visitadas em quatro dias. Ou você pode combiná-las com Buenos Aires, que está a uma hora do Uruguai. Aqui temos um roteiro pronto para explorar o Uruguai de carro.

  • Venezuela

Entre as Ilha da Marguerita, o arquipélago de San roque e parte do Monte Roraima, a Venezuela tem muito mais a oferecer do que nos mostram os noticiários. Nós temos pouco conteúdo sobre a Venezuela aqui no 360 – apenas um post, fruto de uma passagem de poucas horas por Caracas. Mas temos certeza que o país rende uma viagem e tanto.

Documentos exigidos nos países que não precisam de passaporte

Para viajar para os países que não precisam de passaporte na América do Sul, é apenas apresentar o documento de identidade ao oficial de imigração, conforme dito acima. Mas atenção: é importante que o documento esteja em bom estado de conservação, ou seja, nada de carteira rasgada ou desmanchando, e que a foto seja atual.

Segundo o Itamaraty, o documento precisa ter até 10 anos de emissão, mas é bom entender isso mais como uma base para o que seria “foto atual” do que outra coisa. Se você mudou muito e a foto não se parece com você, mesmo que o documento tenha menos de 10 anos, é melhor tirar outro RG. Carteira de Motorista e outros documentos não são aceitos.

No momento de entrada no país, você receberá um papel informando a data de ingresso e o tempo de permanência legal que você tem direito. Guarde-o e apresente-o novamente no momento de deixar o país. Caso você o perca durante a viagem, será necessário pagar uma multa. O valor dessa multa varia em cada lugar.

Para evitar esse tipo de transtorno, ainda é possível visitar esses países apresentando seu passaporte. Nesse caso, você receberá um carimbo, como em qualquer outro país do mundo.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

45 comentários sobre o texto “9 países que não precisam de passaporte para viajar

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.