fbpx

5 roteiros de viagem pelo sul do Brasil: dicas para suas férias

Que tal fazer as malas e começar uma viagem pelo sul do Brasil? A menor região brasileira tem muito a oferecer ao viajante: por ali estão Gramado, Canela, Balneário Camboriú, Foz do Iguaçu, Vale dos Vinhedos, alguns dos cânions mais bonitos do Brasil e, claro, três capitais incríveis.

Em termos de área, o sul do país é menor que Minas Gerais e só um pouco maior que a Bahia. Mas a diversidade de cenários, pessoas e comidas que você encontrará por lá é digna de vários países europeus. Culpa da imigração, principalmente de italianos e alemães, que deixou o sul do país com cara de Velho Continente. Misture isso com a forte herança indígena – você acha que o chimarrão veio de onde? – e pronto, está formada uma parte incrível do nosso país.

Como chegar em Gramado do aeroporto de Porto Alebre

Gramado

Viagem pelo sul do Brasil: 10 dias no Rio Grande do Sul

Road Trip: Porto Alegre, Gramado e Canela

Porto Alegre é uma grande cidade. Do Guaíba aos bares da Cidade Baixa. Da Redenção, de preferência aos domingos, ao pôr do sol na Usina do Gasômetro ou no Iberê Camargo.

O problema é que um monte de turistas desce no Aeroporto Salgado Filho, aluga um carro e corre para as montanhas, ou melhor, para a Serra Gaúcha. Para conhecer tudo que Porto Alegre oferece, nada de pular a cidade – passe três noites por lá e só depois siga para Gramado.

Usina do Gasômetro, Porto Alegre

Porto Alegre

Porto Alegre está a 130 km de Gramado, percurso que pode ser coberto em pouco mais de duas horas. Para quem vai de ônibus, a linha é operada pela Viação Citral, que tem saídas a cada 30 minutos, entre 6h30 e 20h, com tarifas entre R$ 40 e R$ 60, dependendo do tipo do veículo. Os ônibus saem da rodoviária de Porto Alegre, mas muitos deles passam no aeroporto.

Se optar por alugar um carro, você pode fazer o percurso de duas formas: do jeito mais rápido, via BR 116, depois combinada com as rodovias estaduais RS 239 e RS 115, ou do jeito mais bonito, pela chamada Rota Romântica, que passa por várias vilas de colonização alemã.

Você passará por cidades como Morro Reuter, Dois Irmãos e Nova Petrópolis – vale dar uma parada pelo menos na última.

Gramado, Rio Grande do Sul

Portal de entrada de Gramado

Passe pelo menos três noites em Gramado ou em Canela – tanto faz, afinal as cidades ficam a cerca de oito quilômetros uma da outra. Esse tempo será suficiente para conhecer as principais atrações da região, comer bem e relaxar.

Catedral de Pedra, Canela

Canela

Vale dos Vinhedos e Cambará do Sul

Agora é hora de curtir a parte italiana da Serra Gaúcha. Pouco mais de 110 quilômetros, via RS 235, separam Gramado e Bento Gonçalves, cidade base para conhecer o Vale dos Vinhedos. Não encontrei linhas de ônibus que façam esse trajeto, mas é possível sair de Gramado e seguir para Caxias do Sul (Viação Citral / R$ 21,75) e de lá seguir para Bento (Ozelame Transportes / R$ 11).

Em Bento, aproveite para visitar as vinícolas maiores, como a Casa Valduga, ou as menores, como a Dom Laurindo. Não deixe de fazer o roteiro pelos Caminhos de Pedra, de parar em bons restaurantes e de aproveitar uma das road trips mais bonitas do Brasil. Por falar nisso, vale dizer que estar de carro facilita – e muito – a vida de quem viaja pelo Vale dos Vinhedos.

roteiros de viagem pelo sul do brasil

Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves 

Para quem tem tempo, outra alternativa é conhecer os cânions do Parque Nacional Aparados da Serra, em Cambará do Sul. A melhor forma de chegar lá é a partir de Gramado. São 124 km, pelas rodovias RS 020 e RS 235.

Não há ônibus diretos entre Gramado e Cambará do Sul – nesse caso, a melhor opção é pegar um ônibus para São Francisco de Paula e de lá seguir viagem.

Dicas de hospedagem

  • Hotéis em Porto Alegre

Porto Alegre Eco Hostel – Foi onde me hospedei na minha primeira passagem pela cidade, em 2015. Recomendo. É um bom hostel, perto de tudo e com boa estrutura. A Lima e Silva, principal rua de bares da cidade, está ali pertinho.

Hotel Intercity Cidade Baixa – Fica exatamente na divisão entre a Cidade Baixa e o Centro Histórico, na Avenida Loureiro da Silva – os bares da Lima e Silva estão a cinco minutos a pé. Esse é um dos hotéis mais reservados da cidade.

O Ibis Styles – Boa localização, dá para ir a pé ao Farroupilha. Já me hospedei ali e gostei.

  • Hotéis em Gramado e Canela

Pousada Solar da Serra (Gramado) – Fica a 300 metros do Palácio dos Festivais. É elogiadíssima pela localização, que no Booking ganha nota próxima a 10. Também ganha pontos no custo/benefício.

Aardvark Inn Pousada (Gramado) – Um pouco mais distante, a 1 km do Palácio dos Festivais. Fica numa região bonita e dá para ir até a pousada a pé – quando não der, uma corrida de Uber sai pelo valor mínimo. 

Pier 704 –  (Canela) Está de carro? Então considere ficar nessa pousada, que é minha opção favorita na região – me hospedei ali e voltaria fácil. Fica ao longo da Estrada do Caracol, a alguns minutos do centro de Canela. Gramado também não está distante.

  • Hotéis no Vale dos Vinhedos

Hotel Laghetto Viverone Bento – Tem diárias a partir de R$ 250 no quarto duplo. É um hotel novo, com vista para a cidade e cujo ponto mais forte é justamente a localização.

Cantelli está num casarão colonial nos Caminhos de Pedra, a rota mais bonita do Vale dos Vinhedos. É elogiadíssima e favorita entre casais. 

Pousada Terragnolo é dentro da vinícola de mesmo nome. A avaliação dos hóspedes é muito boa, com nota superior a 9 e destaque para o café da manhã. 

7 dias em Santa Catarina: de Balneário Camboriú até Florianópolis

Seu voo pode descer em Florianópolis ou em Navegantes, tanto faz. Qualquer que seja escolha, é fácil e rápido circular por Santa Catarina. Em sete dias você pode conhecer Floripa, Balneário Camboriú, Blumenau e o Beto Carrero World, o maior parque temático da América Latina, que fica em Penha.

Se descer em Florianópolis, passe duas noites na cidade, que tem muita história para contar e já foi até invadida por piratas. Depois de conhecer o Centro Histórico, as praias, o Mercado Público e a ponte Hercílio Luz, siga para Balneário Camboriú. São 82 km, pela BR 101. A Viação Catarinense faz o trecho. A viagem dura 1h20 e a passagem custa cerca de R$ 40.

roteiros de viagem pelo sul do Brasil

Florianópolis

E a partir de Balneário Camboriú é fácil chegar em Blumenau, cidade que teve forte colonização alemã e que recebe a Oktoberfest no Brasil. De carro, a viagem pode ser feita pelas BR 101 e BR 470, num trecho de 68 km.

De ônibus a viagem dura 1h30, também pela Viação Catarinense, e custa R$ 26. É possível fazer um bate-volta ou pernoitar em Blumenau. Como dito antes, outra possibilidade é passar um dia no Beto Carrero World, que fica a 40 km de Balneário Camboriú e a apenas 12 km do Aeroporto de Navegantes.

Balneário Camboriú, Santa Catarina

Balneário Camboriú

Caso tenha mais tempo, inclua no roteiro praias e cidades menores ao longo do litoral catarinense.

Dicas de hospedagem

  • Hotéis em Balneário Camboriú

Reserva Praia Hotel tem uma piscina linda e fica de frente para o mar, na Praia de Taquaras. 

E a Pousada Estaleiro Village, onde eu também já me hospedei e recomendo, fica em frente à Praia do Estaleiro e tem ótimo custo/benefício.

  • Hotéis em Florianópolis

Hotel Saint Germain fica em frente à Lagoa da Conceição e conta com piscina e opções de quartos e chalés.

O Backpackers Sunset é um albergue que fica entre Lagoa da Conceição e Barra da Lagoa e tem vista espetacular.

15 dias entre Santa Catarina e o Rio Grande do Sul

É fácil juntar Rio Grande do Sul e Santa Catarina numa mesma viagem. Se você estiver de carro, basta seguir pelas rodovias RS 115 e BR 101, a partir de Gramado (446 km até Florianópolis); pelas BR 453 e BR 101, a partir de Bento Gonçalves (510 km até Florianópolis); ou via RS 020 e BR 101, a partir de Cambará do Sul (408 km até Floripa).

Roteiros de Viagem pelo Sul do Brasil

Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul

Há ônibus diários entre Gramado e Florianópolis, da empresa ViaSul. A passagem custa R$ 112. De Floripa siga para Balneário Camboriú, conforme explicado no roteiro anterior. E aproveite para conhecer também Blumenau e o Beto Carrero World.

Roteiro de 10 dias pelo Paraná

É no Paraná que fica o lugar mais bonito do Brasil continental, ou seja, com exceção de Fernando de Noronha. Falo, claro, das Cataratas do Iguaçu, na fronteira com a Argentina.

Reserve pelo menos cinco dias da sua viagem pelo Paraná para conhecer o lado brasileiro e o lado argentino das cataratas, as atrações de Foz do Iguaçu, o charme de Puerto Iguazú e, por que não, a Ciudad del Este, no Paraguai. Três países numa viagem só!

cataratas-do-iguacu

Cataratas do Iguaçu

Se você tiver chegado pelo aeroporto de Foz, siga para Curitiba. A distância não é das mais curtas: 637 km, pela BR 277. A Viação Catarinense tem várias saídas diárias no trecho, com passagens na casa dos R$ 200. Se seu voo de chegada tiver sido por Curitiba, então é melhor conhecer as atrações ao redor da capital paranaense antes de seguir para Foz.

Passe três noites em Curitiba. Assim você terá tempo de conhecer as principais atrações da cidade, como o Jardim Botânico, o Museu do Olho e a Ópera de Arame. Tire um dia do roteiro para conhecer Morretes, cidade histórica a 67 quilômetros da capital. A melhor forma de chegar até lá é no passeio de trem pela Serra do Mar, num trecho centenário e com 110 quilômetros. Aproveite o mesmo dia para conhecer Antonina, outra cidade histórica e que fica pertinho de Morretes.

O restante dos dias no Paraná são da Ilha do Mel. Para chegar até lá, vá até Pontal do Sul (119 km via BR 277). A Viação Graciosa faz a viagem, que tem várias saídas diárias e custa R$ 43,84. De lá é preciso pegar um balsa, que sai a cada meia hora. A viagem de barco dura 30 minutos e a passagem custa R$ 35, ida e volta.

Outra opção é ir a partir de Paranaguá. A vantagem é que é possível fazer esse trecho de trem, na sequência daquele mesmo passeio até Morretes. Por outro lado, os barcos a partir de Paranaguá saem apenas três vezes por dia (9h30, 13h e 16h30), a viagem dura 1h45 e custa R$ 53, ida e volta. Detalhes aqui.

Dicas de hospedagem

  • Hotéis em Curitiba

Já nos hospedamos no Duomo Park Hotel, que é muito bom, 4 estrelas, os quartos são bem confortáveis e todos têm cozinha. Ele fica em frente à Rua 24 horas.

Já nos hospedamos (e recomendamos) o ibis Styles Curitiba Batel, que tem localização muito boa e bom custo/benefício.

Dois hostels se destacam em Curitiba, ambos muito bem avaliados pelos hóspedes, bem localizados e com bom custo/benefício: o Social Hostel Café e Bar e o Knock Knock Hostel.

  • Hotéis em Foz do Iguaçu

O Hotel das Cataratas fica dentro do Parque Nacional do Iguaçu e de frente para as quedas.

O Águas do Iguaçu fica na Avenida Brasil, perto de bancos, farmácias, supermercados, restaurantes e alguns bares .

Onde ficar em Curitiba

Foto: Cidade de Curitiba by Augusto Janiscki Junior CC BY 2.0

Viagem sul do Brasil: 30 dias de férias pela região

Sim, dá para juntar todos esses roteiros num só, formando um supermochilão, uma grande road trip pelo sul do país. Para isso, você pode comprar uma passagem para múltiplos destinos, com chegada em Porto Alegre e volta por Curitiba, por exemplo. Saiba como fazer isso nesse texto aqui.

Nesse caso, o deslocamento entre as cidades pode ser de ônibus (o único trecho ainda não citado no texto é entre Balneário Camboriú e Curitiba, que é feito pela Viação Catarinense, leva cerca três horas e meia e custa entre R$ 60 e R$ 120).

Se optar por alugar um carro, lembre-se que as taxas para devolver o veículo em cidades diferentes são altas. Outra alternativa é ir e voltar pela mesma cidade e fazer todo o roteiro de carro, incluindo algumas paradas na ida e outras na volta.

E você? Já viajou pelo sul do país? Que lugares recomenda visitar?


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

134 comentários sobre o texto “5 roteiros de viagem pelo sul do Brasil: dicas para suas férias

  1. Ola
    Gostaria de fazer uma viagem saindo do inteiror de São Paulo
    Passando pelo Paraná Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Teria como me fornecer informações dos melhores pontos turísticos para seguir uma rota descendo ao sul do brasil? Faremos de carro essa viagem

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.