fbpx

Como visitar a Calçada dos Gigantes e arredores, na Irlanda do Norte

A Calçada dos Gigantes, ou Giant’s Causaway, é um dos cartões-postais da Irlanda do Norte. A formação de pedras à beira do mar é um passeio perfeito a partir de Belfast, principalmente se combinado com outras atrações nos arredores que ficaram famosas como cenários da série Game of Thrones.

Neste texto você descobre como visitar a Calçada dos Gigantes e outros cenários de Game of Thrones a partir de Belfast, se vale a pena contratar um tour ou fazer o passeio por conta própria e outras dicas para aproveitar bem o seu dia.

Viajando pelo Reino Unido? Leia também:
Peak District: roteiro pelo Parque Nacional no Norte da Inglaterra
• 5 aventuras imperdíveis no País de Gales

calcada dos gigantes irlanda do norte costa de antrim

Onde fica a Calçada dos Gigantes?

A Giant’s Causaway fica na Causeway Coastal Route, um caminho cênico pela Costa de Antrim, que liga Belfast a Londonderry, na Irlanda do Norte.

A Calçada dos Gigantes está a cerca de 90 km de Belfast, no município de Bushmills. O local é Patrimônio Natural da Humanidade, segundo a UNESCO, e é conservado pela National Trust.

Como se formou a Calçada dos Gigantes?

A Calçada dos Gigantes é formada por 40 mil colunas de pedra basáltica que formam degraus que vão do nível do mar até 12 metros de altura.

O local se formou entre 50 a 60 milhões de anos atrás, por meio de uma fissura vulcânica – que é quando a lava chega à superfície sem uma erupção.

O contato com o ar fez com que o magma se resfriasse, criando rochas do tipo basalto. Durante o resfriamento lento do magma, a tensão horizontal fez com que essas rochas fossem se fraturando no formato de colunas. A maioria delas tem o formato de hexágono.

calcada-dos-gigantes como se formou pedras basalticas

O nome oficial da geologia dessas formações é disjunção prismática.

Diversos outros lugares na terra têm essas tipos de formação geológica: a Islândia é um destino famoso por isso. E mesmo no Brasil você encontra as Pedras do Cambira, em Apucarana, no Paraná.

Como é a visita à Calçada dos Gigantes?

A entrada na Calçada dos Gigantes é gratuita em toda a área natural e nas trilhas nos arredores. O local fica aberto todos os dias, do nascer ao pôr do sol.

É necessário pagar apenas se você quiser entrar no Visitor Centre e Estacionamento (abertos das 9h às 17h), que conta com um pequeno museu sobre o monumento natural, sua história e geologia.

Uma vez nas formações de pedra, você pode subir ou descer os degraus, molhar o pé na água fria do mar ou alcançar as pedras mais altas.

Mas, antes disso, precisa escolher um dos caminhos até as pedras. Existem duas rotas principais para visitar a Calçada dos Gigantes:

  • Rota Azul: acessível com micro-ônibus

A rota mais acessível e rápida é a azul. Você desse e sobe por uma estrada asfaltada, num caminho de 1.2 quilômetros que pode ser feito a pé ou com um micro-ônibus (que custa apenas 1,50 libras).

Em menos de 20 minutos você chega à Calçada, partindo de frente do Centro de Visitantes.

calcada-dos-gigantes-rota-azul-onibus

  • Rota Vermelha: a melhor vista

A rota vermelha passa pelas falésias acima da Calçada dos Gigantes, permitindo ter uma vista panorâmica de toda a costa, até que você desce pela Escada dos Pescadores em direção às famosas formações de pedra.

O nível de dificuldade é baixo moderado e a distância é de 2km.

Eu recomendo esse caminho para quem não tem dificuldade de locomoção, porque a vista é espetacular.

calcada dos gigantes rota vermelha vista

  • Rota Verde e Rota Amarela

Existem duas opções de rotas que não necessariamente passam pela Calçada dos Gigantes, mas permitem visitar as falésias nos arredores. A rota verde é mais curta e a amarela é mais longa.

São caminhadas ideais para quem tem mais tempo de explorar a região a pé. Veja no site oficial mais informações sobre essas trilhas.

Como chegar a Giant’s Causeway

Você consegue chegar à Giant’s Causeway por conta própria, de carro, transporte público ou até de bicicleta. Ou, ainda, contratando um dos vários tours que partem de Belfast diariamente.

Cada um desses meios de transporte tem suas vantagens e desvantagens. Explico abaixo.

Carro Próprio

Se você pretende alugar um carro para viajar pela Irlanda (clique aqui para pesquisar o aluguel com desconto), esse é o jeito mais simples de chegar até a Giant Causeway.

estrada causeway coast route irlanda

Basta seguir pela estrada pela costa de Antrim, se quiser ter uma vista cênica (cerca de 2 horas de viagem), ou pela rodovia A2, se quiser chegar rapidamente ao monumento.

Tour para Giants Causeway

Para quem não pretende alugar carro, contratar um tour é a forma mais fácil e confortável de conhecer não só a Calçada dos Gigantes, mas também vários lugares ao longo da Costa de Antrim. Foi a opção que eu escolhi.

Existem dezenas de tours saindo de Belfast até a Giant’s Causeway. Eu pesquisei entre todos eles para encontrar a melhor opção e agora compartilho com vocês.

O tour “De Belfast: excursão de um dia guiada pela Calçada dos Gigantes + Game of Thrones” tem as melhores reviews na Get Your Guide. Realmente, tem o melhor custo/benefício.

A primeira grande vantagem em relação aos outros não é apenas o preço, mas que você tem 2 horas livres na Calçada dos Gigantes. Além disso, todas as paradas para as outras atrações dão tempo suficiente para ver e tirar fotos sem precisar correr muito.

estrada costa de antrim tour calcada dos gigantes

O ônibus é confortável e o guia / motorista é excelente. E a paisagem ao longo do caminho é de tirar o fôlego. Enfim, recomendo demais fazer esse tour, clique aqui para reservar antes que esgote.

Mais abaixo eu conto um pouco mais sobre as outras paradas do passeio, que são legais mesmo para quem não é fã de Game of Thrones.

Transporte Público

Você consegue ir de trem e/ou ônibus até a Giant’s Causaway. Essa é a opção mais barata, porém, você não conseguirá incluir mais coisas no passeio.

De trem, você vai de Belfast a Coleraine e depois pegar o Ulsterbus 172. A viagem dura 2h. Uma opção melhor é o ônibus Goldline 221, que vai de Belfast Pottingers Entry High Street até a Calçada dos Gigantes. A viagem demora 1h30.

É necessário comprar o bilhete do dia para conseguir ir e voltar. O valor é de £16.50 (ida e volta). Você consegue checar os horários e preços no site da Translink. A compra do bilhete pode ser feita diretamente com o motorista.

Tenha em mente que, se você for de ônibus, passará apenas pelo interior e não terá a chance de ver toda a Costa e as paradas legais no caminho. Por esse motivo, eu optei por pagar um pouco a mais num tour.

De bicicleta

Se você for uma pessoa ativa, é possível seguir de bicicleta pela Causeway Coastal Route, na ciclovia pela rota 93, saindo de Belfast. O caminho tem cerca de 100 km.

Calçada dos Gigantes e Game of Thrones: tour pela Costa da Irlanda do Norte

É muito comum encontrar tours com o nome de Game of Thrones pela Costa de Antrim porque diversos locais lindos por ali foram utilizados como cenário da série. Esse foi o caso do tour que eu fiz e recomendo.

Para quem estiver num carro próprio, o passeio pela Causeway Coastal Route também é espetacular. Veja aqui um roteiro com mapa.

Listei alguns dos principais pontos da Costa de Antrim para explorar como quiser.

Veja e Compartilhe o Google Web Stories com 6 passeios em Belfast para fãs de GoT

  • Castelo de Carrickfergus

Fortificação à beira do mar que foi construída pelos normandos, quando eles invadiram a Irlanda no século 10. Mais tarde, também foi fortaleza do rei inglês João Sem-Terra (há uma estátua do governante em frente ao castelo), além de ter sido dominado por franceses e escoceses ao longo dos anos.

castelo de carrigfergus belfast

O belo castelo é aberto para visitação de terça a domingo, das 9h às 17h. A entrada custa 6 libras.

Vários tours passam por Carrickfergus, mas permitem apenas ver o monumento por fora.

  • Carnlough Harbour

A pequena e charmosa vila de Carnlough talvez não seria parada de muita gente que viaja pela Costa de Antrim não fosse por Game of Thrones.

escada porto game of thrones tour irlanda do norteCarnlough Harbour

No porto da cidade, dedicado apenas a pequenos barcos de pesca, fica uma escada de pedras para o mar. Ali, foi gravada uma cena da sexta temporada, que representa a cidade de Braavos, quando Aria Stark emerge da água depois de ser esfaqueada pela Orfã.

  • Cavernas de Cushedun

Em Cushedun, uma pequena vila costeira, você encontra uma praia com duas cavernas formadas há 400 milhões de anos.

cushedun caves melissandre

Entretanto, a fama do local é bem mais recente. É que, foi numa das cavernas que Melissandre deu a luz à sombra, na segunda temporada de GoT.

  • Dark Hedges

Não é necessário gostar de Game of Thrones para visitar as Dark Hedges.

Trata-se de uma estrada onde, no século 18, foi plantado um caminho de árvores na entrada de uma mansão, a Gracehill House. Hoje, a estrada ladeada de árvores de tronco esbranquiçado (faias, ou beech tree, em inglês), é conhecida como Dark Hedges (Cercas Escuras).

Romântico ou um pouco assustador, as Dark Hedges são um dos lugares mais fotografados da Irlanda do Norte.

dark hedges irlanda do norte

Ganharam ainda mais fama por representarem a Estrada do Rei na segunda temporada de Game of Thrones.

Há um pequeno estacionamento no The Dark Hedges Estate, onde carros e ônibus de excursão podem parar. De lá, é uma curta caminhada até as árvores.

  • Destilaria Bushmills

Esse passeio não está incluído no tour que eu fiz, mas certamente vale a pena para quem gosta de whisky. É possível ir de carro por conta própria ou contratar um tour que inclua esse passeio.

A Destilaria da Bushmills é familiar e existe a mais de 400 anos. O passeio custa 15 libras e inclui um tour guiado pela destilaria histórica e degustação. Veja mais informações no site oficial. 

  • Ponte de Corda Carrick-a-Rede

Se você estiver de carro, também poderá conhecer a Carrick-a-Rede Rope Bridge. Trata-se de uma ponte construída entre dois penhascos, que existe desde 1765 e foi feita por pescadores de salmão.

Obviamente, a ponte atual é reformada e bastante segura, pois o foco é para turistas. Custa 13 libras para cruzar a ponte e, como o passeio é bastante popular, é necessário reservar com antecedência.

Hospedagem próxima a Calçada dos Gigantes

Abaixo, indicamos os melhores hotéis próximos à Calçada dos Gigantes. Se a sua intenção for ficar hospedado em Belfast e só fazer um bate-volta, recomendamos que leia o texto de onde ficar em Belfast, que tem dicas dos melhores bairros e hotéis na cidade.

hospedagem calcada dos gigantes

Causeway Hotel. Crédito: Divulgação Booking.com

Ou veja todas as opções de hospedagem em Belfast.

A Lenda de Finn McCool e a Calçada dos Gigantes

Reza a lenda que na costa da Irlanda vivia o gigante Finn McCool. Ele decidiu cruzar o mar até a Escócia e desafiar o gigante que lá vivia.

Para cruzar o oceano, foi encaixando pedras até criar um caminho. Ao chegar lá, Finn descobriu que o gigante escocês, Benandonner, tinha o dobro de seu tamanho.

Assustado, Finn fugiu correndo de volta para a Irlanda, onde caiu no choro para sua esposa, desesperado e com medo do escocês vir atrás dele.

Dito e feito, Benandonner seguiu pelo caminho de pedras à procura do outro gigante que havia tentado invadir suas terras.

Mas a esposa de McCool já tinha bolado um plano para salvar o marido. Mandou que ele se vestisse de bebê e deitasse num berço. Quando o escocês viu o tamanho do bebê, pensou: “se o bebê tem esse tamanho, imagina qual será o tamanho do pai?”

E fugiu correndo e destruiu o caminho de pedras pelo mar, deixando apenas os degraus da Calçada dos Gigantes.

colunas de pedra calcada dos gigantes irlanda

5/5 - (3 votes)

Autor

  • Luiza Antunes

    Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.


Compartilhe!







Banner para newsletter gratuita

Receba grátis nosso kit de Planejamento de Viagem

Eu quero!

 

 




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 34 anos e atualmente moro na Inglaterra, quando não estou viajando. Já tive casa nos Estados Unidos, Índia, Portugal e Alemanha, e visitei mais de 45 países pelo mundo afora. Além de escrever, sempre invento um hobbie novo: aquarela, costura, yoga... Siga minhas viagens em @afluiza no Instagram.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.