Guia para mulheres que querem viajar pela Índia

Guia para mulheres que querem viajar pela Índia

Apesar de exótica e bela, a Índia também pode ser um lugar bastante amedrontador para todos os tipos de viajantes. O lixo, a falta de higiene e a ameaça constante de se contrair alguma doença ou infecção já são suficientes para dissuadir boa parte das pessoas de visitarem o país. Se essa pessoa é uma mulher, então fica ainda mais complicado entrar nessa grande e fabulosa aventura. Desde que a gente começou a escrever sobre o subcontinente aqui no blog, já conversamos com dezenas de viajantes receosas.

Nos últimos tempos, quando casos de estupro brutais ocorridos na Índia viraram destaque na mídia internacional, vimos também aumentar a curiosidade das pessoas sobre a vida das mulheres que nasceram ou visitam aquelas bandas e a forte cultura patriarcal que ainda impera por lá. Por isso, criamos um guia prático para mulheres viajantes na Índia, com dicas e truques para que você possa aproveitar sua viagem em segurança.

Veja também: Baixe agora um ebook com milhares de dicas sobre a Índia

Mulher indiana em Varanasi

Evite sair sozinha

Essa é a regra número um da viajante na Índia: evite sair sozinha, principalmente à noite. Isso pode ser bem irritante para as mais independentes, mas ter alguém de confiança para fazer companhia pode evitar centenas de problemas e situações tensas. A vida da mulher na Índia ainda é bastante restrita ao ambiente doméstico e elas raramente se aventuram pelas ruas sem a companhia de pais e maridos. Isso quer dizer que uma menina que caminha pelas ruas sem ninguém pode ser mal interpretada e atrair atenção indesejada.

Em algumas cidades maiores, como Nova Delhi e Mumbai, as coisas estão mudando e as mulheres adquirindo mais independência, mas não se engane: a repressão ainda é forte nesses lugares. O ideal é que você faça a viagem toda acompanhada de um homem e, ainda que ele for apenas seu amigo, diga sempre que vocês são casados ou que ele é seu irmão.

Se nenhum membro do gênero masculino estiver disposto a viajar com você, não precisa desistir. Ir com uma amiga também ajuda bastante se você seguir as próximas dicas. No entanto, depois de ter morado lá por seis meses, eu não recomendaria nenhuma mulher a viajar sozinha pela Índia.

Jodhpur, na Índia

Use roupas comportadas

Acho que essa dica é meio óbvia, mas não custa reforçar. Vista-se da forma mais discreta possível: use camisetas com manga, calças ao saias abaixo do joelho e evite decotes. Isso pode ser mais difícil do que você pensa. Quando eu estava em Calcutá, fazia um calor dos infernos e eu saí para o meu city tour de calça jeans. Eu passei mal e tive que ficar durante uns vinte minutos em frente a um ventilador gigante até ter forças para andar outra vez. Passei o resto dos dias na cidade dentro de casa porque minhas roupas estavam todas na lavanderia eu não tinha nada mais fresco para vestir.

Mas existem alternativas: se você for no verão, invista em saias longas e calças tipo “Aladdin”, disponíveis em qualquer feirinha indiana. Elas são largas, frescas e confortáveis, perfeitas para suportar o calor. Também é útil sempre ter um lenço dentro da bolsa, para poder cobrir mais seu ombro, decote ou cabeça caso você se sinta desconfortável em alguma situação. E não se engane! Não importa o quanto você se cubra, os indianos vão te encarar de qualquer jeito.

roupas para mulheres na Índia

Não fale com estranhos

Sabe aquela velha regra da sua mãe? Na Índia ela é muito importante. Eu entendo que muitas pessoas que viajam para países completamente diferentes ficam ansiosas para conhecer as pessoas locais, mas as ruas e lugares públicos indianos simplesmente não são os melhores lugares para fazer isso.

Se um homem for conversar com você no meio da rua (e você pode ter certeza de que eles vão), não dê papo. Pode ser que ele comece a te seguir ou insista na conversa. Peça educadamente para ele se retirar ou parar de andar atrás de você. Caso isso não funcione, parta para a ignorância mesmo: comece a gritar e ameace chamar a polícia. Não tenha medo de dar barraco! É sério. Se você puder ir rapidamente para perto de alguma autoridade ou entrar em algum lugar movimentado e seguro, como um shopping, faça. E tenha com você o número da polícia anotado.

Família em Jaisalmer, Índia

Você vai ter oportunidade de conversar com locais em outros momentos da sua viagem. Duas das pessoas que eu mais gostei de conhecer no meu intercâmbio eram homens indianos. Conheci outros nojentos e horríveis, mas nem todos são assim, claro!

As melhores conversas que tivemos foram com famílias que tinham curiosidade de saber de onde a gente era ou queriam que a gente tirasse foto com os filhos pequenos deles. Isso era bem legal. Mas por experiência própria, eu digo: se um cara aleatório (ou um grupo deles) puxa conversa com você do nada no meio da rua ou lugares públicos, na maioria absoluta dos casos ele não vai estar apenas curioso sobre a sua nacionalidade.

Mulheres na Índia: visite lugares muito turísticos

Lugares como Agra e o Rajastão são invadidos por turistas ocidentais todos os dias e as pessoas de lá já estão bem acostumadas com isso. Para você ter uma ideia, em Jaipur os vendedores sabiam até falar espanhol, o que não era tão bom já que eles entendiam tudo o que a gente falava achando que eles não estavam entendendo. Mas, por outro lado, o fato de você ter vindo do outro lado do planeta não impressiona nada, o que significa que você não vai chamar tanta atenção. Além disso, a economia desses lugares é movida pelo turismo, então eles querem que sua experiência seja ótima e que você ame a Índia.

A coisa é muito diferente quando você chega em uma cidade onde quase nenhum estrangeiro pisa. Em cinco minutos se forma um círculo de homens pessoas a sua volta, te observando como se você fosse um ET.

Palácio em Jaipur, Índia

Evite multidões com todas as suas forças

Multidões são insanas em qualquer lugar do mundo. Agora, imagina em um país onde uma multidão significa uma milhares de homens criados em uma sociedade super machista, você e mais umas três mulheres que deus sabe como foram parar ali. Fuja das aglomerações. Evite lugares cheios demais em qualquer situação. Eu estou falando muito sério.

Dependendo da época do ano em que você for, você pode querer participar de algumas celebrações que vão atrair muitas pessoas. Isso aconteceu com a gente no Holi, a festa da cores na qual as pessoas jogam tinta colorida umas nas outras. Nós acordamos cedo e fomos para a rua. Ainda estava bem vazio e tinham muitos pais com crianças. Nós brincamos com os indianos e foi muito divertido. Por volta do meio-dia, as ruas começaram a ficar mais cheias e os jovenzinhos bêbados saíram para brincar também. Foi aí que percebemos que era hora de voltamos para o hotel antes que a lembrança de um dia bom fosse estragada por algum incidente ruim.

Holi - O festival indiano das cores

Proteja-se nos transportes

Evite entrar em taxis, tuk-tuks ou transporte público desacompanhada. Se tiver que fazê-lo, peça o carro em uma coorporativa por telefone, anote o número da placa e o nome do motorista e deixe algum conhecido avisado. Nos trens urbanos e metrôs, sempre utilize o vagão reservado para mulheres.

Nos trens de viagem, compre sempre bilhetes para as classes 3AC ou superior. Se você for viajar durante à noite e seu trem não tiver cortina para te garantir privacidade, você pode improvisar uma com um lençol. Nos ônibus, sente-se do lado de uma mulher se for possível. Se não for, não dê papo para o cara do seu lado e reaja ao menor comportamento suspeito.

Trânsito Índia

Sobre as praias indianas

Eu estive no Kerala e em Goa e francamente não vejo motivo para alguém ir à uma praia na Índia. A Malásia e a Tailândia estão ali do lado e possuem praias muito mais bonitas, além de não terem o incoveniente de dezenas de homens tarados te engolindo com os olhos só porque eles nunca viram uma mulher de biquini. Sem falar que além de encarar descaradamente, eles fotografam, o que é mais ultrajante e repulsivo (sabe-se lá o que eles fazem com essas fotos).

Viajo ou compro uma bicicleta

Se ainda assim você quer ir, isso é escolha sua, mas eu não encararia outra vez o fato de tomar um banho de mar e não querer sair da água porque de repente têm 10 homens parados na areia olhando para você e esperando você sair de lá. Se algum dia, por alguma coincidência bizarra do destino eu voltar a pisar em uma praia na Índia vai ser só para sentar na areia (vestida) e ler um livro. O Oceano Índico tem lugares melhores para você pegar um bronzeado, acredite.

Já chamei de casa a Cidade do Cabo, Chandigarh, Buenos Aires e Barcelona, onde vivo no momento. Gosto de literatura, cervejas, música e artigos de papelaria, mas minha grande paixão é contar histórias. Por isso, desde 2011 viajo o mundo e escrevo sobre o que vi. Também estou no blog sobre escrita criativa Oxford Comma.

244 comentários em Guia para mulheres que querem viajar pela Índia

  1. Olá Natalia! Tudo bem? Irei para a Índia na próxima semana a trabalho, infelizmente a maior maior da minha permanência lá será sem uma companhia Brasileira, mas com uma pessoa da empresa que mora lá e é Indiano. Irei para Pune, com certeza terei um motorista a minha disposição. Tem uma indicação de hotel com cozinha internacional e restaurante internacional que eu possa ir?

  2. oii, to organizando minha ida a Índia de 16/12 a 15/01.
    Estou vendo sobre as passagens de trem. Achei confusa a compra. Como ainda faltam meses, vou deixar pra comprar com 3 meses antes (que é o que se recomenda nos sites) porém minha amiga que mochilou por lá 1 mes ano passado disse que comprou tudo no guiche mesmo, com 1 ou 2 dias de antecedencia. Acha que vale o risco?

    • Priscila, o máximo que pode acontecer é você ter que mudar os planos um pouco porque não vai conseguir passagem exatamente praquele dia… mas não é o fim do mundo. Depende do seu estilo de viagem, se você prefere ter tudo planejadinho ou gosta de mais flexibilidade…

      Abraços

  3. Pessoal, vejam se alguem tem uma dica ou pode me ajudar!

    Estou planejando uma viagem pela India para o final do ano e a principio irei sozinha mesmo, porem o meu principal objetivo la ‘e a parte espiritual. Eu gostaria de passar um tempo em um mosteiro ou aprender sobre budismo, visitar cidades e conversar com pessoas bem espiritualizadas. Mas onde seria um lugar adequado, considerando que sou uma moca de 22 anos e vou sozinha? Se ‘e que este lugar existe… Muito obrigada!

  4. Oii, tudo bem?!!
    Apesar de um pouco assustadora, achei importante ler estas dicas.
    Tenho uma dúvida, você se hospedou num Ashram?! Lá dentro existem esses mesmos perigos?! Obrigada!!!

    • Natalia, não me hospedei em um ashram, não. Acredito que é um ambiente diferente das ruas… O texto não é para assustar, é só para deixar os olhos abertos.

      Abraços

  5. Oi Natália, adorei a forma como contou suas experiências! Estou planejando fazer trabalho voluntário na Índia quando me formar, mas também quero conhecer a Thailâdia, você acha tranquilo visitar os dois países em 2 meses?

  6. Olá Natália,
    Estou querendo ir p/ India em maio de 2017, vou com a minha tia, tenho 32 e ela 73 anos. Estamos animadas, só que muito preocupadas. Eu, principalmente, ñ queria pagar uma fortuna por uma excursão, acho que conseguimos fazer tudo sozinha, só que minha tia, por ter mais idade e ser um pouco mais medrosa está com receio.
    Ainda ñ fiz um roteiro, pretendo ir ao Nepal tb, na India de certo está chegar por Delhi, conhecer Agra, pretendo passar 12 dias, no máximo 15.
    Queria sua opinião em viajarmos duas mulheres, uma com uma pouco mais de idade. E quais as dificuldades que encontraremos em pegar um trem, de por exemplo, chegar a Agra.
    Perrengue sei que vamos passar, mas quero fazer uma viagem inesquecível. Quero que minha tia curta e ñ tenha medo de conhecer os lugares.
    Desde já agradeço muito sua ajuda.

  7. Acabei de chegar da India, fui dia 28/agosto e meu retorno foi dia 16/setembro. Passei por Dharamshala, Rishikesh, Agra, Jaipur e Nova Deli.
    Fui sozinha, respeitei a vestimenta cultural e não tive nenhum problema. Acho que se faz muito terrorismo sobre lá, no começo da viagem cheguei bem tensa depois de tudo o que li mas aos poucos fui relaxando. Obviamente é uma cultura muito diferente da nossa, devemos respeitar os costumes, nenhum homem pula em cima de vc. Eu moro em São Paulo e aqui é mil vezes mais perigoso do que lá, independente de ser India ou não, devemos ter atenção e cuidado em qualquer lugar do mundo.
    Enfim, não vou me estender muito no comentário, se alguém quiser dicas ou mais detalhes sobre as cidades pode me mandar um email: [email protected] que terei prazer em ajudar.

    Bjs

  8. Adorei o post como tudo nesse site, mas tenho uma grande dúvida. Talvez eu faça um intercâmbio na India, especificamente Nova Delhi por 3 semanas e se der depois de acar o intercambio vou seguir o roteiro de vcs (Nova Delhi, Agra e Rishikesh), gostaria de saber qual seria sua opinião sobre, pois talvez tenha que fazer sozinha. Mas tambem tenho outra opição de um pacote que inclui o intercambio mais uma viagem para os mesmos lugares só que em grupo. Qual seria a melhor opção.

    • Isabela, muita gente acaba viajando sozinha pela Índia por falta de companhia. Com a grande maioria das pessoas não acontece nada, mas pode ser bem incômodo ou irritante em alguns momentos. Eu não aconselho a ir sozinha, mas a decisão no final é sua.

      Abraços

      • Obrigada pelas dicas Natalia! Muito válidas. Sei perfeitamente o que é tentar prevenir pessoas sobre coisas que sabemos que podem acontecer. Como guia de selva aqui em Manaus, se você avisa é “terrorismo”, se não avisa, é incompetente. Os estupros são inúmeros na India, e a maioria não é registrada. Suas dicas não me impedirão de ir, mas irei muito mais consciente! Abraço

        • Ana, a maior parte das pessoas vai a Índia e volta sem experiências traumáticas, o que é ótimo, mas acredito que é importante alertar do risco, até para que as pessoas viajem sabendo o que encontrar. Não é meu objetivo desestimular ninguém, inclusive, estou louca pra voltar.

          Abraços!

  9. Adorei, as dicas, estou indo para a India segunda feira dia 05/09 agora, vamos em um grupo de 13 pessoas maioria mulheres,vamos para Delhe, pajur , e agra.Adorei saber que pode usar um lenço pq vai estar muito calor, mais comprei algumas roupas bem conportadas.

  10. estou indo pra india com meu marido e amigos nessa sexta feira. Separei roupas abaixo do joelho…mas enfim, sou toda tatuada nos braços e tenho cabelo curto. Espero que nao me considerem muito “estranha” rsrsrs Adorei o site, me esclareceu muitas coisas! obrigada! 🙂

  11. Eu amei o seu Blog, esclareceu minhas duvidas mais eu ainda tenho Varias haha … Pois o pais que eu tenho sonho de conhecer é a India, apesar da pobreza e etc, eu tenho um amigo Indiano, a gente conversa bastante, mais depois dessas coisas que voce falou sobre os homens de la, eu fiquei meio sismada, eu sei que nao sao todos, mais todo cuidado e pouco ! Nao sei quando vou a India, porque sou Menor de Idade e nao tenho ninguem que quer ir comigo … Mas se Deus quiser vou realizar meu sonho !!

      • Mais ele nunca falou nada demais comigo sabe, sempre conversou comigo sobre trabalho dele, familia, nunca senti más intençoes da parte dele, mais as aparencias enganam … Sim, me afastei muito dele por conta desse Blog e entre outros que eu leio … Mas obrigada pela Preocupaçao !!!

    • Ei Karol, sim é preciso tomar cuidado com qualquer pessoa que conhecemos na internet. Um dia você vai visitar a Índia! Não tenha pressa, as coisas acontecem a seu tempo.

      Abraços!

  12. Olá,

    Eu viajo pra India dia 26 de agosto e volto dia 15 de setembro.
    Irei sozinha.
    Alguém estará lá nessa época?
    Eu passo por Nova Deli, Dharamsala, Rishikesh e Agra.

    Obrigada pelas dicas Natália, estou um pouco apavorada depois que vi que vc não recomenda viajar sozinha mas tudo bem hahaha. Vou tentar manter a calma.

    Ahh.. mais uma coisa, nesse período que eu irei é o final das monções, quando vc morou lá vc passou por isso?

    Bjs

    • Isabella, olha, vou te falar que hoje, anos depois de ter escrito esse texto, eu até teria coragem e estou pensando em ir sozinha, pq não tenho companhia no momento. Mas não é algo que eu recomendaria, porque se acontece algo não quero ter a responsabilidade, sabe? Tranquilo não é, mas também não é impossível. Fui embora logo antes de começarem as monções, por sorte.
      Boa viagem e aproveite!

    • vc tem que entender uma coisa; todo lugar que vc estiver, tem que ter alguém para te tomar conta, ajudar, socorrer em caso de passar mal e por aí vai, nunca vá a um lugar sozinha sem que tenha alguém te esperando

  13. Bom dia!
    Olá Natália, sou apaixonada pelo seu blog!
    Estou planejando minha viagem pra Índia em dezembro,será minha primeira viagem internacional, mas felizmente viajo sozinha por não ter companhia. Se alguém tem interesse de viajar neste ano e não tem companhia pode entrar em contato comigo. Mas, já peguei as informações acima e muito bom a experiência da sua viagem. Creio que viajar sozinha é um risco,inclusive por ser mulher, mas lá vai ter alguém me esperando no aeroporto. Vou ficar na cidade de Nova Délhi, mas mesmo assim estou receiosa por ir sozinha…
    Vou deixar meu e-mail caso alguém queira viajar em dezembro.
    Dêise Ribeiro [email protected]

  14. Oi Natália! Vou viajar pra Índia na próxima sexta 😀
    Meu namorado vai comigo (lá seremos casados, conforme dicas de vocês) e depois vamos pra Malasia e lá vou ficar 10 dias sozinha. Na Malasia é bem mais tranquilo viajar sozinha que na Índia, correto? Tem alguma regra de vestimentas por lá?

    Adoro o blog de vocês 🙂

    Abraço!
    Jordana

    • Na Malásia é muito mais tranquilo. Se você vai pra Índia antes, vai ser mamão com açúcar. Pode usar as roupas que quiser nas cidades mais internacionais, como Kuala Lumpur e as praias 😉

  15. Ola Natalia, estou encantada com as dicas do blog. Mto obrigada!
    Viajo para India em maio para ficar algumas semanas em Pune, no instituo do Osho, conhece?
    Gostaria de passar alguns dias em Mumbai e também conhecer outras cidades como Deli e Varanasi, mas fiquei receoso por viajar sozinha. Vc acha que a violencia ainda é frequente nos tempos atuais? Conhece brasileiros que moram por la?
    Adorei o trabalho de vcs!
    Abs.

    • Michele, acredito que a situação ainda seja bem semelhante que a quatro anos. Não se trata de violência urbana, mas sim de hostilidade contra mulheres. Abraços

  16. Muito bom, parabéns!!!
    Uma cliente vai para um casamento na Índia e estou em dúvida se ela também precisa se vestir com roupas típicas ou pode usar roupas ocidentais na cerimônia. Você poderia me ajudar com isso?
    Abraço,
    Carmem.

    • Maria,

      Em primeiro lugar eu nunca disse que mulheres não viajam sozinhas para a Índia. Pelo contrário, eu disse que muitas vão e voltam seguras, porém eu, Natália, depois de ter morado lá por 6 meses, não iria e não daria esse conselho de ir a ninguém. Porém a decisão final é de cada um. Em segundo lugar, gostaria que você me apontasse os disparates em vez de fazer apenas críticas vazias. É um disparate dizer para as mulheres se vestirem de acordo e terem cuidado em um país extremamente conservador e patriarcal?

      PS: Um pouco de educação e gentileza para comentar não faz mal a ninguém.

      • Com certeza educação é uma coisa que temos que ter em qualquer lugar, por isso estudar a cultura e saber se portar é algo muito importante até aqui no Brasil, ou por acaso algume vai de biquini pra igreja e de terno pra praia?

          • Fiz uma volta ao mundo sozinha e, por ler muito sobre a Índia (inclusive aqui), preferi deixar o país pra uma outra oportunidade. Sei que, para muita gente, pode ser o sonho da vida, mas, se não é o caso, o mundo é muito grande pra se arriscar à toa. Por isso decidi deixar pra outro momento não só a Índia, como outros países. Aproveito para agradecer os relatos sensatos que encontro por aqui. Posso dizer que vocês ajudaram a me preparar pra cada milha da minha viagem, inclusive ao não tirar a Turquia do meu roteiro. É muito diferente um perigo cultural do de um louco. Vejo muito bom senso em vocês.

          • Oi Beatriz, fico feliz que a gente tenha ajudado no seu planejamento. Acho que a decisão de ir sozinha ou não é bem pessoal, tem gente que leva melhor o assédio constante, outras pessoas se irritam ou se sentem incomodadas e assustadas. Por isso a gente tenta passar as informações e ajudar qualquer um dos dois perfis. E que bom que você gostou da Turquia!

            Abraços!

    • Vc com certeza nunca foi à índia. Eu fui e achei repugnante, e pior do que ela descreveu.
      Eu nunca daria conselho pra uma mulher ir à índia. Principalmente sozinha.
      E se for vá muito bem vestida e acompanhada.

  17. Oie.. td bom?
    estou indo para Nova Deli a trabalho no inicio do ano, por 20 dias. não sei se vou conhecer alguém disposto a viajar. será que é muito perigoso ou arriscado ir a Agra sozinha? queria conhecer o Taj Mahal! dá para ir bate e volta no mesmo dia?
    obrigada.
    beijos

      • Olá Natália eu pretendo ir a india e cidade de chandiargh vc conhesce pode me falar um pouco de chandiargh se os costumes são os mesmos das outras cidades.outra dúvida que eu tenho e sobre eu conseguir o visto será muito difícil eu quero passar apenas 15 dias por la .e assim quato seria em dinheiro para passar esse período la eu vou ficar em hotel

        • Thassy, Chandigarh tem os costumes do norte da Índia, do Punjab. É uma cidade bem conservadora quando comparada com Delhi ou Mumbai. O visto não é difícil, basta ter tudo certinho. Calcula uns 40 dolares por dia que dá com folga.

          Abraços!

  18. ola,
    adorei as dicas e gostaria de tirar umas duvidas: se a pessoa tem passaporte brasileiro e europeu, precisa de visto para ir para a Índia?
    e quanto ao dinheiro, dá para levar Real e chegando lá trocar por rúpias? ou é melhor levar dolar?
    obrigada!

    • Fabíola, se a Índia exigir visto para a nacionalidade europeia da pessoa, sim, precisa. (Acredito que a Índia exija visto para quase todos os países, mas vc pode se informar no site da embaixada).

      É melhor levar dólar!

  19. Olá! Obrigada e parabéns pelo post que tanto auxilia mulheres que estão se preparando para ir à Índia! Estou indo agora em setembro (2015) e fico até dezembro para trabalho voluntário, via AIESEC, em Delhi. Quem quiser trocar idéia (ou ajuda ou companhia para programar algo) meu contato é [email protected] E seria ótimo poder conversar com outras mulheres em viagem pelo país! 🙂

  20. Adorei suas dicas,estava muito preocupada a respeito disso pois pretendo viajar ano que vem para Índia e já sabia da questão do assédio e do machismo mas queria a opinião de uma mulher que viajou sozinha pra lá e achei!!! e o meu namorado não poderá ir comigo,porém agora fiquei um pouco receosa de ir sozinha,acho que vou esperar a disponibilidade dele haha.

    • Ei Carol, sim, o mais aconselhável é ter companhia. Algumas meninas viajam sozinhas para lá e não passam por muitos problemas, mas eu, pessoalmente não iria, porque como passei lá 6 meses, vi algumas coisas que me deixaram com receio. Espero que consiga realizar sua viagem.

      Abraços.

  21. Oi Natalia!

    Pode me dar uma ajuda? Estou morando em Roma e sou bem experiente em viagens, já viajei muito sozinha inclusive. Meu marido vai para a India a trabalho agora em Setembro e vou acompanha-lo. Será rápido, apenas 10 dias, mas o que me preocupa é que vou com meus filhos, um de 4 anos e outra de dez meses. Vamos para a cidade de Ahmedabad e de lá para uma vila menor. Devo ficar sozinha com as crianças quase uma semana. Me preocupa a questão da segurança e da alimentação. Alguma dica? Você acha perigoso? Depois teremos mais uns cinco dias, ainda não sabemos o que fazer, mas meu marido estará conosco. Você conhece Ahmedabad? obrigada!

    • Olá Juliana, não acredito que a Índia seja especialmente perigosa para crianças, já que não é um país com muita violência urbana. O que pode acontecer é você passar perrengue por causa de estrutura. Quando estamos com crianças pequenas esses perrengues são mais chatos né? Pq a gente até aguenta as coisas, mas as crianças precisam de um certo conforto. Quanto a alimentação, evite alimentos crus, prefira os quentes e preparados na hora. Compre alguns lanchinhos industrializados nos supermercados – biscoitos, chips, etc. Talvez seus filhos tenham problema com a pimenta. Isso vai ser difícil de contornar, porque quase não há comida não condimentada. Talvez uma forma de fugir sejam os fast foods. Quase toda cidade maiorzinha tem um McDonalds, KFC, etc. Eu também não curto muito pimenta e recorria à comida afegã e chinesa quando estava lá… Infelizmente não conheço Ahmedabad.

      Abraços

  22. Ola,

    Eu sou Camilla, sou estudante de arquitetura,26 anos, mulher!! haha
    Eu estou vivendo na china por 2 anos e agora vou para a Índia fazer um trabalho voluntario. Vou ficar em um hostel em Goa durante 1 mês.
    Chego na Índia por Mumbai e de la preciso pegar algum meio de transporte, me indicaram o trem, para ir para Goa. Porem estou indo sozinha, totalmente sozinha.
    Depois de um mês em Goa, vou para Nova Delhi e Agra.(1semana)
    Porem, mais uma vez, estou totalmente sozinha nesta aventura.
    Você tem alguma dica especial para o meu caso? No seu artigo você desaconselha totalmente uma mulher sozinha na Índia, porem neste momento estou sem alternativa, preciso ir sozinha.
    Fiquei muito preocupada com todas as informações que li sobre a mulher na Índia, espero que você possa me ajudar.

    Obrigada pela atenção.

    • Ei Camilla, pode ir de trem pra Goa, sim! Mas siga as dicas do post! Realmente, quando a gente começa a ler, assusta muito e, provavelmente, você vai chegar lá e nada vai acontecer, você vai me achar uma exagerada! hahaha Muita gente vai sozinhas e não passa por experiências ruins. Esse post é um alerta porque, embora não aconteçam essas situações com todo mundo, a chance existe, entendeu? No seu trabalho voluntário, você provavelmente terá algum suporte, então não estará sozinha. Durante a viagem, procure seguir as dicas e não se engane com a sensação de segurança que você vai ter depois de passar um tempo lá (eu fiz isso e me arrependi). Continue seguindo as dicas.

      Abraços!

  23. Olá Natália!
    Eu planejo fazer uma viagem à Índia em ashrams daqui a algum tempo e conhecer algumas cidades as quais ouço falar. Mas além de me preocupar pelo fato de eu querer viajar sozinha e ser mulher, meu cabelo é ruivo… Na cultura hindu isso significa alguma coisa? Preciso me preocupar quanto a isso? Pergunto isso pelo fato de que já ouvi falar de culturas que consideram ruivas “bruxas”, e coisas do gênero.
    Agradeço desde já!

  24. Eu já vou ter feito Delhi e o triângulo dourado com a minha amiga. Vou ficar 1 semana, no final, sozinha, pensei em pegar um voo para Mumbai, que, pelos relatos de vcs, me pareceu ser um pouco mais segura. Estou enganada?

    Obrigada pela resposta!

    • Ei Caroline, Mumbai pode ser uma boa opção, pois assim você viaja de avião, o que é mais seguro que ônibus ou trem. A cidade também é bem cosmopolita e interessante, você vai gostar. Você pode tentar conhecer outros turistas por lá. Fique no Colaba, mas não deixe de seguir as orientações de segurança e não hesite em sair de situações que te deixem desconfortáveis. 😉

      Abraços

  25. Olá! como todas as outras mulheres por aqui, também fiquei um pouco assustada com seu post. Pretendo passar 22 dias na Índia, e 7 seriam sozinha. Teria alguma cidade menos perigosa, para eu deixar para visitar sozinha? No Sri Lanka, como são as coisas?
    Obrigada!

    • Caroline, se você chegar em Delhi, aconselho ficar por lá mesmo e no máximo ir até Agra. Cidades menos perigosas são as mais turísticas, como eu disse no texto. No mais, siga as recomendações de segurança e fique bem atenta! Não conheço o Sri Lanka, infelizmente.

      Abraços

  26. Bom dia flor!
    Chego na India no proximo domingo, as 23hs.
    O pessoal da Aiesec diz que só podem me buscar as 6 da manhã de segunda feira.
    O que vocês acham de taxi pré pago?

    Vou estar sozinha.

    Beijos!! Adoro vocês, blog nota 1.000!sempre acompanhando e sonhando com os lugares..rs

    s2

    • Ei Danielle,

      Se for pegar um táxi, que seja o pré pago mesmo. É a opção mais segura. Siga as dicas: anote o nome do motorista, o numero do táxi e o telefone da empresa. Será que o pessoal da AIESEC não tem alguém de confiança para indicar? Não custa perguntar…

      Abraços!

  27. Estou indo para INDIA em Setembro e quero ficar um bom tempo la, irei sozinha mas fiquei desesperada com esse post aff… Nao quero desistir dessa viagem estou pensando em ficar em uma escola por 2 meses aprendendo yoga e fazer algum trabalho voluntario, vc pode me ajudar como faco isso sozinha sem risco! meu facebook eh MANDY ANITA estou morando em Queenstown no momento, obirgada ;))

    • Ei Mandy, olha, meu conselho no texto é esse mesmo: eu não iria sozinha e não recomendo que outras mulheres o façam. No entanto, muita gente se arrisca a ir e volta inteira. Se você quer mesmo isso, aconselho que comece pelo trabalho voluntário, procurando alguma instituição confiável que te receba lá. Tenho um post sobre isso aqui: http://www.360meridianos.com/2014/08/como-encontrar-trabalho-voluntario-no-exterior.html

      Depois que já tiver se habituado ao país e feito alguns amigos no seu voluntariado, você pode ir para algum retiro de yoga. Talvez até encontre companhia para isso entre outros estrangeiros. No mais, siga as dicas que eu dei acima.

      Abraços!

  28. Adorei as dicas para a Índia, pretendo passar por lá em 2016. Com certeza irei melhorar e muito minhas ideias de segurança e proteção especiais para a India. São muitos detalhes gente.

    Eu cheguei a criar uma listinha para segurança de mulheres em viagens em

    http://viajanderia.com/2015/02/01/sozinha-e-fragil-nem-pensar-7-dicas-para-tornar-a-viagem-de-uma-mulher-independente-mais-segura/

    mas em um país como a Índia, e alguns outros, é necessário entender muito bem a cultura para não se colocar em risco de forma desnecessária.
    Como sempre o pessoal do 360 Meridianos me tornando uma viajante melhor!

    Muito carinho por vocês, que já são tão íntimos, de tanto que leio o site para minha preparação ;))))

    • Ei Tatiane. Primeiramente, obrigada! E realmente as precauções de segurança na Índia são diferentes para outras viagens. Espero que você ame o país, que apesar dos problemas é encantador.

      Abraços

  29. Estou na China em um intercambio, estava pensando em viajar a India em fevereiro aproveitar minhas férias de inverno, lendo esse blog me impolguei muito com coisas incriveis que li sobre a India, mas também aqui com esse poste desanimei totalmente de ir, pois iria sozinha. Você recomenda que não se viaje sozinha para a india? Acha que vale a pena o risco?

    • Ei Livya, eu não iria sozinha e nem aconselho nenhuma mulher a ir. No entanto, muitas outras mais corajosas arriscam a viagem sozinha. Isso vai de você e do tanto que você acha que consegue encarar esses perrengues e muitas vezes, abusos, sem ninguém. Se você não conhece nenhum homem para ir com você, a companhia de uma amiga já ajuda bastante.

      Abraços!

  30. Nossa…me desanimei! Vou para a Tailândia com uma amiga em março e quero aproveitar a proximidade para passar na Índia antes, mas será sozinha. Será que uma empresa de turismo não contorna esse problema? O que você acha? Já visitei varios países asiáticos, mas sempre na companhia de vários homens.

    Abraços!

    • Oi Carla!

      Irei para a India em dezembro para fazer um intercâmbio voluntário, e termina dia 15 de março. Depois disso estarei livre e pretendo conhecer outras partes da India e Nepal, mas também estarei sozinha! Lendo este post fiquei muito apreensiva, mas não gostaria de perder a oportunidade de conhecer estes lugares. :\
      Estou tentando juntar um grupo, se quiser pode me adicionar no face: Anna Pitzer (Estou de blusa branca na foto e olhando pro lado).
      Espero que desta maneira nós mulheres consiguemos viajar e nos sentir mais seguras tb…

      Abraços!

    • Ei Carla, uma empresa de turismo, estilo excursão, ajudaria no problema sim, pois assim você não estaria sozinha. Pra começar, é preciso te dizer que a Índia é muito diferente do resto da Ásia, por isso países como a Tailândia ao servem como base de experiência para ir a Índia. Fora isso, é um lugar lindo, só precisa de certos cuidados.

      Abraços!

  31. Natália e Danielle, obrigada pelas argumentações. Eu tive uma experiência meio traumática e isso com certeza influenciou minha visão do país. Quanto á usar água mineral para escovar os dentes, é uma recomendação que li em mais de um blog e segui á risca, até ampliei o negócio rsrs.

    • Pois é, Andrea, cada experiência é diferente =). Como fiquei lá muito tempo, acabei enfrentando uns episódios ruins também, então imagino sua situação. Confesso que quando eu cheguei lá usava água mineral para escovar os dentes pq também tinha lido essa recomendação, mas depois de uma semana cansei e comecei a usar a da torneira mesmo.

      Abraçøs!

  32. Muito legal o site, já consultei diversas vezes, quanto á India, eu sou meio radical. Vejo duas opções:
    1 – Não ir lá.
    2 – Se for, tem que ir preparada para pagar carro com motorista/guia que fale inglês ou espanhol, te acompanhando O TEMPO TODO, um roteiro já traçado, de preferência com agência de turismo, lá não é um lugar para viajar solo, ao contrário do que alguns pensam. Hotéis, só 4 ou 5 estrelas, comida: faça uma dieta forçada, coma pouco e só alimentos que foram cozidos ou assados e estejam bem quentes. Não coma comida de rua. Agua mineral para beber, escovar os dentes e lavar partes íntimas. Cuidado no chuveiro. Desconfie de tudo e de todos, se cubra bem, mangas compridas sim e calças compridas e carregue uma dupatta (um véu para a cabeça do tamanho de uma canga). Não ostente nunca. Se vista de forma simples, use suas bijus mais simples. Não chame a atenção, tente ficar invisível para não te encherem o saco. Se for loura ou ruiva, cubra os cabelos. Companhia de uma amiga ou do namorado não significa maior segurança, eles não respeitam ninguém. Não peça informação na rua, não fale com homens na rua. Lamento por desapontar algumas pessoas e sei que algumas vão me achar exagerada, paranóica etc. Mas é isso aí. Uma viagem á India é um desafio de sobreviver em um meio hostil, tem coisas legais para ver e vivenciar ? Tem sim, mas o preço é a eterna vigilância.

    • Olá Andrea,

      Eu discordo um pouco do seu comentário. É verdade que a Índia exige cuidados, como eu mencionei no post, mas achei os seus um pouco exagerados. Eu comi muito bem por lá, por exemplo. Restaurantes com comidas maravilhosas. Também não usei água mineral para escovar os dentes e muito menos para lavar as partes íntimas. E acho que ter alguém como companhia não elimina riscos, mas já ajuda bastante pois você vai ter um suporte se der qualquer problema. Não tive motorista particular ou guia hora nenhuma. andava de tuk-tuk, pegava trem, acho que não é necessário se você tomar alguns cuidados. Também não fiquei só em hotéis 5 ou 4 estrelas, chegava na cidade e procurava hospedagens em conta. Não tive nenhum problema com os hotéis.

      • Concordo com a Natália! Nem tudo são flores na Índia, e eu, morando aqui há apenas dois meses, já passei por algumas situações bem chatas enquanto mulher. Mas acho que vc foi muito radical nas suas colocações, Andrea! E falo isso porque quando li o 360 Meridianos pela primeira vez, fiquei bem assustada e com medo de vir pra cá “sozinha”! Imagina quem ler o seu comentário? Depois de conversar com outras brasileiras que já moravam aqui vi que não é esse pesadelo todo! E hoje, vivendo aqui, presencio algumas situações chatas, claro, mas na maior parte do tempo tenho momentos indescritíveis (vivendo da mesma forma que a Natália descreveu)!
        E, sinceramente, já ouvi histórias horríveis de estupros, por exemplo, ocorridas na esquina da minha casa, em Brasília. Entendo que seu post deve ter sido escrito com base na sua experiência pessoal aqui na Índia, e cada um, cada um, né? Mas poxa, não vamos assustar aquelas que sonham em conhecer o país apresentando apenas um lado da moeda! 🙂

        • É isso aí Danielle! hahah e desculpa se os posts do 360 assustaram você! Nossa intenção aqui não é assustar ninguém ou desmotivar as pessoas a irem, até porque eu iria outra vez se tivesse a oportunidade, mas alertar que é preciso adotar certos cuidados ai. Espero que você esteja gostando da sua experiência!

          Abraços!

  33. Adorei seu blog e dicas!
    Vou pra Índia semana que vem e estou desesperada por chegar lá sozinha.
    Fico pensando em que roupa eu deveria vestir e o maior pânico e entrar no carro com um motorista sozinha.
    Vou seguir com cuidado todas as suas orientações !!

  34. Oi, Natália!

    Estou imersa no blog de vcs e nem preciso dizer o quanto estou amando, né?! 🙂

    Bom, fui selecionada no processo de intercâmbio da AIESEC para trabalhar na Índia, também em Chandigarh, como vcs. No início, quando comecei a me aplicar para as vagas no país, estava meio receosa quanto a essa problemática que envolve as mulheres lá, mas agora, depois de ler o 360 Meridianos e outros blogs pela net, eu fiquei mesmo foi amedrontada!

    Minhas perguntas são:

    – Indo para a Índia nessas condições de intercambista, mas sozinha, também corro grandes riscos, conforme vcs vêm alertando? Fiquei bastante assustada com tudo o que li no blog, e comecei a pensar em não aceitar essa vaga para a qual fui selecionada!

    – Como é a experiência, em geral, com relação à AIESEC lá em Chandigarh?

    – Como é a vida em Chandigarh? É menos perigoso? Vcs, de fato, acham interessante despencar do Brasil para fazer um intercâmbio lá?

    – Como vcs fizeram as viagens dentro do país? Aproveitaram os fins de semana durante o período do intercâmbio? Ou só viajaram quando já havia acabado o intercâmbio? Com o “salário” que recebemos lá, é possível fazer essas viagens ao redor do país?

    Obrigada pela atenção e paciência! 🙂

    • Olá Danielle!

      Bom, como intercambista eu acho mais tranquilo, pq apesar de você ir sozinha, você não vai estar sozinha na maior parte do tempo. Eu aconselho você ir de avião para Chandigarh, especialmente se você for chegar à noite em Delhi, para não ter que enfrentar a rodoviária e o ônibus sozinha, mas chegando lá vai ser tranquilo, pq vc vai conhecer muita gente que vai te acompanhar nas viagens e tudo mais.

      Quando eu fui, não tive muito suporte da AIESEC Chandigarh, foi uma relação bem desgastante, mas os outros trainnes eram gente que a gente podia contar pra tudo. Ajudaram na minha adaptação, a resolver perrengues e tudo mais.

      Chandigarh é uma cidade pequena e bem tradicional, não é moderninha tipo Delhi e Mumbai, onde as meninas indianas tem mais liberdade. Por isso, é bom ter alguns cuidados. Em compensação, é limpa e “rica”. Tem de tudo o que você precisa lá. Além disso, é no caminho para o norte, a melhor parte da India, na minha opinião. Você vai conhecer lugares fantásticos por estar lá. Por isso, vale a pena sim!

      A gente viajava muito nos fins de semana e feriados, mas depois ficamos um tempo lá viajando, até pq nosso intercambio acabou antes do previsto. O salário é suficiente para os gastos e pequenas viagens para lugares próximos, mas se você quiser ir mais longe ou viajar mais vai precisar levar algum dinheiro.

      Tudo de bom no seu intercâmbio! Qualquer coisa estamos aí! =)

      • Natália, com relação ao voo de Delhi pra Chandigarh! Olhei pela Jet Airways, mas não consigo encontrar no site como é o valor cobrado por eles pra franquia de bagagem, daí fiquei receosa de comprar a passagem e quando chegar na hora de embarcar ter que pagar mais ainda pela bagagem! Vc sabe me dizer como funcionam essas taxas pras low costs que voam na Índia?

        Obrigada! 🙂

  35. Natália,

    Obrigada pela resposta. Bom saber que não é impossivel ir sem a companhia de um homem. Pelo o que eu li na internet, Jamaica, África do Sul e India, são os paises mais complicados para mulheres viajarem sozinhas. Mas pelas conversas que tive, me disseram que a África do Sul não é tanto quanto estes outros dois. Você sabe alguma coisa sobre como é mulher viajando sozinha nestes países que eu citei? Acho que não deve ser uma viagem relaxante indo só com outra mulher para a Índia. Acho importante me sentir segura, por mais que seja necessário ficarmos atentos em qualquer lugar que não estejamos habituados com a cultura. Acho que em relação à Índia, o risco que mulheres correm viajando desacompanhadas de algum homem, não é válido. Obrigada pela resposta, pela atenção.

    Beijos

    • Ei Mariana, eu não conheço a Jamaica, mas fiz intercâmbio na África do Sul e achei bem tranquilo, pelo menos Cape Town, que é mais turística e não tão violenta quanto Jburg. Sabe, a questão da Índia é que sempre vai ser complicado, mas com um homem de companhia pode ficar um pouco menos, pq intimida um pouco os tarados de plantão, mas cuidado é necessário de qualquer jeito.

      Abraços!

  36. Olá!

    Gostaria de saber, por favor, se duas mulheres forem viajar pela India é mais tranquilo do que sozinha (ou duas ou uma, dá na mesma), ou é uma viagem que é melhor fazer com homem? Pois acompanhada somente de outra mulher é tenso, tem que ficar 100% atenta? Ja fiz outros paises da Asia sozinha, como Tailandia, Cambodja, Laos, Vietna e so vestia longo e tomava estes cuidados que vc sugeriu. Mas não ficava tensa, como parece ser o caso da India, pelo seu relato. Pelo que me falaram, achava que Goa era muito turistica e não tivesse esse tipo de problema com homens encarando. Achava que era como os outros pontos turisticos, e que todos ja tivessem acostumados com ocidentais, tratando bem os ocidentais por viverem do turismo.

    • Ei Mariana,

      A Índia é mais tensa que esses países que você citou. O ideal é ir com um homem, mas indo com uma amiga é melhor do que ir sozinha, pq pelo menos você vai ter alguém do seu lado se acontecer qualquer situação mais chata. Quando fomos a Goa, estava muito cheio e tinham muitos indianos de fora, que viajaram para lá no feriado, então pode ter sido um agravante, pq essas pessoas não são acostumadas com mulher de biquini mesmo. Os locais, que trabalhavam com turismo em bares ou lojas,foram tranquilos. Ainda assim, se você for, convém dar uma checada no ambiente antes e evitar aglomerações.
      Abraços

  37. Oi Natália, bom dia…

    ja acompanho o blog algum tempo e vi o comentário da Suiane (dia 24 de janeiro)

    gostaria de trocar algumas ideias com ela. Tem como você me colocar em contato com ela ou o meu e-mail pra ela entrar em contato comigo?’

    Obrigada desde já

    Um Ótimo 2014 pra vc!

    • Olá Natália, as melhores línguas para visitar a Índia são o Inglês (falado em todo território, ainda que mal) ou o Hindi (falado em boa parte do território).

      Abraços!

  38. Amei as dicas, parabéns. Decidi ir a India esse ano, ficar um mês em outubro, ou novembro fazendo trabalho voluntário. Encontrei os pacotes na CI e estou encantada com o país, e essa parte de voluntariado é algo que sempre me chamou a atenção, claro, que com intenção de viagens nos fins de semana, mas confesso que estou muito receosa em viajar sozinha, mesmo que lá eu vá morar com pessoas do mundo todo. Se souber de algum brasileiro(a) que tenha interesse em viajar nessa época, ou melhor com a mesma intenção, passa o contato por favor!!! Obrigada pelas dicas, há uma semana pesquiso coisas sobre turismo na India, e seu blog foi o mais explicativo até agora. Parabéns!! Abraços!!

    • Ei Suiane, realmente viajar sozinha para a índia é um desafio, converse bastante com a agência de intercâmbio para ter certeza sobre a segurança do pacote (vai ter alguém para te buscar no aeroporto? Onde você vai morar? Como vai ser feito o deslocamento até o projeto? etc), se você for morar com pessoas do mundo inteiro, então vai conhecer muita gente. Uma dica é procurar pelos intercambitas da AIESEC no país, são sempre numerosos e dispostos ajudar.
      Abraços!

  39. Olá Natalia, minha preocupação agora é com a alimentação.
    Os cafés da manhã em bons hotéis estão garantidos mas durante o dia como escolher comidas seguras? Mesmo preferindo restaurantes com “cara boa” o que não devo comer?
    Obrigada pela ajuda.
    Abrs, Virginia

    • Ei Virgínia, a não ser que você tenha alguma alergia ou restrição alimentar, não tem nada que eu possa te dizer para não comer. Desde que você tenha escolhido um lugar legal, pode pedir qualquer coisa do cardápio que te agradar.

      Abraços!

    • Oi natalia tenho um grande sonho de conhecer a india,bom vou direto ao assunto eu queria saber quais os costumes dos indianos e o que não deve fazer lá na india

  40. Olá, Natália, li todas as suas dicas e confesso que de todos as fontes que já li o seu blog foi o que mais clareou minhas duvidas, mas enfim, venho cá contar uma história a vc. Eu conheci um indiano pela internet, na verdade ele que me encontrou e começou a conversar comigo, logo no inicio eu não dava muita bola para ele não, aliás eu tinha até recusado muitas vezes o convite de amizade dele, mas um belo dia eu aceitei e começamos a conversar… Ele se mostrou um homem muito respeitador e talvez por isso que tenha dado credito a ele. Com o tempo a gente construiu uma boa amizade, tínhamos muitas coisas em comum e isso foi bacana com o passar do tempo. Ele me mostrou as fotos dele e ele é um indiano, com todo o respeito, lindão. hehe. Encurtando a conversa, ele disse que está apaixonado por mim e eu não disse, mas estou doida por ele também. Nós nos falamos todos os dias pelo skype, ele diz que quer casar comigo, mas ele me explicou como funciona as regras do casamento lá, além de ter, também, me falado que casamento é coisa séria para eles e é para a vida toda. Ele mostrar ser um homem muito sensível, gosta de música, artes, poesia e é muito, muito fofo!Ele é de uma cidade chamada Sawai Madhopur mas atualmente está morando em Jaipur. Enfim, estamos articulando a minha viagem para a India para março do ano que vem… eu sei dos adversos perigos que uma mulher pode enfrentar nesse país, gostaria de saber de quanto eu devo levar de dinheiro para passar 2 semanas lá, hotéis… eu sou uma mulher muito independente e eu não quero ficar muito dependente de outrem, entende?
    Um forte abraço, linda!

    • Mara, Fico feliz que o meu blog tenha te ajudado. Sabe, muitas mulheres já entraram em contato com a gente com histórias parecidas com a sua. Parece que esses indianos gostam de conhecer estrangeiras pela internet! haha
      Bom, primeiro de tudo, eu te recomendo cuidado! Eu costumo dizer que se fosse eu nessa situação, ia pedir pro cara vir para o Brasil antes de eu ir pra Índia, por que a gente se sente mais segura no nosso próprio país e infelizmente ir para a Índia sozinha pode não ser a melhor das ideias. Mas enfim, só estou dizendo o que eu faria, não estou tentando influenciar sua viagem 😉
      Um orçamento confortável na índia é de 1000 rúpias por dia. Se você quiser, pode levar umas 2000 por segurança e para gastar em compras, restaurantes mais chiques e hotéis um pouco mais caros.

      Abraços!

  41. Oi Natalia incrível esse blog! Ótima s dicas. Tomei coragem e quero ir p India,pois sou apaixonada por esse país e sua cultura. E faço parte do grupo de curiosos que quer saber de tudo e por isso gostei muito do q li aqui. No meu caso, gostaria de ir a India mas quero fica mais tempo. Talvez de 3 a 6 meses. Vou sozinha. Então p isso quero dicas de trabalho, pra poder me sustentar la. Rishikesh é o lugar q mais quero conhecer. Mas enfim…qual sua dica? Sou professora, formda em Letras. Queria ir nem q fosse p ser baba, ou em casas de familia (como nos USA) nao sei se isso existe por la.
    Me ajude. Qual sua opiniao?

    Obrigada desde ja
    Tania

      • Olá Natália, muito obrigada pela atenção.
        Então, é que eu vou sozinha para Índia, para Bangalore.
        De Bangalore, vou para o Taj Mahal, e depois para o Rio Ganges.
        Queria saber que tipo de transportes, roupas, dinheiro, devo me precaver
        e saber, sou do Rio de Janeiro; gostaria de saber também quanto de dinheiro
        aproximadamente devo levar pra ficar lá 8 dias.

        Beijos, e Obrigada!

        • Ei Tainã,

          A melhor forma de se locomover na Índia é de trem. A gente explica o passo a passo neste post: http://www.360meridianos.com/2012/06/como-viajar-de-trem-pela-india.html
          Como você vai sozinha, convém gastar mais e pagar pela primeira classe ou segunda, se ainda tiverem lugares vagos. Não viaje abaixo da terceira classe em hipótese alguma. De Bangalore para Agra pode ser melhor você pegar um avião (talvez para descer em Delhi e de lá pegar um trem para Agra).

          As roupas são essas que eu citei no post, calça jeans e camiseta ou saias longas são ok. Quanto ao dinheiro, calcule em torno de 1000 rúpias por dia.

          De resto, leia os outros posts do blog que eles estão cheios de dicas para quem nunca foi.

          Abraços!

  42. Olá Natalia, tenho 70 anos e vou para Índia dia 22 de fevereiro.
    Delhi, Jaipur, Agra e por fim Kathmandu. Ao todo 15 dias.
    Estou comprando um pacote numa agencia muito tradicional e conhecida.
    Vou só e não conheço o grupo.
    Estou preocupada com as variações de temperatura.
    Que roupas devo levar?
    Desde já muito obrigada.
    Abrs, Virginia

    • Ei Virgínia. Fevereiro já é o fim de inverno na Índia, então em Delhi, onde faz mais frio, já vai estar com temperaturas mais amenas. Leve alguns casacos para jogar por cima da roupa e pense em camadas que você pode tirar ou por conforme a necessidade. Jaipur e Agra devem estar mais quentes, então leve também algumas roupas mais leves. Abraços!

  43. Olá Natália, parabéns e obrigada pelas informações postadas,eu pretendo ir para a Índia em janeiro, ficarei 15 dias lá, você poderia me ajudar com dicas do trajeto mais barato para Nova Delhi.Obrigada, um abraço!

    • Ei Denise. Infelizmente a passagem até Delhi não é das mais baratas. Eu sugiro você ficar de olho em promoções e no Melhores destinos. Normalmente a rota mais barata é passando por Londres, mas também já vi bons preços passando pela África do Sul. Boa sorte!

  44. Oi Natalia estou indo para India agora dia 20 de outubro vou para Chennai e Tiru , li todas as dicas , mas ficou algumas duvidas , voce podia me dizer por exemplo que roupa devo usar ao desembarcar na India , ou seja , viajo com que tipo de roupa ? São horas de vôo, tem que ser confortável, mas sei que lá não se deve usar nada justo .
    — Que temperatura vai estar lá agora em outubro
    — os vestidos e saias longas que são usadas aqui no Brasil podem serem usadas lá sem chamar a atenção ? por que são muito floridas e coloridas e tambem são de malha , será que são quentes para aquela região?
    Gratidão !

    • Ei Rutinha, as regras são as mesmas que eu citei no post. Pode usar coisas confortáveis uma calça de moleton ou de outro tecido, por exemplo), apenas se preocupe em não usar decotes e roupas curtas. Leve um lenço com você também, pode ser útil. Abraços!

  45. Estaou indo p/ INDIA c/ grupo agora dia 05 setembro, como está a temperatura ?O que é aconselhavel levar em matéria de roupa , para esta data ??Desde já grata,Norma

  46. Olá Natália,

    Adorei as dicas, também estou a planear uma viagem à India com o meu marido mas não gostamos de excursões e por isso fazemos tudo sosinhos.

    Admito que as ultimas noticias de mulheres violadas mesmo acompanhadas pelos maridos me deixarão um pouco receosa, por isso pergunto, indo com marido e tendo alguns cuidados básicos, os homens indianos continuam a meter-se com as mulheres? pergunto porque em alguns paises muçulmanos, quando acompanhada pelo marido não sentia qualquer problema.

    Obrigada pela ajuda e parabéns pelo excelente trabalho que fazem.

    Bjs

    Téu

    • Olá Téu,

      Realmente essas fatalidades que a gente vê nos noticiários nos deixam com muito medo. Pode acontecer sim que mesmo acompanhada você seja incomodada, embora seja menos comum que com mulheres sozinhas. No entanto, tomando cuidados básicos que eu citei no post, são grandes as chances de você fazer uma viagem sem grandes contratempos. O maior conselho que eu dou é que sempre que você se sentir desconfortável em uma situação, tente sair dela o mais rápido possível, seja indo embora do lugar, pedindo para pessoa se afastar, chamando a polícia, gritando ou o que você achar melhor na hora. A Índia é incrível, mas temos que tomar certos cuidados para termos uma boa experiência.

      Espero que você tenha uma boa viagem!

  47. Oi Natalia, td bem? Primeiramente parabéns pelo blog, to adorando as dicas. Bom, irei a India em setembro. Estou acostumada a passear pelos lugares sozinha, pois sou comissária de voo, então tento ao máximo explorar tds os lugares q vou. Minha paixão pela India é antiga, e resolvi me aventurar de ir nessas férias. Fiquei meio receosa de ir sozinha, então fechei um pacote com guia, hoteis, passeios, td incluso. Mesmo assim ainda estou cheia de dúvidas. Ja reservei umas roupas mais discretas p levar, trocarei rúpias tbm… Estou um pouco em dúvida em relação a alimentação, se é tranquilo lá, pq ouvi dakar p ter cuidado. E tbm queria saber se é necessário tomar algumas vacinas complementares. Devido a minha profissao, ja tenho vacina da febre amarela e tetano. E tbm se vc acha tranquilo ir sozinha, mas c guia turistico. Oq vc puder me ajudar, ficarei grata. Bjs

    • Ei Mila, se voie está acostumada com lugares conservadores, provavelmente já tem um monte de truques na manga e sabe como se comportar. Já ouvi dizer que o Egito, por exemplo, supera a India no quesito assédio. Como você está indo com grupo de viagem e guia turístico, não deve ter problemas, basta tomar os cuidados básicos. Se você comer em restaurantes para turistas a comida é segura, mas tome cuidado com a água e o gelo. Acho que com as suas vacinas você já está protegida (foram as duas que eu tomei, mas considere a de hepatite também). Qualquer outra dúvida pode voltar aqui. Abraços e boa viagem.

  48. Olá espero que esteja tudo bem,

    Nunca fui a India, pretendo viajar a Nova Delhi para um periodo de 15 dias sozinha, e tenho pesquisado bastante sobre segurança, modo de vida, cultura, hotel entre outros. Sobre hoteis vi preços apartir de 30, 40, 50 em diante. E pretendo pagar apartir de 30 a 50. Agradecia que me desse uma dicas sobre os Hoteis: Os Hoteis com estes preços são bons e seguros?

    Quanto a alimentação quais soa os preços de um pequeno almoço, almoço e jantar nos restaurantes?

    Quanto eu gastaria diariamente para as tres refeições?

    para tranasporte e lazer?

    Quanto eu precisaria levar para despesas?

    Muito obrigada, fico aguardando pela resposta

    maria Luisa

    • Ei Maria Luíza, você quer dizer 50 dólares? é um valor até alto para os hotéis na India. Acredito que serão bons lugares, mas pesquise os nomes na internet antes.

      Alimentação em restaurantes fica entre 500 e 1000 rupias por dia, depende do quanto você quer gastar e onde quer comer
      Transporte e lazer: tuk tuk é barato e as entradas para os monumento ficam entre 250 e 300 rupias (exceto taj que é 700 rupias)’

      Acho que um orçamento confortável para a Índia é de entre 2000 e 3000 rúpias por dia, sem contar o hotel.
      Abraços.

  49. Ola Natália, preciso de umas dicas muito importantes,tenho pesquisado muito sobre os preços dos hoteis, restaurantes, a cultura e como se vestir na India. Adorei as dicas que passas aqui, pretendo ir para para Nova Delhi sozinha daqui a alguns meses para um periodo de 15 dias. Tive a ver os preços do hoteis economicos, variam de 30, 40, 50, 60 e adiante. Pretendo fazer a reserva na média de mais ou menos 30 a 50. O que me aconselhas, Estes preços são mesmos reais e os hoteis sao bons? Depois de fazer a reserva do hotel para 15 dias?

    Quanto eu gastaria para alimentação e transporte diariamente?

    Quais sao os preços de comidas nos restaurantes?

    Quanto mais ou menos me custaria o pequeno almoço, almoço e o jantar?

    Quanto me aconselharias a levar para 15 dias de minha estadia?

    Aguardo pela sua dica faz favor.

    Maria Luisa

  50. ola Natalia, a minha viagem para a India esta chegando. vou na quarta feira que vem, de quarta para quinta f. vamos para o Nepal tbem. nesta época do ano é meio friozinho?? lebo uma blusa??? kkkk. vamos finalizar com dois dias em dubai. alguma dica importante?? amei ter encontrado voces. bjs e obrigada

    • Olá Nádia!
      É verão na Índia e vai estar bastante quente, mas eu nunca viajo sem uma blusa de frio pelo menos. Mas fique tranquila, mas fácil vc ficar morrendo de calor que de frio por lá no momento. Se você for ao norte, as temperaturas são mais amenas, mas ainda assim é verão. Espero que os nossos textos tenham te ajudado. Qualquer dúvida, é só chamar =)

      • Oi Natalia!
        Adorei as suas dicas! E concordo que, uma vez em Roma…aja como os romanos!!rs
        Irei com amigos agora no inicio de setembro e gostaria de algumas dicas de compras…irei para Nova Deli, Agra, Jaipur, Varanasi e, fora da India, Kathmandu (vc sabe se la’ e’ frio?). Alem dos saris, o que nao podera’ faltar na minha mala no retorno? Eu pergunto pois, como nao terei muito tempo, gostaria de ir aos lugares certos logo de cara… Te aguardo! 😉

        • Ei Raquel,

          Você pode trazer lenços, pashiminas, artesanato (cada coisa mais linda que a outra), joias (cuidado com falsificações e golpes), sedas, temperos, chás e outras coisas desse tipo. Em Nova Delhi, você pode ir aos shoppings e comprar coisas de marca muito mais barato que aqui. Enfim, a India é um paraíso para comprar pagando pouco. =) Espero que você se divirta.

          Abraços

  51. Ola! Estou me programando para passar o reveillon em Kuala Lumpur… e de la preciso encontrar um grupo de viagem (Intrepid) em Jaisalmer… Mas, acho que Jaisalmer nao tem aeroporto, e eu estarei sozinha… Vcs acham que e perigoso eu ir de trem ou onibus?
    Ansiedade!

    • Ei Mariana! Vá de trem, na segunda classe. Escolha uma cama superior, use a cortina e siga as dicas acima. Acredito que deve ser tranquilo. Mas se tiver qualquer problema, grite. Não vá de ônibus. É muito longe de Delhi, vai ser desconfortável. Vai ter alguém para te buscar na estação?

      Abraços

  52. Olá, Natália! Que bom que tenho recebido as postagens do seu blog e da sua viagem. Vi na postagem da Ajurimar que ela pretende ir para a Índia, sozinha. A mesma coisa que eu,mas eu estarei saindo da Europa para lá. Quem sabe podemos nos unir? Bom, isto vai depender da época que cada uma irá. Obrigada.

  53. Oi Natália,
    Estava pesquisando sobre mulheres que já viajaram para a Índia sozinhas e vi o seu site, li os depoimentos e gostei muito. Eu já viajei para a índia duas vezes acompanhada de um amigo, para Tiruvannamalai em Tamil Nadu para o Ramanasharam. O problema é que no final deste ano, pretendo ir sozinha. O que vc acha? Me parece que vc tem grande experiência com a índia. E se já conheceu este lugar melhor ainda para dá orientações. Talvez se eu conhecesse alguns brasileiros que estejam indo ou que já estejam lá, eu ficaria mais tranquila. Há, detalhe eu não sei falar outra língua que não o português.rs
    Agradeço algum comentário.
    Ajurimar

    • Ei Ajurimar, acho que como você já conhece a Índia e sabe como são as coisas por lá, vai ser mais tranquilo pq você não vai ser “viajante de primeira viagem” rs. Ainda assim, eu não iria sozinha. Tentaria ter, no mínimo, uma amiga. Mas isso sou eu, sei de meninas que foram sozinhas e não tiveram problemas. Você viu o comentário da Maria Elisa? Quem sabe vocês não se juntam para viajarem juntas?
      Abraços!

  54. Olá!!!
    Tudo bem? Vou para a India com 2 amigas em janeiro ficar uns 30 dias a principio. Qual o roteiro mais recomendado no meu caso, uma vez que levo bem em consideração o que vocês dizem aqui no blog e o sul e suas praias talvez não seja uma opção maravilhosa né? O norte, Triângulo dourado, Rishikesh, McLeod Ganj, o Rajastão já estão na certeza, o restante é que está difícil. Muito obrigada pela ajuda e disponibilidade. O blog ajuda demaaaaaais!

    • Olá Ana Luiza,

      Bom, acho que do seu roteiro, eu incluiria Varanasi. É imperdível! Uma coisa de outro mundo, pode acreditar! Se tivesse tempo sobrando, também passaria em Kajuraho, que é relativamente perto de Varanasi e onde tem os templos do Kama Sutra. É bem interessante também. O Sul fica fora de mão e, na minha opinião, não compensa tanto o deslocamento. Mas tem muita gente que ama o Kerala, acho que você podia pesquisar sobre esse estado um pouco e ver se te agrada . Eu focaria no norte mesmo.
      Volte para contar como ficou seu roteiro 😉

      Abraços!

  55. Natália, meu nome é Nádia e irei para a India com duas amigas em agosto. Estou com dificuldades de preparar a mala, ja que aqui no Brasil e no verão pe claro, prefiro as roupas decotadas e curtas, nada exagerado, mas não saias longas e camisetas, kkkk. Vc pode me ajudar??? o que levar para o dia, pelo que li nas suas dicas, devo levar saias longas e calças mega leves. E para a noite??? O que fazemos la??? E que roupa levar??? Helppppp. no aguardo da sua resposta.. bjs

    • Olá Nádia,

      Sim, é melhor levar saias longas e calças de tecido leve. Se você não tiver, pode comprar lá em mercados de rua e em lugares muitos turísticos (se você for ao rajastão, lá é ótimo para isso). Nas grandes cidades, como Delhi, existem diversas festas em boates. Em muitas delas estrangeiro nem paga entrada. Nesses lugares dá até pra usar a roupa que a gente usaria aqui, pois é um ambiente mais moderno. No entanto, lembre-se que vc provavelmente vai ir e voltar de táxi, então é melhor continuar com roupas discretas. Nessas ocasiões eu ia com uma blusa mais arrumada e jeans. As meninas indianas costumam ir com um roupa e trocar dentro da boate por um vestido, é bem engraçado. Nas cidades pequenas, você não vai achar muito mais o que fazer a não ser ir a um restaurante jantar, então não se preocupe muito com isso. Qualquer dúvida, volte aqui. Abraços!

  56. Olá, Natália!
    Obrigada pela resposta. O problema é saber qual é uma agência de confiança, já que não conheço nada lá. Não vou pretendo pagar nada no Brasil. Quero pagar quando chegar lá. Conhece alguma agência lá? Obrigada

    • Ixi Maria Elisa, aí não vou poder te ajudar não. Como só viajei por lá de forma independente, não conheço nenhuma agência que feche pacotes completos por lá para indicar. Uma alternativa que pode fazer com que você gaste menos e continue viajando de forma relativamente segura é você ir de forma independente, comprar você mesma as passagens entre as cidades (avião ou 2 classe de trem pra cima é mais seguro) e tentar fechar os pacotes de passeio por lá. Você pode conseguir alguns tours no próprio hotel ou procurar agências no local (fizemos isso no safari de camelo no rajastão), elas vão cobrar mais barato do que se vc fechar qqr coisa aqui do brasil. Fique em hotéis de rede e pergunte se eles vendem esses pacotes, acho que assim pode ficar mais personalizado. Se optar por fazer isso, sempre feche seu transporte no hotel e contrate o motorista para o dia inteiro, assim você não tem que pegar nenhum na rua. Qualquer dúvida, volte a perguntar! Abraços!

  57. Olá, Natália! Foi bom ter achado o 360 e ainda mais essas matérias sobre a Índia.Informações muito boas. Só que agora eu fiquei indecisa se vou ou não a Índia sozinha. Se for ficar esperando alguém para ir comigo não sei quando irei. Detesto ter que depender de alguém. Será que para uma mulher de 57 anos, com cabelos brancos, eu não pinto, ainda é perigoso ir? Vou primeiro para Roma e de lá que pretendia comprar a passagem para New Delhi. Enviei uns emails para algumas agências de turismo e elas me mandaram respostas sobre pacotes para passeios, transporte do aeroporto para o hotel e vice-versa e também para as cidades do pacote, além da hospedagem em New Delhi, Agra e Jaipur. Se já estava achando caro o valor, depois de ler sobre o assunto aqui, mais caro estou achando.Tipo 750 dólares por sete dias , seis noites. Será que vale a mesma dica sobre barganhar também com agências de turismo? Minha passagem para Roma já está comprada. Viajo no dia 23 de janeiro. Estava querendo ir depois do feriado de 26 de janeiro na Índia. Quem sabe chegar dia 27 e ficar até 3 ou 4 de fevereiro. Ficaria muito grata se tivesse sugestões ou dicas para mim. Obrigada.

    • Ei Maria Elisa,

      Se você vai fechar pacote, não há com o que se preocupar. Realmente o preço está um pouco caro para a Índia, mas você pode pensar no conforto que vai ser ter tudo preparado para você, especialmente a parte do transporte que é o maior motivo de dor de cabeça por lá. E claro, eu tentaria pelo menos um desconto, sim. Mas feche com agências recomendadas, de confiança, para não levar gato por lebre.

      Qualquer dúvida, estamos aí! =)

      Abraços!

  58. Natália, boa noite – muito bom o seu site e suas dicas!

    Vou para Calcutá amanha a noite (a trabalho) e gostaria de ir em alguns pontos turísticos, como a casa de Madre Teresa, mas estou assustada – nao terei ninguém comigo no final de semana. Fui aconselhada a pegar transporte no hotel, mas, nao sei… Pensei também em pegar um City tour…

    Vc tem alguma sugestão extra?

    Obrigada, Ana

    • Ei Ana! Calcutá é uma cidade grande, então a situação não é tão ruim quanto os lugares pequenos e que não recebem muitos turistas. Se você seguir as outras dicas, provavelmente vai conseguir visitar os lugares que você quer sem problemas. Acho indispensável que você pegue o transporte no hotel e não na rua. Anote o nome do motorista e deixe avisado na recepção onde você está indo. Um city tour, principalmente se incluir outros turistas, também pode ser uma opção vantajosa no seu caso. Acho que você não pode é deixar de passear uma vez que já vai ter viajado para tão longe. Com um alguns cuidados, dá para você aproveitar sim!

  59. Olá Natália!

    Esse site é maravilhoso e está ajudando muito! Estou planejando uma viagem para a Índia para daqui a 2 anos, quando estarei formada e já terei juntado um dinheirinho para a viagem, mas pensava em fazê-la sozinha… agora estou um pouco receosa! Muito obrigada pelas dicas! São muito válidas e estão me ajudando a reavaliar as coisas e me planejar melhor! Parabéns a todos envolvidos na construção deste site! 🙂

    Abraços!

    • Ei Juliana,

      Então, como eu disse no post, eu não iria sozinha e não recomendo, mas tem gente que encara essa viagem sim. Se você decidir encarar, tente sempre fazer amizade com estrangeiros, para poder andar com eles nos lugares. Uma boa ideia é talvez contratar uma excursão ou procurar grupos de viagem em fóruns e grupos no facebook. Espero continuar ajudando nesse planejamento! Abraços! =)

  60. Natalia, estou indo pra India em janeiro, fico um mes… e vou passar por varias cidades, varias viagens de trem… por isso preciso de malas leves e estou preocupada com as roupas, em especial por causa das dicas de voces neste blog…
    Vc acha que e melhor comprar roupas na India, para me misturar mais com os locais e evitar chamar muita atencao e me expor? Estou indo sozinha para me encontrar com um grupo que fara o tour, Imaginative Traveller.
    Outra duvida e, como vou de norte a sul, vc sugere que eu leve um daqueles casacos de inverno que usamos na Europa?
    Abracos.

    • Mariana,

      Não tem necessidade de comprar roupas lá para se misturar, até pq hoje em dia muitas indianas usam roupas ocidentais, principalmente nos grandes centros. Pode usar calça jeans à vontade, mas se você for enfrentar calor, aí compensa comprar calças de tecido mais leve, saias longas e bermudões, compre lá porque é mais barato. Quanto às roupas de frio, depende de quanto ao norte você vai. Em Nova Délhi, um casaco mais quentinho e um lenço (que você pode comprar lá) no pescoço resolvem o problema, mas se você for às vilas do himalaia, aí é roupa pra enfrentar inverno europeu mesmo, até porque na Índia eles não têm sistema de calefação, então você passa frio o tempo inteiro.

      Abraços!

  61. “Turista suíça é vítima de estupro coletivo na Índia diante do marido”, “Turista americana é estuprada por três homens na Índia”, “Namorado é agredido enquanto turista era violentada por um grupo de homens na índia”… Acompanhada já não é 100% seguro, sozinha então como já foram dadas as dicas MELHOR SEMPRE TOMAR CUIDADO.

    • Com certeza, Kelly, não só a India como outros países mais conservadores exigem que as mulheres tomem algumas precauções para não estragar a viagem, Abraços!

  62. Bom dia
    Como se costuma dizer, em Roma sê romano, num País estranho há que respeitar um pouco as culturas e as tradições locais. Sobretudo nos meios pequenos, as pessoas são curiosas e ficam a olhar para quem passa. Imagina uma mulher a andar num na rua meio despida como se estivesse na praia! Não digo que vai ser agredida mas, de qualquer das formas está a facilitar e isso é válido para qualquer país do Mundo.
    cumprimentos
    Alcinda

  63. Bom dia!
    como vou para a India em maio, já estou pensando no dinheiro!!!! O uso de cartão de crédito é fácil??? É melhor levar dólar ou travel cheque??? E, para quinze dias, quanto seria legal levar??? Muito obrigada. Já temos hotel e passeio inclusos.

    • Olá Cecília,

      Você não vai ter problema em encontrar caixa eletrônico nas principais cidades da Índia e o uso do cartão de crédito é aceito em diversos estabelecimentos. Eu não gosto de travel cheque, acho complicado. As melhores opções são habilitar o seu cartão para saque no exterior, assim você consegue sacar rúpias de qualquer caixa por lá, ou levar dólar e trocar em casas de câmbio. Se você escolher fazer isso, preste atenção nas taxas de conversão que vão ser cobradas. Alguns lugares tentam enganar os turistas com taxas muito mais altas que as praticadas normalmente.

      Abraços!

  64. Essas dicas são realmente muito importantes para nós mulheres! Se um dia eu tiver a oportunidade de conhecer a Índia, irei seguir todos os conselhos. Tenho uma curiosidade…vocês também usavam o salwar kameez e/ou saree? Adoro essas vestimentas!

    • Ei Marina, Obrigada por comentar! Nós não usavamos saari nem roupas típicas na Índia. Só jeans e camiseta. As indianas mais jovens usam roupas ocidentais normalmente então não parecíamos deslocadas. Eu comprei um Saari para usar em um casamento que eu acabei não indo, mas para o dia a dia não. Espero que você possa conhecer a Índia em breve. Abraços!

  65. vou para a India em maio, com um pacote turístico. Terá um dia que pedi para ficar “livre” em Delhi para conhecer os tais mercados indianos, caminhar pela cidade… Vou com uma prima e pensamos em “contratar” um guia para nos “acompanhar” e evitar maiores problemas. Vc tem alguma dica onde podemos contratar alguém?? Pensamos até em contratar um motorista de táxi… é uma boa ideia?? grata

    • Ei Cecília, infelizmente não conheço nenhum guia para te indicar, pois em Delhi ficamos na casa de um amigo e fazíamos tudo sozinhos. Acredito que você não precise contratar um guia e um motorista de taxi. Feche um tour só com o motorista para o dia inteiro e ele vai te levar nos lugares que você quer ir e ainda te contar um pouquinho da história e curiosidades. A gente costumava fechar esses tour diários com motoristas de tuk tuk. Pode ser uma experiência legal para vocês cruzarem as ruas das cidades nesse meio de transporte diferente, além de ser mais barato. Mas aí vai de vocês! Em maio vai estar quente, então pode ser bom ter um carro com ar condicionado, rs. Enfim, é isso, acredito que não haja necessidade de você contratar os dois, um motorista basta. Só lembre-se de pedir um taxi por telefone em alguma cooperativa. O pessoal do seu hotel pode te ajudar nisso. Como vocês vão estar em duas, acredito que não vão enfrentar nenhum problema. Uma ótima viagem para você =)

  66. Não concordo em nada com o machismo indiano, mas nessa vou ter que discordar de você. Eu acho que a falta de respeito foi delas, não deles. Afinal de contas quando você está num lugar, tem que respeitar as regras e costumes do povo. Não que isso justifique o comportamento da macharada indiana, mas pô, topless?? Só quem caiu de para quedas na India! Aqui em Londres de vez em quando topo com um indiano sem noção. Eles sairam da India, mas a India não saiu deles nesse ponto. E uma vez numa piscina pública eu tive que ir embora porque eles apontavam, tiravam foto, e vi a hora que o Klaus ia partir para cima deles(sangue latino rules). Achei uó, porque se eles estão aqui devem se comportar normalmente na presença de um bando de mulher de biquini ou pelo menos fingir que é normal para eles. Mas na India ele ficou de boa porque pensa como eu e sabe que somos os “intrusos” e devemos ter uma dose extra de paciência. Mas entendo que quando moramos no lugar a gente enxega tudo sob uma outra ótica e vc deve ter sofrido um bocado tb com as atitudes deles. Aqui por exemplo, eu já não uso biquini tipicamente brasileiro. O povo olha mesmo, acredita? A mulherada de peito de fora olhando de cara feia meu biquini que nem fio dental é. Hoje já uso biquinis maiores nas praias européias e sigo mais tranquila. Ai, desculpe o discurso gigante, virou bate papo,rs.xxx

  67. Super guia! Conhecemos uma brasileira que, entre idas e vindas ao países vizinhos para renovar visto, estava há mais de 1 ano viajando sozinha na Índia. Ela disse que nunca teve problema, mas eu tb não teria coragem. Praia então, de jeito algum. Até ficamos um dia em Alleppey mas sofri por não poder entrar no mar. Se o Klaus já virou atração entrando numa parte deserta de bermuda, imagine o que seria de mim? Só arriscaria ir numa praia se fosse nas ilhas Lakshadweep. O Sri Lanka tb é uma opção super perto com praias lindas, nós amamos!

    • Ei Liliana! Também conheci algumas meninas que viajavam sozinhas, mas não acho que seja recomendável. Pode ser que não aconteça nada, mas sem dúvida é mais arriscado do que quando se viaja com mais alguém, né? Essa coisa de ir a praia lá é loucura! Tinham algumas europeias achando que estavam na Riviera Francesa e que podiam fazer topless na boa. Insano! Eu ficava com tanta raiva quando passava um cara e tirava foto delas que uma vez eu contei para o policial e o policial fez ele apagar todas as fotos. E eu nem tinha nada a ver com essa história pq esse cara nem tinha tirado foto minha, mas eu fiquei com raiva mesmo assim! Acho uma falta de respeito! Mas elas mesmo nem ligavam, nem sei se elas reparavam que estava sendo encaradas. rsrsrs

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: