Estudar em Portugal: tudo o que você precisa saber

Estudar em Portugal: tudo o que você precisa saber

Atualizado em Janeiro/2018 – Em setembro de 2014 eu larguei meu emprego de escritório para me dedicar ao 360meridianos e também decidi que queria fazer mestrado no exterior. Já contei num post todas as dicas que eu descobri sobre o processo de conseguir uma bolsa de estudos no exterior.  No final das contas, acabei não conseguindo essa bolsa, mas fui aprovada no mestrado em Coimbra.

Apesar da data do post ser antiga, as informações aqui são constantemente atualizadas

Como já recebi várias dúvidas sobre o assunto e também sofri com a falta de informação sobre isso na internet, resolvi fazer um post explicando tudo o que eu aprendi e vocês precisam saber sobre estudar em Portugal: a escolha da universidade, os processos seletivos, documentação, visto, moradia, dinheiro e muito mais. Mas antes, um pouco de história.

Você pensa em morar em Portugal? Leia também o post que eu fiz sobre os tipos de visto e autorizações de residência para brasileiros que querem se aventurar na terrinha. 

Por que eu decidi estudar em Portugal?

Na verdade, como na maioria das minhas viagens, não fui eu quem escolhi Portugal, foi o destino que deu um empurrão nessa decisão. Eu tentei um mestrado em Negócios de Turismo via Erasmus, na Dinamarca, Espanha e Eslovênia. Por causa de um atraso dos Correios, o meu certificado do IELTS (proficiência em inglês) não chegou a tempo para eu pedir a bolsa (chegou com exatos 26 minutos de atraso!), mas eu me inscrevi mesmo assim. Três meses depois, descobri que passei nesse mestrado, mas teria que pagar 14 mil euros, fora o custo de vida na Europa (não dava mais tempo de conseguir uma bolsa). Foi uma semana de muito sofrimento, mas tive que mandar um e-mail para a organização do curso avisando que não teria condição de financiar o mestrado e desistindo da minha candidatura.

Sintra-Portugal

Sintra, em Portugal. Foto: Tiago Relvão

Eu estava muito triste, afinal havia acabado o prazo de inscrição de todas as universidades que eu tinha me interessado. Com isso, eu só poderia tentar de novo em setembro de 2014, para entrar numa faculdade em setembro de 2015 – ou seja, um ano de espera que eu não tinha planejado. Foi aí que uma amiga me contou que o processo seletivo para as universidades portuguesas tinha um calendário de candidaturas diferente: eles iniciavam o processo de inscrições em abril e anunciariam em maio a primeira fase de candidatos aprovados (ainda existe uma segunda e terceira fases – ou seja, se você quer tentar estudar lá ainda este ano, pode tentar se inscrever).

Saiba mais: Passagens aéreas com desconto para estudantes

Eu dei uma olhada nas três melhores universidades portuguesas: a de Lisboa, de Porto e de Coimbra. Escolhi a Universidade de Coimbra porque era a única que tinha um curso que me agradava – meu mestrado é em Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo, com dois anos de duração (atualização: concluí o mestrado em Setembro/2016. uhu!!!)

O que você precisa para estudar numa Universidade Portuguesa

A resposta mais simples para essa pergunta é a seguinte: entre no site da Universidade, procure por “Estudar aqui” e também clique em “Estudantes Internacionais”. As universidades portuguesas dividem seus níveis de graduação em 1º, 2º e 3º ciclos.

É assim: 1º é a graduação normal, 2º mestrado e 3º doutorado. Na parte “Estudar Aqui” você vai encontrar os links de todos os cursos que a universidade oferece. Uma vez dentro da página do curso você encontra as informações como ementa, duração, preço e como se candidatar. Na página dos “Estudantes Internacionais” você achará mais informações sobre os programas de mobilidade nessa universidade, além de informações sobre programas de bolsas que eles tenham parceria.

Dica: A questão é que esses sites são bem confusos e pode não ser tão fácil assim encontrar todas as informações que você procura. Minha experiência diz que está tudo no site, mas você vai ter que procurar com muito afinco para encontrar.

Vale lembrar que quem quer fazer graduação em Portugal pode usar o ENEM e também há acordos entre universidades portuguesas e brasileiras para quem quer cursar só um semestre lá, o Erasmus e o Minas Mundi, entre outros. Nesse caso, ao invés de se candidatar diretamente com a Universidade, você vai precisar procurar informações com esses programas primeiro. No site do Consulado Portugal em São Paulo há uma lista de instituições que oferecem bolsas de estudo para brasileiros em Portugal.

Porto, Portugal

Porto, Portugal

Uma informação importante: há uma lei que permite que as universidades portuguesas cobrem matrícula mais cara dos estudantes internacionais. Nem todos os cursos estão seguindo essa regra. Na página sobre o curso você encontra essas informações de pagamento.

Sobre a candidatura

Dá para fazer absolutamente tudo via internet. Hoje em dia ninguém precisa mais gastar uma fortuna enviando documentos pelo correio. Eu não precisei criar um projeto de pesquisa para me candidatar ao mestrado. Em geral (com algumas exceções), a candidatura para pós-graduação no exterior não exige isso. O que você vai precisar é de uma carta de motivação, explicando porque você quer fazer esse curso e como você vai contribuir para a Universidade enquanto estudante. Além disso, vai precisar enviar todos os documentos relativos à sua vida profissional e acadêmica. No caso: currículo, diploma e histórico escolar.

E aqui vem a primeira dificuldade burocrática: todos os seus documentos oficiais brasileiros precisam ser legalizados.

Você tem que autenticar as assinaturas dos seus documentos em cartório – isso quer dizer que você tem que descobrir onde o reitor da sua universidade tem assinatura reconhecida e ir lá autenticar. No caso, eu também precisei autenticar a assinatura do secretário do colegiado que assinou meu histórico escolar. Ou seja, dois cartórios diferentes.

Serra-da-Estrela-Portugal-linhares

Linhares, Portugal

Depois da autenticação das assinaturas, você precisa ir apostilar os documentos. O que é esse tal de apostilamento? É uma espécie de autenticação internacional. A leitora Caroline Oliveira passou pelo processo recentemente e explicou como funciona: “Basta ir num cartório conveniado (até onde sei somente nas capitais, a lista completa está aqui: http://www.cnj.jus.br/poder-judiciario/relacoes-internacionais/convencao-da-apostila-da-haia/cartorios-autorizados). É bom ligar antes para saber se o cartório que você vai o procedimento está sendo feito, pois eles precisam de um papel especial que às vezes fica em falta. Ah, custa em torno de R$ 60 reais por documento a ser apostilado!”

Dica importante: Existe a possibilidade do cartório que tem a firma do seu reitor também faça o apostilamento. A melhor forma de descobrir isso é ligando pro cartório para evitar mais viagens e perda de tempo.

Dentro do próprio sistema da universidade você envia todos os documentos, preenche seus dados e paga a taxa (a minha eu paguei via Paypal). Depois disso, é só esperar eles confirmarem o recebimento e depois aguardar o anúncio da aprovação ou reprovação.

Fui aprovado, o que fazer?

Depois de ser aprovado, você pode fazer a matricula no seu curso também online e então passar a se preocupar com coisas como passagens aéreas, euros, visto, moradia, seguro de saúde…

Visto de estudante para Portugal

Brasileiros não precisam de visto de turista para Portugal, ou seja, se você for ficar lá até 90 dias, então é só levar o passaporte e pronto. Se você vai estudar lá, seja por seis meses ou dois anos, a coisa muda de figura e você precisa sim pedir um visto de residência temporária. Abaixo, a lista de documentos necessários:

  • Formulário preenchido no site do consulado;
  • Passaporte válido (+3 meses após validade do visto) e fotocópia de TODAS as paginas, inclusive as em branco. Também é necessário autenticar as páginas que tem identificação (normalmente as duas primeiras);
  • Carteira de identidade (original e cópia autenticada);
  • 2 fotografias iguais, tipo passe, a cores e fundo liso, atualizadas e com boas condições de identificação do requerente;
  • Comprovante de residência do seu estado (original e fotocópia);
  • Seguro médico de viagem para todo o período(pode ser tanto a apólice da seguradora ou o documento do INSS P84);
  • Certificado de registo criminal, com menos de 90 dias, emitido pela Polícia Federal, também precisa imprimir a comprovação de autenticidade, que você tira na mesma página;
  • Comprovativo de matricula.
  • Comprovativo da existência de meios de subsistência (comprovativo de bolsa ou Declaração de rendimentos dos pais ou responsáveis)

No meu caso, como sou autônoma e a comprovação da renda que recebo do blog era complicada no momento da inscrição, pedi para minha mãe assinar um Termo de Responsabilidade e anexei o comprovante do Imposto de Renda dela. Segue também o modelo do termo que usei:

Termo de responsabilidade

Eu, Fulana de Tal (sua mãe ou pai), estado civil, profissão, portador do Bilhete de Identidade n° XXXXXX, passaporte XXXXX, residente em cidade, estado, país, declaro, para os devidos e legais efeitos, que me responsabilizo pelos meios de subsistência – alojamento, alimentação e demais despesas necessárias durante a estada – de Seu Nome, de nacionalidade brasileira, portador do passaporte n°XXXXX, pelo período de realização do Nome do Curso e da Faculdade.

Local e data

Assinatura com firma reconhecida em cartório

Também é necessário pagar uma taxa, que vai ser referente ao período que você vai ficar lá. O visto tem duração de um ano no máximo e assim que você chegar em Portugal precisa procurar o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) na sua cidade, onde eles vão te dar a Autorização de Residência para Estudo e o Número de Identificação Fiscal (NIF).

Seguro de saúde internacional

Para pedir o visto para Portugal você precisa ter um seguro de saúde que tenha cobertura de 30 mil euros. Você pode contratar uma seguradora privada ou pode utilizar o sistema público de saúde português, através de um acordo bilateral com o Brasil, que oferece esse serviço para brasileiros, chamado Certificado de Direito à Assistência Médica – CDAM, também conhecido como PB4. Para conseguir isso, você precisa ir até o posto do Ministério da Saúde da sua cidade levando comprovante de residência (original e cópia), comprovante de matrícula, passagem (só se já tiver comprado), carteira de identidade (original e cópia) e passaporte (original e cópia).

Lisboa Portugal

Lisboa

Se você optar pelo sistema público (foi a minha escolha, já que tive boas referências sobre o sistema público de saúde português) não se esqueça que o PB4 só cobre saúde, não vale para coisas como perda de bagagem, roubo de eletrônicos, assim como só é válido em Portugal. O que isso quer dizer? Vale a pena contratar um seguro de viagem para a semana que você chegar de viagem e também será necessário comprar o seguro toda vez que você for viajar pela Europa (lembrando que precisa ser um seguro europeu, não pode ser nada contratado do Brasil).

Resolveu contratar um seguro privado, nem que seja por parte do período? Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções. E lembre-se, seja privado ou público, é obrigatório ter um. 

Moradia

Atualização: Quando eu me mudei para Portugal no ano passado já vim com a casa alugada e não recomendo essa experiência. Por um lado, foi bem chegar no país já sabendo onde eu iria morar por seis meses. Mas, ao mesmo tempo, fiquei presa por 6 meses num contrato que me impedia de procurar outros lugares melhores e mais baratos. Já escrevi um post explicando exatamente como você pode encontrar uma moradia em Portugal. Leia mais: Como alugar apartamento em Portugal

Dinheiro e trabalho

O gasto médio mensal de um estudante em Portugal é de 500 a 600 euros nas cidades menores e de 600 a 700 para Lisboa ou Porto. O aluguel + contas costuma ficar em torno de 200 a 250 euros (em Coimbra) ou 300 a 450 (em Lisboa ou Porto) o supermercado por semana custa de 15 a 30 euros. A grande maioria dos brasileiros que eu conheço não trabalha: se sustentam com economias feitas antes ou bolsa. Outros, como eu mesma, tem trabalhos a distância do Brasil. Nesses casos, é preciso transformar seus reais em euros. Eu tenho um post só como transferir dinheiro para o exterior, dá uma lida.

O método que eu tenho usado ultimamente é o Transferwise, que cobra 2,5% de taxas mais 0,38% de IOF e o dinheiro cai na sua conta em Portugal, a partir do pagamento de um boleto bancário em reais. (ps. nos somos afiliados do Transferwise, o que significa que ganhamos uma comissão se você clicar no link e completar a transferência. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter os autores desse blog!)

Outra possibilidade é tentar comprar euros, sem taxas, do pessoal que ganha bolsa e vende.

Para trabalhar em Portugal com o visto de estudante, você vai precisar de uma autorização do SEF, que normalmente só a concede depois que você já tiver um contato de trabalho. A gente questão é: NÃO É FÁCIL ENCONTRAR EMPREGO. Nem sub-emprego. Portugal está saindo de crise econômica há anos e os mais afetados pelo desemprego são exatamente as pessoas jovens. Ou seja, não adianta vir para cá contando que você vai com certeza achar algo para ter fonte de renda, porque essa não é a realidade do país.

Serra da Estrela Portugal

Serra da Estrela

Você também vai para Portugal ou já mora aí? Compartilhe suas experiências e dúvidas com a gente!

*Imagem Destacada: Coimbra. Crédito: Anabela Maximiliano – (CC BY 2.0)

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

1081 comentários em Estudar em Portugal: tudo o que você precisa saber

  1. Luiza tudo bem? Por favor meu visto aqui na Irlanda termina em março desse ano, posso pagar uma parte do curso e ficar esperando as aulas começarem em Portugal?
    Mestrando pode levar marido como dependente e ele trabalhar normalmente?
    Muito obrigada

    • Oi Mi,

      Você precisa pedir o visto para Portugal. Como está na Irlanda, te aconselho a procurar a embaixada portuguesa aí e se informar como você deve proceder e qual visto o seu marido poderia pegar.

  2. Olá Luiza, sempre foi um sonho para mim cursar o ensino superior em Portugal,enfim terminei a escola!Tenho pesquisado muito a respeito do assunto, e vi que parece que todas as faculdades portuguesas são pagas, queria muito ingressar em Coimbra, mas vi que é uma quantia altíssima,gostaria de saber como faço para conseguir bolsas, e também adoraria saber a respeito da carga horária, será que há como estudar e trabalhar ao mesmo tempo? (tenho nacionalidade portuguesa também)

  3. Oi, Luiza.
    Primeiro quero que vc saiba que foi maravilhoso encontrar o seu site. Vc escreve de uma maneira muito clara e tudo parece mais fácil. O post é antigo, mas se vc puder atualizar a parte da documentação seria excelente. Tenho duvidas se ainda é necessário o apostilamento, por exemplo.
    Vou me candidatar para Coimbra também, estou esperando eles abrirem as datas de 2018, mas acredito que será as mesmas de 2017, portanto, em fevereiro abre. Fiquei com dúvida a respeito do reconhecimento de assinatura no mesmo cartório. Vc sabe se eu preciso reconhecer a assinatura de quem assinou meu diploma da graduação? Pois o cartório é em outro estado do Brasil onde não moro mais. Vou apresentar também o diploma de pós que fiz na minha cidade atual.
    Obrigado pelo conteúdo e continua sempre. Beijos.

    • Ton, fizemos esse procedimento na semana passada. O cartório nos informou que pode providenciar as autenticações por ele mesmo, sem a necessidade de deslocamento para a cidade de origem do documento. O apostilamento é feito rapidamente, vc pode verificar em um cartório da sua cidade.

  4. OI Luiza.
    meu sonho é fazer medicina. Mas vi que tenho que morar em Portugal dois anos, para poder fazer o curso.
    Você poderia me explicar melhor como funciona isso?
    Desde já agradeço.

      • Vou te dizer que Portugal é lindo mas fazer medicina por lá é complicado…eles foram bem claros comigo – tem que ser portugues ou residente há mais de 2 anos e pagar 5 mil euros ou mais e fazer o teste de seleção com media de acerto acima de 90%…a nao ser que voce queira por orgulho um diploma Portugues, há outros meios de obter um diploma de medicina valido em toda a Uniao Européia sem passar por esta burocracia…Eu estou na Romenia já no 3o ano e bastante satisfeito…pensei e trocar por Portugal e perdi a vontade rapidinho depois de ir conversar com as universidades por lá.

  5. OI Luiza!

    A Ulisboa exige nota média igual ou superior a 14 valores, ou equivalente (escala de 0-20 valores) para o mestrado 2º ciclo. Como faço para converter e ver se preencho o requisito?

  6. Oi Luiza, parabéns pelo post!
    Estou me candidatando ao Doutorado na Faculdade de Ciências em Lisboa. Tenho várias dúvidas com relação a documentação necessária. Teria como você me passar seu e-mail?
    Agradeço antecipadamente.

    Abraços,

    Paty

    • Oi Pati,

      Nós não respondemos dúvidas específicas de leitores por email. Como você pode ver pela caixa de comentários, todo mundo deixa as dúvidas aqui e todo mundo se ajuda =D

  7. Boa tarde. Gostaria de saber se para estudar em Portugal preciso estar residindo lá há dois anos. Se sim, meu pai comprovando residência (pois ele mora lá há 10 anos), se consigo ingressar na universidade através do comprovante dele. Desde já, grata.

  8. Ola Luiza

    Em primeiro parabéns pelo post, muito completo.

    Estou querendo fazer mestrado em economia em Portugal, contudo não acho informação sobre a idade média das turmas e se isso é determinante na aprovação. Já estou com 33 anos e penso que é agora ou nunca

    Como você estudou lá, pelo que viu, consegue ter uma ideia da idade dos mestrandos ?

    Sou formado , tenho pós e também cidadania portuguesa

    • Oi Andre,

      A idade não influencia em nada na aprovação. A idade é bem variada, depende do curso e tudo mais. Conheço gente de todas as idades fazendo mestrado.

      • Obrigado Luiza

        Estou mais inclinado a Univ do Porto, achei um PDF que mostra as idades. O maior % é abaixo de 28 anos, mas tem cerca de 10 / 20% de pessoas acima de 30. Então me deu uma animada

        Abs

        • André, eu também tinha este receio com relação à idade. Estou com 35 anos e também acho que “é agora ou nunca”. Acredito que tenham alunos mais novos, em sua maioria, mas sempre haverá gente querendo recomeçar os estudos, mudar de profissão, mudar de vida. Também pretendo fazer um mestrado em economia na U Porto, quem sabe nos encontramos lá! =)

  9. Oi Luiza, tenho uma dúvida. Estou indo como turista no final de janeiro, mas vou me inscrever para mestrado no mesmo mês. Caso eu passe, posso dar a entrar do visto de estudante por lá? E quanto tempo antes do início das aulas eu posso pedir o visto?

      • Oi Luiza, muito obrigada pelos esclarecimentos! Com a demora na saída do visto nesses últimos meses, queria dar entrada ainda em abril (assim que receber o aceite da Universidade). Se que a pessoa só pode dar entrada com no mínimo 3 meses antes da data prevista para chegada em Portugal, mas você sabe informar se posso pedir para chegar em Portugal 1 mês antes de começar as aulas? Ou você só pode informar que vai chegar próximo do início das aulas?

  10. Ola, boa tarde Luiza
    Minha filha entrou na Universidade do Algarve pelo Enem e ainda nao tirou a sua cidadania portuguesa pelo pai, pois meu marido deu a entrada na dele deois que ela foi aprovada.
    Se ela ja está morando em Portugal, e cursando a faculdade. Ela pode tirar por la a sua cidadania?Ela perda a matricula , pois quando ela entrou foi pelo Enem?
    Obrigada!!

    • Oi Luciana,

      Ela não perde a matricula não, mas ela tem que entrar com um pedido na Universidade para passar a pagar a mensalidade mais barata. Não sei como funciona esse processo exatamente, tem que conversar na universidade.

  11. Bom dia Luisa, poderia me tirar apenas mais uma duvida?
    Este modelo do termo de compromisso para alojamento e subsistência, também serve para apresentar ao SEF já cá em Portugal? As informações que eles dão no site são um tanto confusas.

  12. Luiza muito legal o seu site e essa matéria !

    Estou pesquisando mestrado em Portugal e realmente os sites são bem confusos. Você sabe como funciona o processo para quem tem dupla cidadania ? Estou para registar meu diploma em Portugal também, isso ajuda ?

    Muito Obrigada e Parabéns pela experiência !!

      • Obrigada pelo retorno Luiza !

        É preciso ter o registro do diploma e a equivalência ? Estou um pouco perdida quanto aos procedimentos..

        Mais uma vez muito obrigada!

        • Oi Mayara,

          Meu namorado, que tem cidadania italiana e se inscreveu como italiano na Universidade de Coimbra, fez todo o procedimento do diploma brasileiro dele como eu descrevo no post. Ele não pediu equivalência nem nada.

  13. Luiza, bom dia.
    Estou preparando a documentação para uma cliente que fará doutorado por 1 ano e estou em duvida sobre o apostilamento, pode ser que tenham cancelado esse pedido porque no site do consulado só é citado o reconhecimento de firma?
    obrigadaa

  14. Luiza, muito bom o seu blog. Quero sugerir que coloque dicas para quem quer fazer algum curso, que não seja mestrado nem doutorado, ou seja, estudar uma lingua, por exemplo em Portugal. Penso que interessa para muitos fazer algum curso e vivenciar a terrinha por alguns meses….eu msm gostaria. Tenho planos de fazer um trabalho voluntário na Holanda por 3 meses, e isso é o prazo máximo para um brasileiro estar na comunidade européia, não é isso? Gostaria de aproveitar o aéreo e ficar mais tempo em Portugal para conhecer melhor a terrinha e pensei em fazer um curso para que eu consiga autorização para isso….e não sei por onde começar pois na internet só aparecem cursos de mestrado e doutorado….

  15. Boa noite Luiza!
    Parabéns pelo excelente post. Tenho dois filhos que estão terminando o sétimo ano aqui no Brasil e estamos pretendendo morar em Portugal em 2018(Se Deus permitir). Como o ano letivo lá começa em setembro eles após concluirem o ano aqui neste mês já ficarão sem estudar até setembro pois não daria tempo concluir o oitavo ano aqui. Em maio irei com meu esposo para efetuarmos as matrículas. Pergunto:quais os documentos que devo levar para a matricula? Tem que seguir os mesmos trâmites na documentação como se fosse para o curso superior:autenticação e apostilamento dos documentos? Há o perigo de eu não conseguir matriculá-los em escola pública?não sei se vc tem experiencia nessa parte de ensino básico mas caso possa me ajudar eu agradeço.

    • Oi Janete,
      Desculpa, mas não sei dizer nada sobre quem vai estudar no ensino básico. Só sei mesmo os trâmites da pós-graduação.

      Sei que a escola que você vai matriculá-los tem relação com o endereço da casa de vocês.

  16. Bom dia Luiza,
    Podes me ajudar? Milha filha esta concluindo este ano o ensino médio aqui no Brasil, tentei pegar informações na FAUP para ela aplicar pelo ENEM, porém como tenho a cidadania alemã e a minha filha possui o passaporte alemão, me informaram que ela não pode aplicar.
    Como faço para aplicar como cidadã da comunidade europeia? Ou se é melhor ela cursar um semestre e pedir a transferência, se isto é possível?

    • Oi Rachel,

      Como ela quer entrar na graduação, tem que se aplicar mesmo como brasileira, pelo ENEM. Mas depois não precisa pedir visto, nem nada. Só entrar em Portugal com o passaporte alemão e se registrar em Portugal como cidadã alemã.

      Em relação as mensalidades, a UPorto cobra o valor regular para brasileiro

  17. Oi Luiza, eu tenho nacionalidade portuguesa adquirida pelo meu pai, curso faculdade no Brasil e gostaria de recomeçar uma em Portugal ano que vem ou terminar a minha la, mas infelizmente não encontro nada que me explica como faço a transferência como nacional portugues ou sobre o exame nacional português para ingressar numa faculdade sem ter cursado o exame anterior ao superior em Portugal, e sim no Brasil. Você tem alguma dica na qual possa me ajudar?
    Brigadão, abraços, e parabéns pela conquista.

    • Oi Fernando,

      Você precisa perguntar na sua universidade se eles tem algum acordo bilateral com alguma universidade portuguesa.
      E nos sites das universidades portuguesas, procurar quais são os documentos necessários para fazer a transferência.

  18. Olá Luiza.
    Queria sua ajuda em uma dúvida. Pretendo fazer uma pós-graduação e gostaria de saber se encontrarei alguma que tenha apenas um encontro por mês ??? Pois não pretendia passar alguns meses por aí. Pesquisei muito em algumas universidades mas não encontrei. Agradeço muito se puder me ajudar.

  19. Boa noite Luiza, muito bom e bem explicado, já estou cá em Portugal cursando a alguns meses, gostaria que me ajudasse apenas em uma duvida, já procurei até no SEF informações, mas eles dizem que não sabem me responder.
    Após entrar, fiz o agendamento para a renovação da Permissão de Morada, ou visto de estudante no caso, porque o que se consegue no Brasil é só aquele de 120 dias, em fim, já vi pessoas dizendo que terei que desembolsar em torno de 500€ pelo processo de residencia, uma taxa no caso, mas não encontro informações em local nenhum, e como disse, no SEF me disseram que só no momento marcado que irão me passar qualquer taxa…
    Gostaria de saber quando te custou a renovação do visto, já pra me prevenir.
    Grato.

  20. Olá, Luiza

    Adorando as informações do blog! Todas muito organizadas, parabéns!

    Estou me programando para fazer mestrado em Portugal em 2018, porém estou encontrando informações muito confusas que já estão me enlouquecendo haha

    Você sabe se para o curso de graduação de Administração de Empresas concluido no Brasil eu preciso fazer a equivalência de diplomas?

    Já li que sim, já que li que não, já que li que não precisa mas que pode fazer com que não seja aceita e já li que não precisa e tudo bem haha

    Me ajude por favor! Muito obrigada e sucesso pro blog!

    Só uma observação: é normal as faculdades demorarem para dar retorno de informações via e-mail?

    • Oi Ellen,

      Para se inscrever no mestrado você não precisa de equivalência de diplomas! Você só precisa autenticar seu diploma brasileiro, o que eu indico como fazer nesse post.

      É normal sim a demora!

  21. Luiza, muito legal seu post! Eu estou pensando em me candidatar a um mestrado em portugal, mas tou com uma dúvida quanto ao calendário: as inscrições iniciam em julho/agosto para o resultado sair no final de agosto e as aulas começaram já em meados de setembro?

    Eu vi que você comentou aqui que tinha opção pra se inscrever no começo do ano, ou, em uma segunda oportunidade, em julho/agosto. Em que mês seria no começo do ano? a pessoa normalmente recebe a resposta em qual mês?

    muitas perguntas! hehehe. Obrigada de toda forma! Adoro seu blog!!

    • Oi Joana,

      A primeira data para inscrição costuma ser por volta de março/abril. Essa é a data ideal para que você se inscreva e tenha tempo de conseguir o visto certinho e chegar a tempo das aulas.

      Em Julho/agosto já a é segunda fase de inscrições.

  22. Oi Luiza! Tudo bom?
    Minha filha passou para a Faculdade de Direito do Porto (pelo ENEM) e tem algo nos deixando muito apreensivos. Ela nasceu, viveu e estudou a vida toda no Brasil. Esse ano, depois de terminar o ensino medio, veio morar uns meses comigo aqui no UK (temos dupla cidadania, italiana). Agora, na fase final de inscricao, PB4, etc, tem uma clausula dizendo que ela nao pode ingressar dessa forma (como estudante internacional) caso possua cidadania europeia (ou portuguesa, nao esta muito claro no site da UP).
    Voce sabe de algo nesse sentido?
    Agradeco pelo teu tempo e atencao.
    Abraco
    PS: desculpa a falta de acentos, meu teclado esta em ingles e nao consigo mudar, sou o “genio” da tecnologia.

    • Olá Marcelo,

      Se ela tem cidadania italiana o ingresso é diferente, porque ela paga a mensalidade mais barata e não precisa pedir visto de estudante e nem PB4.

  23. Bom Dia Luíza 🙋🏽🌷Eu simplesmente amo seu site …parabéns e muito bem informado.Mas me socorre rs No momento moro em Amsterdam mas em janeiro irie começar a faculdade no Brasil e pretendo transferir o curso de rh pra Portugal apartir do segundo periodo ,no caso sei que o ano letivo aqui na Europa começa em setembro ,mas minha duvida é pq pretendo pretendo pegar o visto de residência para estudo com tendência no caso por 3 anos ,mas pretendo ver se me acostumo nos primeiros 6 meses ,então se eu não me acostumar posso estudar apenas por um período ?ou eu preciso pagar toda a propina de um ano ?Posso trancar ou transferir a faculdade depois de ter cursado um periodo?Se eu cancelar a matricula perco Oque eu estudei ?E posso trocar o meu visto de estudo para trabalho dentro desses 6meses ?Espero que possa me ajudar 🙂 Muito Obrigada

  24. olá Luíza, seu blog é sensacional! Obrigada por compartilhar suas experiencias e nos ajudar com nossas duvidas.

    No mes de julho fui aceita pela universidade do Porto para um intercambio, dei entrada no visto e resolvi toda a papelada necessária. Faltando um mês para viajem fiquei muito doente e não pude ir, devido a gravidade da situação. No entanto, agora com tudo resolvido resolvi que viajarei ano que vem.
    Eu viajarei em fevereiro de 2018 e no meu passaporte já tenho um visto (O que solicitei para o outro intercambio) carimbado para Portugal, ele ainda não venceu, vencerá apenas em maio do ano que vem. Minha duvida é se poderei utilizar este visto e quando ele estiver para terminar solicitar uma prorrogação no SEF ou se terei que antes de viajar retirar um novo visto junto a embaixada Portuguesa aqui no Brasil. Sei que minha situação é um pouco complexa, mas estou na expectativa de que talvez vc possa me ajudar com essa duvida. Desde já muito obrigada!

    • Oi Queila,

      Depende de quanto tempo é o seu intercâmbio. Você pode vir com o seu visto e logo depois de entrar eu recomendo ir direto ao SEF regularizar sua situação. Ou seja, não espere o visto vencer.

  25. Oi Luiza! Primeiro obrigada pelo post, estou procurando uma pós na ULisboa e ajudou muito sobre muitas dúvidas que eu tinha!
    Queria saber se você sabe sobre quem tem cidadania europeia, pois pretendo me aplicar com meu passaporte brasileiro, mas entrar no país com o passaporte europeu. Você sabe se, se eu me aplicar com o passaporte brasileiro, preciso de visto de estudante?

    • Oi Giovanna,

      Não faz sentido se aplicar com o passaporte brasileiro: as mensalidades são bem mais altas e você precisa de visto.

      Faça a aplicação com o seu passaporte europeu e envie os documentos escolares que estudou no Brasil.

  26. Boa tarde Luiza!

    Muito legal o seu post, bem detalhado e esclarecedor.
    Uma dúvida com relação as autenticações dos documentos segundo suas informações.
    Vou tentar o doutorado no Porto, tenho o certificado de conclusão da graduação e a grade de notas das disciplinas e do mestrado, não é só levá-los no consulado para autenticação?
    Não entendi o que vc falou “isso quer dizer que você tem que descobrir onde o reitor da sua universidade tem assinatura reconhecida e ir lá autenticar. No caso, eu também precisei autenticar a assinatura do secretário do colegiado que assinou meu histórico escolar”

    Abs e fico muito agradecido pela resposta!

    Marcelo Moreira

  27. Olá, Luiza, estou querendo fazer faculdade aí em Portugal, são 3 anos e depois posso dar continuidade nos estudos com mais 2 anos de mestrado, gostaria de saber se esses 5 anos contam para somar aqueles 6 anos para a cidadania, muito obrigado, aguardo uma resposta. Hahaha

  28. Oi Luiza!

    Estou tentando aprovação no mestrado acadêmico da ULisboa. Ocorre que preciso começar (pra ontem) a preparar toda a documentação para obtenção do visto de residência (p/ estudantes). O Consulado do RJ solicita o seguinte:

    Convite para morar em casa de parentes ou amigos, que deverá ser feito na Junta de Freguesia da área em que vai residir, contrato de arrendamento ou título de propriedade de imóvel, no nome do requerente, reserva de hotel, comprovante de residência em instalações dos Serviços Académicos da Universidade, quando aplicável, entre outros.

    A minha ideia inicial (seguindo as dicas do blog) era deixar pra alugar um quarto quando estiver lá. O problema é que o Consulado exige essa informação do local onde vou ficar. Como eu posso fazer isso da melhor forma possível? Será que eles aceitariam simplesmente o aluguel de um quarto por algumas semanas até eu procurar outro? Eu já não faço ideia do que fazer e estou desesperado. 🙁

    • Oi Luiza!
      Estou voltando ao comentário pois descobri o que pode ser feito e isso pode te ajudar se outros também estiverem em dúvida: Uma simples reserva no Booking de hotel pelo período mínimo de 01 semana vale como o local de ”residência provisória” que o Consulado solicita. Trata-se de um período razoável até que o requerente consiga alugar uma casa, quarto e afins.

      No meu caso eu pedi para minha família fazer uma carta convite e ainda reservei um hotel no booking pelo período de 02 semanas (Detalhe: Através do Booking você pode efetuar uma reserva Sem cartão de crédito, sem pagamento prévio e com cancelamento gratuito!)

      Fica a dica e parabéns pelo seu blog, passo horas lendo as dicas e comentários! haha :DD

  29. Olá Luiza! Primeiramente gostaria de falar que fiquei maravilhada com seu blog! Já tem dois meses que estou pesquisando sobre como me candidatar a um mestrado em Portugal (só vou fazer isso no ano que vem, mas já comecei a pesquisar pra fazer tudo com mais calma), e o seu blog foi o que mais esclareceu minhas dúvidas. Ainda tenho uma dúvida com relação ao visto de reagrupamento familiar. Caso eu consiga a bolsa no ano que vem, meu noivo provavelmente irá comigo. Só que pelo o que eu já li, teremos que nos casar antes para poder pedir o visto de reagrupamento familiar. Tem um tempo mínimo de casamento para poder pedir este visto? E eu só posso pedir este visto após o meu visto de estudante sair?
    Grata desde já,
    Rafaele.

  30. Olá! Gostaria de saber se é possível, sendo estudante de Medicina no Brasil, transferir o curso para alguma faculdade de Portugal. Se sim, qual a documentação e tempo necessários (aproximadamente)?

    • Olá Elon,

      Você precisa verificar isso tudo diretamente com a sua faculdade e alguma faculdade portuguesa. Uma forma de começar essa pesquisa é verificar se existe algum acordo da sua faculdade com alguma instituição aqui.

  31. Ola Luiza, boa tarde, eu gostaria só de tirar uma dúvida. Eu também vou precisar de fotografia tipo passe para fazer matrícula na universidade de aveiro. Esse tipo de fotografia é 3,5×4,5? eu pesquisei e encontrei isso mas gostaria de confirmar. Obrigada a atenção.

  32. Olá Luiza, tudo bem!
    Obrigada por ter largado o escritório e ter se dedicado ao blog! rsrsrs
    Ele é muito claro e bem escrito, parabéns!
    Bom, atualmente eu estou morando em Dublin e estou planejando fazer Mestrado em Portugual. Minha pergunta é a seguinte: É preciso estar no Brasil para canditatar-se ou é possível passar pelo processo morando em outro país?

    Obrigada

    Priscila

  33. Olá! Parabéns pelo blog! Gostaria de saber se você acredita ser possível se candidatar aos processos da terceira fase de um mestrado tendo em vista o prazo de emissão de visto vs ao início das aulas? A terceira fase normalmente tem a resposta no começo de setembro com inicio das aulas em meados de outubro ou fim de setembro. Até viabilizar o visto o aluno perderia aulas. Você ja viu casos onde foi possível mesmo tendo o visto após o inicio das aulas? Obrigado

    • Oi Fernando,

      Realmente quem se inscreve na terceira fase tem o problema com o visto.

      Vejo duas soluções possíveis: esperar o visto sair e perder algumas aulas ou se matricular nas matérias a partir do segundo semestre e depois repor.

      • Ola Luiza. Fui colocado na Politécnica do Porto e a orientação que me deram foi fazer a matrícula em regime parcial iniciando no segundo semestre. Segundo eles, caso o visto saia em tempo, eu altero a matricula para tempo integral e inicio neste semestre. No começo tudo é muito confuso, mas depois de inúmeras ligações as coisas estão um pouco mais claras rsrsrs. O Regime de mestrado é diferente pelo que entendi. Eu posso começar no segundo semestre e depois repor as matérias. Seria isso mesmo? Pela sua experiencia, as coisas acontecem deste forma para quem inicia no segundo semestre? Obrigado e mais uma vez parabéns pelo seu trabalho.

  34. Oi Luiza, tudo bem?

    De tudo que eu procurava na internet o seu foi o melhor conteúdo.

    Obrigado por compartilhar sua historia, pois nesse momento da minha vida preciso me mudar para Lisboa e não tinha ideia de como proceder.

    Um grande abraço e sucesso.

  35. Olá, Luiza!
    Sei que está muito, muito ocupada, mas eu agradeceria muito se pudesse me dar essa informação ou me indicar alguém que possa me informar melhor.
    Eu preciso levar meus documentos apostilados para a faculdade, até aí, tudo bem. Porém minha relação de notas do Enem não pode ser apostilada, também não tenho direito a um certificado e, até então, não achei nenhum meio de conseguir uma declaração ou qualquer coisa que eu possa conseguir uma assinatura para fazer o apostilamento.
    A questão é: eu poderia enviar essa relação de notas sem o apostilamento?

  36. Nossa, Luiza! Você deve estar exausta!!! Estou até com vergonha de fazer uma pergunta.
    Prometo ser breve (rs)
    Lá vai… Eu tenho cidadania italiana, e não entendi ainda se tudo o que você tem orientado aos descendentes de portugueses se aplicará a nós. Para ser mais prática: taxas mais enxutas pagas nas matrículas em Universidades portuguesas também seriam mais baratas a todos da comunidade européia?

    Um grande, sorte, beijo e obrigada por tanta a ajuda!

    • Oi Juliana,

      Sim, os valores para quem é da comunidade europeia são iguais os dos portugueses. Porém, se você fez faculdade no Brasil, vai precisar organizar toda a documentação tal como indicado no post, mas se inscrevendo como italiana.

  37. Olá Luiza, tudo bem? Primeiramente, parabéns pelo Blog.
    Realizei minha candidatura no Mestrado em Direito na UC, agora na segunda fase, confesso que estou um poço de ansiedade pela demora do resultado e um pouco com medo de não obter aprovação. Como você já relatou em outro post não tem provas na seleção apenas análise dos documentos enviados pelo candidato.
    Você acha que é muito difícil conseguir aprovação? Obrigado.

  38. Bom Dia,Luiza. A 3 fase de inscrição para o mestrado em direito pela uc começa no dia 15 de julho, porém fiz a candidatura ainda na 2 fase e até agora não saiu o resultado é normal isso ?

    • Olá Luiza, eu também fiz a inscrição no mestrado da UC, mas na segunda fase, o prazo de inscrição encerraram-se no dia 15 de julho, somente na segunda semana de agosto que sairá o resultado da segunda fase, e posteriormente abrirá os prazos para a 3 fase. Também estou bastante ansioso para o resultado, espero que sejamos aprovados. Eu recomendo você procurar o edital no site, lá tem um quadro com todas as datas.

  39. Oi, Luiza, tudo bem?

    Fiz minha inscrição no mestrado, mas ocorreu um imprevisto e não conseguirei ir esse ano. Caso seja aprovado, existe a possibilidade de conseguir trancar e começar no próximo ano?

    Obrigado e parabéns.

    • João desculpe usar seu comentário para fazer o meu mas não estou conseguindo achar a barra para escrever.

      Oi Luiza tudo bom? Eu estou planejando fazer faculdade em Portugal. Mais precisamente na cidade de Faro, universidade de Algarve, quero fazer Marketing. Eu já fiz todos os cálculos de custos se eu conseguir bolsa ou não, mas infelizmente meus pais não poderiam me manter lá por 4 anos. Queria saber se existe alguma possibilidade de fazer a faculdade enquanto eu trabalho em algum serviço como McDonald ou algo mais trivial, eu necessitaria de no maximo 500 euros por mês para pagar minha mensalidade, moradia e comida, e ainda sobraria dinheiro. Queria saber se não existe a possibilidade de conseguir um financiamento por banco para pagar minha faculdade depois de terminada. Obrigado

      • Oi João,

        Certamente em Faro você consegue um trabalho durante os meses de verão. Porém, ao longo do ano, será mais difícil.

        Não sei dizer nada sobre financiamento bancário.

    • Oi João,

      Existem vários tipos de matrícula. Você pode ver para começar somente no segundo semestre. Ou pode enviar um email para a coordenação do curso explicando a situação.

      • Oi Luiza! Parabéns pelo blog! Tb n achei a barra para deixar comentários. Eu vi realmente que existem 3 fases de inscrição nos mestrados em PT. Todas essas fases é p início em Setembro do mesmo ano?

        • Oi Camila,

          Sim, as três fases são para o início em setembro. Porém, se aprovada, você também pode fazer a matricula para começar no segundo semestre.

  40. Oi Luiza! Parabéns pelo blog/post, muito bom! Minha dúvida é a seguinte: sou formado em Biologia aqui no Brasil há cinco anos e meio, e gostaria de cursar outra graduação aí em Portugal (algo na área de engenharia, tecnologia…). Porém, o ultimo exame do ENEM que fiz foi em 2005, quando as provas ainda eram bem diferentes dos moldes atuais. Desta forma, gostaria de saber se existe alguma outra possibilidade de entrar em alguma faculdade aí sem utilizar a prova do ENEM. Qual a dica que você pode me passar?
    Desde já agradeço pelo apoio.

  41. Oi Luiza, primeiro queria agradecer por tudo que já li aqui, muito bom!Estou pensando em fazer pos graduação em Portugal, na verdade seria uma oportunidade para estudar e meus filhos vivenciarem outros hábitos e cultura, não temos intenção de mudar definitivamente pois meu marido tem carreira sólida no Brasil. Se for aprovada minha pós, pode me dar uma dica sobre como faço para matricular meus filhos na escolas aí? Meu filho faz Engenharia Civil, numa faculdade particular, e minha filha ensino médio. Desde já, agradeço imensamente. Abraços.

    • Ana, desculpe usar seu comentário para fazer o meu, mas não estou conseguindo achar a barra de comentários.

      Então, Bom dia Luiza, meus pais estão pensando em se mudar em definitivo para Portugal e como eu estou terminando o ensino médio esse ano, pensei em me inscrever para uma universidade portuguesa com a nota do enem. Porém nós possuímos a nacionalidade italiana e iremos residir lá com ela. Isso me atrapalharia em entrar na faculdade com a nota do enem? E se sim, o que eu devo fazer? Não achei nada a respeito. Cai de paraquedas no seu blog e estou adorando. Obrigada 🙂

  42. Luiza, Gostaria de saber com relação as nossas notas. Pois o sistema de Portugal é diferente do nosso. Lá é de 0-20, na minha faculdade aqui do Brasil era de 0-10. Então estou me candidatando ao Mestrado em Coimbra e no formulário eles pedem Media final de 0-20, Como e onde é feita essa conversão?? Já que vc fez Coimbra tbm, como procedeu neste quesito???

  43. Boa noite, Luiza. Eu, meu marido e meu filho de e anos pretendemos ir para Portugal próximo ano, meu marido na está enviando Curriculum e eu irei pedir transferência para a UC. Mas no nosso filho deverá ter que tipo de visto? De reagrupamento familiar? Devemos pedir o visto dele ainda aqui ou só lá? Com o funciona?

  44. Oi Luiza,
    Estou em processo de inscrição para a Universidade de Coimbra. Tu sabes me dizer se o CV Europass deve incluir os certificados com a apostila também?
    Gratidão

  45. Oi Luiza!! Amo esse site e ele já me ajudou muito nos meus planejamentos de viagem!!
    Qualquer informação que eu preciso aqui é o primeiro lugar que eu procuro. Parabéns pelos textos e por ajudar as pessoas!!
    Estou tentando entrar para o curso de mestrado na Universidade de Porto, em Arquitetura, mas não consigo achar um modelo de Curriculum Vitae da universidade, e eles tb não me responderam por email, vc pode me ajudar? Teve algum modelo que vc utilizou no seu mestrado?
    Obrigada!! Bjs!

  46. Olá, Luiza. Eu já nem sei quantas vezes entrei nos seus posts este ano. Fiz inscrição para o Mestrado de Tradução na Universidade do Minho este ano e já roí todas as minhas unhas de pura ansiedade, pois o site deles é absurdamente confuso e redundante. Até mesmo os e-mail que a coordenação me responde não esclarecem minhas dúvidas (parece que tudo o que eu pergunto é óbvio…). Assim, resolvi deixar a dúvida aqui. Aqui no Brasil, quando somos aprovados numa seleção de Mestrado, sai um edital com os classificados. AS universidades portuguesas também fazem esse tipo de publicação em algum lugar? No site da universidade eles falam que vão mandam um SMS para os aprovados um dia antes do início das matrículas, mas eles não dizem o que acontece se o seu telefone não é português. Além disso, as matrículas começam numa segunda-feira, o que, pra mim, significaria que este login deveria chegar na sexta-feira (ou um robô manda os SMS no domingo?). Em Coimbra o sistema também é assim? Eles mandam algum e-mail com a carta de admissão? Como aconteceu com você?

  47. Luiza
    Eu e minha familia vamos morar me Portugal a partir do ano que vem. Minha filha esta terminando o ensino medio e quer fazer medicina. Pesquisei nas universidades de Lisboa e Coimbra e vi que nao aparece medicina para brasileiros.
    Entretanto, minha filha e espanhola.
    Voce sabe como e o processo de adminissao neste caso?
    Ela deve submeter a inscricao como os portugueses?

    • Oi Marli,

      Não sei dizer. É necessário entrar em contato diretamente com a universidade para tirar essa dúvida. Uma dica: a universidade do Porto é uma das melhores no curso de medicina.

  48. Oi Luiza! Parabéns pelo blog, ajuda muito!
    Então, eu e meu namorado estamos querendo fazer um planejamento para morar em Portugal daqui uns 3 anos.
    Gostaria de fazer mestrado lá e tenho como tirar cidadania portuguesa por meio dele, porém depois que casar.
    Você acha melhor tentar o mestrado antes ou depois de conseguir a cidadania?
    E há possibilidade de conseguir bolsa de estudos antes de ir?
    Muito obrigada!

    • Oi Gabriela,

      É melhor tentar o mestrado depois de ter a cidadania, o que garante pagar as propinas (mensalidades) com o valor para portugueses, que é bem mais barato do que para estrangeiros.

      Sobre bolsa de estudos, muito difícil. Claro, você pode e deve tentar, mas existem pouquíssimas opções de bolsas.

  49. Olá, fiz minha candidatura para a Graduação e fui aprovada na U. do Minho.
    Faria um empréstimo pra ter como me sustentar durante a estadia lá. E quanto as mensalidades anuais, meu pai pagaria. Como vi em um comentário anterior, vc disse que o mercado de trabalho não está bom, eu iria também na intenção de conseguir um emprego. Até para garconete, sei lá, em bares, está difícil? Recebendo a declaração de confirmação, fui no site do consulado pra tirar o visto, e, estão em greve! Com o retorno de agendamento somente em outubro! Enviei um e-mail perguntando o que fazer e estou aguardando responderem, pois as aulas iniciariam em setembro né.Enfim, estou super ansiosa pra ver no que var dar, queria saber o quanto eu preciso em conta pra passar pelo visto de residência; E sobre a estadia, não pretendo alugar nada no momento, mas pedem como documentos a serem apresentados na entrevista. O que sugere? Bjs

    • Oi Marcos,

      Como explico no post, não há provas de admissão para o mestrado!

      O procesos não é muito difícil, mas você precisa cumprir todos os critérios exigidos.

  50. Super amei seu post.
    Me candidatei ao mestrado, e estou esperando o resultado da Universidade.
    Além de ansiosa, tô apreensiva, vendo os dias passarem e setembro se aproximando. Como ainda não saiu o resultado, não tinha pra que resolver essa tonelada de documentação.

    Ai fica minha grande dúvida, é rápido de resolver toda essa papelada e burocracia ?
    E outra questão, fico com medo de chegar lá em Portugal e não conseguir nenhuma bolsa na Universidade.

    Mas rezar pra que dê tudo certo.
    Ah, e obrigada. ajudou baaastante

    • Oi Karla,

      Sobre a documentação, demora mais ou menos um mês.

      Sobre a bolsa, eu não iria contando com isso, porque não existem muitas opções.

  51. Olá, Luiza

    Gostaria de agradecer pelas dicas. Segui todos os passos do seu blog e já estou cá em Portugal há 5 meses, terminando o meu primeiro semestre do mestrado em multimídia na Universidade do Porto. Não consegui visto de estudante e já vim com o de residência temporária. Por sinal, ontem consegui renovar e o processo aqui foi mais rápido e menos burocrático do que no Brasil. Em 15 minutos de atendimento, eles já liberaram meu visto. Agora estou a procurar emprego porque as economias estão acabando. Espero que não seja tão difícil. Também vim já com residência e consegui através do uniplaces. É isso. Obrigada!

  52. Olá, excelente o seu blog muito explicativo, estou com interesse de fazer um intercâmbio de 6 meses em Portugal, mas até agora não conseguir decidir em qual local é melhor Coimbra, Porto ou Lisboa? Você poderia me informar qual é o melhor em sua opinião para estudo, visando claro a qualidade do ensino e o custo de vida mais acessível? Quantos euros por mês eu preciso para viver sem dificuldades em Portugal!
    Obrigado!

    • Oi Gildo,

      Das três, acredito que o Porto é a melhor opção, tanto em termos acadêmicos, quanto pela diversidade de coisas para fazer na cidade. Porém, Coimbra é mais barato e também tem uma boas faculdades.

      Em Coimbra, com cerca de 550 a 600 euros dá para viver bem. No Porto, de 600 a 700.

  53. Muito bom o seu Blog Luiza.
    Eu me candidatei para um intercâmbio pelo Santander, não sei se você conhece. E a minha maior dúvida é sobre a língua utilizada nas universidades em Portugal. O Inglês fluente é necessário para me manter ou apenas a língua portuguesa.

  54. Oi Luiza, estou com uma dúvida: Minha filha gostaria de fazer universidade em Portugal, mas eu estou verificando que para usar a nota do ENEM, ela não pode ter cidadania. Estou providenciando a cidadania dela, mas agora estou em dúvida se é melhor não ter a cidadania ou não.

    Se ela tiver cidadania, realmente não pode usar a nota do ENEM para ingressar na universidade?

    Qual seria melhor opção: entrar como cidadã portuguesa ou como brasileira usando o ENEM ?

    Que tipo de prova ela deve fazer se não puder usar o ENEM?

    Os valores da Universidade e a quantidade de vagas são os mesmos para portugueses e estrangeiros?

    Obrigada, Vânia.

    • Oi Vânia,

      O valor para brasileiros é quase 7 vezes mais do que para portugueses, sem contar o custo e burocracia para tirar o visto. Não acho que há problema ela ter cidadania portuguesa e usar a nota do ENEM visto que ela estudou a vida inteira no Brasil. Porém, o ideal é que você entre em contato diretamente com a universidade que tem interesse e se informar sobre isso.

      • Ola Vânia, eu vi o post e decidi responder pq acho q posso ajudar na situação da sua filha
        eu tbm tenho cidadania portuguesa e agr estou concorrendo a vaga na universidade de aveiro
        NÃO PODE USAR AS NOTAS DO ENEM, infelizmente eles não contam por aonde vc estudou sua vida toda mais sim por sua cidadania. entao tendo cidadania portuguesa é necessário ver quais são as provas de ingresso exigidas pelo concurso nacional na universidade e no curso de preferencia e se inscrever numa escola secundária para realizar as provas. Eu tive que fazer as de física e química e a de matemática esse ano. Além disso tem que pedir para a escola avaliar o chistorico do ensino medio e fazer equivalencia pq a media conta para a candidatura.

  55. Oi em primeiro lugar parabéns pelo blog é extremamente útil tendo em vista que as informações na página da universidade são meio que confusas.

    Sou formado em direito e tenho vontade de fazer o mestrado em direito em Coimbra e gostaria de saber se preciso proceder com o apostilamento, autenticação e demais burocracias para oferecer a candidatura ou se é somente quando for aprovada?

    E eu vi que a candidatura possui 3 fases isso se refere à fases de processo seletivo ou momentos diferentes para a candidatura?

    Desde já, muito obrigado.

    • Oi Marcelo,

      Eu fiz todo o processo antes, mas conheço muita gente que só fez depois de ser aprovado, para tirar o visto.

      As três fases são referentes a aberturas de vagas. Na segunda e terceira fases são correspondentes as vagas não preenchidas nas fases anteriores.

  56. Oii Luiza, Bom descobri os cursos que sou apaixonada em Lisboa e Porto, seria Estudos gerais e História da arte. Bom, como sou estrangeira, e tenho 19 anos ainda estou perdida no que fazer da faculdade e aqui no Brasil não é como se te dessem muitas oportunidades ou escolhas onde você se sente a vontade para faze-las, é basicamente uma maquina de empregos, as faculdades aqui. Sou de SC, e quase não há o curso que eu realmente queira por aqui e se tiver é longe e muito caro, oque pensando bem não valeira tanto a pena. Então descobri os cursos em Portugal, e o sonho de poder estudar fora e toda a bagagem cultural que vem junto, é incrível e sonho sonho.
    Acho que o problema não é conseguir uma vaga em uma das universidades de Portugal, mas sim se manter lá. Moradia, trabalho e pagar a faculdade.
    Bom, se eu fosse para Portugal, não venho de família rica, então teria que trabalhar para me sustentar e pagar a faculdade.Como você disse Luiza, está difícil de emprego.Minha pergunta é: VC aconselharia então, juntar uma boa reserva antes, para pagar a faculdade, ai sim ir para Portugal? Ou seria possível ir para ai, conseguir um trabalho na sorte, pagar faculdade, moradia e tudo essas coisas?
    Outra coisa, as propinas então são fixas né? tipo 3 mil euros por ano e é parcelado durante ele para vc pagar?
    Bom, se puder responder, ficaria muito agradecida.

    • Oi Amanda,

      As propinas variam de curso para curso e de faculdade para faculdade. As minhas foram divididas ao longo do ano. É bom ficar esperta para conferir se nesses cursos que você gostou a tarifa para estrangeiros não é mais alta do que para Portugueses.

      Sobre aconselhar a vir e conseguir trabalho na sorte, ainda mais sem ter a grana das mensalidades, eu não aconselho não.

  57. Boa tarde Luiza, vou com meu namorado para Lisboa no próximo semestre onde ficaremos 1 ano para nossa pós-graduação.
    2 dúvidas:

    – com todos os documentos ok, qual a chande do visto ser negado? O fato de ter estado em Portugal de férias há 2 meses atrás, pode influenciar no diferimento do visto?
    – é fácil achar apto para alugar? Vamos reservar um por airbnb no começo, justamente para depois procurarmos algum apto mais barato.

    • Oi Lígia,

      Já estou aqui há quase 3 anos e nunca ouvi nenhuma história de visto de estudante negado. Ou seja, acho que as chances são perto de zero.

      Em Lisboa é um tiquinho mais complicado por conta do volume de turistas, mas ainda assim, acho mais aconselhável procurar quando vocês já estiverem na cidade.

      • Oi Luiza, boa noite! Vou dar entrada no visto de estudante de 9 meses a 1 ano. Você sabe me informar de quanto um estudante precisa para comprovar renda mensalmente? eu vejo site que dizem que 75 euros mais 40 euros por dia, isso vale para um estudante? Pensei que seria 600 euros por mês para estudante…

  58. Olá Luiza,
    Eu pretendo fazer uma pós-graduação no período de 6 meses em Portugal,sou maior de idade e não tenho comprovante de declaração de imposto de renda e não tenho quem se responsabilize por mim, minha duvida é: posso apresentar somente um extrato da poupança com um valor adequado e necessário para comprovar meios de subsistência ou é exigido outros tipos de comprovantes?

  59. Olá Luiza, agradeço as dicas, principalmente com relação ao aluguel rs .
    No meu caso , eu tenho dupla cidadania e estou transferindo de Instituição, vou estudar Licenciatura em Comunicação em Lisboa, porém da mesma forma de estrangeiro eu preciso enviar meus documentos de conclusão do ensino médio e afins. Sendo assim , é necessário também fazer a autenticação dos documentos no cartório e depois ir ao consulado ?

    Agradeço a ajuda!

    Beijos

    • Olá Raquel,

      O processo de autenticação dos seus documentos brasileiros é o mesmo explicado no post. A única diferença é que você não terá que pedir visto.

      Abraço

  60. Oi Luiza, tudo bem ?
    Estou lendo o sobre sua experiência em Portugal. Eu quero fazer o mesmo mestrado que você fez “Intervenção Social, Inovação e Empreendedorismo”. Li que concluiu em 2016. Gostaria de saber se você tentou validar seu mestrado aqui no Brasil. Se sim, em que universidade?

    Muito obrigada.
    Maria

  61. Luiza, ameeei o seu blog! Procuro há muito tempo uma luz, alguém que dê dicas, mas ainda não tinha encontrado. Estou cursando Direito mas meu sonho é assim que terminar ir fazer Mestrado em Coimbra, termino a faculdade em 2019. E estou desde já guardando as minhas economias, mas a minha dúvida é:Minha família tem descendência portuguesa e meu pai está agora tentando a cidadania, mas ainda não obtivemos resposta. Eu conseguindo a cidadania, mas sendo residente no Brasil. O que, além do preço que diminuiria muito, porque no meu curso para estrangeiros é 7x mais caro, o que mais mudaria no processo de candidatura e burocracia?

    • Oi Mariana,

      Com a cidadania você não só paga beem mais barato, como também não precisa de pedir o visto para vir, nem comprar seguro (ou pedir o PB4). Porém, ainda terá que passar pelo processo de autenticar os seus documentos da universidade de formação no Brasil, porque foi aí que você se formou.

  62. Olá Luiza, primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo excelente Blog.

    Estou indo estudar na Universidade do Porto, vou fazer Mestrado, já passei pela parte de seleção, agora só esperar a matricula e tirar o visto.

    São tantas dúvidas, gostaria de saber se os mestrados no porto são em tempo integral, como por exemplo no Brasil você faz suas pesquisas na universidade e não tem como trabalhar, em Portugal segue o mesmo esquema?

    • Oi Luis,

      Depende do mestrado, mas não costumam ser horário integral não. Tem aulas alguns dias da semana só. É possível trabalhar, o problema é conseguir achar um emprego.

    • Está melhorando Naithá, mas como você pode pesquisar por notícias daqui, não tem tanta opção assim, principalmente fora de Lisboa ou Porto

  63. Olá, Luiza.
    Estou indo fazer Doutorado em Coimbra.
    Sou casado e tenho uma filha de 13 anos de idade.
    Como devo proceder para os vistos de acompanhante delas?

  64. Olá, Luiza.
    Pretendo fazer a minha candidatura agora em maio, mas fiquei com uma dúvida. Os documentos que serão anexados já devem estar com a autenticação do consulado ou posso anexar a via que tenho mesmo? Após a aceitação da minha candidatura na universidade é que envio com as autenticações???

    • Oi Lailiane,

      Você vai precisar dos documentos autenticados para tirar o visto e depois para apresentar para a faculdade. Mas na candidatura não é obrigatório.

  65. Oi Luiza!! Adorei seu blog!
    Gostaria de saber se esse processo todo de validação / autenticação também vale para profissionais da saúde (no caso fisioterapia). E se você tem conhecimento se no caso for fazer monitoria, se é considerado como trabalho?
    Obrigada!

  66. Olá Luiza, boa tarde! Estou indo fazer mestrado em Lisboa, quero alugar um lugar apenas quando chegar, você sabe dizer se é melhor ficar em hotel primeiramente ou existe um site seguro que alugue quartos por tempo pequeno?

  67. Olá, Luisa!

    Estou matriculada na Universidade do Porto e solicitarei o visto mês que vem, já possuo todos os documentos necessários, porém me falta preencher o formulário do visto exigido no Portal das Comunidades Portuguesas. Me encontro muito confusa para preencher certos campos do tal formulário, tendo em vista que o mesmo é único para todos os países e tipos de vistos. Sabe de algum orientaçao sobre este preenchimento, que indica os campos obrigatórios para nós, brasileiros? Muito Obrigada!

  68. boa tarde, estou com varias duvidas… ja estou em Portugal com o visto de turista vencido e não conseguir contrato de trabalho, a minha duvida é … fiz 3 anos de faculdade no brasil “fisioterapia” tranquei para vim para cá. à possibilidade de fazer a transferência do meu curso pra universidade daqui,e conseguir o visto de estudante ou só pode fazer esse pedido estando no brasil… como funciona esse processo? posso estudar aqui estando com visto de turista vencido? o que posso fazer?obrigada!

    • Oi Ariend,
      Em primeiro lugar você precisa descobrir como fazer a transferência do curso. Em segundo lugar, o SEF já implica bastante com quem vem para cá sem visto, você estando ilegal é possível que eles impliquem bem mais e dificultem bastante a possibilidade de você conseguir uma autorização de residência sem voltar para o brasil.

  69. Olá, Luiza. Obrigada pelo post esclarecedor.
    Tenho dúvida com relação ao Termo de Responsabilidade. Posso usar esse mesmo modelo para o caso do meu marido promover o meu sustendo em Portugal me enviando dinheiro do Brasil?

  70. Sendo um cidadã brasileira, formada, residente e trabalhando no Brasil,sem cidadania Portuguesa, quero fazer minha inscrição pra mestrado em Sociologia na FLUP em Porto, a minha dúvida é tenho que me inscrever como cidadã local ou como estudante internacional?
    No ano passado me inscrevi como local e fui aprovada, mas como não pude ir, este ano quero me inscrever novamente , mas me surgiu essa dúvida, e se aprovada não quero ter nenhuma serpresa desagradável quando chegar por lá, mesmo porque estarei deixando casa, e trabalho fico no Brasil. Por favor tenho uma certa urgência nessa informação as inscrições acabam esta semana, e o site não tira as minhas dúvidas.
    Atenciosamente
    jane Fanaia

  71. Olá Luiza. Acabo de realizar o apostilamento dos meus documentos e gostaria de ressaltar que minha experiência foi um pouco diferente.

    Moro em Belo Horizonte e tive que ir a dois cartórios. Meus diplomas (graduação e pós graduação) estavam assinados pelo Reitor e Secretário/Diretor da Unidade. No entanto, os cartórios já aceitam realizar o apostilamento com o reconhecimento de firma de apenas uma das pessoas que assinaram o documento, preferencialmente o reitor (ufa, porque senão teria que ir a 4 cartórios). O valor do apostilamento (abril/2017) é de R$32,10 por documento, já incluído o reconhecimento de firma.

    Em um dos cartórios, recebi o documento apostilado na hora (8º Ofício de Notas – Edifício Vila Rica). Em outro (6º Tabelionato de Notas – Praça Milton Campos), o prazo que eles solicitaram foi de 5 dias úteis, mas recebi em apenas dois dias.

    Aproveitando a oportunidade, gostaria de parabenizar o site! Pra mim tem sido muito útil, estou sempre acessando para tirar minhas dúvidas.

    Beijos,

    Vanessa

  72. Luíza

    Fui aceita na seleção de mestrado em Coimbra. No site não achei maiores informações sobre uma segunda língua. A maioria dos mestrado exige um comprovante de francês ou inglês como segunda língua. Postiças exige?

  73. Olá Luiza,

    Pretendo fazer um mestrado em Portugal no próximo semestre e no momento estou fazendo o levantamento dos cursos e universidades onde gostaria de me candidatar. Lendo o seu post me surgiu uma dúvida, toda a documentação necessária para fazer a candidatura já precisa ter o reconhecimento de firma e ser apostilada? Ou posso fazer isso após minha aceitação na universidade, quando realizo minha matricula?
    Outro ponto que gostaria de saber é a respeito da cidadania portuguesa, estou em processo de obtenção mas ainda demorará para sair a minha, nesse caso, posso me candidatar como aluna internacional sem ter problemas no futuro quando finalmente obtê-la?
    Desde já agradeço pelas informações 🙂

    • Oi Gabriella,

      Você precisa para pedir o visto e depois apresentar a universidade quando já estiver em Portugal.

      Não sei como funciona a questão de se candidatar como estrangeira e depois obter a cidadania. Você teria que ver isso com a universidade diretamente.

  74. Boa tarde, gostei muito do post, estou estudando a possibilidade de ir para Portugal para fazer uma graduação no Porto, queria saber se vocês podem formecer a lista de documentos necessarios para eu poder da entrada ?

  75. Luiza
    Estou desempregado é não tenho o ensino médio completo .
    Algum conselho pra me ?
    tenho o sonho de estudar fora .
    Tenho uma proposta de emprego em Portugal .

  76. Olá, que blog espetacular! Tenho uma dúvida, se eu for para Portugal estudar 3 anos em um curso de licenciatura, após o término do curso tem algum caminho para continuar em Portugal, e então mais tarde imigrar? Ou tenho que voltar imediatamente após o termino do curso? Muito obrigado!

    • Oi Lucas,

      Se você não tiver um trabalho na mesma área ou não for continuar os estudos, tem que voltar. Se você conseguir ficar 5 anos em Portugal legalmente pode pedir visto de residência permanente e com 6 anos, naturalização.

  77. Ola Luiza
    Muito bom esse post.
    Estou buscando informações e realmente é difícil, cada universidade é de um jeito.
    Você preciso revalidar/reconhecer seu diploma de graduação para a candidatura?
    Obrigado

  78. Boa noite, Luiza, estou me preparando para tentar um mestrado na Universidade do Porto, sou do Rio de Janeiro, gostaria de ter mais informações sobre bolsas e como devo me preparar poderíamos conversar via e-mail ou facebook?

  79. Oi Luiza, muito bacana seus comentários e guias explicativos. Tenho duas perguntas que geralmente é difícil alguém responder, seguinte, estou já matriculado em um mestrado integrado na Universidade do Porto e nos próximos meses estarei indo para lá estudar os 5 anos, a primeira pergunta é se depois destes 5/6 anos posso pedir a cidadania portuguesa mesmo sendo estudante ou existe alguma restrição? Segunda, sou obrigado a comprar passagem de volta, para mim (o estudante) e cônjuge que irá fazer reagrupamento familiar?

    Muito obrigado, abraço.

    • Oi Marcelo,

      Sim, se você ficar 6 anos como estudante ou qualquer que seja o motivo, pode sim pedir a nacionalidade.

      Para você, que tem visto como estudante não precisa comprar a passagem de volta. Não sei exatamente sobre quem vai fazer o reagrupamento. Essa é uma questão que você precisa ver com o consulado mesmo.

      • Muito obrigado mesmo Luiza pelas respostas, sanou bem minhas dúvidas, irei ligar para o consulado para saber sobre a passagem de volta da minha esposa e filha que serão reagrupadas.

        Obrigadão, abraços.

  80. Bom dia, é possível fazer mestrado sem a necessidade de morar em Portugal? Por ex: ir 2 ou 3 vezes ao anos, sem a necessidade de se ausentar do trabalho no Brasil.
    Obrigado e parabéns pelo blog.

  81. Boa tarde.

    Ano que vem estou estudando a possibilidade de fazer mestrado em Portugal engenharia civil, mas a minha dúvida eh mesmo sobre a possibilidade de trabalho, pois manter se dois anos sera muito difícil. Você colocou que contrato de trabalho está bem difícil e ir contanto coM isso seria arriscar demais. Você teria algum dica para solucionar isto, mas pelo que andei pesquisando consigo um emprego sem contrato mais fácil assim para manter se. Eu não achei descrito sobre o quanto de dinheiro precisamos levar para manter se tem um valor mínimo?

  82. Parabéns…..adoro seu blog.
    Meu questionamento é: meu filho é brasileiro e tem também a nacionalidade portuguesa .
    Agora quer fazer um curso em Barcellos, entrar pela nota do ENEM, como aluno estrangeiros.
    Ele pode se candidatar? pois tem a nacionalidade portuguesa, mas é estrangeiro, pois nasceu no Brasil
    Obrigada.

    • Olá Cleide boa noite!!! Salvo engano, para os estudantes estrangeiros existem restrições para fazer certos cursos. Eles, por exemplo, não podem cursar medicina, odontologia e medicina veterinária. Além disso eles podem pagar valores de propinas(anuidade)bem mais caros que os portugueses. Quem possui cidadania europeia tem todos os direitos e deveres de um cidadão europeu.

  83. Boa tarde
    Fui aprovado no doutorado da Universidade de Lisboa. No entanto, o Consulado me concedeu o visto de estada temporária, sendo que geralmente concedem o visto de residência. Eu posso tirar o cartão de residente com o visto de estada temporária ? Preciso voltar ao Brasil no final de um ano para renovar o visto de estada temporária?

    • Oi Vanessa,

      Eu dou instruções para quem é brasileiro ou se formou no Brasil e não tem cidadania europeia. Se você tiver cidadania e a sua formação anterior não for no Brasil, no site das universidades tem outras informações específicas.

  84. olá Luiza!! Tudo bem?
    Estou com uma duvida vê se você pode me ajudar.
    Eu faço faculdade de educação física aqui no brasil estou no terceiro período, porem em julho vou para Portugal eu gostaria de saber se eu consigo abater algumas matérias que eu fiz aqui ai em Portugal, eu dei uma olha na universidade do porto e vi que algumas matérias eu já fiz ou estou fazendo no momento. Será que eu terei que fazer tudo novamente ou sera que eu consigo eliminar essas matérias que eu já cursei?
    Desde já agradeço!
    Atenciosamente

    • Oi Ariel,

      Você precisa entrar em contato com a coordenação do curso em Portugal e verificar qual documentação precisa separar para pedir a equivalência das disciplinas.

      Abraço

  85. Olá Luiza.

    Para as pessoas mais velhas, que já não dependem financeiramente dos pais ou de outros responsáveis (ou seja, que trabalham para o próprio sustento), fica absurdamente mais difícil ir estudar em Portugal, pois para comprovar meios de subsistência, será necessário comprovar via Imposto de Renda ou contas em banco todo o dinheiro necessário para as despesas (eu e minha mulher queríamos estudar uma licenciatura, 3 anos, sem esquecer que é difícil para estudantes internacionais ganhar permissão para trabalhar). Sendo assim, concluímos que é preciso juntar toda essa despesa de 3 anos (que não é pouca !!!) para estudar em Portugal. Você sabe se a minha conclusão está errada?

    • Oi Marcos,

      Vocês não precisam comprovar a renda pelos 3 anos, sim a renda mensal. Se a declaração de Imposto de Renda ou a poupança tiver um valor significativo (para pelo menos um ano), já ajuda também.

      A grande questão é que não dá para vir contanto que vão conseguir trabalho aqui. Autorização para trabalhar o SEF até dá, não é tão difícil assim, o problema é conseguir o emprego.

  86. Olá Luiza,

    Você sabe como funciona o processo de transferencias de universidades?
    Estou cursando Marketing e minha esposa Odontologia e gostariamos de transferir para uma universidade no Porto
    É muito dificil conseguir? e como funciona o processo?
    Agradeço desde ja

    • Oi Henrique,

      Não sei os tramites. Costuma depender de cada universidade, se existem acordos bilaterais, essas coisas. Então sugiro que você procure o departamento de relações internacionais da sua faculdade e também verifique no site da universidade do Porto essa parte de transferências.

  87. Olá Luiza? Vou tentar minha candidatura esse ano, é para o Mestrado em Direito em Coimbra. Até o currículo no formato europass precisa ser autenticado e apostilado? Junto com todos os meus certificados?

    • Olá, estou em processo de mestrado para Universidade em Lisboa, mandei todos meus documentos assinados e apostilados via DHL, e o Curriculum no formato europass mandei por email.
      Eles insistiram em querer receber o currículo datado, assinado e apostilado também. Estou fazendo isto esta semana.

    • Oi Arthur,

      Não sei exatamente como é o sistema do Porto. Mas na Universidade de Coimbra eles aceitavam pagamento por cartão de crédito, débito ou Paypal

  88. Boa tarde Luiza, eu estou com uma grande dúvida em relação a 1ª, 2ª e 3ª fase para apresentação de candidatura internacional.
    A minha dúvida é o seguinte, se eu perder a data de inscrição da 1ª fase, posso concorrer na 2ª fase com as mesmas chances da 1ª ?
    Ou a 2ª fase se trata das vagas que sobraram da 1ª?
    Por favor, me ajude a tirar essa dúvida heheh.

  89. Olá Luiza, ótimo post! Você poderia me esclarecer uma dúvida, por favor?

    A situação é a seguinte: meu filho foi aceito na Universidade de Coimbra utilizando a nota do enem, cadastrando-se como brasileiro. Porém, ele possui dupla cidadania (no caso, espanhola), haveria como ele utilizar a cidadania européia para facilitar processos que seriam mais extensos caso utilizasse o brasileiro? Processos como a autorização de residência e o visto de estudo.

    Obrigado desde já!

    • Oi Luiza!!! Demais o blog, claro, explicativo e interativo.

      Estou pensando em fazer um mestrado em Portugal e meu esposo fazer a graduação lá, mas tenho uma filha de 12 anos, tens ideia de como funciona para a transferência de escola daqui pra Portugal?

    • Oi Marcos,

      Com cidadania europeia os custos de estudo são bem mais baixos do que sendo brasileiro. Além disso, com a cidadania europeia não é necessário nenhum dos processos de visto. Mas eu não sei como ele pode fazer sendo que foi aprovado pelo sistema brasileiro. É preciso entrar em contato com a universidade.

  90. Olá Luiza bom dia,eu tenho uma dúvida que nem muitos conseguem me ajudar mas eu só terminei o ensino médio tanto eu quanto meu namorado e nós gostariamos de tentar uma bolsa de estudos,no caso licenciatura,em Portugal. Qual a documentação necessária pra conseguir? Ou seria melhor eu iniciar um curso no Brasil e terminar lá? No caso iriamos pra estudar e trabalhar,seria um modo de nos sustentar!! Desde já agradeço

    • Oi Alicia,

      Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Todo mundo que bolsa de estudos. A questão é que isso é beeeem difícil de conseguir. Eu não sei te dizer quais existem disponíveis. Tenho um post que ajuda nessa busca: https://www.360meridianos.com/2014/04/conseguir-bolsa-de-estudos-no-exterior.html

      Sobre estudar e trabalhar, outra coisa que eu sempre falo para o pessoal aqui: Portugal não há facilidade para se encontrar emprego. O país está numa crise há anos e apesar de ter melhorado um pouco nos últimos anos, ainda assim é complicado. Não estou falando isso para desanimar vocês, mas para falar da realidade do país mesmo.

  91. Oi Luiza! Eu estou indo começar minha graduação na Universidade de Porto esse ano e fiquei com uma dúvida. Quando eu pegar o meu diploma de graduação ou de mestrado integrado, eu posso trabalhar em qualquer lugar da Europacom esse diploma? Ou ele será válido somente nos países de lingua Portuguesa?

    Espero retorno.
    Obrigada

    • Oi Polly,

      Teoricamente você pode trabalhar em qualquer lugar da Europa. Mas tem outros fatores que influenciam além do diploma, como o visto por exemplo. Se formar na Europa não quer dizer que você vai conseguir visto para continuar lá

  92. Luiza, poderia me informar por gentileza qual forma de ingresso para o primeiro ciclo em Portugal para brasileiros que possuem cidadania portuguesa?
    Desde já agradeço a atenção!
    Muito sucesso e obrigada!

  93. Oi Luiza,

    Tudo bem? Ótimas dicas!

    Pretendo me candidatar para o mestrado e iniciar os estudos em setembro. Já defini minha área de preferência, contudo, pretendo fazer as aplicações para mais de uma universidade.

    Você saberia me dizer se preciso de tantas cópias apostilhadas do histórico escolar/diploma quantas forem as minhas inscrições ou será que basta que eu prepare a documentação uma vez, já que as inscrições são online, levando apenas os documentos originais no ato da matrícula, caso seja selecionada?

    Outra coisa, sabe quais são os critérios de avaliação? O que levam em conta para avaliar os estudantes estrangeiros? Universidade de origem, coeficiente de rendimento, nota nas matérias relativas ao curso que desejam seguir?

    Você tem conhecimento da experiência de alguém que não foi aprovado? Gostaria de saber os erros mais comuns, para já evitar, né?

    Obrigada, desde já!

  94. Luiza,

    Você comentou que após passar no mestrado em Coimbra teria de arcar com o custo de 18 000 euros referente às mensalidades. Não consegui identificar como você resolveu a questão (se você conseguiu alguma bolsa, teve de pagar o valor, se pegou algum empréstimo). Você consegue me esclarecer essa dúvida? Tenho pensado em aplicar para a Nova de Lisboa, porém teria de bolar um plano para conseguir arcar com os custos das propinas.

    Obrigado,

    • Oi Morgana,

      Essa é uma das perguntas que mais aparece aqui nos comentários.

      Você teria que ter toda a documentação descrita no post, mais algum comprovante do motivo porque você não tirou o visto no Brasil e dar entrada no SEF. Porém, como muitas pessoas já relataram, é um processo complicado e corre-se o risco do SEF não aceitar e fazer você voltar ao Brasil

      • Oi Luiza,

        Tudo bem? Ótimas dicas!

        Pretendo me candidatar para o mestrado e iniciar os estudos em setembro. Já defini minha área de preferência, contudo, pretendo fazer as aplicações para mais de uma universidade.

        Você saberia me dizer se preciso de tantas cópias apostilhadas do histórico escolar/diploma quantas forem as minhas inscrições ou será que basta que eu prepare a documentação uma vez, já que as inscrições são online, levando apenas os documentos originais no ato da matrícula, caso seja selecionada?

        Obrigada, desde já!

  95. Olá Luiza, tudo bem? Acabei de me formar em Farmácia pela UFRJ e gostaria de realizar um mestrado na Universidade de Coimbra. Já possuo nacionalidade portuguesa. Estou meio confusa com relação à validação do meu diploma, com relação a assinatura do reitor, como posso identificar aonde posso encontrá-la. Será que você poderia me ajudar?

  96. Olá tudo bem? Acompanho seu blog a um tempo. E estou meio desesperado atrás de algumas informações. Eu e meu namorado estamos nos formando agora esse ano em Enfermagem e pretendemos ir para Portugal para ficar por lá mesmo (ja fomos 1x em um intercambio) e conseguimos alguns contatos que podem tentar nos ajudar para consegui um emprego, mas estamos sem saber a questão de vistos e como consegui o de residência e tudo mais.. quando procuramos na internet vários sites dizem coisas diferentes e pensei em procurar contato com voces do 360.
    Se puder me ajudar eu agradeço de verdade.

    • Olá, Lays. Sou brasileira, mas vivo em Portugal há uns anos. Atualmente, há um grande problema em conseguir residência: o SEF tem negado até para quem consegue contrato de trabalho, a situação é facilitada para parentes de portugueses e estudantes, principalmente. Outra coisa: aqui, seu diploma não é válido, tem ser feito uma equivalência, que custa pelo menos 600€ (mas conheço quem fez e o custo é muito maior que esse na prática). Tens que ter muuuito cuidado: há uma grande onda de brasileiros a vir pra cá, mas não há emprego e definitivamente não há vistos pra maioria.

    • Oi Lays,

      Não dá para conseguir visto sem emprego na sua área. Digo não dá porque eu desconheço qualquer pessoa que tenha conseguido e eu mesma tive dificuldade de conseguir visto mesmo depois do mestrado.

      Sem dúvida, o jeito mais fácil mesmo é indo estudar. Porque para trabalhar na sua área você precisa de uma permissão especial

  97. Olá Luiza,
    agradeço ao post, ele é, de longe, o mais informativo a respeito deste assunto dedicado ao publico brasileiro. Ainda assim tenho dúvidas, principalmente a respeito de dinheiro (que é um assunto sobre o qual poucas pessoas gostam de falar).

    Primeiro, como é o tal do ”comprovativo de subsistência” exigido na hora de obter o visto, existe uma quantia minima estipulada que eu ou meu responsável precisa ter comprovada através deste comprovante (e que sua mãe, no caso, provava através da declaração do imposto de renda)? Em segundo luga voce fala ali que a maioria das pessoas que vc conheceu sobrevivem ou de bolsas ou com um dinheiro juntado antes da viagem. Vc tem informações de que bolsas são essas ou de quanto exatamente é esse dinheiro acumulado?

    • Gostaria de ter mais exatamente quanto é o dinheiro que preciso declarar no comprovativo de renda (pq tenho medo de não ter esse dinheiro e isso me complicar) e preciso saber quanto dinheiro devo ter guardado.
      São informações muito importantes e todas as pessoas as quais eu entro em contato me parecem querer esconder os valores necessários.

    • Sobre as bolsas, quem faz doutoramento pode tentar receber a bolsa da Capes aqui no Brasil ou de alguma fundação portuguesa. O valor varia entre 400 a 1000 euros por mês.

      Também aparecem ao longo do ano, fundações e organismos internacionais que oferecem bolsas, mas é preciso ficar ligado. Os valores variam e não contemplam todo o período do curso.

      Não sei quanto as outras pessoas juntaram. Eu mantive meu trabalho durante todo o curso e não juntei nada.

  98. Ola luiza,
    sou Cabo-verdiana mas moro em portugal ja 5 Meses e quero entrar na univercidade no proximo ano lectivo previso de ajuda e informações sobre o que devo fazer para conseguir?? E vou ter que fazer as provas acesso??

  99. Oi Luiza, tudo bem? Assim como você, também sou formada em jornalismo mas não gostaria de fazer mestrado na área. Li no site da U. de Coimbra a respeito do curso que você fez e achei interessante. O que achou? Atendeu suas expectativas? Você precisou apresentar algo na área de empreendedorismo para ajudar na seleção do mestrado? Obrigada!

    • Oi Vanessa, desculpe a demora para responder

      Eu gostei bastante do curso, as essa questão das expectativas pode ser um problema. Eu gostei dos professores, do conteúdo e das oportunidades da universidade para participar de congressos, aulas abertas, etc. Mas achei que o programa das disciplinas poderia ser um pouco melhor e a partir do segundo semestre senti um pouco uma queda na qualidade. Por exemplo, se meu objetivo fosse aprender de fato a montar projetos, eu teria ficado frustrada. Mas como eu quis seguir mais pelo caminho da pesquisa, fiquei muito satisfeita.

      Na seleção eu só apresentei o que cito no post: currículo, carta de motivação, diploma e histórico escolar. Eu trabalhei na área social com projetos governamentais, então enfatizei isso bastante no meu currículo e na carta de motivação.

  100. Boa tarde,

    primeiro agradecer, as informações me ajudaram muito, estava com todas as dúvidas possíveis. Observei que as candidaturas para quem quer começar a estudar em setembro de 2017 começam por volta de fevereiro e março de 2017. Tenho que ficar monitorando quando vai sair o Avisos de Abertura 2017/2018?

    Outra dúvida, como é a frequência no Mestrado em Direito? Tenho que morar em Portugal?

    • Oi Tatiana,

      É isso mesmo, agora em fevereiro ou março vão começar a abrir as inscrições.

      Sobre o mestrado em direito, você precisa verificar diretamente com a coordenação.

    • Oi Ana,

      Acredito que há muito mais semelhanças do que diferenças entre a cultura brasileira e portuguesa. Agora, a adaptação é um processo seu, você terá que se esforçar para isso. Não sei muito quais dicas poderia te dar nesse caso além de te dizer para ir com a mente aberta.

  101. Olá pessoal, parabéns pelo site, muito interessante esse e demais artigos.Minha dúvida é a seguinte, tenho 28 anos, tranquei meu curso de Direito aqui no Brasil anos atrás.Como seria o acesso a um curso de Arquitetura em Portugal no meu caso?Na época passei no vestibular, nunca fiz Enem.Grato pela ajuda

  102. Oi!

    Muito boas as dicas, me ajudou muito =]
    Só estou com uma dúvida… Tem como tirar o visto de estudante já estando em Portugal como turista?

    Porque eu já vou fazer uma viajem para lá dia 01 de fevereiro, só que recebi a Carta de Aceitação somente agora e dai não irá dar tempo de tirar o visto aqui (sem eu perder esta viajem) porque o prazo deles (daqui de Curitiba) é de 60 dias…

    Ou será que se eu diretamente pedir o visto em São Paulo sai antes de fevereiro?

    Muito obrigada, amo seu blog!!! Contunie

    • Oi Morgana,

      Se você der uma lida nos comentários vai ver que essa é a pergunta que o pessoal mais faz.

      A resposta é: cuidado com o SEF. A chance de você chegar lá e ter que voltar para o Brasil para tirar o visto é enorme. Além disso, agora a TAP e a Azul tem impedido passageiros de embarcarem sem a passagem de volta para 3 meses.

      Você pode arriscar ir e tentar o visto, mas com eu disse, é um risco com grandes chances de dar errado.

      Abraço

      • Oi Luiza.
        Fiz essa pergunta tem um tempinho atrás mas não fui respondida 😔
        Vou tentar um mestrado no minho mas não estou no Brasil no momento e não pretendo voltar. Minha ideia era ir direto pra Portugal e tirar o visto lá. Tá difícil mesmo de conseguir?Outra coisa que não é clara no site do SEF: meu marido vai comigo como acompanhante, posso pedir visto pra ele tb?

        • Oi Alexandra!

          Desculpe a demora para te responder!

          Olha, sim a dificuldade de consegui é real (tenho relatos recentes de um amigo que não conseguiu), porém, você pode levar toda a documentação de que não mora no Brasil, talvez consiga.

          Sobre seu marido, o processo para o visto é diferente do de estudante. É algo que chama reagrupamento familiar. Eu não sei exatamente como funciona, você teria que verificar diretamente com o consulado ou o SEF.

      • Olá Luíza
        Show! o trabalho de vocês nesse blog, de longe o melhor!
        Tenho muitas dúvidas, responda claro, se puder e tiver um tempinho:
        Eu e meu marido somos brasileiros e por diversos motivos estamos desejando mudar para Portugal. Inicialmente como estudantes de Mestrado, mas meu marido é neto de português, então a primeira dúvida:
        1)Seria melhor ele tentar a cidadania portuguesa primeiro? facilita as coisas? Inclusive para concessão de bolsas?
        2)Aqui no Brasil existia um problema chamada Ciências sem Fronteiras, que está suspenso, sem previsão de retorno, existe alguma Universidade ou programa em Portugal que concede bolsa de auxílio, além somente do valor da mensalidade? semelhante ao programa brasileiro? para que possamos nos sustentar?
        3)Emprego para Pos graduados também segue a mesma linha de dificuldade das demais? no nosso caso? Morando aí, acredita ser mais fácil? temos recurso para nos mantermos 1 ano aí, acha possível ficar desempregado tanto tempo?

        Obrigada
        Um bj grande!

        • Oi Thais,

          Com a cidadania portuguesa é muito mais fácil porque a mensalidade é bem mais barata para portugueses do que para estrangeiros.

          Há poucas bolsas em Portugal, normalmente concedidas depois do primeiro ano de mestrado. Vem tanto do governo português quando de fundações internacionais. Também tem – pelo menos na Universidade de Coimbra – programas em que você trabalha em serviços da universidade em troca de abatimento da mensalidade.

          Sobre emprego sim, segue a mesma dificuldade, o maior índice de desemprego em Portugal é entre os jovens qualificados. Não é impossível, mas não adianta eu tentar iludir vocês que será tranquilo.

          Abraço

  103. Boa noite gente! Eu fui aprovada em um mestrado em Lisboa e estou com 2 problemas, o primeiro é que o COnculado aqui em Fortaleza diz que só aceita o seguro privado, alguém sabe se isso procede? Será que tem alguém aqui de Fortaleza que tirou o visto de estudante? O outro é que a Universidade nao quer aceitar minha matricula com as copias dos documentos e para enviar por sedex, vou perder tempo, pois ja tenho passagem marcada para 7 de fevereiro, vou acabar viajando sem esse visa.
    Se alguem puder me dá uma luz, eu agradeço.

      • Oi Luiza, a Universidade não queria aceitar a maricula, sem meus documentos originais, minha irmã esteve lá para efetuar com as cópias todas apostiladas que mandei por e-mail e eles alegaram que precisam dos originais, depois de muitos contatos com a Universidade, me enviaram a carta de admissao e disseram que posso fazer a matricula online, sendo que no site não tem nenhum link que direcione para isso. Bom, resumindo, recebi um e-mail, dizendo que próxima semana iram me enviar o procedimento para que possa fazer a matricula.
        Esta é a Universida Lusofona de Lisboa, eles parecem ser desinformados quanto ao visto de estudante e a comunicação bem dificil, depois de vários e-mails para todos os setores, consegui uma resposta ontem.
        Agora meu problema continua, pois depois de resolvida toda essa papelada, agendei a visita ao consulado para ontem dia 22 de dez e chegando lá, fui informada que o consulado estava fechado, pois a unica funcionária estava doente e hoje ligando lá, disseram que só vai reabrir próxima terça-feira ou seja, está complicado pra mim, que tenho urgencia com isso.

          • Oi Luiza! Como te falei, eles são muito complicados e parecem despreparados para alunos internacionais, eu até agora não consegui fazer a matrícula e eles me enviaram um e-mail novamente, dizendo que preciso fazer a matrícula presencialmente. Estou vendo que não irei viajar com o visto, eu tenho todos os e-mails e whatsapp trocados com esta universidade. Minha irmã já esteve lá com a cópias de todos os meus documentos apostilados e ela tem uma declaraçao onde a autorizo fazer a qualquer procedimento por mim e eles não aceitam. Eu já havia visto este link, mas não dá acesso, pois precisa desse nome de utilizador e como visitante também não dá. Jás escrevi varias vezes e eles nao me falam nada.
            Vamos ver no que vai dá.

            Obrigada!

            Kelly

  104. Olá, Luiza, preciso fazer um curso rápido em Lisboa em Julho ou setembro de 2017. Sou servidora pública no Brasil e pretendo ir de férias para Portugal em Agosto, mas estou querendo ficar lá 2 meses, um de estudo e um de férias. Mas para conseguir licença no meu trabalho de 1 mês, preciso está inscrita em um curso desses. Será que você conhece alguma instituição que ofereça cursos rápidos de um mês que possa me indicar. Não estou conseguindo encontrar!!

    Aguardo!!

    Graziella

    • Oi Graziella,

      Não conheço nenhum curso especificamente, mas sei que as universidades as vezes oferecem cursos de verão em julho ou agosto. Você precisa buscar nos sites das universidades pela programação dos cursos de verão.

      Abraço

    • Grazi, meu caso é muito semelhante ao seu. A Universidade do Porto oferece cursos de verão, de aproximadamente 1 mês de duração, tem nas diversas áreas.
      Mas eu tenho a dúvida se para ficar la estudando por apenas 1 mês, precisa desse visto de estudante?? Vamos mantendo contato já que nosso caso é parecido

  105. Olá Luiza,

    Gostaria de tirar uma dúvida.
    Atualmente moro na Irlanda e meu visto está para vencer aqui.
    A ideia seria: ir para Portugal daqui, como turista, tentar me legalizar la com algum contrato de trabalho até que as aulas comecem em Setembro/17.

    Junto da minha ida para lá, ja iria dar entrada na faculdade.

    Como isso funcionaria? Caso eu vá para Portugal, e td de certo, coml ficaria a questao do visto? Eu teria que trocar o visto de residência para o de estudante?

    A ideia seria junto c o processo seletivo de detentor de diploma, ja ficar por la nesse tempo… n queria ter que ir p Brasil p depois voltar sendo q ja estou na europa e os voos sao mais baratos.

    Espero q vc possa me ajudar c essa dúvida.

    Obrigada

    • Oi Fernanda,

      Por tudo que eu já vivi e ouvi, é praticamente você conseguir um visto de residência em Portugal chegando assim como turista para arrumar trabalho. Primeiro porque não tem trabalho assim fácil e segundo pq eles não dão visto para trabalho em qualquer área.

      Sendo assim, você teria mais chances de conseguir esse visto como estudante, mas fica complicado justificar sua estadia nos meses que estiver sem visto

      • Oi Luiza! Tudo bem?
        Gostaria de pedir que você me esclarecesse uma coisa relacionada ao vencimento do passaporte. Por exemplo, tenho a intenção de me candidatar ao mestrado em Portugal neste ano, pelo que sei o ano letivo nas universidades portuguesas se iniciam em setembro. Suponhamos que eu sja aprovada e tenha que iniciar em setembro/2017, logo, devo ficar até setembro de 2019, certo? Então eu me pegunto, o fato de meu passaporte ter vencimento em fevereiro/2019, ou seja, 7 meses antes do fim do meu curso influencia na hora que eu for solicitar o meu visto de estudante?

        • Oi Nádia,

          Não influência, porque o visto mesmo é dado depois que você chegar em Portugal, através de um cartão. Mas se você não pretende voltar no Brasil durante os dois anos do mestrado, recomendo fortemente que já peça um novo passaporte antes de ir. Sai muito mais caro tirar passaporte fora do país e a validade também é mais curta.

  106. Olá lUIZA, OBG PELO SEU POST.gOSTARIA DE SABER SE TEM ALGUMA FORMA DE FAZER MESTRADO EM PORTUGAL, MAS, SO IR LA UMA VEZ AO ANO ,POIS, VI QUE PODE IR EM JULHO DE CADA ANO E O RESTANTE UM ORIENTADOR DE SUA ESCOLHA LHE AJUDA EM CASA.mAS, GOSTARIA DE SABER SE ESSA INFORMAÇÃO É CORRETA.OBG

  107. Oi Luiza, boa tarde! Eu começo a estudar em setembro/2017, dai daqui a pouco vou precisar começar a regularizar minha ida pra Coimbra. Gostaria de saber sobre esse plano de saúde, no caso o público.. Precisa pagar quanto por ano pra contratar?
    Obrigado!

  108. Oi Luiza, boa tarde! Eu começo a estudar em setembro/2017, dai daqui a pouco vou precisar começar a regularizar minha ida pra lá. Gostaria de saber sobre esse plano de saúde, no caso o público.. Precisa pagar quanto por ano pra contratar?
    Obrigado!

    • Oi João Pedro,

      Não é plano de saúde, é um acordo bilateral entre os dois países para poder usar gratuitamente o sistema público de lá.
      Dá uma olhada no link que eu indico para uma outra postagem mais completa sobre o CDAM

      abraço

  109. Olá. Estou pesquisando um mestrado que melhor se adeque a minha realidade. Em Coimbra, eles pedem o pagamento de 30% do valor da propina no ato da inscrição. Mas se eu nao for admitida no processo seletivo, esse valor sera devolvido?

  110. Opa! Estou com um problema. Fui aceito no doutorado em Lisboa, porém as aulas começam antes do tempo hábil para o visto sair. Seria possível pedir o visto de permanência estando lá? Outra coisa. Com esse visto, minha família, esposa e filhos podem ir morar comigo?
    Fiquei apreensivo por causa dos prazos.

    • Oi Fabio,

      Você pode pedir um documento da sua faculdade explicando sobre a data da aprovação e da no início das aulas e ir para Portugal. Porém, há dois problemas:
      1. tenho dois relatos de amigos que tiveram problemas para embarcar do Brasil para Portugal em voos da Azul e da TAP por não ter visto e não terem uma passagem de volta para até 3 meses.
      2. Apesar de o SEF afirmar que em casos de urgência é possível dar o visto estando lá, a realidade é diferente e eles farão de tudo para implicar com você. Não é exagero!

      Com o visto de estudante você pode pedir o reagrupamento familiar para sua esposa e filhos.

  111. Outra…coisa…Aquela possibilidade de ficar apenas 1 mês em Portugal e, após, voltar para o Brasil para escrever a dissertação, retornando a Portugal, na sequencia, para defende-la, é verdadeira?

    Ou tenho que ficar dois anos por ai mesmo.

    • Não tem como ficar um mês em Portugal só, você teria que ficar durante o período que durarem as aulas.

      Mas sim, dá para escrever a dissertação toda no Brasil e só retornar a PT para defender.

  112. Luiza, que felicidade achar seu blog!
    Tenho uma dvida, voce sabe se o mestrado aí é considerado strictus senso aqui no Brasil, no caso, para quando eu for validar…
    Obrigada

  113. Olá Luiza ! Amei seu blog !

    Bom.. possuo nacionalidade portuguesa sendo bem mais fácil os tramites para a faculdade né.. e estou interessada em fazer pós graduação na minha área que é Engenharia Ambiental.. porém as que eu achei na minha área do Meio Ambiente são apenas 0,5 ano e o resto apenas Mestrado em um período muito grande.. Você sabe por que o mestrado é tão longo assim em Portugal? Estou procurando um curso mais prático.. não quero seguir a vida acadêmica rs.
    E quando começam as inscrições, todas as faculs são no mesmo período?
    Você acha melhor eu me inscrever em várias faculdades para garantir?
    E a ultima pergunta..ufa.. como possuo a nacionalidade a carta de motivação é necessária??

    MUITO OBRIGADA DESDE JÁ!

    • Oi Gabrielli,

      Mestrado em Portugal realmente é de 2 anos. Você pode procurar um MBA ou um curso não conferente de grau, que é o equivalente de uma pós graduação no Brasil.

      Como você não quer um curso tradicional, não necessariamente as inscrições seguirão o calendário normal, ou seja, você vai ter que olhar no site de cada universidade que tenha interesse.

      Não vejo necessidade de fazer várias inscrições porque é relativamente mais fácil entrar num curso em Portugal do que no Brasil, mas você pode se inscrever em mais de um se isso te der segurança.

      Por fim, o fato de você ter cidadania só facilita porque você não terá que pedir visto e provavelmente irá pagar mais barato as mensalidades. Fora isso, o processo de seleção e os documentos necessários são todos iguais. Isso significa que sim, você precisa de carta de motivação e quaisquer outras exigências, como validar o diploma brasileiro, etc.

      Abraço

  114. Luiza, bom dia. Uma pergunta, agora com a possibilidade de apostilamento, eu preciso ainda de carimbo do Ministério e da autenticação no consulado? Outra dúvida, irei em ano que vem para a Itália para realizar o processo de reconhecimento de dupla-cidadania. Se ele não terminar em tempo, posso retificar minha condição de estudante europeu depois da inscrição (haja vista as taxas serem bem menores)? E qual documento de identificação você juntou na inscrição? O passaporte? Porque a principio eu não terei um passaporte italiano, mas sim um certificado de reconhecimento de cidadania. Muito obrigado, desde já! E parabéns pelo blog, é incrível!

    • oi Esmeraldo, vamos por partes

      Eu acredito que agora com o apostilamento não é necessário mais autenticar no consulado, mas eu queria muito que algum leitor que está passando pelo processo confirmasse isso para mim, para eu poder atualizar o texto.

      Sobre a dupla cidadania, é bom confirmar com a universidade se eles autorizam essa mudança depois. Eu acredito que sim, mas é bom ter certeza quanto a quais são os procedimentos.

      Eu juntei o passaporte, mas tenho um amigo com dupla cidadania que colocou o bilhete de identidade italiano, porque ainda não tinha o passaporte italiano tb.

      • Oi Luiza, acompanho esse post há algum tempo e fiz o apostilamento do meu diploma há alguns meses, já no processo novo. O procedimento está bem mais simples. O reconhecimento de firma das assinaturas ainda é necessário, mas para o apostilamento, não precisamos mais daquele processo de enviar para o ministério das relações exteriores. Basta ir num cartório conveniado (até onde sei somente nas capitais, a lista completa está aqui: http://www.cnj.jus.br/poder-judiciario/relacoes-internacionais/convencao-da-apostila-da-haia/cartorios-autorizados). É bom ligar antes para saber se o cartório que você vai o procedimento está sendo feito, pois eles precisam de um papel especial que às vezes fica em falta. Ah, custa em torno de R$ 60 reais por documento a ser apostilado!

        Espero ter ajudado, beijos!

      • Ah, Luiza… mais uma coisa, depois desse passo no cartório tem que levar no consulado do país que você vai, para terminar o processo.

        Beijos!

        • Poxa, escrevi um texto tão explicadinho sobre o apostilamento… acho que sumiu 🙁

          Vou tentar novamente:

          Fiz o meu apostilamento ha pouco tempo e o que mudou foi só a etapa de ir no ministério das relações exteriores. As assinaturas ainda tem que ser reconhecidas em cartório, mas depois disso basta ir num cartório credenciado e fazer o apostilamento. Até onde entendi, o apostilamento só é feito nas capitais dos estados, no site do CNJ tem a lista completa dos cartórios ( aqui: http:// www. cnj. jus.br /poder-judiciario/relacoes-internacionais/convencao-da-apostila-da-haia/cartorios-autorizados – retire os espaços para o link funcionar).

          É bom ligar antes para saber se o cartório que você quer ir está fazendo esse tipo de serviço no momento, porque eles usam um papel especial fornecido pela casa da moeda (ou algo do tipo). Custa em torno de R$60 por documento!

          obs: não lembro como funciona o caso de assinaturas reconhecidas em estados diferentes do que você quer fazer o apostilamento, mas acredito que para apostilar, as assinaturas tem que ser reconhecidas no mesmo estado que o apostilamento será feito.

          Depois, é só ir no consulado e completar o processo, como descrito no post!

  115. Oi Luiza, tudo bem?
    Estou programando ir para Portugal por volta de abril de 2017. Gostaria de saber como ou onde posso procurar cursos de curta duração?

    Obrigada.

    Bjs

  116. Olá, Luiza. Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo seu Blog, é muito bom.

    Eu quero saber algumas coisas, a começar pela concorrência das vagas de Licenciatura para os alunos que aproveitarão a nota do Enem. É muito grande a concorrência ? Visto que aqui no Brasil, não é amplamente divulgado essa possibilidade.

    E uma segunda questão, é a nota necessária para disputar uma vaga. Vi no site, que o mínimo é 120 pontos. Mas você saberia dizer, a partir de quantos pontos mesmo o candidato tem possibilidade de aprovação, em direito particularmente ?

    Desde já, obrigado. Bom dia !

  117. Olá.. amei o post <3
    estou terminando o terceiro ano do ensino médio aqui no Brasil. E quero ingressar na universidade de Coimbra. Gostaria de saber se é possível entrar, sem o Enem, apenas com visto de estudante ?… obs: meu pai tem cidadania portuguesa, isso pode influenciar alguma coisa para entrar na universidade ?

    • Oi Nayanne,

      O visto de estudante você só consegue após ser aprovada numa universidade portuguesa. Para você conseguir entrar com outro método que não seja o Enem teria que, através da cidadania do seu pai, pedir a sua cidadania. Eu não sei como funciona esse processo, mas acredito que você tenha direito sim.

      Abraço

  118. Bom dia Luiza,

    Curso 2º período de Direito aqui no Brasil, sou neto de português e gostaria de maiores informações, por onde começar para terminar a minha faculdade em Portugal. Se possível, poderíamos trocar essas informações por e-mail, afinal mil e uma perguntas a fazer – rs… Desde já, gratíssimo pela sua atenção.

    • Oi Marcelo,

      Olha, eu não tenho informações específicas sobre isso: tudo o que eu sei realmente já está no post ou na caixa de comentários.

      Você precisa verificar a possibilidade de pedir a cidadania portuguesa (para pagar mensalidade mais barata) e também consultar sua própria faculdade e a faculdade portuguesa que tenha interesse em ingressar qual é o procedimento para a transferência.

      • Oi Luiza, mais uma vez agradeço a sua atenção. Irei ao consulado para obter mais informações. Um grande abraço e parabéns pelo blog.

  119. Olá, tudo bem? Bom,estou estudando na UBI, em Covilhã, não tive tempo de tirar o visto para estudante no Brasil e vim como turista pra tirar aqui, já consegui até um trabalho, vc pode me dar uma ajuda quanto a isso??

  120. Olá, Luiza. Tudo bem?
    Estou para terminar a minha graduação aqui no Brasil. Em julho de 2017 irei finalizar. Se tudo correr bem.

    Tenho planos para fazer mestrado em Portugal. Já morei em Portugal e estudei o ensino médio (9º, 10º e 11º). Retornei apenas para fazer a faculdade.

    Agora, despertou o desejo de voltar. Minha dúvida: Para o ano, quando abrir para as candidaturas eu já posso preencher tudo?

    Pretendo fazer a vaga direta, na Universidade Beira Interior. Fico no aguardo para a futuras dúvidas. 😀

    • Oi Hermínia,

      As candidaturas para quem quer começar a estudar em setembro de 2017 começam por volta de fevereiro e março de 2017. Também tem as segunda fases de candidaturas, em julho e depois em setembro.

      • Olá, Luiza. Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo seu Blog, é muito bom.

        Eu quero saber algumas coisas, a começar pela concorrência das vagas de Licenciatura para os alunos que aproveitarão a nota do Enem. É muito grande a concorrência ? Visto que aqui no Brasil, não é amplamente divulgado essa possibilidade.

        E uma segunda questão, é a nota necessária para disputar uma vaga. Vi no site, que o mínimo é 120 pontos. Mas você saberia dizer, a partir de quantos pontos mesmo o candidato tem possibilidade de aprovação, em direito particularmente ?

        Desde já, obrigado. Bom dia !

        • Oi Leonardo,

          Sobre a concorrência não sei afirmar com certeza. Mas não acho que é muito concorrido como certos cursos no Brasil. Tem menos pessoas aqui.

          A nota mínima do ENEM depende da universidade que você escolher. Cada uma tem uma regra diferente e você terá que verificar no site da própria universidade e do MEC, no Brasil.

          Por exemplo, na Universidade de Coimbra, o esquema é esse aqui: http://www.uc.pt/brasil/graduacao/enem/notas-enem

          Abraço

  121. Oi Luiza! Primeiramente parabéns pelo blog! Já havia pesquisado aqui roteiros de viagem e agora estou pesquisando sobre mestrado em Portugal e adorando ler sua experiência. Eu já tenho 28 anos mas estou interessada (apenas interesse, preciso estudar bem a questão pois tenho estabilidade aqui no Brasil e um sonho de morar fora rs) em fazer mestrado em Portugal. Sou formada em direito. Será que todas as pessoas da sala são recém formados com 21 ou 22 anos? Tenho medo de ficar deslocada no ambiente =(

    • Oi Juliana,

      De forma alguma. Muitos dos alunos do mestrado são mais velhos, principalmente os brasileiros que vem. Mas mesmo portugueses, na minha turma a maioria era de pessoas que já trabalhavam e eram formadas há algum tempo

  122. Olá, pretendo me mudar para Odivelas em janeiro irei ficar na casa de uma amiga e queria fazer a minha graduação lá ja que surgiu a oportunidade de morar fora. Voce poderia me indicar uma Universidade boa em Odivelas? É possivel conseguir bolsa de estudos sem usar o Enem? Muito obriga

  123. Olá Luiza prazer Antunes meu nome tenho uma duvida estou com 18 anos e ainda falta 2 anos para terminar o ensino médio e o país em que vivo não é muito favorável no termo escolar o que faço para poder estudar em Portugal pretendo terminar o ano por lá mesmo que tenha que recuar ainda estou confuso sobre a matricula e a reserva de viagem preciso fazer reserva de quantos anos para estudar em Lisboa, Oeiras tenho familiares por lá Bjs! ANGOLA – ÁFRICA

  124. Oi Luiza! Tudo bem?

    Eu me formei no fim do ano passado e tenho interesse em me candidatar para o mestrado em direito na Universidade de Coimbra, mas ainda não há previsão de quando o meu diploma chegará, por causa das burocracias do Mec e etc. Você tem como me informar se o certificado de conclusão de curso é válido?

  125. Luiza,

    Estou me candidatando a mestrado em Coimbra, e fiquei com uma dúvida no seu texto.
    Os documentos devem ser autenticados pelo consulado já ná pré-inscrição ou somente depois de aprovada? Pois pelo que tinha entendido só precisaria após a aprovação. Se puder me tirar essa dúvida.
    Outra dúvida, sou brasileira mas com cidadania portuguesa, será que eu concorro e pago as propinas como portuguesa?
    Desde já muito obrigada.

    • Olá Simone, não sou a luiza que escreveu o texto mas posso te ajudar.

      No site das faculdades tem todas essas informações que você precisa. Na u Porto se tem cidadania você paga igual o português e acredito que na faculdade de Coimbra também. Sobre a autenticação do documento agora já não é mais no consulado. São feitos nos cartório e chama apostilha. De uma nova convenção que chama convenção de Haia. Dá um procurada. Mas acredito que só precise depois de ser aprovada sim. Pelo menos na U porto foi assim. Agora é melhor verificar no site que tem todos essas informações ou mandar um e-mail para a faculdade.

  126. Oi Luiza. Não sei se você pode me ajudar. Li todos os comentários e não há ninguém na minha situação. Sou brasileira e tenho residência na Espanha, está para sair, provavelmente em novembro, a residência da minha filha, como reagrupada. Acontece que ela deseja fazer o doutorado aí em Portugal, na U.Porto. Você saberia me dizer se ela consegue legalizar a situação dela aí, para morar e se for o caso trabalhar? Nós moramos bem próximos a Portugal. Obrigada.

    • Oi Regina,

      Eu não entendi se você tem cidadania espanhola ou só visto de residência. Enfim, a sua filha vai precisar ser aprovada no doutorado para dar entrada no pedido de visto de estudante em Portugal. Como ela não é residente no Brasil mais, ela precisa verificar no SEF como fazer com o pedido do visto, porque eu não sei exatamente como isso funciona.

  127. Oi Luiza quero muito i pra Portugal ano que vem no meio do ano, queria começar minha graduação aqui no Brasil e no meio do ano ir pra la, pois você acha que não consigo estou com tanto medo pode me ajudar de alguma maneira?

    • Oi Amanda,

      Não entendi sua dúvida: você quer transferir sua graduação para Portugal? Nesse caso o primeiro passo é verificar na sua faculdade do Brasil quais são os trâmites e na faculdade em Portugal que você quiser entrar o que eles exigem.

  128. Olá quero saber se há vagas para o ensino médio . Eu vivo em Angola e já faço o mesmo , mas não tenho problemas de repetir o mesmo . Obrigada

  129. Oi Luiza quero muito ir ano que vem para Portugal, mas queria começar a fazer minha graduação aqui no Brasil e no meio do ano em Julho fazer a transferência e ir para Portugal, você acha que não consigo por ser graduação e mas difícil, não sei o que fazer pode me ajudar?

    • Oi Amanda,

      Te respondi num outro comentário. Você precisa verificar diretamente com a sua universidade Brasileira e a Portuguesa. Não acho que há problemas por ser graduação, só não sei te dizer exatamente quais os trâmites.

  130. Olá Luiza, tudo bem?

    Gostaria de tirar uma duvida sobre o visto.

    Fui admitido para fazer um curso de Pós Graduação na Universidade Lusófona. O curso tem duração de 5 meses aproximadamente. Já tenho toda a documentação para solicitar o visto aqui no brasil, mas a universidade ainda não enviou a carta de aceitação (ficaram de passar essa semana). Problema que já estou com passagem comprada para o dia 25/10. E o prazo para entrega do visto é de pelo menos 20 dias. O que pensei foi receber o visto de turista dos 3 meses e fazer a solicitação junto ao SEF de estender esse visto ate a finalização do curso, ou seja, por mais 2 meses. Você acha que é possível, ou posso correr risco de não conseguir e ter problemas para terminar o curso?

    • Oi Emílio,

      Acho que você pode ter problemas para conseguir essa extensão, o SEF tem dificultado isso. Não tem nenhum certificado tipo multiusos disponível no sistema da universidade? Não precisa de carta física para conseguir o visto!

  131. Oi Luiza, tudo bem? Estou em vias de fazer um mestrado em Lisboa, pesquisando sobre moradia, custos, encontrei o seu blog. Vi muita informação, muito bom, já tenho uma certa noção de algumas coisas, mas gostaria de saber a respeito de custo com alimentação. Por exemplo, somente para mim, uma pessoa, quanto sairia mais ou menos o custo por mês de um supermercado? Para uma vida simples,com economia, almoço, café da manha/noite, lanche da tarde. Enfim, coisas desse tipo. Poderia me dar um auxilio? Uma noção mais ou menos? Obrigado

  132. Oi Luíza!
    Estou indo para Portugal em janeiro de 2017 para um período de 40 dias de estudo de doutoramento. Pergunto: A entrada e a permanência no país para este período são autorizadas tranquilamente, sem necessidade de visto?

    • Oi Wilson,

      Conheço algumas pessoas que entraram só como turistas para esse período sem problemas! Caso você precise ficar mais de 90 dias aí precisa ver o visto

  133. Bom dia,

    Estou com dificuldade para saber qual o visto necessário para fazer um curso que não é ligado a faculdade alguma, alguém poderia me auxiliar?

    Estou com tudo pronto para fazer o curso no inicio de 2017 mas estou preocupado em relação ao visto já que o curso de Design Gráfico que vou fazer não é graduação e nem pós..

    Se alguém puder me ajudar agradeço imensamente!

    Obrigado!

  134. Luíza, tudo bem? Eu e o meu marido estamos tirando a dupla cidadania portuguesa. Eu tenho faculdade e MBA, mas sou formada há mais de dez anos. O meu marido não tem graduação. Nós temos mais de 40 anos, mas gostaríamos de voltar a estudar. Como devemos proceder? Pode nos ajudar? Muito obrigada

    • Oi Adriana,

      Desculpe a demora para responder.

      No seu caso, que já tem graduação, você pode se inscrever em qualquer mestrado seguindo os passos indicados no post e de acordo com os sites das universidades portuguesas. Tive duas colegas que tinham mais de 40 anos e estavam a muito tempo sem estudar antes de entrar na mesma turma de mestrado que eu.

      Para o seu marido, eu não sei como funciona exatamente o processo para entrada nos cursos de graduação, só que algumas universidades portuguesas aceitam o Enem. Então, basicamente os passos seriam conferir no site da universidade pretendida como é o ingresso.

  135. Alguém sabe informar se para dar entrada no visto na embaixada de Portugal em Brasilia devo ir lá em Brasília para dar entrada ou posso enviar os documentos de pedido de visto a embaixada?

    • Oi,

      Você pode resolver no consulado ou vide-consulado mais próximo que você. É necessário ter disponibilidade para aparecer sempre que convidado. No caso de bolsista, você resolve em São Paulo.

      Queria te mandar uns links, mas acho que essa opção bloqueia o comentário. Veja nos sites consuladoportugalsp . org . br e consuladoportugalsp . org . br .

      Att.

    • Oi,

      Você pode resolver no consulado ou vide-consulado mais próximo que você. É necessário ter disponibilidade para aparecer sempre que convidado. No caso de bolsista, você resolve em São Paulo.

      Queria te mandar uns links, mas acho que essa opção bloqueia o comentário. Veja nos sites consuladoportugalsp . org . br .

      Att.

      • Então, é que se for pra dar entrada no consulado de São Paulo pode mandar os documentos pelo correio, ai dpois eles me convocam para uma entrevista e tals.
        Mas eu queria o de Brasilia pq é mais perto p mim, pois estou em Uberlândia, Minas Gerais, mas o site da embaixada não informa direito e ligo lá para me informar e nada de atender o telefone.
        Pq se poder enviar os documentos pelo correio para a Embaixada de Brasilia eu peço o visto em Brasilia, se não, vai ser em São Paulo mesmo….
        Karina vc não tem email, ou face, ou whats que possamos nos comunicar melhor, já que estamos em situações parecidas?

        Att e Obrigada

  136. Bom dia ANA LUISA,me chamo liane e etou indo para Portugal em marco,com minha filha que tem 16 anos no brasil ela estuda o segundo ano do segundo grau.
    Não sei ao certo o que procurar de documentos pra ela estudar.
    Podes me orientar

  137. Olá, Estou indo para Porto fazer Mestrado, por conta própria, sem auxilio de bolsa e sei que posso me candidatar a bolsa de estudos, visto que o Brasil tem com acordo de cooperação com Portugal e tals. Saberia informar se há chances de conseguir uma bolsa de estudos por lá? no meu caso vou para U.Porto

    • Oi,

      Achava que as bolsas somente eram concedidas ao primeiro ou aos primeiros colocados da lista. Quanto ao acordo, não sei se vale para igualdade de direitos nesse caso, visto que na lista de propina eles especificam o valor para alunos estrangeiros. No caso da U.Porto, países membros da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (ou seja, incluindo o Brasil), tem um desconto, mas ainda não paga como um cidadão europeu/português.

      Melhor entrar em contato, através de e-mail, perguntando à Universidade em questão.

  138. Olá,

    Sou candidata a um mestrado na U.Porto. Para retirar o visto de residência para fins de estudo demora até 60 dias. Não poderei esperar tanto, porque as aulas começam antes da matrícula dos aprovados na segunda fase. Tem dica de como proceder nesse caso? Foi o seu também?

    • Oi Karina,

      O seu caso é parecido com o meu, mas estou tentando o mestrado na U.Lisboa. A minha avaliação curricular está lá desde o fim de julho e até hoje não me deram um parecer e nem conseguia qualquer contato ou retorno da faculdade (supostamente por ser agosto, mês de férias). Entrei em um grupo da universidade no Facebook, expliquei minha situação e uma aluna gentilmente perguntou na secretaria sobre a minha situação e eles disseram que como ainda há professores de férias (são eles que fazem a avaliação curricular), ainda pode demorar a sair o resultado.

      O consulado de SP dá uma média de 20 dias úteis para o visto. Fora isso tem a questão das passagens e, no meu caso, emprego, pois não largarei o emprego atual sem uma confirmação da parte de lá.

      • Uau

        Mas então você só está esperando o resultado final? Não havia um prazo fixo para a divulgação dele no calendário acadêmico?

        Tenho recebido cada passo a passo do meu processo pela U.Porto. Eles permitem o acompanhamento através de um login e senha provisórios. Acho que vale o investimento de uma ligação internacional, e chamar lá, no seu caso. As aulas lá começam quando?

        Soube do prazo do Consulado de SP, mas eu teria que me dispor a comparecer lá e, no entanto, resido em João Pessoa. Preciso tratar as questões com o Vice-Consulado de Pernambuco, lá o prazo chega aos inacreditáveis 60 dias.

        Estou de mãos atadas, não posso adiantar nada, porque para dar entrada no visto preciso da carta de aceite, que somente é dada após a matrícula. Isso, possivelmente, acontecerá (tomara!) dia 30 agora. Imagine esperar até dois meses? Possivelmente seria reprovada por falta. É inviável.

        Tenho certeza que não seria a única brasileira, ou estrangeira, a passar por isso.

        Desejo-nos sorte.

        • Pelo o que eu entendi, depois de aprovada a avaliação curricular, a matrícula é feita em sequência. O calendário acadêmico tinha apenas as datas das três fases de candidaturas (candidatei-me na 2a fase, mas nem todas as vagas foram preenchidas na 1a fase, então, deve sair outra lista). Eles tem uma espécie de fluxograma no sistema de candidaturas onde mostra os passos do processos (inscrição, pagamento, avaliação de docs etc.). No meu caso, a última ‘mexida’ foi em 09/ago quando colocaram ‘pendente de avaliação curricular’. No mesmo dia, me mandaram email dizendo que a avaliação tinha sido validada e seria analisada pelo júri. Desde então, nada parece ter acontecido.

          Tentei ligar lá diversas vezes tanto em agosto quanto agora em setembro, pois prefiro pagar a ligação internacional a não ter resposta. Chegava a ficar mais de 10 min em espera e nada acontecia. Quando calhava de alguém atender, não era do setor responsável e nada podia fazer.

          Estou que nem vc, de mãos atadas. O problema é que meu curso tem aulas ‘casadas’, ou seja, são 6 matérias por semestre, mas vc faz duas tudo de uma vez, depois mais duas e, por fim, mais duas. Se demorar muito, posso perder de cara duas matérias e bagunçar toda a grade futura.

          Ano passado eu cheguei a começar o processo, mas desisti por outras questões. Daí quando foi dia 10/setembro recebi um e-mail por engano com as orientações pros primeiros dias. Então, estou na esperança que por esses dias finalmente saia algo, rs.

          Sorte a nós!

    • Olá. também estou na mesma situação. Passei na Lista provisório no Mestrado na U.Porto e estou preocupada com o tempo para tirar o visto. Eu liguei no Consulado de São Paulo e eles me informaram que eu poderia dar entrada ao visto com a lista provisória no lugar da Carta de Aceitação. Que é o que eu vou fazer, já que a lista definitiva sai dia 20 se não me engano e a matricula é até o dia 30 de setembro. A moça do Consulado informou que demoraria cerca de 30 a 40 dias para sair o visto. O jeito é esperar e tentar entrar em contato com a Faculdade e explicar a situação, já que as aulas já está para ser iniciadas e não tem como ir sem o visto. Se souberem de algo que possa ser feito, avise aqui rsrs ou por email [email protected]

    • Olá Karina, estou na mesma situação que vc. Passei no Mestrado na U.Porto, só que só lançaram a lista provisória, e sem a lista definitiva eles não podem emitir carta de aceitação (foi isso que o rapaz da U.Porto me informou).
      Preocupada com o tempo, liguei no Consulado de São Paulo e me informaram que posso dar entrada no visto com a lista provisória no lugar da carta de aceitação, para adiantar o processo. Mas de qualquer jeito vai demorar, pois a moça do Consulado informou que demora de 30 a 40 dias Tudo, a entrada, sua ida ao Consulado e dpois para pegar o visto. Em relação a visto ela informou que não tem como falar que é urgente, que não tem essa, tem que respeitar esse limite de tempo. Então, o que nos resta é esperar.
      Mas tentarei entrar em contato com Faculdade novamente, para explicar minha situação, pois sem o visto não tem como viajar pra lá e como a lista definitiva só sai dia 20 se não me engano e o ultimo dia para a matricula é dia 30, sendo que as aulas já terão iniciado, não sei o que fazer, to preocupada com esse tempo, perde aula e tals.
      Alguém saberia informar se já esteve ou conhece alguem que esteve nesta situação e qual foi a posição da Universidade quanto a isto???

      • Fico feliz e triste ao mesmo tempo de ver que não sou o mesmo na mesma situação. O que pensei e não sei se é possível ou uma alternativa para todos: trancar o curso e começar ano que vem. A ideia é garantir a vaga e ter tudo em mãos nos tempos certos, já que não houve muita ‘colaboração’ esse ano.

        Eu vi que hoje eles soltaram uma outra lista, mas não bati pra ver se é adicional à lista antiga ou são novos nomes e nada do resultado da minha avaliação curricular. Seria non-sense eles preencherem todas as vagas e sequer darem um parecer da minha avaliação, sendo que está com eles desde o fim de julho. Pra falar a verdade, acho uma baita falta de respeito essa demora sem sequer uma satisfação (desabafo!, rs), pois, no meu caso, paguei 90 euros pela avaliação curricular.

        Como são muitas pessoas, acredito (ou espero) que haja algum procedimento diferenciado para receber os alunos estrangeiros em casos parecidos com os nossos.

        • 30 a 40 dias??? PQP! No site do Consulado em SP fala uma média de 20 dias úteis, mas achei que seria mais ágil nesse caso, pois não há o que melar.

          • Oi Bruno, 20 dias Utiis é o prazo para entregar o visto.
            Pelo que entendi vc dá entrada no visto, ai dpois vc vai ser chamado ao consulado para uma entrevista, entregar documentos e tals, ai dpois dessa entrevista se estiver tudo certo, eles tem 20 dias uteis para entregar o visto pra vc. Entendeu? Bom, foi o que eu entendi.

          • Pessoal, com essa discussão de vocês acabei ficando um pouco confusa com relação ao início das aulas. Eu me candidatei a um curso de mestrado na U porto também e o resultado final só sai dia 27. Mas pelo o que tinha entendido, como me candidatei na segunda fase, achei que as aulas só iriam começar em fevereiro, que é no segundo semestre. Eu estou errada? Porque caso eu tivesse que estar presente no primeiro semestre do ano letivo de 2016/2017 as aulas começam dia 19/09 o que é antes do resultado final. É isso mesmo? eu teria que estar presente teoricamente no dia 19/09 mesmo não tendo saído o resultado final? Isso me parece confuso. Se puderem me ajudar, porque eu estava achando que teria que ir apenas em fevereiro, mas com essa conversa de você já fiquei preocupada.

        • Boa tarde,

          Então, não sei se é possível trancar o primeiro semestre. Nas Universidades Federais daqui, que eu saiba, por ex, não é.

          Também acho que não faz sentido, mas…

          Sei que não somos mesmo os únicos. Depois da lista do meu mestrado, dependendo do resultado, vou ligar pra secretaria da U.Porto para ver o que se pode fazer a respeito.

          Sigamos atentos.

        • Oi Gente, eu participo de um grupo no Whats, que são de estudantes brasileiros/moradores Brasileiros em Porto/estudantes que já estão em Porto. Eles estão me ajudaram muito e sanaram muitas duvidas. Esse é meu numero, entrem em contato comigo que eu adiciono vcs. 081 99534 1164

      • Oi, Thaís

        Estive buscando relatos parecidos com o nosso caso na internet, mas não achei. Saudade fóruns do orkut.

        Você passou na lista provisória da primeira fase? Não tinha no calendário a data da lista definitiva? A lista definitiva da segunda fase, por ex, que é a minha, sai dia 27 e quanto a matrícula, é isso mesmo, dia 30. Mas estranho que você ainda não tenha podido fazer a sua. Aconselho ligar lá novamente, o quanto antes. Tem o telefone das Faculdades no site da U.Porto. O que diz no seu espaço do site? Alguma fase ainda está em curso?

        Até mais.

        • Oi Gente, eu participo de um grupo no Whats, que são de estudantes brasileiros/moradores Brasileiros em Porto/estudantes que já estão em Porto. Eles estão me ajudaram muito e sanaram muitas duvidas. Esse é meu numero, entrem em contato comigo que eu adiciono vcs. 081 99534 1164

          • Thatyana, estou concorrendo a uma vaga no Mestrado do Porto e queria tirar algumas dúvidas. Você pode me passar algum contato seu? e-mail?

        • Oi Karina,
          Então, Eu passei na Lista provisória, que sai dia 05/09. Entrei em contato com a Universidade para pedir a carta de aceitação para adiantar no visto né, mas me informaram que só poderia entregar a Carta de aceitação dpois da Lista definitiva que só vai sair dia 20. (De qualquer forma, eles falaram que poderiam fazer um documento que disse que eu tinha passado, mas que ainda não saiu a lista definitiva e tals, Mas como o moço do Consulado falou que posso dar entrada no visto com a lista provisória, é isso que vou fazer quando reunir todos os documentos, isso se antes do dia 20, se não, espero a carta de aceite). A matricula eles falaram que vao do dia 26 a 30/09.

          Então, não tem muita coisa que eu possa fazer, pois não depende de mim. Mas no email que a faculdade me mandou, falou que não iria ter alteração de candidatos da lista provisória para a lista definitiva, entao, Passei de todo jeito.

          Estou esperando sair a lista definitiva para perguntar como faço a matricula certinho, se pode ser online ou se eles aguardam eu chegar no Porto e já peço a carta de aceitação que quando eu for convocada no Consulado eu levo ela.

          • Hum, será que o calendário da sua faculdade da U.Porto é diferente da minha? Porque o resultado provisório da segunda fase da Faculdade de Letras sai amanhã, e o definitivo dia 27.

            Já me informei sobre a matrícula, é feita online, mas você pode confirmar ligando pra lá também. Acho que existem duas possíveis saídas a serem averiguadas: entrar como turista, que não precisa de visto, e pedir ao SEF o visto de residência para fins de estudo após o prazo de 90 dias, já em Portugal; ou ir adiantando seu pedido de visto com o resultado da lista provisória. É preciso ligar para o Consulado de SP e a secretaria da U.Porto pra bater as informações.

            Os alunos aprovados na segunda fase já começam com algumas faltas mesmo. O calendário acadêmico da U.Porto é um, e as aulas começam mesmo dia 19/09.

            A carta é mesmo depois da matrícula.

            Ainda não está claro pra mim como é o processo para tirar o visto.

            Estou ficando agitada com tanto se, tanta coisa pra resolver, quanto mais buscamos informações, mais dúvidas. Vou esperar meu resultado pra me dedicar mais à resolução desses problemas.

            Por enquanto, é isso o que sei.

            Se souber de algo, avisa. Farei o mesmo.

  139. Olá,boa tarde.

    Luiza,como os estudantes internacionais(no caso brasileiros) fazem para se manter durante o curso completo ou durante 1 ano,sei que tem bolsas,mas sempre tem gastos,ou com proprinas,moradia e coisas que precisamos..

    É possível trabalhar e estudar,sendo o curso em tempo parcial ou até mesmo integral,trabalhando meio período?

    E ouvi dizer que cursos em tempo integral levam o dobro para se formar,é verdade?

    Grato!

  140. Olá Luíza, estou em Portugal como turista e fui aprovada na faculdade, acha que consigo um visto de estudante já estando cá ou isso vai me trazer complicações na hora da matrícula na faculdade?

  141. Boa noite!
    Adorei suas informações, é muito esclarecedor!
    Você sabe me dizer sobre as propinas, pois nos sites das universidades portuguesas mostram as propinas para alunos nacionais e outra para alunos internacionais, que tem um valor bem mais alto.

    Muito obrigada pela ajuda!

  142. Luiza, mas não é mais permitido trabalhar durante o mestrado, né? Nem mesmo estágio, ou algo que faça parte do projeto?
    Quero tentar o mestrado em Coimbra no ano que vem!

  143. Olá Luiza! Muito esclarecedor esse post, ajudou bastante. Estou aguardando o visto para iniciar meu mestrado na FPCEUC. Até o momento não consegui saber início das aulas e meu horário, não aparece nada no Inforestudante e eles demoram demais para responder emails. Eles demoram msm para disponibilizar os horários? Ou só saberei indo pessoalmente na FPCEUC? Essa falta de informação me impossibilita saber em que prédio estudarei (pelo que diz no site a FPCEUC tem 3 prédios) e qual o melhor local para alugar um quarto/apartamento.

  144. Olá boa noite…

    Gostei muito do Blog e das dicas, forma muito uteis.

    Estou indo para Coimbra ainda esse mês com uma amiga, vamos fazer um intercambio na Escola Superior de Tecnologia da Saúde, ficaremos o semestre letivo, vamos embora em Fevereiro, a nossa bolsa é custeada no valor de 3.000 euros pelo tempo total de estadia, esse valor terá que ser usado para tudo.

    Estou com receio de ser um valo baixo pelo tempo de permanência.

    Recebemos a carta de aceite da faculdade apenas essa semana, então temos que correr e tentar o visto com urgência pois temos que nos apresentar na Faculdade dia 26\09 , será que tem alguma forma de conseguir esse visto rápido? Quanto tempo o seu demorou para sair?

    Grata e parabéns pelo Blog

    Thais

    • Oi Thais,

      Acredito que sua bolsa será o suficiente. Não sobra muito para viajar (só se economizarem bem), mas para os custos do dia a dia e da cidade, é tranquilo.

      Sobre o visto, isso depende do Estado que você está pedindo. O jeito é pedir a urgência, apresentar o documento com a data de início do curso e torcer para dar certo

    • Olá Thais, tudo bom? Gostaria de saber se conseguiu o visto a tempo. Minha irmã está passando por uma situação parecida aqui e estamos preocupadas com o tempo do visto…

  145. Estou no Brasil, mas desejo estudar em Portugal e voltar com diploma… Você tem ideia de como é o procedimento para eu voltar como profissional? É muito difícil ou burocrático?

  146. Oi Luiza!obrigado pelas informações do artigo.
    Estou matriculado num curso de doutoramento na UC e pretendo viajar do Brasil para Portugal apenas em janeiro e ficarei lá durante 30 dias, aproximadamente, para cummprir parte das exigências acadêmicas. Gostaria de saber se há necessidade de solicitar visto para este período?

    Grato

  147. Ei Luiza, parabéns pelo artigo, ajuda muito!

    Meus pais são isentos do imposto de renda, e vou viajar com um montante que eu juntei mas, dinheiro em conta seria comprovativo suficiente? Já que pelo que vejo em todas as informações é necessário um valor a longo prazo…?
    Se puder ajudar com esta dúvida, ficarei grata.

    Bjs

  148. Ola, antes demais queria dar-lhe os parabéns por este artigo ! No entanto a minha situação é mais complexa, e não encontro informações relativas ao meu caso ! Eu sou uma jovem de 17 anos de nacionalidade Portuguesa e estudo na França! Em setembro de 2016 vou entrar para o 12 em ciências da vida e da terra (como se chama aqui o curso) e o meu sonho era dar continuidade aos meus estudos numa universidade de medicina em Portugal! Eu não sei até que ponto o diploma final que vou obter BAC S SVT ( é o nome oficial do curso) tem correspondência para entrar numa universidade lusa ! A minha duvida é se eu sou considerada emigrante , porque eu não trabalho no estrangeiro , mas estudo a 5 anos ! Poderá, você ou outro leitor, me ajudar ? Obrigada pela atenção

    • Olá Catarina,

      Como você é de Portugal e estuda na União Europeia, não é considerada emigrante. O que você tem que fazer é verificar tanto na sua escola, quanto na faculdade em Portugal que queira cursar, qual é o procedimento de entrada na universidade.

      • Olá Luiza e Catarina, desculpem me intrometer na conversa rs, é que minha dúvida é parecida.
        Tenho cidadania portuguesa, mas sempre morei no Brasil.. eu poderia me candidatar ao curso de Medicina em Portugal como portuguesa?

        Agradeço a atenção
        Abraços

  149. Boa Noite Luiza,

    Sou Brasileira e já possuo visto de residência para estudo em Lisboa, minha duvida é com esse visto posso fazer viajem pela Europa sem problemas, mesmo em países que não sejam integrantes do Espaço de Schengen?
    ahhhhh Adoro seu blog é uma grande ajuda!!!!!

    Bjs

  150. Bom dia Luiza, estou em Portugal há mais de um ano e ainda não possuo autorização de residência, decidi fazer um curso de mestrado em uma universidade local. Você sabe me informar se já residindo aqui, tendo todos os outros documentos e morada fixa eu consigo um visto para estudante?

    Obrigado pela ajuda

    • Oi Lindomar,

      Provavelmente sim, mas recomendo que você vá ao SEF se informar se pode fazer todo o processo aqui de Portugal, visto que você já mora aqui.

      abraço

  151. Oi Luiza boa tarde.Eu passei pro mestrado e estou indo por conta própria,eu queria saber pra tirar o visto você precisou comprovar um Valor minimo de renda(sua mãe nesse caso)?
    Obrigada e parabéns 🙂

  152. Olá Luiza,

    Muito bom seu blog, sempre estou a ler sobre as informações aqui.
    Que você não perca esse entusiasmo e a vontade em ajudar. Parabéns!!!

    Gostaria de tirar uma dúvida consigo.
    Estou em Portugal desde Abril deste ano e agora à pouco prorroguei meu visto de turista para outubro de 2016.
    O que acontece é que consegui uma bolsa para estudar aqui em Porto. Sabe alguma informação sobre mudar o visto de turista para estudante nesse caso que terei a bolsa de investigação?

    Muito agradecida,
    Barbara

    • Oi Bárbara,

      Desculpe não responder antes – estava cumprindo uns prazos da minha dissertação de mestrado!

      Você precisa ir ao SEF ver isso, eles talvez impliquem, mas você pode tentar justificar que já está aqui e que não dá tempo de voltar ao Brasil para pedir o visto antes do início do curso.

      abraço

  153. Ola Luiza,

    Muito obrigada pelas informações estou planejando fazer o meu mestrado em Portugal, haja planejamento! Parabéns pelas informações 😀

  154. Olá!

    Vendo o edital de mestrado em Direito recentemente vi que a primeira fase já encerrou as candidaturas, mas aparece uma “fase extra” com inscrição em outubro e matrícula em novembro, você sabe me dizer se nesse caso o início seria em Fev/2017? Os mestrados tem início nos dois semestres? Mandei e-mail para UC e ainda não obtive resposta é não consegui telefonar…

    Muito obrigad! =]

    • Boa noite luiza, pretendo ingressar na universidade do porto, moro no Brasil, porém as datas para se candidatar são confusas em relação a alunos que querem fazer transferência, para a graduação. Gostaria de saber se tem como se candidatar para inicio de fevereiro, pois no site só apresenta 05 de agosto, estou confusa se essa data é para ingressar em setembro quando começa as aulas em Portugal.

      • Oi Evelin,

        Desculpe não responder antes.

        O site só apresenta 5 de agosto porque essa é a data atual das candidaturas que estão abertas.

        Eu não sei exatamente como funcionam as transferências, mas para entrar na graduação ou mestrado, costuma ser só em setembro mesmo. Ou você faz a candidatura para setembro, mas tranca o primeiro semestre.

  155. Sou Alseyni Diallo.moro em SENEGAL,antes de tudo eu envio-lhe os meus comprimentos de saudação.o objetivo da minha carta porta:eu venho de ter o meu bac neste ano 2015-2016 por isso eu queria ir continuar os meus estudos na lingua portuguesa nesta universidade de lisboa.si era possível eu quero uma informação mais clara

    • Oi Alseyni,

      Desculpe não ter respondido antes.
      Olha, não sei te dar nenhuma informação específica, só as que já estão escritas no post. Você pode procurar o consulado ou embaixada portugueses. E também verificar diretamente com a universidade de lisboa, na parte para alunos estrangeiros.

  156. Luíza, boa tarde.

    Adorei as dicas.

    S´estou ainda em dúvida de em que site solicitar o visto de residente, moro em João Pessoa,no entendo, o consulado mais próximo Recife, não tem no site formulário para preenchimento, devo preencher via São paulo?

    Se puder me ajudar agradeço.

    Juci

  157. Luisa, tudo bem?

    Estou analisando uma possibilidade de fazer Doutorado Sanduíche em Portugal, na Universidade de Lisboa, por 06 meses, de março a setembro de 2017. Você, certamente, deve conhecer Lisboa. Na oportunidade, gostaria de saber (i) qual é o local mais seguro e com aluguel em conta na cidade e qual a média do custo de vida para duas pessoas. Li em seu blog informações sobre o visto para acompanhante e também fiz outras pesquisa, mas não encontrei mais informações. Pretendo ir para Portugal com meu marido. Se não for abuso, gostaria de mais informações sobre o visto para acompanhante.

    Bom trabalho!
    Atenciosamente,

    Manoel

    • Oi Manoel,

      Desculpe a demora para responder.

      Não tenho mais informações sobre esse tipo de visto, você precisa verificar no site do SEF.pt

      Em relação a onde morar em Lisboa, a questão da segurança é muito mais tranquilo do que no Brasil, não tem tanto o que se preocupar. Tanto a área próximo da Universidade, quanto a região ali mais turística do centro da cidade são boas para se viver, na minha opinião.

      O valor do aluguel em Lisboa é mais alto do que no resto de Portugal. Fica em torno de 450 a 600 euros um apartamento. Fora isso, com transporte, alimentação, entretenimento, espere gastar em torno de 250 a 300 euros por mês.

  158. Olá Luiza.

    Estou me candidatando a um mestrado e estou com um pouco de duvidas com relação o cv que eles solicitam. Vc poderia me dar algumas informaçoes a esse respeito?

    Desde já agradeço, Géssica

    • Oi Gessica,

      Desculpe não responder antes, estava muito apertada com o mestrado.

      Você provavelmente já encerrou sua candidatura, certo? O CV utilizado deve seguir o modelo Europass. Basta copiar o modelo do site e preencher.

  159. Luiza,

    tudo bem? Faz um post sobre renovação do visto no SEF. Não achei no site e acho que é algo bem importante e que traz bastante dúvidas.

    Muito Obrigada, Luísa

  160. Luiza, você saberia informar se é muito complicado para abrir conta nos bancos europeus? Qual você recomenda? Existem algu tipo de conta corrente “especial” para os estudantes? Eu pensei em abrir conta no Banco do Brasil que fica em Lisboa. Talvez o processo seja mais fácil, pois já tenho conta neste banco aqui no Brasil.

    Bjs!!!

  161. Ei Luiza, parabéns pelo artigo, ajuda muito!
    Minha dúvida é similar a do João.
    Então, já estudei em Portugal como Erasmus na graduação e agora vou voltar pra o mestrado, mas como da outra vez não tinha que comprovar subsistência por ser bolsista, agora tenho uma dificuldade.
    Meus pais são isentos do imposto de renda, e vou viajar com um montante que eu juntei mas, dinheiro em conta seria comprovativo suficiente? Já que pelo que vejo em todas as infirmações é necessário um valor a longo prazo…?
    Se puder me ajudar, vou ficar muito contente 🙂
    Obrigadinha

  162. Olá.

    Passei em um intercâmbio para Lisboa, e a duração é de 1 semestre (5 meses), com início em setembro.
    Recém consegui dar entrada para o agendamento do visto. Tenho medo de não ficar pronto a tempo do início da viagem.
    Tem alguma outra alternativa? Ou fazer esse visto aí em Portugal?

    Agradeço a atenção.

  163. Luizaaa me tira uma dúvida! A respeito do pb4..pra fazer a prorrogacao do meu visto de estudante eu tenho q fazer outro pb4? O primeiro perde a validade? 😮

  164. oi, tudo bem?
    Eu pretendo fazer o ensino superior em Portugal, iniciando ano que vem, porém eu tenho nacionalidade portuguesa, você tem algumas informações ou dicas para as formas de ingresso nesse caso? Um bom tema para um post 😉

    Att.

  165. Boa tarde, nessa parte onde você diz que o estudante precisa ter o contato de trabalho para pegar a permissão no SEF, como funciona?

    Recebi a proposta de emprego, vou no SEF, mostro a eles e eles me dao a permissão?

  166. Olá Luiza! Gostaria de possível tirar uma dúvida!

    Pretendo fazer mestrado em Portugal em 2017 e tenho dúvidas na questões dos documentos.

    1- eu preciso autenticar os documentos no cartório, depois no ERENE e depois que levar no consulado? Ou somente com o cartório e no consulado já basta? E se o ERENE ( pra vc EREMINAS) precisa pagar algum valor?

    • Ilziane, eu tive que fazer isso, assim primeiro vc vai ao cartório e depois no ereminas (erene) e sim se paga uma taxa, não me lembro de quanto mas por volta de 50 reais. E depois tem que levar no consulado tbm não me lembro quanto mas tudo deve ficar por volta de uns 150 reais.

    • A partir de 14 de agosto entra em vigor a Convenção da Apostila de Haia. Todos os documentos públicos brasileiros serão apostilados em um cartório credenciado. Não será mais necessário aquela peregrinação em vários órgãos para autenticar/validar os documentos.

  167. Boa tarde Luiza, tudo bem?

    Deve ficar louca com tantas dúvidas, porém como disse no seu post, é bem complicado juntar todas as informações necessárias para conseguir obter tudo que precisamos.

    Estou com a seguinte dúvida, não sei se saberá me esclarecer.

    Já estou em Portugal, inclusive, também em Coimbra, porém a universidade aqui para estutantes internacionais acaba ficando muito cara (7 mil euros), sendo assim, estou vendo em Porto, que possui um programa para Brasileiros e o custo fica menos da metade disso.

    Bom, a minha dúvida é a seguinte:
    Como já estou aqui, toda minha documentação (historico escolar, diploma, etc) estão comido, portanto acredito que não ha a possibilidade de enviar essa documentação pro Brasil e ser enviada de volta pra mim a tempo das incrições.

    Gostaria de saber se posso legalizar essa documentação em Consulado no Porto, e se ela será aceita desta forma.

    De qualquer maneira, obrigada pela atenção!
    Com melhores cumprimentos,

    Carol

  168. Bom dia Luiza!

    Primeiramente, parabenizo pelo post, muito interessante e objetivo!

    Fui aceito em uma universidade portuguesa para cursar Mestrado, mais precisamente em Lisboa, cujas aulas iniciarão em Setembro.

    Atualmente resido em Angola por motivos profissionais e, por isso, possuo um Visto de Trabalho de Angola.

    Como não conseguirei ir ao Brasil antes de me mudar para Portugal, gostaria de saber se é possível solicitar o Visto de Estudante diretamente em Portugal, após os 3 primeiros meses como turista e com Visto de Trabalho de outro país.

    Desde já agradeço pela resposta!

    • Sim, pode. Vais solicitar uma autorização de residência para estudante com dispensa de visto, ao abrigo do artigo 91° n3, da Lei de Estrangeiros.

  169. Oi Luíza, gostaria que me esclarecesse uma dúvida, vim passar férias em Portugal e me interessei na faculdade, apresentei minha candidatura como estudante internacional mas só tenho o visto de turista acha que consigo um visto de estudante se for aprovada na faculdade?

  170. Olá Luiza!

    Meu filho tem cidadania Italiana e esta cursando o primeiro semestre de Engenharia Civil aqui no Brasil.
    Ele vai tentar um transferencia para uma universidade de Portugal.
    Você teria alguma informação referente a documentação para a permanência dele em Portugal?
    Se sim, qual seria os passos ?
    E mais uma coisa.
    Sendo um cidadão da União Européia, será que ele poderia concorrer a uma bolsa ?

    Desde já agradeço.

  171. Olá Luiza! Bom, eu tenho 18 anos e recentemente adquiri minha cidadania portuguesa.
    Minha família resolveu se mudar para Portugal. Como acabo os estudos esse ano, gostaria de saber como faço para entrar na faculdade em Portugal já estando aí.
    Estou cheia de dúvidas e não sei o que fazer.
    Muito obrigada!

    • Oi Lara,

      Se você tem cidadania, precisará passar pelo mesmo processo seletivo que os portugueses. Basta entrar no site das faculdades que tem interesse e verificar qual é o passo a passo.

      abraço

  172. Olá Luiza tudo bem? Legal seu blog ajuda muitoooo. Gostaria de saber o seguinte: eu sou casada, somos brasileiros e moramos no Brasil. E aí quero mudar pra Portugal para trabalhar com uma amiga numa empresa. Estamos planejando ir com visto de turista mesmo e lá trocar e depois pedir a solicitação de residencia. Aí queria saber se DEPOIS DE RESIDENTE ele pode fazer faculdade aí normal… é que ele quer fazer faculdade e não sabe se entra aqui pra tentar transferir ou se espera ir pra depois de residente iniciar aí. É fácil depois de conseguir residencia fazer faculdade aí? É dificil entrar ?? Como é o exame? Se puder ajudar, ficarei grata!

    • Ola Isa, sou brasileira e vivo em Portugal há dois anos. Aqui, quem é estrangeiro e vive no país há mais de dois anos, paga o mesmo de um aluno nacional (as universidades publicas não são 100% gratuitas, custam cerca de 1000€ por anos), caso esteja no país há menos de 2 anos, o valor e época de inscrição é diferente (cerca de 2500-4000€ por ano, dependendo da universidade).
      Quanto aos exames, cada curso pede um em especifico, no site do DGES http://www.dges.mec.pt/guias/ tem as informações sobre os exames necessários, nota de corte, etc. Os exames só ocorrem uma vez ao ano, em Junho, e para fazê-los deve-se inscrever-se em marco. Muitas universidades cá já aceitam o ENEM, mas usam um calculo especifico (ex: engenharias costumam só levar em consideração o de Matemática e Ciências Naturais). É necessário pedir em alguma escola a equivalência das notas do ensino médio brasileiro, já que na maioria das universidades, isso é 50% da nota para concorrer a universidade. As notas cá são de 0 a 20 e costuma-se tirar 1 a 2 pontos da média de alunos estrangeiros na equivalência. (Minha media era 8.3 – virou 16.6 no padrão português, mas eles baixaram para 15).
      É razoavelmente fácil conseguir o visto como estudante, mas Portugal já não dá vistos de trabalho.
      De resto, boa sorte aos dois.

    • Oi Isa,

      A primeira questão é que eu não recomendo de jeito nenhum que você venha para Portugal com o visto de turista e depois tente trocar. O SEF não tem mais aceitado esse tipo de coisa. Além de cobrar multa, cria caso, pede documentação extra, inviabiliza um monte de coisas.

      Sobre o caso do seu marido, ele pode sim fazer faculdade depois de conseguir o visto de residente, mas se ele tiver vinculado a uma faculdade é bem mais fácil conseguir esse visto.

      Ele pode usar a nota do Enem para entre na faculdade, se for graduação. Se for pós-graduação, é só seguir o passo a passo do post!

      bjs

  173. Oi Luiza! Que compilado fantástico você fez sobre estudar em Portugal, gostei bastante. Eu fui aprovado no mestrado da Universidade do Porto e já começam as aulas em Setembro.Sendo que minha maior preocupação é com o Comprovante de Rendimento/Termo de Responsabilidade.

    Vi que seu termo de responsabilidade foi bem simples, sendo que segundo o Consulado me forneceu um documento muito mais robusto, indicando o seguinte:

    “Comprovação de no mínimo 600 euros por mês,
    – entregar última declaração de Imp. Renda, com cópia
    – Termo de responsabilidade onde conste o MONTANTE A SER ENVIADO MENSALMENTE, com assinatura reconhecida em cartório de ofício + declaração da empresa empregadora com assinatura reconhecida em cartório de ofício + fotocópia autenticada dos três últimos contra-cheques”

    Ou seja, é como se estivesse responsabilizando de fato o envio do dinheiro para Portugal, algo que não existirá de fato. Isso implicará em algo para quem estará responsabilizando? No seu caso também teve que comprovar esse envio mínimo de 600 euros mensais.

    Só estou empacado nesse documento para poder dar entrada no visto de estudos.

    Desde já agradeço.

    • Oi João,

      Como eu não tinha como comprovar minha renda própria eu fiz o termo de responsabilidade assinado pela minha mãe e anexei ao documento o imposto de renda e os contra-cheques dela. O que na prática, é o que eles pediram para você.

      Não tive problema nenhum com isso e uma vez aqui em Portugal eles não vão procurar saber quem está te enviando dinheiro ou nada assim.

      Abraço

      • Ei Luiza, parabéns pelo artigo, ajuda muito!
        Minha dúvida é similar a do João.
        Então, já estudei em Portugal como Erasmus na graduação e agora vou voltar pra o mestrado, mas como da outra vez não tinha que comprovar subsistência por ser bolsista, agora tenho uma dificuldade.
        Meus pais são isentos do imposto de renda, e vou viajar com um montante que eu juntei mas, dinheiro em conta seria comprovativo suficiente? Já que pelo que vejo em todas as infirmações é necessário um valor a longo prazo…?
        Se puder me ajudar, vou ficar muito contente 🙂
        Obrigadinha

  174. oie luiza, gostaria de saber se teria como fazer transferência da UERJ para faculdades de Portugal ou só pode fazer por quem fez a prova do ENEM?

    • Oi Giovanna,

      Você pode sim fazer a transferência, mas precisa ver diretamente se a sua faculdade tem algum acordo bilateral com alguma faculdade portuguesa, o que facilita o processo.

  175. Olá Luiza, primeiramente parabéns pelo site, as informações foram muito úteis para mim.
    Fui aprovado em alguns mestrados em economia em Portugal e acabei optando por Lisboa.
    Estou me mudando para lá agora em Agosto. Dei entrada no visto de residência junto ao consulado em SP e foi aprovado, agora estou aguardando o recebimento do passaporte com o visto pelo correio.
    Estou com uma dúvida com relação às passagens aéreas, a qual já enviei por email para o consulado mas até o momento não tive respostas, gostaria de saber se existe a obrigatoriedade de comprar as passagens de ida e volta (com período máximo de 1 ano)? Ou pode-se comprar somente a passagem de ida?
    Aguardo e agradeço

    • Oi Danilo,

      Você pode comprar a passagem só de ida, sem problemas.
      Está vindo com visto de residente temporário, as regras são diferentes em relação ao visto de turista.

      O único problema é que passagem só de ida as vezes é mais cara que ida e volta =/

      • Olá Luiza e Danilo, meu nome também é Luiza. Estou com interesse de me candidatar em mestrado nas faculdades de portugal. Mas tenho uma dúvida, eu tenho a cidadânia portuguesa, também me candidato via internet normalmente e passo pelo mesmo processo que você comentou? você sabe me explicar sobre a diferença de eu me candidatar com a nacionalidade portuguesa e como brasileira? A outra dúvida é, Vi que o Danilo comentou que foi aprovado em alguns (plural) mestrados. Eu sei que posso me candidatar em mais de uma faculdade, mas você sabe me dizer se posso me candidatar em mais de um curso na mesma faculdade? Caso eu tenha uma faculdade só como foco. Agradeço muito a ajuda. Seu texto foi um dos que mais de ajudou até agora. Abraços.

  176. Olá Luiza,
    muito bom encontrar tantas informações para quem está chegando em Portugal! Obrigada por compartilhar tantas dicas valiosas…
    Meu marido vai fazer mestrado em Coimbra, você tem alguma informação de como funciona o visto para esposa como acompanhante?
    Abraços!

    • Oi Fabiana,

      Não tenho nenhuma informação. Mas você encontra isso no site dos consulados e embaixadas portugueses no Brasil, assim como no site do SEF!

      Abraço

      • Vocês devem pedir dois vistos de residência. O dele informando que a finalidade são estudos e o seu como acompanhante de cônjuge. Vocês precisam ser casados legalmente aqui no BR.

    • Na verdade é bem simples, caso forem casados no Brasil (ou tiverem a certidão de união estável com mais de 2 anos) é só solicitar o reagrupamento familiar com base no visto do seu marido. (Caso não forem casados no Brasil é só casar por aqui mesmo, no Conservatório/Cartório aqui de Coimbra ficou no valor de 120 euros)

      Isso é solicitado somente após sua chegada aqui em Portugal, deverá comparecer ao SEF, levar todos os documentos solicitados, paga uma taxa de aproximadamente 30 euros e em 15 dias estará pronto.

      Veja no site do SEFF ou do Consulado como dito pela Luiza os documentos complementares para “Reagrupamento Familiar”.

      Ah, e uma dica, eles pedem antecedentes criminais autenticados em nosso consulado, se você fizer isso pelo Brasil, cada “Legalização” sai em torno de 100 reais, se caso for realizado aqui em Portugal pelo nosso consulado aqui (Porto ou Lisboa), sai somente 5 euros.

      Boa sorte!

  177. Oi Luiza,sabe me dizer como fazer para eu ir fazer um curso de ingles e meu filho terminar o ultimo ano da High School ai em Portugal? Nós dois juntos.Obrigada.

    • Oi Nathy,

      Não faz sentido vir estudar inglês em Portugal e não há nenhum visto aqui que permita isso. Os vistos de residência temporária são só para graduação ou pós graduação.

  178. Olá, você sabe de alguma instituição que fornece bolsa de estudos para mestrado na Universidade de Coimbra? Fui aprovada no Mestrado em Direito, porém sem uma bolsa ou financiamento estudantil, não poderei ir :/

    Obrigada

  179. Olá, Luiza!

    Estou encaminhando minha inscrição no mestrado em Lisboa. Só que, através de amigos e também pelo que você informou aqui, com visto de estudante (que é o que vai ser dado num primeiro momento), não se pode trabalhar legalmente.

    O processo para mudança de visto de estudante para visto de residente é complicado? Demora?

    Quanto a “Comprovativo de meios de subsistência”, tenho o mesmo problema que você teve. Minha fonte de renda aqui no Brasil vem de blogs. Até registro no meu Imposto de Renda, mas é possível que apenas a carta (como você fez) de um responsável aqui no Brasil já resolva?

    Muito obrigado, desde já!

    • Oi Matheus,

      A questão não é a mudança de visto. Você tem uma autorização de residência para ficar em Portugal estudando e se conseguir um emprego, pode ir ao SEF e pedir para que essa autorização inclua também a permissão para trabalhar. Não é um processo demorado, mas é burocrático.

      Sobre o comprovativo de residência, a carta do responsável foi suficiente para mim.

  180. Oi Luiza. Você sabe informar se é fácil conseguir vaga para escola particular em Lisboa para um aluno do ensino secundário? Estamos pensando em se mudar para Lisboa e conseguir vaga para uma boa escola para meu filho é um preocupação. Meu outro filho está no primeiro ano da faculdade e vou ver se é possível a transferência dele para universidade Nova de Lisboa ou a Faculdade Católica de Lisboa. Sabe se é possível isso? Muito obrigado pela ajuda.

    • Oi Dalton,

      Em Portugal a maioria das pessoas estuda é em escola pública. A qualidade é muito boa, não é como no Brasil.
      Aliás, está uma briga danada por aqui porque o governo parou de dar dinheiro para os colégios privados.

      É possível fazer a transferência de faculdade sim, mas eu não sei te dizer exatamente quais os procedimentos. Seu filho vai precisar verificar na faculdade que ele estuda atualmente e na faculdade que ele quer vir para Portugal

  181. Olá Luiza!
    Fui aprovado no mestrado em Coimbra agora e estou tentando encaminhar minha matrícula pelo sistema. Entretanto, estou com algumas dúvidas e espero que você possa me ajudar.
    Em que momento a universidade libera a carta de aceite, necessária para encaminharmos o visto?
    É necessário ter pago a taxa de inscrição (€20,00) e a 1a parcela (€540,00), ou apenas com a taxa de inscrição já consigo?
    E em caso de desistência do mestrado, eles devolvem algum valor?
    Fiquei bastante receoso de já pagar €560,00 de saída, para só então tentar o visto, e se numa dessas der algum problema, não saber se eles devolvem alguma coisa.
    Obrigado!!

    • Oi Luis, tudo bem?

      Estou com o mesmo receio, pois estou aguardando a vaga na Universidade de Lisboa.

      Você tem um contato para trocarmos experiências?

      • Estou na mesma situação. Fui aprovado no mestrado em direito e estou com medo de fazer o pagamento e acabar não dando certo. No meu caso a 1a parcela é no valor de 900 euros, então realmente estou receoso

        • Somente pagando a matricula se recebe a carta de “aceitacao” ou certificado multiusos, como eles chamam.

          Para conseguir o visto é imprescindível tal certificado. Logo, é necessario se matricular antes.

          Quanto a reembolso: nao existe na Universidade de Coimbra. Mesmo que vc nao va, nao sera nada devolvido!

          • Não ha reembolso mesmo na situação em que a turma não teve o mínimo necessário de 10 alunos para criar a turma? criar

          • Almir, também fui aprovado no Mestrado em Direito.

            Estou com várias indagações.

            Podíamos juntar o pessoal que passou e fazer um “Fórum” sobre isso.

            Valeu

          • Bruno, me adiciona lá. Meu nome é Arthur Lopes. Pode ser que apareçam outras pessoas lá também.

            Meu email é [email protected]

            Como se chama o grupo? Qualquer coisa eu também procuro.
            Valeu!

        • Oi Almir,

          Você não precisa pagar a primeira parcela para ter acesso ao certificado multiusos. Basta pagar a taxa de matricula, que é algo em torno de 10 euros.

          Depois do visto aprovado você paga a mensalidade.

    • Oi Luis,

      Se você pega a taxa de inscrição já tem acesso ao Certificado Multiusos!
      Aí, depois do visto, você paga a matrícula

      abraço

      • Oi Luiza!
        Obrigado pela resposta.
        Mas você conseguiu expedir o Certificado Multiusos apenas pagando a taxa de inscrição?
        Pois eu paguei hoje a taxa de € 20, mas mesmo assim o sistema indica que não posso expedir o Certificado, dando a seguinte mensagem: “Não é possível emitir a certidão uma vez que o aluno não tem nenhuma inscrição em frequência lacrada e não anulada no âmbito da matrícula selecionada.”

        Você poderia me auxiliar? Obrigado!!

    • Luis, Quando fui fazer minha matrícula, finalizei todo processo de preenchimento de dados e escolha das disciplinas, e dizia que a data para pagamento da primeira mensalidade (equivalente a 900 EUROS) era dia 30 de junho. Por isso efetuei o pagamento, mesmo sem ter o visto em Mãos. Você já finalizou a sua para ver o que aparece?? O pagamento dos 20 EUROS era um dia após a conclusão da matrícula (no meu caso, vencia dia 24/06).
      Luiza, por acaso você sabe me informar se para eu levar esses documentos (na embaixada em Brasília) eu preciso agendar horário?? Procurei no site essa informação e não achei. Encaminhei e-mail mas não me respondem… E ninguém atende ao telefone. Como moro em outra cidade próxima, não queria “perder viagem” chegando em Brasília e não conseguir entregar os documentos para solicitação do visto.

      Obrigada pelas dicas.

      • Oi Maria Vitória,

        Cada consulado e embaixada parece ter uma regra diferente. Em algumas cidades precisa agendar, em outras não. Infelizmente, não sei te dizer quais são as regras em Brasília.

        Abraço

  182. Olá Luiza tudo bem? Gostaria de uma informação se possível. Quando você levou seu histórico escolar no Ereminas (BH) já com a devida assinatura do secretário reconhecida em cartório, eles pediram a você para recolher nova assinatura do mesmo em outro formulário (MRE) fornecido por eles, antes de autenticar o histórico? Aguardo resposta. Desde já agradeço.

    Abço.

  183. Olá Luiza!

    Tenho uma dúvida, fui aprovada no mestrado em Coimbra, e gostaria de saber se posso entrar no país legalmente como turista e já estando em Coimbra solicitar o título de residência. E apresentando todos os documentos certinhos qual o prazo para sair o visto? Para não ficar ilegal no país.

    • Notei que essa pergunta é recorrente nos comentários. Vou compartilhar a experiência de um irmão meu que precisou ir com pouco tempo entre a convocação do doutorado e início das aulas.
      Primeiro de tudo, sim é ilegal o tempo em que o estudante está no país sem o visto correspondente ao seu status. Em todos os sites e FAQs das universidades portuguesas há menção disso.
      Depois, o consulado pede prazo de 60 dias (aqui no posto de Recife, me parece que São Paulo pede 20 dias úteis), acredito que com a carta da universidade mencionando o dia de início do curso eles devam acelerar (não sei).
      A experiência de ir sem o visto estudante do meu irmão foi que num dado momento a Universidade enviou uma carta a ele dando-lhe prazo para regularizar sua situação. Foi bem corrido, ele precisou ir ao SEF (agendamento com bom intervalo de tempo) levar toda a documentação, pagar multa… Só depois disso teve sua situação legalizada. Além de que quando esteve no Brasil precisou levar o diploma no consulado aqui (o que fazemos quando tiramos o visto).
      Espero ter contribuído.

      • MUITO OBRIGADA!

        Realmente é uma pergunta recorrente e o SEF cada vez mais dificulta. E como eu não passei por isso, as vezes fica difícil explicar para as pessoas.

  184. Olá Luiza, conheçi a minha namorada na venezuela, ela estudou na universidade e é engenheira civil. ela gostaria de tirar o mestrado de engenharia civil em portugal, será que ela vai conseguir fazer isso? dão dar-lhe equivalencias do curso dela tirado na venezuela?

    Cumprimentos

  185. Oi Luiza!
    Acompanho o seu blog há um tempo e adoro os posts daqui! Gostaria muito que voc~e ajudasse com uma questão. Recentemente terminei o terceiro ano do ensino médio aqui no brasil, passei para uma faculdade pública mas também consegui me candidatar para a universidade de coimbra, em jornalismo. Como jornalista, você indicaria o curso em Portugal?
    Obrigada!

    • Oi Mayara,

      Eu tenho uma amiga que faz o curso aqui e gosta bastante. Minha opinião sobre a graduação (e estudo em geral) é o seguinte: se a faculdade for bem conceituada nacional ou internacionalmente, isso pesa bem. Mas no fim das contas você é tão responsável pela qualidade do seu curso quanto o curso em si.

      A grande diferença de estudar no Brasil x estudar em Portugal é a questão de ter uma experiência internacional. No Brasil, por outro lado, eu acho que você tem bem mais facilidade para fazer estágios (o que é uma coisa ótima) e é mais barato.

  186. Boa tarde Luiza.
    Tenho interesse em cursar mestrado em Portugal, estou concluindo a faculdade de enfermagem esse mes, mas o diploma ainda demora uns seis meses para ficar pronto, voce saberia me dizer se com declaração de formada eu consigo me matricular em um mestrado aí em Portugal?
    desde ja GRATA

    beijos

  187. Olá Luíza, gostaria de saber se você pode me tirar uma dúvida.

    Estou pensando em me candidatar a um Mestrado em Coimbra. Há uma fase extraordinária de candidaturas em outubro, após as aulas já terem iniciado. A dificuldade será que, após sair o resultado, não terei tempo para conseguir o visto aqui no Brasil, já que as aulas já estarão em curso. Nesse caso, é possível ir sem o visto e resolver a situação por lá?
    Também pensei na possibilidade de ir como turista, com a passagem de volta para dezembro (acredito que seja possível passar as férias aqui) e, enquanto estivesse no Brasil, até fevereiro, providenciar o visto de residência temporária. Será que isso seria possível? O fato de não ter o visto de residência pode dificultar a matrícula na Universidade?

    Agradeço desde já a atenção.

    • Oi Marconi,

      Como é um caso extraordinário, pode ser que o SEF não implique em te dar o visto daqui. Tente conseguir um documento com a coordenação do curso explicando que você foi aprovado em fase extraordinária.

      Abraço

      • Olá Luiza,

        Parabéns pelo seu blog!

        Estou me candidatando ao mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Um problema: estou (AINDA!) em processo de avaliação curricular e não consigo qualquer retorno da universidade seja via telefone (fica eternamente em espera, pois supostamente a universidade está em férias e os poucos que estão priorizam o atendimento presencial que eu, obviamente, não tenho condições de fazer aqui do Brasil) ou e-mail (não recebo qualquer retorno desde 09 de agosto). Candidatei-me na segunda fase de inscrições, encerrada em 22 de julho, e até agora não soltaram uma nova lista.

        A previsão de início das aulas é 15 de setembro e, no meu caso, já estou contando que não teria tempo hábil para fazer os trâmites legais de visto aqui no Brasil em caso de aprovação. Minha perguntas: é comum soltarem a lista de aprovados muito em cima? É comum estudantes estrangeiros chegarem depois do início das aulas devido a esse tipo de problema? Já li aqui que não é recomendável ‘acertar’ a situação já estando lá.

        Caso alguém possa responder às minhas perguntas, serei bastante agradecido.

        Obrigado!

        • Oi Bruno,

          Agosto é mês de férias e aqui em Portugal é férias mesmo. Não tem absolutamente ninguém trabalhando, nem de plantão. Então, não espere qualquer resposta antes de 1 de setembro.

          É comum alguns alunos chegarem um pouco depois do início das aulas, quando se candidatam na segunda ou terceira fase. Também tem quem tranque o primeiro semestre e só venha para o segundo.

          Não é nada recomendável tentar vir para Portugal sem ter todos os documentos certinhos, porque o procedimento do SEF tem sido mandar essas pessoas de volta para o Brasil.

          • Luiza,

            Obrigado pelo retorno.

            O meu curso tem três semestres de aula e um só de tese ou estágio. Trancando, penso que teria que atrasar a minha tese, pois chegaria na época da tese faltando um semestre.

            Outra alternativa que penso é em chegar atrasado pras aulas, indo logo após sair o visto.

            Vc sabe se consigo dar entrada no visto com algo que a faculdade emita online ou preciso da carta física que chegue ao Brasil?

            Abs!

          • A faculdade emite um certificado multiusos online, que é aceito por todo mundo como comprovativo. Basta imprimir

          • Outra pergunta: em relação ao comprovante de alojamento ou residência, minha ideia era me hospedar com um amigo por uns dias e depois buscar alguém da universidade pra dividir apartamento, caso não consiga alojamento nas residências universitárias. Como faço para comprovar o alojamento neste caso?

          • Oi Bruno,

            O comprovante de alojamento você precisa mesmo é para apresentar ao SEF. Para tirar o visto você pode pode levar uma carta do seu amigo dizendo que vai hospedá-lo pelo período que você procura apartamento.

            Não recomendo que você fique nas residências universitárias, porque elas são muito caras para quem não é português!

  188. Olá Luíza,

    Primeiramente parabéns pelo blog, estou viajando por Portugal e peguei a maioria das dicas por aqui e todas estão sendo bem úteis.

    Gostaria de tirar uma dúvida, li no site da UC que quem tem cidadania portuguesa (que é o meu caso) não pode se candidatar como estudante estrangeiro. Então como devo proceder para me candidatar? Se eu me candidatar como estudante nacional ou equiparado tenho que validar meu diploma em Portugal primeiro?
    Sou engenheiro civil e pretendo fazer mestrado em reabilitação de edifícios na UC.

    Desde já agradeço
    ABS

    • Oi Thiago,

      Hum, não sei exatamente, mas acredito que você vai se inscrever como português, mas terá que fazer o processo de autenticação do diploma como todos os brasileiros, tal como descrevo no post. Pelo menos foi assim que eu colega meu com cidadania italiana fez.

      Abraço

  189. Oi,

    Eu tenho uma dúvida em relação a esse tema. Passei numa pós em Lisboa que começará em Setembro e vi que dentro dos pedidos para o visto tem-se a questão do Imposto de Renda, mas fiquei em dúvida se existe um valor mínimo. Queria ter uma ideia ao menos de ordem de grandeza, já que, provavelmente, entregarei o meu.

    Confesso, que olhando na web e aqui eu não achei essa informação.

    Obrigado,

    • Oi Rogério,

      Você precisaria ter uma renda mínima que te sustentaria em Portugal. O salário mínimo aqui é 530 euros. Então essa acaba sendo a média.

      abraço

      • Oi Luiza,

        Obrigado. Como não recebi ou não vi a notificação de resposta sua achei que não tinha comentado nada. Enfim obrigado.

        No final o visto deu certo só que eles emitem somente para 120 dias. Isso ocorreu com você também? Quando foi no SEF teve que entregar aquela enxurrada de documentos novamente?

        Obrigado e abs!

  190. Oi Luiza….
    Vou tentar dar uma contribuição para você e para os leitores que vierem a ler este post. Como acompanho seu blog há muito tempo, pois me preparo há mais de um ano para fazer doutorado aí em Coimbra (a crise no Brasil e o aumento do Euro me fizeram postergar para 2018 o projeto) consigo perceber que aumentou e muito a procura por esta opção, estudar em Portugal. Porém, nota-se que em alguns casos (não todos é claro) o “estudar” acaba sendo uma tentativa de ir para Portugal para fugir da crise no Brasil. Então, acho que quando se pergunta se é viável estudar Inglês em Portugal seria na verdade uma forma de ir para lá tentar trabalhar. Pelo que acompanho no seu blog e em todas as minhas pesquisas, esta não é, definitivamente, uma opção. Tentar usar os estudos como uma forma de “migrar” para Portugal para, na verdade, ir trabalhar aí. Toda a Europa (exceto Alemanha) ainda está em crise, e portanto, oportunidades de trabalho lá ainda demorarão muitos anos a aparecer…
    Desculpem se fui grosseiro e intrometido ao ir direto ao ponto, mas acredito que muitos estão procurando a forma errada de “fugir” do nosso país, nesta gigantesca crise econômica, de credibilidade e até mesmo de caráter. Dá vontade mesmo de fugir daqui, mas Portugal não é a melhor opção neste momento…..

    • Oi,

      Você não foi grosseiro de forma nenhuma! Eu acho que é basicamente isso mesmo. Como eu estou em Portugal há quase dois anos e vejo a crise aqui de perto, fico um pouco espantada com o pessoal achando que o Brasil é o único país com problemas do mundo.

  191. Olá Luiza, seu post foi MEGA esclarecedor.
    Só me deixou uma dúvida: você estando aí não consegue trabalhar? Digo… manter-se aí só com o dinheiro que é enviado do Brasil?

    Valeu Luiza, um abraço, e sucesso!!!

    • Oi Gabriela,

      Todo mundo parece me perguntar a mesma coisa aqui nos comentários.
      Vou acrescentar um parágrafo no post sobre isso.

      Você pode trabalhar, desde que peça autorização ao SEF. Porém, não é nada fácil achar emprego, porque Portugal está em crise há anos.

      bjs

  192. Luiza, espetacular teu blog, parabéns.
    Achei tuas dicas num tempo bem delicado pra mim, aprovada no mestrado mas não consegui a bolsa que julgava mais simples que a candidatura na universidade, haha.
    Obrigada por dividir as dicas, correndo atrás.
    Sucesso!

  193. Olá Luiza, será que poderia dizer sua opinião, sincera, em relação ao ensino em Portugal? Já vi mais de uma pessoa reclamando da qualidade e também dos professores, mas elogiando o país em si.
    Desde já obrigada!