Imigração em Portugal e por que você não deveria vir sem o visto adequado

Toda vez que escuto ou leio alguém falando que vai vir para Portugal como turista para depois tentar trocar o visto/autorização de residência para trabalho, estudo ou qualquer coisa assim, uma fada morre. Piadas de lado, a verdade é que eu vejo esses comentários com uma frequência assustadora, que tem crescido cada vez mais. Ao mesmo tempo, saiu recentemente a notícia de que mais de 1.600 estrangeiros foram retidos na fronteira por não reunirem condições legais de entrar no país.

Em primeiro lugar, se imigrar para Portugal é seu interesse, recomendo fortemente que você leia o texto que já escrevi sobre tipos de visto para brasileiros no país e as condições para consegui-los, e também o passo a passo sobre como estudar em Portugal.

Tenha em mente o seguinte, brasileiros têm dispensa de visto para ficarem em Portugal (e todos os países do Espaço de Schengen) por 90 dias, mas para turismo. Até dá para tentar burlar essa regra, como expliquei nesse outro post aqui.

roteiros em portugal palacio de mateus

A questão é que se você não pretende ser turista, mas quer entrar como turista, seus problemas estão só começando.

Antes de embarcar

Já no aeroporto, algumas companhias aéreas têm parceria com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) português e podem (e vão) impedir o embarque de passageiros sem um visto adequado e que não tenham uma passagem de retorno para dali a 90 dias. Conheço mais de uma pessoa que teve esse problema, mesmo apresentando todos os documentos da universidade que estava matriculado.

Como é a imigração em Portugal

Mesmo que você passe por isso, chega a imigração. O número de brasileiros recusados na imigração e enviados de volta para casa dobrou, como disse na abertura deste texto. Mesmo eu, que tenho autorização de residência para trabalho, senti que aumentou o escrutínio e a pressão dos agentes do SEF na imigração.

Se você for só um turista, quando passa na imigração em Portugal, basta apresentar os documentos referentes a sua relação com o Brasil, comprovantes de reservas em hotéis (ou carta-convite), vouchers de passeios, roteiro da viagem e dinheiro suficiente para se sustentar no período: 75 euros + 45 euros por dia de viagem.

Porém, se você pretender ficar por mais tempo que os 90 dias permitidos, vai ter que convencer os agentes da imigração, com toda a documentação pedida para os turistas, que você não está fazendo o que pretende fazer, que é ficar mais tempo do que o permitido. A qualquer momento, o agente da imigração pode recusar a sua entrada e te enviar para casa. Em 2016, a estatística diz que 58% dos recusados na imigração eram brasileiros.

Depois de entrar em Portugal: o SEF

Quem é turista não precisa se preocupar com o SEF, a não ser que queira pedir mais 90 dias extras. Se você pretende imigrar para Portugal, esse será um lugar importante. A questão é a seguinte: qualquer imigrante que chega a Portugal precisa ir ao SEF para pedir a autorização de residência. E quem tem visto de estadia temporária precisa ir ao SEF apresentar uma declaração de entrada, se entrar por uma fronteira não portuguesa.

Se você vem do Brasil já com o visto tirado num consulado português, basta apresentar os documentos pedidos pelo SEF e você ganha o cartão de residente. Porém, se seu plano é chegar em Portugal como turista e pedir a autorização de residência para trabalho ou estudo sem o visto, a situação complica. Mesmo que você já tenha a matrícula numa universidade ou nos 90 dias como turista consiga um emprego (mais sobre isso ali embaixo), existe a chance do SEF te mandar voltar para o Brasil, tirar o visto e então voltar para Portugal.

É um risco que não se justifica, tanto pelos custos, como pela burocracia.

Como trabalhar ou estudar em Portugal

bate-volta-coimbra-portugal

Se você quer viver em Portugal, o caminho mais fácil, para quem não tem dupla cidadania europeia, é estudar ou trabalhar. Estudar é simples: basta ser aprovado numa universidade portuguesa. Trabalhar não é tão simples. Para começar, entenda que Portugal é um país com poucos postos de emprego disponíveis. Não é fácil para ninguém.

Se você quer trabalhar aqui, o jeito é buscar em sites de emprego ou entrar em contato com empresas. Eu não sei dizer como é o campo de trabalho em nenhuma área!  Ainda há a possibilidade de trabalhar por conta própria como freelancer ou abrir uma empresa aqui. Mesmo assim, é importante pedir o visto no Brasil antes de vir.

Leia também: Como é ser estudante em Coimbra

Como é morar no Porto

E um adendo importante: não espere vir para Portugal para juntar dinheiro. O salário mínimo no país é de menos de 600 euros. O custo de vida é barato, mas Lisboa tem aluguéis altíssimos.

Vai viajar? O Seguro de Viagem é obrigatório em dezenas de países da Europa e pode ser exigido na hora da imigração. Além disso, é importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com o melhor custo/benefício e garanta promoções.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

64 comentários sobre o texto “Imigração em Portugal e por que você não deveria vir sem o visto adequado

  1. Olá,fui para Portugal e passei trinta dias do prazo de turista ao sair de Portugal o agente disse sobre a multa e disse que dá próxima vez que eu for em Portugal ficar mais atenta agora não sei se ele aplicou a multa ou não tem como eu verificar isso

  2. OI, meu esposo tem o título de residência e comprou minha passagem para eu ir para Portugal, ele me mandou um termo de responsabilidade para eu poder passar na imigração, será que vou ter algum problema? Vou eu e minha filha ( filha do meu esposo também )

  3. Boa noite!! Fui aceita para cursar mestrado em Portugal, porém as aulas começam dia 25/06 e a seleção só saiu agora. Pelo site do consulado, a média de prazo é de 70 a 90 dias para obter o visto, o que me faria perder muita aula. Alguma sugestão de como devo proceder? Agradeço desde já!

    1. Oi Letícia,

      Ou você perde as aulas e solicita o visto ou vem sem visto e dá entrada no pedido do SEF. Há esse risco da companhia aérea reclamar da falta da passagem de volta e a marcação no SEF costuma demorar muito, de forma que você ficará alguns meses num limbo em relação há legalidade da sua estadia.

    1. Oi Emanoel,

      Você precisa verificar com os departamentos de relações internacionais das faculdades que tiver interesse se eles possuem algum acordo bilateral com uma universidade portuguesa

  4. Bom dia
    Gostei de ter encontrado este site, tirou todas as minhas dúvidas de como proceder em uma viagem para Europa.
    Att. Fernando Alves

  5. Bom dia fui para Portugal em setembro 2018 consegui trabalho contrato, aluguel apartamento comprei carro meu nif consta como residente em Portugal
    não estrangeiro e de residência habitual,porém dia 24 de fevereiro 2019 tive que vir ao Brasil para uma audiência trabalhista, agora pretendo voltar com a família, terei problemas, posso dizer que moro lá?
    tenho comigo todos os documentos que provam o que relato,mostro eles?
    aguardo obrigado.

    1. Oi Ricardo,

      VocÊ ainda não tem o título de residência? Ou pelo menos o comprovante de agendamento do SEF? Sem isso, acho que poderá ter problemas para entrar em Portugal sim.

  6. Olá, meu primo é europeu. Mora na Irlanda e irá se mudar para Portugal dia 1 de abril e me convidou para morar com ele e a esposa, pois ele viaja muito a trabalho e tem dois cachorros, então eu ajudaria a cuidar deles. E gostaria de fazer faculdade por lá e também conseguir um emprego. O meu tio falou para eu entrar como turista e após pegar um visto de trabalho ou estudante e também que não precisaria informar o dinheiro na conta pq o meu primo iria mandar uma carta convite, alegando que ele irá me sustentar. A minha dúvida é se realmente eu posso entrar assim sem comprovação de dinheiro para os dias, e se posso trocar o turismo para visto de estudante ou trabalhador.

    1. Oi Rayssa,

      Eu não recomendo de jeito nenhum ir sem visto. Você pode ter problemas antes de embarcar ou na chegada. E depois é mais complicado trocar o visto. Porém, tem muita gente que faz isso, então se você quiser arriscar, é possível.

  7. Após ter uma carta de proposta de trabalho e o NIF, voltei a Lisboa para começar a trabalhar e dar sequência na solicitação do visto de trabalho/residência. Tentei entretanto como turista, mas fui impedido pelo SEF e regressei ao Brasil.
    Minha dúvida é se fico impedido de entrar em qualquer outro país que faça parte do acordo Schengen.

  8. Bom dia!
    Morro 9 anos em Portugal estou no Brasil Mas minha residência permanente venceu em 2018.
    Tenho que provar ao ser alguma coisa para eles poderem renovar ou pago alguma multa?
    Eu vou como turista antes disso posso fazer marcar no site do ser para quando eu chegar em Portugal eu ir ao ser?
    Ou com meu nome no ser terei problema na hora de passar na imigração ?

  9. Olá, estou embarcando para Portugal e gostaria de saber se eu com o meu visto em mãos de estada temporária, para estudantes, eu preciso comprovar os 75+45€ por dia? Obrigadaaa. Ótima matéria!

  10. Querida adorei sua postagem, está de parabéns!
    Tenho uma dúvida, se puder ajudar agradeço.
    Atualmente estou em Lisboa com meu marido , ele é cidadão português, mas dei entrada por Amsterdam e por isso não tenho carimbo de Portugal. Estou agora como turista pois tenho passagem de volta menos de 90 dias. Mas nesse ínterim gostaria de dar entrada no visto de reagrupamento familiar. A minha dúvida é, eu preciso do carimbo de Portugal para dar entrada nesse visto? Caso eu não tenha como faço? Se eu comunicar no SEF a entrada eles aceitam? Obrigada pela ajuda.

    1. OI Luciana,

      Tenho um casal de amigos que passou exatamente pela mesma situação. Sim, você precisa de um carimbo de entrada em Portugal e não, não adianta comunicar ao SEF. O que você precisa fazer:

      1. Antes de vencerem esses 90 dias, saia de Portugal e entre novamente, por um país que esteja fora de Schengen. Exemplo: pode ir fazer uma viagem curta para Londres.

      2. Depois que tiver esse carimbo de entrar em Portugal, pode dar entrada no SEF para o visto de reagrupamento.

  11. Minha irmã irei para Espanha mas foi deporta pela imigração, ela tinha quase todos os documentos, so não tinha carta recidencia, nem comprovante de hospedagem em hotel e agora aqui no Brasil que é que ela faz para poder entrar na próxima vez aonde ela deve recorrer para conseguir demora muito para retornar a Espanha

  12. Olá Lu!! Amando as materias. Eu gostaria de saber com o visto de estudos posso ir antes das aulas começarem..ex: posso ir em.abril para estudar em setembro? Minha filha de 6 anos seria admitida na escola em setembro? Não vejo a hora de ir para Portugal! Grata!

    1. Oi Juci,

      Sim, você pode ir antes das aulas começarem
      O calendário letivo português começa em setembro, e não em janeiro como no Brasil. Se você for antes de setembro, terá tempo suficiente para encontrar uma escola para ela começar o ano certinho.

  13. Bom dia .tenho 3 filhas uma de 6 anos 10 anos e a outra 18 anos e vivo com esposo a 19 anos não somos casado .para a Portugal para mora e trabalhar com as filhas qual a melhor cidade.e o que é preciso

    1. Olá Alessandra,

      Procure o consulado português ou um advogado. Sobre a melhor cidade, não tem isso, todas tem coisas boas e ruins, depende do que você busca

  14. Luiza, boa tarde!

    Morei em portugal a alguns anos atras e peguei o visto de residência através do trabalho e acabei casando com uma portuguesa e tive uma filha que também é portuguesa. Peguei um documento com validade de 05 anos, acabei de divorciando após um ano e retornei ao Brasil. Estou querendo visitar a minha filha..minha ex não quer. Minha dúvida voltando como turista para passar uns 15 dias será qud terei problemas na migração?

    1. Oi Alexandre,

      Você tem direito de ficar até 90 dias como turista e não há motivos de ter problemas com a imigração. Leve as passagens de ida e volta, comprovante de hospedagem, dinheiro para se sustentar pelo período. Não minta em hipótese alguma ao agente do SEF na chegada.

  15. Olá, parabens pelo blog.
    Estou com uma dúvida e acho que na verdade são varias…rs
    Estou indo como visto de turismo pois irei trabalhar como recibo verdes. Ja acordado com a empresa pois é mais rápido solicitar o visto de trabalho estando em portugal do que ainda do Brasil.
    Estamos ai trabalhando com recibos verdes, precisarei trazer minha família. Nesse caso como funciona? Elas tbm podem ir com o visto de turismo e depois mudar para outro, ja que estarei trabalhando por la?

    Obrigado
    Renato Vilela

  16. Boa tarde!
    Minha filha foi aprovada para mestrado em Portugal durante 2 anos. Já conseguimos a certidão de nascimento dela em Portugal ( minha avó era portuguesa). Inclusive, ela vai regularizar o cartão cidadão em Portugal.
    Gostaria de saber se ela pode viajar só com a passagem de ida?

    1. Oi Sonia,

      Se ela tiver a cidadania portuguesa já certinha pode sim. Se ainda não tiver a cidadania e for dar entrada no processo, aí tem que ter a passagem de volta. O que eu recomendaria é comprar uma passagem de volta numa tarifa que permita trocar a data da passagem num período ilimitado e sem taxas.

  17. Oi Luiza,
    Esclarecedor e estarrecedor seu post hahahhah…
    Moro na Irlanda, minha esposa tem cidadania Italiana, tentei o S4 aqui, consegui o provisório, mas não consegui renovação e venceu em Abril. Fui aceito no mestrado em portugal, e agora? Já falei com pessoas que estavam dentro do espaço Schengen (Itália) e foram direto pra Portugal, e lá com toda demora conseguiram a Autorização de Residência no CEF.
    Tem alguma dica?
    Obrigado

    1. Oi Roberto,

      Se você foi aprovado no mestrado em Portugal consegue o visto. Já dá entrada nele no consulado de Portugal na Irlanda e quando chegar em Portugal vá ao SEF. É importante que você entre em Portugal por alguma das fronteiras aéreas, para eles carimbarem seu passaporte.

  18. Ola sou divorciada tenho 4 filhas eu e minha filha trabalhamos fazendo enxoval de bebê bordados ela tem 18 anos e keremos ir embora ja estamos no planejamento de guatdar o dinheiro mas nao sabemos por onde começar seria dificil conseguir um visto ?

  19. Olá Luiza, boa tarde!
    Já estou em Portugal a quase 03 anos,tenho contrato de trabalho, desconto para segurança social e contribuinte, além de pagar IVA.
    Já efetuei a manifestação de interesse (residência), porém a única resposta que obtenho, é que esta demorado o processo.
    Então estou pensando em retornar para o Brasil.
    Há algum impedimento (barrar no aeroporto) pelo SEF de retornar ao país de origem?

    Com meus cumprimentos.

    1. Oi Augusto,

      Desculpe a demora para responder

      Você tem a autorização de residência? Se sim, pode ir para o Brasil. Com a marcação do SEF também pode ir para o brasil

  20. Olá Luiza
    Estou em Portugal a quase 3 meses ( como turista) mas nesse intervalo já estou com contrato de trabalho e encaminhei toda minha documentação para o SEF, só que a resposta do SEF demora muito ( para o visto de trabalho) achei melhor ir agora para o Brasil ( que estou dentro do prazo dos três meses) e tirar meu visto lá. O que você acha? É demorado a aprovação do visto? Já que sou contribuinte do País e já estou a trabalhar?

    1. Oi Iara,

      No Brasil você vai dar entrada no visto, mas de qualquer forma quando voltar para Portugal terá que pedir a autorização de residência.

      Se você já tem o agendamento no SEF, melhor esperar em Portugal mesmo.

      1. Olá Luíza!
        Vc índica advogados para agilizar a cidadania? Meu filho de 16 anos tem direito mas ainda não dei entrada. Gostaria de viver com ele em Portugal. Sou psicóloga e poderia tentar atender aí. Queria ir para o Porto. Não sei se tenho direito de acompanhar meu filho ou se preciso estudar aí para validar meu diploma e conseguir viver com autorização… queria ir embora agora! Quero q meu filho faça universidade no Porto. E motivos para sair do país , vc já sabe… pode me orientar em algo? Obrigada

  21. Parabéns pelos comentários, me ajudaram muito. Sou aposentada e estou aguardando meu visto de residencia, viajarei, ainda este mes para escolher a cidade onde pretendo fixar residencia. Pensei em Guimaraes ou Braga, porém faremos um roteiro ao sul antes. Obrigada pela atenção.

  22. Boa matéria. É mesmo importante ressaltar que não tentem ficar de forma ilegal ou sem algum tipo de visto,pois, isso trás muitos problemas após os três meses. O SEF está criando barreiras para emitir as permissões a estrangeiros, dentre eles os brasileiros.
    Vale salientar que existem inúmeros brasileiros em condições precárias em Portugal POR NÃO PLANEJAREM E /OU NÃO SEGUIREM AS LEIS PORTUGUESAS.

  23. Oi Luiza…estou pensando em fazer o Caminho de Santiago começando pelo Porto…estimo o tempo de viagem em 25 dias…preciso de algum documento especial, além do seguro viagem? E eu reservei € 2.100 para as despesas dentro do país…vc acredita q é suficiente, visto que as despesas diárias pelo caminho são em torno de €30,00

    1. Oi, Robinson. A informação que encontrei diz que até 5 anos e no colo, não paga. Mas para ter certeza o ideal é ligar na empresa e verificar.

      Abraço.

  24. Oi, Luiza! Tudo bem?

    Sabe me dizer se quando vamos com visto de turista, além da passagem de ida e volta, caso eu queira ficar os 90 dias, preciso apresentar também a hospedagem desses 90 dias e os 75 euros + 45 euros por dia de viagem? Isso dá cerca de R$ 500,00 por dia! Dá 45 mil reais por pessoa no período todo dos 90 dias! Creio que a maioria dos turistas comprovem tipo 15 dias, por exemplo.

    Obrigada!

    1. Oi Fabiana,

      Sim, precisa. Afinal, eles querem saber como você vai se sustentar por 90 dias e não querem que você trabalhe lá de forma ilegal

  25. Parabéns pelo site. Viajarei a Portugal pela primeira vez, sou trabalhador autônomo e não tenho documento de comprove atividade laboral. Isso pode representar um problema? Desde já agradeço.

    1. Oi Farlley,

      Leve comprovante de renda para o período da viagem, passagem de ida e volta, comprovante de reservas de acomodação e passeios.

  26. Oi Luiza, tudo bem? 🙂
    Meu filho tem cidadania Européia (Italiana/Brasileira) mas eu tenho apenas do nosso país, portanto se quisermos migrar pra Portugal seria possível eu tirar o visto de residente por ele ser menor?

  27. Boa Noite Luiza!
    Quando a pessoa chega no Aeroporto de Lisboa e fica detido na imigração, quanto tempo demora para a pessoa ser deportado?

  28. Bom dia Luísa, tudo bem?
    Eu e minha esposa já chegamos em Lisboa com um visto de estudante válido para 6 meses. Estamos ficando em um apartamento pelo AirBnb. Tenho as seguintes dúvidas :
    1) precisamos ir ao SEF? Eu pretendo abrir uma conta em algum banco aqui.
    2) queria prolongar minha estada aqui para 1 ano, eu consiguiria mesmo tendo apenas uma carta de estágio de 6 meses?

    Obrigado

    Saulo e Cassia

    1. Oi Saulo,

      Para abrir conta no Banco você precisa do número do NIF, que você pega nas Finanças.

      Para tentar prolongar sua estadia, tem que ir ao SEF. Não sei se dá ou não.

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.