4 roteiros de viagem na Tailândia prontos para usar

A dúvida sobre como montar os melhores roteiros de viagem na Tailândia costuma aparecer logo no começo do planejamento de qualquer viagem ao país. A Tailândia já é um dos destinos da moda entre brasileiros. Com custo de vida muito inferior ao nosso, atrações incríveis e promoções relativamente frequentes de passagens aéreas, o turismo verde e amarelo no sudeste asiático ficou cada vez mais comum.

É verdade que as incontáveis opções de atividades disponíveis – que vão de ruínas históricas a templos budistas em atividade, de praias perfeitas para mergulho e banho de sol a festa infinitas, de selva tropical a metrópoles vibrantes – acabam deixando qualquer um meio perdido.

Assim como em qualquer destino, um roteiro de viagem pela Tailândia envolve abnegação. Sim, eu sei que é muito complicado chegar ao outro lado do mundo. Sei que são muitas atrações, todas incríveis. Mas pode acreditar: é impossível ver e visitar todos os lugares que você gostaria em apenas algumas semanas.

Por isso, aceite que lugares interessantes ficarão de fora da sua viagem. Com isso em mente, veja as sugestões de roteiros abaixo, pensadas para quem tem 7, 15, 20 ou 30 dias no país asiático.

Veja também:
Dicas essenciais para uma viagem pela Tailândia
Quanto custa viajar para a Tailândia

Roteiros de viagem na Tailândia: comece por Bangkok

A Tailândia tem praias incríveis, mas eu juro que não entendo quem cruza dois oceanos só para isso. O país mais famoso do sudeste asiático é muito mais do que um monte de praias paradisíacas, até mesmo se você compará-la ao Brasil, que também é mestre nesse quesito.

Com isso em mente, evite o erro de cortar Bangkok do seu roteiro. A capital do país é cheia de templos e atrações históricas. Fora que quase todos os voos vão parar lá mesmo, então o melhor é descer em Bangkok por alguns dias e só depois seguir viagem.

Imagine a situação contrária: viajar por mais de 30 horas até a Tailândia, chegar em Bangkok esgotado e louco por conta do fuso horário, mas ter que encarar mais um avião e, quem sabe, uma balsa até a ilha paradisíaca mais próxima. Boa ideia? Eu acho que não.

A exceção da regra é se você tiver pouquíssimo tempo para conhecer o país e estiver vindo de outras partes da Ásia, com o voo descendo diretamente em lugares como Phuket e Chiang Mai.

Veja também:
Como se locomover em Bangkok
Onde ficar em Bangkok

grande palacio de bangkok tailandia 2

Grande Palácio Real de Bangkok

Roteiro de sete dias na Tailândia

É pouco tempo para ficar no país. Mas, caso você esteja na Tailândia só de passagem, é possível aproveitar bastante durante apenas uma semana. Se seu voo chegar por Bangkok, passe ao menos duas noites por lá. Nesse tempo você pode aproveitar para conhecer o Grande Palácio Real, o Templo do Amanhecer e o Templo do Buda Reclinado, entre outras atrações. Também não perca a legendária noite de Bangkok, em especial nos arredores da Khaosan Road.

Depois, siga para as praias. Minha sugestão é que você vá direto para o que a Tailândia tem de melhor: as praias. Para isso, vá de avião até Phuket ou Krabi. Dependendo da hora que seu voo chegar, faça o pernoite nessas cidades. Em seguida pegue a balsa para Phi Phi, onde você passará o resto dos seus dias no país. Mas atenção: antes de fechar qualquer roteiro de viagem pela Tailândia, veja se você não estará na época das temidas monções asiáticas.

intercambio na tailandia

Foto: Diego Delso, Creative Commons

Roteiro de 15 dias na Tailândia

Com 15 dias a coisa melhora. Neste acaso, sugiro pelo menos quatro dias em Bangkok. Os três primeiros podem ser dedicados para conhecer as atrações da cidade, enquanto no quarto o legal é correr para Ayutthaya, antiga capital e, na minha opinião, o lugar mais legal da Tailândia.

Depois, você pode escolher entre dividir seu tempo num combo norte da Tailândia + praias ou passar todo o restante só nas praias mesmo. Eu fiquei com a primeira opção e não me arrependi. Nesse caso, corra para Chiang Mai, a segunda maior cidade do país. É possível fazer o trecho de avião, trem ou de ônibus. Passe ao menos três dias na cidade.

De Chiang Mai, pegue um avião até as praias do sul. Sugiro novamente Phuket ou Krabi, sempre pensando que o destino final é Phi Phi. Se necessário, passe uma noite na cidade litorânea que você escolher, mas no dia seguinte corra para Phi Phi, onde você pode passar o resto dos seus dias. Lá você poderá relaxar nas praias de Phi Phi e fazer vários passeios de barco pelas ilhas ao redor.

Pode ser interessante incluir no seu roteiro uma noite acampando em Maya Bay, a famosa praia e cartão-postal da Tailândia, conhecida internacionalmente desde o filme “A Praia”. Volte para Bangkok de avião, a partir de Phuket ou Krabi (você terá que pegar a balsa novamente) um dia antes do seu voo de volta ao Brasil.

Maya Bay, Phi Phi Leh

Ilhas Phi Phi (Foto: Diego Delso, Creative Commons)

Roteiro de 20 dias na Tailândia

Eu sou adepto de viagens mais tranquilas, sem um milhão de paradas e com mais dias para relaxar. Por isso, com cinco dias a mais eu não incluiria nada de muito diferente. Começaria por Bangkok, talvez dedicando um dia a mais para a capital, em seguida iria para o norte, onde também dedicaria mais tempo de viagem. A parada extra seria em Chiang Rai, que fica a cerca de três horas por terra da Chiang Mai. Essa cidade está perto da fronteira com o Laos e Myanmar e tem o incrível Templo Branco.

Após o tempo no norte, eu seguiria para as praias do sul, também de avião, com mais tempo para relaxar nas águas cristalinas de Phi Phi.

Veja também:
Como viajar de trem pela Tailândia

O que não fazer na Tailândia

Bangkok, Tailândia

Roteiro de 30 dias na Tailândia

Um mês. Este é o tempo que eu desejo ter na minha próxima viagem ao país – na última eu tive cerca de 20 dias. Com esse tempo, eu incluiria também alguma ilha da outra costa. Outra costa? Como assim?

Simples. Além de não ser um país tão pequeno quanto nós, brasileiros, muitas vezes pensamos, a Tailândia é banhada por dois mares. O Mar de Andaman, onde estão Phi Phi, Phuket e Krabi, entre outros destinos de praia, e o Golfo da Tailândia. Nesta costa estão destinos como Ko Pha Ngan, Ko Tao e Ko Samui, três ilhas também muito turísticas. 

Ko Samui é uma das maiores ilhas da Tailândia e tem boa infraestrutura, incluindo um aeroporto, o que facilita chegar ao local. De lá é possível pegar uma balsa até Ko Pha Ngan, famosa em todo mundo por conta da Festa da Lua Cheia. Já Ko Tao é o lugar mais procurado por quem deseja aprender a mergulhar na Tailândia. Também é possível alcançar Ko Tao de balsa, a partir de de Ko Samui ou de Chumphon.

Se você quiser visitar as duas costas, pode ser uma alternativa seguir a ordem do roteiro de 20 dias. Ou seja, começar por Bangkok, fazer o bate-volta até Ayutthaya, seguir para Chiang Mai e Chiang Rai (de trem ou avião), depois ir de avião até Phuket ou Krabi, pegar a balsa até Phi Phi, e de lá voltar para Phuket. De Phuket, é possível pegar um voo até Ko Samui, ou um combo de ônibus e balsas, cortando a Tailândia por terra e mar, chegando nas ilhas do Golfo da Tailândia.

Veja também: Como mergulhar na Tailândia

Outras opções de roteiros

Como dissemos no começo do texto, é claro que a Tailândia é muito mais do que os lugares que listamos aqui. E ainda tem o restante do sudeste asiático, convenientemente perto. Que tal aproveitar para conhecer também Malásia, Cingapura, Laos, Vietnã ou Camboja? Muita gente completa o roteiro com esses países, percorrendo as distâncias por terra ou de avião.

Outros aproveitam os voos para Hong Kong, outro grande destino asiático (e que também não exige visto de brasileiros). De lá, compram passagens de low costs, tipo a Air Asia, para Bangkok. E ainda há quem combine a Tailândia com Bali, na Indonésia. Enfim, há um sem número de opções. A questão é escolher qual é a sua favorita.


Compartilhe!







Quer nosso kit de Planejamento de Viagens?
Contém um Ebook, tabelas de orçamento,
roteiro e check-list (DE GRAÇA!)




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

70 comentários sobre o texto “4 roteiros de viagem na Tailândia prontos para usar

  1. Pessoal, preciso, por favor, de opinião sobre meu possível roteiro de viagem!
    Já defini os lugares que quero ir, mas tenho dúvida quanto à quantidade de dias em cada um.
    Pretendo fazer uma viagem otimizada – sem dias totalmente à toa, mas também sem correria (sei, pelos comentários, que vocês também priorizam uma viagem mais tranquila… rs).
    Esboço do que pretendo:

    1 – Chegada em Bangkok (por volta das 13h30)
    2 – Bangkok
    3 – Bangkok (Ayuthaia)
    4 – Bangkok – Hanoi (pela manhã)
    5 – Hanoi – Halong Bay
    6 – Halong Bay – Hanoi
    7 – Hanoi
    8 – Hanoi – Siem Reap (pela tarde; chega no início da noite)
    9 – Siem Reap
    10 – Siem Reap
    11 – Siem Reap
    12 – Siem Reap – Phi Phi (via Phuket, pela manhã)
    13 – Phi Phi
    14 – Phi Phi
    15 – Phi Phi
    16 – Phi Phi – Railay Beach
    17 – Railay Beach
    18 – Railay Beach
    19 – Railay Beach – Chiang Mai (pela manhã)
    20 – Chiang Mai (Elephant nature)
    21 – Chiang Mai (bate e volta para Chiang Rai)
    22 – Chiang Mai – Bangkok (pela noite)
    23 – Bangkok (dia inteiro, com retorno na madrugada do dia seguinte)

    A quantidade de dias em Siem Reap está OK? Tendo em vista que minha intenção é ir pra Angkor por apenas 02 dias, valem passar 03 dias inteiros lá? Há o que se fazer além Angkor?

    A mesma pergunta para Bangkok: fico 02 dias inteiros no início (descontei o dia da chegada, pelo cansaço) e um no final? É suficiente?

    E Hanoi e Chiang Mai? Está bom assim?

    Ou remanejo dias de algum lugar para outro para ficar mais redondo?

    Obrigado!
    Ps: desculpe por tantas perguntas… rs

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.