Como organizar um roteiro de viagem pela Albânia

Visitar a Albânia ficou nos meus planos por uns dois anos, até que finalmente tirei a ideia do papel e coloquei em prática. Não que tenha sido simples. Dentre todos os países que visitei na região dos Bálcãs, a Albânia foi o mais difícil de organizar a viagem previamente. Isso tem tudo a ver com a locomoção por lá, porque cidades turísticas, praias lindas, história interessante não faltam.

A impressão que a Albânia me deixou é a de um país muito bonito, com as pessoas mais simpáticas que conheci nos Bálcãs – todos sempre dispostos a ajudar ou oferecer um sorriso, sem pedir nada em troca -, seguro e certamente tranquilo para uma mulher sozinha. Ao mesmo tempo, também é um país onde a infraestrutura ainda é meio capenga, herança de vários anos isolados, vivendo uma ditadura comunista que não era alinhada com nenhuma das grandes potências na época.

ksamil praia riviera albanesa

Praia em Ksamil

O turismo vem crescendo cada vez mais por lá e imagino que em poucos anos veremos o país figurar listas de “must do”.

Vai para Albânia? Leia todos os posts:

O que fazer em Tirana, capital da Albânia

Berat, a cidade das mil janelas

Um guia de viagem por Ksamil e as praias da riviera albanesa

Visita às ruínas de Butrint, Patrimônio da Humanidade

O curiosos caso das vans na Albânia

Como é a comida na região dos Bálcãs

Meu roteiro de viagem pela Albânia em Agosto

Partindo de Ohrid, na Macedônia, segui para Tirana, passei um dia e uma noite e segui para Berat. Fiquei em Berat um dia e uma noite, e, na manhã seguinte, fui para Ksamil (passando por Sarande). Fiquei em Ksamil por quatro noites e aproveitei uma manhã para conhecer as ruínas de Butrint. No quinto dia, peguei o ônibus em Sarande de volta para Tirana, onde passei mais um dia e uma noite antes de seguir viagem para Budva, em Montenegro.

berat albania

Berat

No total, fiquei 7 dias na Albânia.

Onde foi que eu errei?

Como não tem informação certa na internet sobre os deslocamentos na Albânia, não sabia que existia a possibilidade de ir diretamente de Ohrid para Sarande/Ksamil (ou qualquer outra cidade da Riviera Albanesa, como Durres, Vlore, Sarande). Só descobri isso quando já estava em Ohrid e as reservas de hotéis em Tirana e Ksamil não tinham como ser alteradas.

Teria sido muito melhor ir direto para a praia de depois ir subindo por Berat até chegar em Tirana e ficar dois dias por lá.

viagem albania

Trânsito em Tirana e o símbolo do país

Outro erro, que na verdade foi uma decisão, foi não alugar um carro. É sim perfeitamente possível fazer a viagem como eu fiz usando ônibus e vans. Apesar da grande confusão com os transportes capengas e seus longos trajetos, não chega a ser um impeditivo. Porém, é bem complicado para conhecer as praias pequenas, e se aventurar nos parques nacionais, sem carro.

Dicas para se locomover pela Albânia

Se você for alugar um carro, pode fazer a reserva pela internet em uma das grandes locadoras. Nós temos um parceiro online que faz a cotação entre várias e apresenta o melhor preço e a possibilidade de pagar em reais e dividido. Saiba mais.

Eu fiz algumas pesquisas e vi que é possível encontrar carros para alugar por cerca de 30 reais por dia, mas é preciso reservar com antecedência, principalmente se for em agosto.

Se você não quiser alugar um carro, então ficam aqui algumas dicas de como tentar desvendar o transporte na Albânia:

tirana albania praça

Praça em Tirana

– Tenha em mente que muita informação não está na internet porque as vans que fazem os trajetos são informais. E, além disso, os serviços podem variar de acordo com a temporada. Fora do verão você terá mais dificuldade de achar um transporte entre Ohrid e Sarande, por exemplo.

– Pela internet, dá para buscar alguns trajetos, principalmente os internacionais. Algumas dicas de sites: BusTicket4me (permite comprar as passagens diretamente e é seguro); Balkan Viator (mostra vários trajetos de ônibus entre todos os países dos Balcãs, infelizmente, não mostra tantas possibilidades internas na Albânia); Rome2Rio (é um site famoso por mostrar trajetos, também não mostra todas as possibilidades, mas é sempre bom consultar).

– O guia físico da Lonely Planet Leste Europeu ou o próprio site do guia (em inglês) tem algumas informações sobre ônibus e rodoviárias.

O que visitar na Albânia

A Albânia tem muitos destinos além dos que já visitei. No guia que fiz sobre Ksamil, listei também todas as outras praias da costa do mar Jônico que você pode conhecer. Além disso, nessa região você também pode visitar as ruínas de Butrint e a reserva da nascente do Olho Azul.

A ida a Berat pode ser prolongada com uma visita a outra cidade que é patrimônio da UNESCO, Girokastra.

No norte do país, uma série de montanhas, cânions e lagos formam uma paisagem única. Cidades como Shkodra, Pogradec, Fierze e Valbone fazem parte desse roteiro. Você pode ver informações oficiais de como viajar para os Alpes Albaneses ou os Lagos Albaneses nesses links.

Viagem Albania Lagos Shutterstock

Lago Koman. Crédito: Shutterstock

Quanto custa viajar pela Albânia

A moeda na Albânia é o leke e a cotação (em novembro de 2017) fica em torno dos 134 leks = 1 euro. No total, gastei uma média de 38 euros por dia, numa viagem na altíssima temporada, isso incluindo todos os transportes, hospedagem, alimentação e passeios.

Quem vai fora da alta temporada consegue gastar menos do que isso, com certeza.

butrint albania basilica sec 6

Ruínas de Butrint

Eu gastei uma média de 13 euros por noite com hospedagem e 17 euros por dia com alimentação e entretenimento, incluindo cerveja e saídas.

Roteiro pelos Bálcãs incluindo a Albânia?

Como você já pode ter percebido, sou uma entusiasta por viagens pelos Bálcãs. É uma região pouco explorada da Europa, com muitos destinos incríveis e preços bem em conta.

ksamil praia riviera albanesa

Ilhotas de Ksamil

Temos posts de roteiro pela Grécia continental, Bulgária, Romênia, Macedônia e alguns posts sobre Montenegro, Bósnia Herzegovina, Sérvia, Croácia e Eslovênia. Para dicas do Kosovo, o único país que não visitamos, recomendo os textos da Camila, do Viaggiando.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Luiza Antunes

Sou jornalista, tenho 30 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite "morar no aeroporto". Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

5 comentários sobre o texto “Como organizar um roteiro de viagem pela Albânia

  1. Oi Luiza, td bem?
    Antes de mais nada gostaria de parabenizá-la pelo post e de agradecer por tantas dicas, considerando ainda que a Albânia é um destino que carece de informações na net.

    Estou programando conhecer a Albânia, juntamente com Macedônia em junho/18, entretanto a parte do roteiro que obviamente tem me preocupado mais consiste nos deslocamentos na Albânia e entre este país e a Macedônia.

    Devo iniciar meu roteiro chegando de avião em Tirada, de onde seguirei para Berat, Gjirokaster e talvez Sarande antes de ir para Ohrid e depois Skopje.

    Gostaria de saber se você conhece algum site onde eu pudesse pesquisar as opções de transporte, horários ou talvez até valores entre as cidades citadas acima.

    Você por acaso saberia me informar se em junho eu conseguiria arrumar trasporte entre Sarande e Ohrid ou alguma outra forma para conseguir chegar à Ohrid de uma das cidades albanesas?

    Desde então agradeço muito pela sua ajuda.

    Forte abraço

    Elke

  2. Olá Luiza!
    Estou super tentada em conhecer a Albânia, mas com receio porque iria sozinha. Acha seguro me aventurar pegando ônibus ou van sozinha? O tempo em outubro ainda permite curtir uma praia?

    Beijos

  3. Oi xará!

    Eu compartilho da sua paixão pelos Bálcãs! Já estive na Eslovênia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Sérvia, Macedônia, Bulgária e Romênia. A Albânia era um lugar que sinceramente não estava na minha lista de lugares para se visitar. Até eu ler o seu post! Gostei muito das informações e já coloquei o país na minha lista para a próxima vez que eu estiver na região.

    Escrevi um post sobre a minha viagem à Macedônia no meu recém criado blog. Em breve publicarei os posts sobre as minhas demais viagens. Passe por lá e me diga o que acha!

    Parabéns pelo excelente artigo! Um abraço,

    Luiza

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.