Documentos para viajar para Europa: o que levar

Documentos para viajar para Europa: o que levar

Viajantes brasileiros não precisam de visto para entrar na maioria dos países da Europa – pelo menos se a viagem for de turismo. Mas a dispensa de visto não significa que você terá entrada garantida no Velho Continente. Assim que desembarcar em solo europeu, você passará pelos agentes de imigração. Eles decidirão se você pode entrar ou não. Para não ter problemas, é bom anotar e providenciar com antecedência os documentos para viajar para Europa.

A União Europeia

Antes, é bom entender a diferença entre três conceitos: Europa, União Europeia e o Acordo de Schengen. Nem todo país da Europa faz parte da União Europeia. Por exemplo, a Suíça nunca assinou a entrada na UE. E a Inglaterra determinou, em votação popular, que sairá em breve da organização. Mas e daí? Bem, a questão é que todos os países da UE dispensam o visto de brasileiros a turismo, mas nem todos os países da Europa são da UE.

Além disso, alguns países que não fazem parte da organização, como Rússia, Noruega, Islândia e a própria Suíça, também não exigem visto de brasileiros. Em todo caso, a dica importante é: vai viajar para a Europa? Se você vai passar apenas por países da União Europeia, não precisará de visto. Se o país não for parte da organização, então é necessário verificar se há exigência de visto prévio ou não. A Moldávia é um dos poucos que exigem o visto.

Os países membros da União Européia são Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Romênia, Suécia e, claro, o Reino Unido, que está de saída.

praga república Tcheca igreja

Praga, República Checa

O Tratado de Schengen

Há também um acordo anterior, de 1985, chamado Tratado de Schengen. Esse tratado rege a circulação de pessoas nos países membros. A Suíça é novamente um exemplo: embora não faça parte da UE, é signatária do Tratado de Schengen. Isso significa que qualquer voo para lá partindo de outros países do tratado – França, Espanha e Itália, por exemplo, é considerado doméstico. Se você entrar na Europa em Madrid e de lá pegar um voo para a Suíça, esse segundo voo será doméstico e você passará pela imigração apenas na Espanha.

A situação é inversa com o Reino Unido, que até o momento não saiu da União Europeia, mas que nunca assinou o Tratado de Schengen. É por isso que você passará pela imigração caso vá de Paris para Londres, por exemplo. As regras de entrada na Irlanda e no Reino Unido são feitas por legislações nacionais, não pelas adotadas por tratados internacionais. Achou complicado? Leia o texto em que explico exatamente onde vai ser sua imigração na Europa.

Além da facilidade de circular pelos países do Tratado, a outra diferença é a obrigatoriedade de ter um seguro de viagem com cobertura de até 30 mil euros para viajar por essas nações. O seguro pode ser cobrado na hora da imigração. Neste texto aqui nós explicamos como achar o seguro com melhor custo/benefício, economizar e atender essa exigência.

Os países que assinaram o Tratado de Schengen são Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia,França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

castelo de buda budapeste hungria vista peste

Budapeste, Hungria

Passaporte válido

Você precisa ter um passaporte válido para viajar para quase todos os países do mundo. Não é diferente na Europa. Para o caso dos países do Tratado de Schengen, a regra é que seu passaporte precisa ter pelo menos três meses de validade após a data esperada para o fim da viagem. Vai voltar no começo de dezembro? Seu passaporte precisa valer até o começo de março. Mas lembre-se que nem todos os países da Europa assinaram esse tratado. Para os outros, em geral vale a regra de que seu passaporte precisa ter pelo menos seis meses de validade na hora do embarque. Portanto, quando seu passaporte estiver a seis meses de vencer, corra para fazer um novo.

Comprovantes de hospedagem ou carta-convite

Eles querem saber onde você vai ficar hospedado (e assim ter garantias de que você é um turista, não alguém tentando fazer a vida ilegalmente por lá). Por isso, reserve seus hotéis com antecedência, pela internet mesmo. Imprima e leve com você todos os comprovantes de reserva.

Vai ficar na casa de alguém? Sem problemas, mas nesse caso você precisa ter uma carta-convite, um documento em que seu anfitrião diz que vai te receber. Nós explicamos como fazer a carta-convite em outro texto. Importante: não descuide dessa regra. A carta-convite é frequentemente exigida na imigração de vários países.

Documentos para viajar para Europa

Amsterdam

Comprovantes financeiros e valor mínimo necessário

O valor mínimo varia de país para país, até porque o custo de vida muda muito também  – a Suíça é muito mais cara que Portugal, só para dar um exemplo. Mas, em geral, para entrar na Europa é preciso comprovar ter pelo menos 65 euros para gastar por dia de viagem (e por pessoa). E, mesmo que sua estadia seja curta, de três ou quatro dias, ainda assim você precisa comprovar que tem pelo menos 600 euros.

Note que você não precisa gastar isso de fato. E pode ser até que gaste muito mais. O importante é comprovar ter esse dinheiro, seja com saldo em conta bancária, cartão de crédito ou dinheiro em espécie. Converse com seu gerente sobre o assunto antes de viajar e peça comprovações específicas para esse caso. Aproveitando, não se esqueça de liberar o uso de seus cartões no exterior. Você pode fazer isso em qualquer caixa eletrônico – alguns bancos permitem que seja feito até pela internet.

Dica final, de algo que aprendi na prática: sempre leve uma boa quantidade de dinheiro em espécie. Não precisa ser tudo, até por questões de segurança, mas ter algum dinheiro com você, não apenas cartões, pode ser exigido na imigração, mesmo que essa regra não esteja escrita em lugar nenhum. Aconteceu comigo.

Se essa for sua primeira viagem ao exterior, não deixe de conhecer nosso livro digital com centenas de dicas práticas para organizar sua aventura. Detalhes aqui.

Passagens de ida e volta

Eles querem ter garantias de que você vai voltar para casa depois de gastar seus suados euros na Europa. Portanto, imprima todos os seus comprovantes de passagens e leve com você.

Seguro viagem Europa

Como expliquei acima, esse é um item obrigatório em muitos países. E não pode ser qualquer seguro: a cobertura tem que ser ampla, de até 30 mil euros. Várias seguradoras trabalham com produtos específicos para o Tratado de Schengen.

Veja também: Seguro viagem Europa: qual contratar?

Preciso ter o comprovante de vacina contra febre amarela?

Para a maior parte dos países a resposta é não. Veja nessa lista, da Organização Mundial de Saúde. Entretanto, se você pretende viajar com mais frequência, é uma boa ideia tomar essa vacina e pegar o Comprovante de Vacinação Internacional, fornecido pela Anvisa. Ele é válido por 10 anos.

Veja também: Como tirar o comprovante internacional de vacina contra febre amarela

Documentos para viajar para Europa: a hora da imigração

Separe todos os documentos numa pastinha e leve na bagagem de mão, pois você só terá contato com a bagagem despachada depois de passar pela imigração. Só retire os documentos da pasta se o oficial te pedir isso. O mais provável é que não te peçam nada.

Fique tranquilo e lembre-se que não há a menor intenção de barrar a entrada de turistas, afinal viajantes gastam dinheiro. A imigração está ali para controlar a entrada de gente que pretende viver ilegalmente na Europa ou que possa ser considerada perigosa.

E, muito importante, jamais minta. Nunca. Se você vai ficar num hotel, diga isso. Se vai ficar na casa de alguém, informe isso (e leve a carta-convite). A profissão de um funcionário da imigração é controlar a entrada de pessoas e descobrir quem não está falando a verdade. Mentir pode trazer problemas muitos maiores que uma simples negativa de entrada no continente.

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara.

34 comentários em Documentos para viajar para Europa: o que levar

  1. OI me tira uma duvida, vou para Europa em Agosto, porem gostaria de saber se o 600 euros tem que ser em dinheiro ou posso levar metade no dinheiro e a outra metade no cartao de credito?

  2. Rafael, bom dia. Parabéns pelo blog. Você realmente nasceu para escrever. Em uma lida entendi tudo perfeitamente. A sua didática é incrível. Parabéns de novo. Suas explicações realmente fazem a diferença para quem pretende viajar. Tudo de bom e que Deus te abençoe.

  3. Fala ae Rafael. Parabéns pelo blog e pelo post.

    Uma dúvida, caso eu queira entrar na Europa com cédulas do Euro com grande valor, tipo de 100,00 ou 200,00, para não precisar circular com um bolo grande de notas pequenas, tenho como trocar no Aeroporto mesmo?
    Por exemplo, caso eu viaje com 600,00 Euros seria melhor estar com 3 notas de 200,00 ou 6 notas de 100,00 do que com 60 notas de 10,00 Euros.

    • Complementando, em meu caso, particularmente, vou entrar pelo Aeroporto Schiphol na Amsterdam/Holanda e então depois vou passar pelos aeroportos de Bruxelas/Belgica, Atenas/Grecia, Roma/Italia, Barcelona/Espanha e Lisboa/Portugal.

      Abraço e Sucesso…
      .

  4. Parabéns pelo Blog. Tenho uma dúvida, mas nao lozalizei o post adequado para a postar. Socorro! Se puderem auxiliar agradeço. Estou indo para Lisboa no fim de mai/17 com a Azul e tenho 2 horas e 5 minutos entra a chegada do meu voo em Lisboa e a partida do outro vôo da Vueling para Barcelona (ambos no Terminal 1). Os bilhetes foram comprados separadamente (não é conexão). Pergunto: 2 horas e 5 minutos são suficientes para fazer a imigração em Lisboa e conseguir pegar este voo para BCN?

  5. Olá,
    Eu vou ficar 80 dias na Holanda como turista, com a carta-convite. Gostaria de saber se eles exigem mesmo os 65 euros por cada dia.
    Li em alguns lugares que na Holanda exigem no mínimo 35. Pode variar de país para país?
    Sabe onde posso encontrar a informação exata de valor exigido?

    Obrigada desde já

  6. Olá​, ficarei em Porto entre junho e julho/17 para a realização de um curso de 3 semanas, vocês sabem me dizer se preciso de algum tipo de visto? Obrigada!!

  7. ola eu pretendo ir como turista, mas se eu gostar , o que eu posso fazer para poder morar, quero uma vida nova outro país como portugal ? tenho amigos, e alguns parentes por la, isso ajudaria? ou não?! quero ir para lisboa, e depois porto visita-los . qual é o procedimento? e quanto vc acha que deverei levar uns 5 mil euros? até se acomodar?!

  8. Estou planejando uma viagem para a Europa pelo período de 30 dias e gostaria de saber a sua opinião sobre o meu roteiro.
    Chegando em Lisboa (4 dias), Londres (4 dias), Paris (4 dias), Berlim (4 dias), Roma (3 dias), Veneza (3 dias), Madri (3 dias) e Amsterdã (3 dias) voltando para o Brasil de Amsterdã.

    Você que o deslocamento entre os países da Europa seria melhor de trem ou avião?

    você pode me indicar um site para pesquisar o valor das passagens de trem e um site para pesquisar acomodação?

  9. Olá, Rafael!

    Viajarei para a França, Itália e Bélgica em julho. Acabei de tirar o passaporte; está novinho em folha! Gostaria de saber se, além dele, preciso apresentar também minha carteira de identidade. Acontece que já a tenho há mais de 10 anos e não sei se isso influenciará em algo.

    Obrigado!

  10. Pretendo ir para a europa em meados de agosto, pretendo fazer locação no airbnd, neste caso que não é hotel e nem casa de conhecidos, o que preciso levar? só o comprovante é suficiente?

  11. Rafael,
    Tenho HIV e vou passar 30 dias em Portugal, no final do ano, com a intenção de ir a Paris por 5 dias.
    Eles fazem esse controle? Pois já li em outros sites que tem países que barram a entrada de soropositivos.
    Como faço uso de medicação controlada, levo na bagagem despachada ou na de mão? Precisa levar meus laudos e receitas?

  12. Oi tenho uma dúvida e não consegui achar resposta em lugar algum;
    Sei que não é o post adequado mas enfim;

    Para viajar a Portugal…

    1- Se tenho o visto de estudante aprovado, mas quero viajar antes de começar o ano letivo, posso viajar como turista dentro dos 90 dias (anteriores ao ano letivo e já ficar lá quando começar a valer o visto de estudante)??

    2- Tendo o visto aprovado para estudante de mestrado q tem duração de 2 anos, mesmo as empresas aéreas não disponibilizem passagem com data de volta para 2 anos após ida, mesmo com o documentação provando visto de residência, sou obrigada a comprar passagem de ida e volta colocar uma data de volta simbólica e perder esse valor$$ gasto a toa ???

    Grata

  13. Vou viajar em outubro de 2017 e passarei pela Holanda. Lendo os seus comentários observei que a Holanda não consta como pertencente a Europa, UE e no tratado de Schengen.
    Pergunta: Como proceder para entrar na Holanda? Quais documentos me serão exigidos?
    Abraço, aguardo sua dica.

  14. Nas minhas duas viagens não me pediram nada, mas eu estava em ambas com minha pastinha de documentos de prontidão. Uma coisa que eu fiz e aconselho a fazer é fazer uma planilha no excel com as datas que vai estar, onde vai estar, onde ira estar hospedada, assim caso perguntem você pode mostrar a planilha e se o cara duvidar de alguma informação é só apresentar as reservas, em portugal mostrei minha planilha pro cara ver os países que iriamos passar ele não leu, mas assim que viu a lista ja deu ok 😀

    Sempre bom achar essas informações pela internet, fica fácil e nós vamos mais confiantes.

    • Boa dica, Jessica. Além de te organizar, isso mostra pro cara que você é turista! Não tem como ele duvidar de quem tem uma planilha! haha

      Abraço e obrigado pelo comentário.

  15. Olá! Gostei do blog!
    Muito útil e prazeroso!
    Tenho um pedido. Se puderem me respondam. Chegando em Lisboa e embarcando em seguida para a cidade de Porto, como seria as regras para a bagagem? Tenho até o peso de 32k por ser internacional. Posso seguir com a mala pesando p.ex. 25 ou 27k?Obrigada pela atenção.

    • Isso vai depender das regras da companhia aérea, Sandra. Empresas de baixo custo europeias, por exemplo, têm um limite bem menor. Você já comprou a passagem? Veja nas regras do seu voo.

      Abraço.

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: