Dica de apartamento em Paris, na Champs-Elysées

Dica de apartamento em Paris, na Champs-Elysées

Já contei aqui no blog como fazer para alugar um apartamento via Booking, seja no Brasil ou no exterior. Foi assim que eu e minha família (quatro adultas) encontramos esse apartamento em Paris, a um quarteirão da Champs-Elysées, para passar o Ano-Novo. Essa época é altíssima temporada na cidade, apesar do frio. Então, a reserva foi feita com muita antecedência, por volta de julho, e ainda assim foi difícil – como costuma ser em Paris – achar um lugar bom, relativamente barato e bem localizado.

Encontrar  o “Apartament Rue de Berri II” foi um alívio. O imóvel fica numa região onde os preços de hotéis podem chegar a 1000 euros a diária. Nós pagamos 148 euros a diária para 4 pessoas, ou 37 € por pessoa. Ou seja, valeu muito a pena para minha família, já que estávamos fazendo um estilo de viagem econômica/confortável.

Acrescente a isso o fato do apê estar a um quarteirão da Champs-Elysées, próximo ao metrô, do Arco do Triunfo, de supermercados e restaurantes. E também dava para caminhar tranquilamente para pontos turísticos como o Louvre e a Torre Eiffel.

Veja também: Saiba onde ficar em Paris – dicas de bairros e hotéis 

apartamento em paris 1

apartamento em paris 2

Fora a localização, é um apartamento pequeno, mas confortável e bem montado, com um quarto com cama de casal, sala com mais um sofá-cama/cama de casal, cozinha interligada com a sala e um banheiro.

A cozinha tinha tudo: micro-ondas, geladeira, fogão, cafeteira, lava-louças (ninguém merece ficar arrumando cozinha nas férias!), panelas, copos e talheres. Também tinha uma máquina de lavar roupa, ferro e tábua, o que é uma mão na roda para quem carrega pouca bagagem, como eu. Eles disponibilizam todas as toalhas e roupa de cama. A wi-fi funcionava bem.

apartamento em paris

apartamento em paris 6

Tinha sistema de aquecimento na casa toda, mas o da sala não estava funcionando direito. O chuveiro era bom, mas o ralo estava um pouco entupido. Como costuma acontecer na Europa, a água quente acaba após muito uso. Então, não era possível, por exemplo, nós quatro tomarmos banho de noite.

O grande defeito, na minha opinião, é a ausência de elevador (outra coisa que é comum na Europa, afinal os apartamentos são antigos). O apê fica no segundo andar, então é necessário subir e descer dois lances de escada circular, carregando as malas. Se for uma família com pessoas mais velhas, ou então carregando um carrinho de bebê, isso pode ser um problema gigante.

apartamento em paris 4

apartamento em paris 3

O método de pagamento era 30% no ato da reserva e 70% depois, quarenta dias antes da chegada. Nós tivemos um problema com o cartão de crédito no segundo pagamento e eles foram muito gentis e atenciosos para ajudar a resolver a situação.

O check in é só às 15h e é necessário buscar a chave no escritório da empresa, a Interhome. O escritório fica a uns 850 metros do apê. Também é preciso devolver a chave lá, no check out.

apartamento em paris

Enfim, comparando os pontos positivos e negativos, acho que esse apartamento é uma excelente opção para quem está viajando em grupo e não quer gastar uma fortuna para ficar bem localizado. Você pode conferir outras opiniões sobre o lugar no Booking.

*Crédito fotos: Divulgação Interhome

Sou jornalista, tenho 29 anos e moro no Porto, Portugal, quando não estou viajando. Eu já larguei meu emprego três vezes para viajar e finalmente encontrei uma profissão que me permite “morar no aeroporto”. Já tive casa em quatro países diferentes, dei a volta ao mundo e cumpri minha meta de visitar 30 países antes dos 30. Mas o mundo é muito maior e, se puder, quero conhecer cada canto dele e inspirar vocês a fazer o mesmo. Siga @afluiza no Instagram

Deixe um comentário

RBBV - Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem
ABBV - Associação Brasileira de Blogs de Viagem

Parceiros: