fbpx

5 roteiros de viagem pelas praias do nordeste, do mochilão ao conforto

Este texto é um guia completo para você organizar seu roteiro de viagem pelas praias do nordeste, seja um mochilão, uma road trip ou uma viagem sem pressa, com muito conforto, praias vazias e descanso.

Tudo que está escrito aqui foi testado na prática, ao longo de mais de uma dezena de viagens para a região mais ensolarada, simpática e dona dos melhores sotaques do Brasil. Bora planejar essa viagem pelo nordeste?

Quer promoção? Achamos alguns preços muito bons para o nordeste. Incluem passagem e hotel e têm saídas para o segundo semestre de 2021 e até para 2022

Melhores praias do nordeste brasileiro: como começar

Se você já vive no nordeste, então meio caminho está andado. Basta pegar a estrada e, em poucos quilômetros, encontrará alguns dos lugares incríveis que falaremos ao longo deste artigo. Por outro lado, se você é de outra região do país, aí será preciso voar. Mas isso não é sinônimo de complicação.

Para conhecer muitas das praias do nordeste numa mesma viagem, basta comprar uma passagem para uma capital, fazer deste local sua base e aproveitar o tempo para conhecer as regiões e praias ao redor.

 

Isso vale até para uma viagem de 10 dias pelo nordeste – você pode descer em Recife e de lá conhecer o litoral pernambucano, o alagoano e o paraibano, tudo isso percorrendo menos de 900 quilômetros.

E também dá para montar um roteiro de viagem mais, digamos, ambicioso pelas praias do nordeste. Começar sua aventura em Maceió, percorrer um corredor nordestino de praias espetaculares e pegar o voo de volta em Natal? Tem jeito.

Para te ajudar nisso, listei abaixo seis roteiros de viagem com foco nas praias do nordeste. Em todos eles a melhor saída é comprar uma passagem múltiplos destinos – ou seja, você compra o voo de ida para uma cidade e o de volta a partir de outra. Não deu para fazer isso? Sem problemas. Nesse caso, você ainda pode:

  • Alugar um carro numa cidade e devolver em outra. Há taxas extras em casos assim. Mas como as distâncias entre as capitais nordestinas não são tão grandes, essa estratégia pode compensar. Verifique isso antes de fechar seu roteiro.
  • Fazer um roteiro de ida e volta para o mesmo aeroporto, encaixando cidades no meio do caminho. Por exemplo, você começa a viagem de Recife. Do aeroporto já pega a estrada para o litoral sul pernambucano, segue até Alagoas e depois volta para Recife, onde passa uns dias. De lá segue para o litoral norte pernambucano e para a Paraíba, retornando de João Pessoa para Recife no dia do voo. Já organizei uma viagem exatamente assim. Funcionou. E em nenhum momento eu dirigi por mais de três horas seguidas.

Veja também:
Como comprar uma passagem múltiplos destinos

Praias do nordeste: maragogi

Devo alugar um carro para viajar pelas praias do nordeste?

É uma boa, sim. Com um carro você chega com mais facilidade em todos os cantos que escolher – incluindo as praias mais isoladas do nordeste.

Nas grandes cidades, como Recife, é só deixar o carro na garagem da pousada, enquanto em outras o veículo também ajuda. É o caso de Maceió e de João Pessoa, só para citar duas, que têm várias praias incríveis espalhadas pelos seus arredores. Além disso, com um carro alugado você não depende de horários de ônibus ou de transfers de empresas.

No geral as estradas do litoral nordestino são boas – minha reclamação fica só por conta do trecho entre Recife e Alagoas, que, pela importância que tem, deveria ser bem melhor. Mesmo assim não chega a assustar. Por fim, casais ou grupos de três a cinco pessoas vão notar que alugar um carro pode custar o mesmo preço – ou até menos – que fazer toda a viagem de ônibus.

Sua viagem pelo nordeste envolve um carro alugado? Reserve o veículo com muita antecedência. É que a pandemia de covid-19 fez com que as principais locadoras vendessem seus veículos. Hoje, muitas delas estão com frotas pequenas. E a gente não sabe quando isso vai voltar ao normal. Por isso, a regra é simples: reserve pelo menos um mês antes da sua viagem.

Caso você resolva alugar um veículo, veja o texto em que damos dicas para reservar o carro e garantir o melhor custo/benefício, olhando todas as locadoras disponíveis por um site que compara preços e outras condições.

Não tem mais carro disponível para as suas datas? Calma. Ainda dá pra resolver, mas você vai ter que buscar por pequenas locadoras de veículos, aquelas lojas locais e que muitas vezes não estão nos grandes comparadores. Faça uma busca detalhada no Google e você tem chances de encontrar algo, mesmo que seja mais caro do que gostaria.

Roteiro de viagem no nordeste do Brasil

Roteiro de 15 dias na Bahia: do Descobrimento à Costa do Sauípe

Nesse roteiro de viagem pela Bahia você vai passar por:

  • Porto Seguro
  • Santa Cruz Cabrália
  • Belmonte
  • Arraial d’Ajuda
  • Trancoso
  • Praia do Espelho
  • Caraíva
  • Ilhéus
  • Itacaré
  • Salvador
  • Praia do Forte
  • Morro de São Paulo

Como montar o roteiro de 15 dias na Bahia

Compre o voo de ida para Porto Seguro e o de volta para Salvador (ou o contrário) – pela distância envolvida, nesse caso é inviável devolver o carro em outra cidade, o que torna ainda mais importante comprar os trechos aéreos dessa forma.

Ao descer na terra onde Cabral desembarcou há 520 anos, comece a primeira etapa da viagem: conhecer a Costa do Descobrimento, que inclui Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Belmonte. E lembre-se que Porto Seguro tem distritos que valem a parada, como Arraial d’Ajuda, Trancoso e Caraíva, além da famosa Praia do Espelho.

Praias do nordeste: Quadrado, Trancoso, Bahia

Trancoso, Bahia

A região de Porto Seguro rende sete dias de viagem, mas é possível ficar menos tempo lá – com cinco já dá para ver muita coisa. A próxima parada é Itacaré, que está a 379 quilômetros de distância, pela BR-101, percurso que pode ser feito em pouco mais de cinco horas.

Não quer alugar um carro? Dá pra ir de transporte público. Eu mesmo já fui de ônibus, com a Viação Cidade do Sol, mas a Viação Rota também faz o trecho, que custa R$ 100 e leva cerca de oito horas.

Dica extra: se tiver tempo, não importa se sua viagem for de ônibus ou de carro, pode ser interessante parar uns dias em Ilhéus, antes de Itacaré. Cerca de 70 quilômetros separam Itacaré da cidade que serviu de cenário para Gabriela, Cravo e Canela.

Com pit stop em Ilhéus ou sem, só Itacaré já merece uns três ou quatro dias da sua viagem. De lá, siga para Bom Despacho (Viação Cidade do Sol – 5h10 / R$ 61), onde você pegará a Balsa para Salvador. A tarifa da ferry para Salvador custa R$ 5, (preço por passageiro sem veículo) ou de R$ 45 a R$ 66, dependendo do dia da semana (preço por carro).

Pronto! Você está na capital baiana. Aproveite para conhecer o Pelourinho, as praias de Salvador e dê uma esticadinha até a Praia do Forte e a Costa do Sauípe, que ficam a menos de 80 quilômetros ao norte da capital.

Se resolver continuar viagem para o norte, Salvador está a 326 quilômetros de Aracaju. Outra opção é dali pegar a ferry para Morro de São Paulo.

Quanto tempo? Entre 15 e 20 dias

Dicas de hotéis ao longo do roteiro

Não deixe de ler:
Guia completo de viagem para Porto Seguro e região
Guia de viagem de Itacaré
Guia de viagem de Salvador

Sergipe e Alagoas: roteiro de viagem de 10 dias

Você vai passar por:

  • Aracaju (Sergipe)
  • Piranhas (Alagoas)
  • Maceió (Alagoas)
  • Barra de São Miguel (Alagoas)
  • Penedo (Alagoas)
  • Barra dos Coqueiros (Sergipe)
  • Laranjeiras (Sergipe)
  • São Cristóvão (Sergipe)

Como montar o roteiro entre Sergipe e Alagoas

Que tal combinar Aracaju, Cânion do Xingó, Rio São Francisco, o litoral sul de Alagoas e cidades históricas sergipanas na mesma viagem?

As duas capitais estão separadas por apenas 278 quilômetros, ou seja, dá para ir e voltar de avião pela mesma cidade, pensando o roteiro de forma inteligente e circular.

Eu achei as estradas tranquilas – apenas tome cuidado com o grande número de animais na pista, no trecho entre Aracaju e o Xingó.

Depois de passar duas ou três noites em Aracaju, siga para Piranhas. Essa é uma das poucas paradas incluídas neste texto que fogem do litoral – a cidade está a 220 quilômetros de Aracaju, no sertão de Alagoas. Mas a viagem para longe do mar vai valer a pena, já que o local serve de base para conhecer a região do Cânion do Xingó, o quinto maior cânion navegável do planeta.

cânion do Xingó

Cânion do Xingó 

Por ali fica também o Vale dos Mestres, onde você encontrará cavernas, cachoeiras e pinturas rupestres, além, claro, do Rio São Francisco. Se você não estiver de carro, a Copertalse faz a viagem até Canindé do São Francisco – custa R$ 45 e conta com várias saídas diárias.

De lá é só pegar um táxi até Piranhas, que está a 20 quilômetros dali. Fique duas ou três noites. Piranhas é também uma ótima base para fazer a Rota do Cangaço – ali foi tirada a famosa foto das cabeças de Lampião e Maria Bonita, que foram executados nas redondezas.

De Piranhas é possível seguir para Maceió, trecho de 267 quilômetros. Depois de alguns dias na capital alagoana, volte para Aracaju percorrendo o litoral sul de Alagoas e o norte de Sergipe. Barra de São Miguel, Penedo, Laranjeiras, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros são algumas das paradas interessantes. A distância entre Maceió e Aracaju é de 280 quilômetros, mas com as paradas você nem vai sentir a viagem.

Quanto tempo? Pelo menos 10 dias

Dicas de hotéis ao longo do roteiro

Não deixe de ler:
Guia completo de Aracaju
Guia do Cânion de Xingó e de Piranhas

Roteiro de 12 dias pelas praias do nordeste: Alagoas e Pernambuco

Quais cidades e praias visitar?

Você vai passar por:

  • Maceió (Alagoas)
  • Barra de Santo Antônio (Alagoas)
  • São Miguel dos Milagres (Alagoas)
  • Maragogi (Alagoas)
  • Tamandaré (a famosa Praia dos Carneiros, em Pernambuco)
  • Porto de Galinhas (Pernambuco)
  • Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco)
  • Recife (Pernambuco)

Como montar o roteiro entre Alagoas e Pernambuco

Alagoas deve ter o litoral mais bonito do Brasil. Junte algumas das praias de azul-surreal do estado com as do sul pernambucano: você não vai ter do que reclamar.

Outra coisa boa é que Alagoas e Pernambuco combinam com facilidade. Apenas 261 quilômetros separam Maceió e Recife, percurso que pode ser feito em 4 horas de carro, pela BR 101. Mas, se eu fosse você, faria bem devargazinho, parando no monte de lugares legais que ficam no meio do caminho: Barra de Santo Antônio, São Miguel dos Milagres, Maragogi (com destaque para a Praia de Antunes!), Tamandaré (Praia dos Carneiros), Porto de Galinhas e Cabo de Santo Agostinho, entre outros.

Como na maioria dos outros casos, a melhor forma de fazer o roteiro é alugando um carro. Aqui dá pra alugar o carro em Recife e devolver em Maceió, já que em geral as taxas de devolução não assustam tanto.

Se preferir ir de ônibus, compre uma passagem de aérea múltiplos destinos, começando por Maceió e terminando a viagem no Recife (ou o contrário). Nesse caso, a Viação Real Alagoas faz a rota entre Maceió e Recife, com duas saídas diárias de Alagoas e duas de Pernambuco. A passagem entre as duas capitais custa cerca de R$ 80, dependendo do tipo do veículo. A duração também varia: entre 4h30 e 5h45.

Se já fiz todo esse trecho de carro alugado, também já peguei este ônibus para fazer o trecho entre Maceió e Maragogi. Foi tranquilo, mas o ônibus vira outra coisa assim que sai da rodoviária. O veículo para de cidade em cidade, alguns passageiros viajam em pé e não há qualquer aviso sobre a cidade em que você está.

A parada em Maragogi, por exemplo, foi na beira da estrada, não numa rodoviária, e precisei ir andando até o centro da vila. Não é nada complicado ou desconfortável, mas é preciso ficar esperto. É assim em vários dos ônibus que circulam pelas praias do nordeste.

Vai passar por Maragogi? Prefira ficar em praias mais vazias, em pousadinhas pé na areia. É mais barato e melhor que os grandes resorts.

Também já fiquei na praia central de Maragogi, no meio da vila. Garanto: investir um pouco mais numa pousada mais afastada vale a pena. Na minha última passagem, em 2020, fiquei na Praia de Antunes. É longe de bares e restaurantes, mas perto do paraíso.

Já na Praia dos Carneiros, em Pernambuco, o melhor é ficar também com o pé na areia, de preferência não muito longe da Capela de São Benedito.

No mais, programe essa viagem para quando as marés estiverem baixas. Só assim as tão famosas piscinas naturais da região ficam visíveis. Basta consultar a Tábua das Mares.

roteiro de viagem pelo nordeste

Praia dos Carneiros, Pernambuco

Quanto tempo? Pelo menos 12 dias. Se tiver tempo, fique mais

Dicas de hotéis ao longo do roteiro

Roteiro de viagem pelas praias do nordeste

Praia de Calhetas

Não deixe de ler:
Guia completo de viagem para Maragogi
Guia completo de viagem para Recife
Como organizar sua viagem pela Praia dos Carneiros

Mochilão pelo nordeste: Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte

Você vai passar por:

  • Recife (Pernambuco)
  • João Pessoa (Paraíba)
  • Pipa (Rio Grande do Norte)
  • Natal (Rio Grande do Norte)

Como montar o roteiro entre Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte

A distância entre Recife e João Pessoa é ridiculamente pequena: 119 quilômetros. E da capital da Paraíba para Natal, no Rio Grande do Norte, é outro pulinho – só 189 quilômetros.

Desça em Recife e fique três ou quatro dias. E, claro, não deixe de conhecer Olinda. No Recife Antigo, aproveite para conhecer o Museu Cais do Sertão, a Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda, o Paço do Frevo, o Marco Zero e o Instituto Ricardo Brennand.

Depois do tempo em Recife, siga para João Pessoa – se você estiver de carro fará o trecho em cerca de duas horas, numa estrada duplicada e em ótimo estado. De ônibus, a Autoviação Progresso e a Catedral Turismo fazem o transporte. As passagens custam entre R$ 33 e R$ 44 e a viagem leva três horas.

No litoral sul, quase chegando em João Pessoa, fica Tambaba, a famosa praia de nudismo, além de Tabatinga e Coqueirinho. Fique três dias em João Pessoa, conhecendo as praias e o centro histórico da cidade. De lá, siga para Natal, mas com uma parada estratégica em Pipa, já no Rio Grande do Norte. São 154 quilômetros – você pode seguir a RN-003 até alcançar a BR-101, em Goianinha. 

Fique duas noites em Pipa e então siga para Natal, onde você pode completar sua viagem com mais três dias, para aproveitar tudo que as dunas, praias e outras atrações da capital do Rio Grande do Norte têm a oferecer.

Praias do nordeste: pipa

Pipa  

Se você não estiver de carro, pode pegar um ônibus de João Pessoa até Goianinha, que está a 23 quilômetros de Pipa. A Viação Nordeste faz o trecho, que custa R$ 45 (na realidade, é o ônibus que segue para Natal, mas basta pedir para descer em Goianinha).

De lá, pegue uma das vans que saem atrás da igreja e siga para Pipa. As saídas são diárias, entre 5h e 0h30, a cada 10 minutos. Já o trajeto entre Pipa e Natal é feito pela Expresso Oceano. A passagem custa R$ 20. Uma alternativa é contratar um transfer de agência – na praia de Ponta Negra, em Natal, há várias opções, assim como no centrinho de Pipa.

Quanto tempo? De 10 a 12 dias

Dicas de hotéis ao longo do roteiro

Não deixe de ler:
Guia de viagem para João Pessoa
Guia de viagem para Pipa
Guia de viagem para Natal

Roteiro nordeste 20 dias: a Rota das Emoções

Você vai passar por:

  • Fortaleza (Ceará)
  • Jericoacoara (Ceará)
  • Delta do Parnaíba (Piauí)
  • Lençóis Maranhenses (Maranhão)
  • São Luís (Maranhão)

Como montar o roteiro por Maranhão, Piauí e Ceará

Três estados, duas capitais e dois lugares desejadíssimos do Brasil de uma só vez: este roteiro começa em Fortaleza, no Ceará, passa por Jericoacoara e segue para o Delta do Parnaíba, no Piauí.

Depois é hora de seguir viagem para o Maranhão, com passagem garantida pelos Lençóis Maranhenses. A linha de chegada está em São Luís, de onde você pegará o voo de volta depois de percorrer quase mil quilômetros.

Esse foi um dos roteiros que listamos num texto com sugestões em todo território brasileiro, mas vale a pena repetir o passo a passo aqui.

Praias do nordeste: Fortaleza

Fortaleza

Fique dois ou três dias em Fortaleza. A próxima parada é Jeri, onde você pode ficar quatro dias. Você pode ir de 4 x 4 (cerca de R$ 200) ou de ônibus + jardineira (em torno de R$ 95).

Veja uma lista de todas as empresas que oferecem o serviço de transfer de 4 x 4. Já a viagem de ônibus + pau de arara é feita pela Fretcar

Você também pode ir dirigindo, mas prepare-se para pegar um trecho de estrada de areia, principalmente na chegada em Jericoacoara, por isso esteja com o veículo apropriado. É por conta disso que o trecho final da viagem de ônibus é feito com uma baldeação em Jijoca, onde os passageiros trocam o ônibus pela jardineira.

jericoacoara, no ceara

Depois de quatro dias em Jeri, é hora de seguir para o Delta. A forma mais fácil é contratando um pacote de agência, mas o custo é alto e não compensa para o viajante individual: R$1.200 para quatro pessoas. O transfer vai até Barreirinhas, porta de entrada dos Lençóis Maranhenses, mas com direito a parar no Delta do Parnaíba, no Piauí.

Quer ir por conta própria? Vá até Camocim, numa viagem que dura cerca de 2h e tem saídas diárias, em veículos 4 x 4, a partir de Jeri. De lá, pegue um ônibus até o Delta. A empresa Expresso Guanabara faz o trajeto. Segundo o Lonely Planet, essa opção custa cerca de R$ 90 ao todo.

Depois de dois dias no Delta, é hora de seguir para Barreirinhas. Se você não estiver indo com uma agência, terá que seguir primeiro para Paulino Neves, viagem que dura 3h30 e é feita pela Viação Coimbra. De lá, pegue um 4 x 4 para Barreirinhas, numa viagem de 2h30. Cada trecho sai por cerca de R$ 50.

Roteiros pelas praias do nordeste: Lençóis maranhenses na rota das emoções

Lençóis Maranhenses

Depois de uns quatro ou cinco dias nos Lençóis Maranhenses, é hora de seguir para a última parada do roteiro, São Luís, capital do Maranhão. A CN Turismo faz o trecho de van e te deixa no seu hotel em São Luís, tudo por R$ 80.  A Viação Cisne Branco, uma empresa de ônibus, tem quatro saídas diárias. A passagem custa R$ 45.

Quanto tempo? De 15 a 20 dias

Dicas de hotéis ao longo do roteiro

Não deixe de ler:
Guia de viagem de Fortaleza
Guia de viagem de Jericoacoara
Guia de viagem dos Lençóis Maranhenses
Guia de viagem de São Luís

Mochilão pelas praias do nordeste: junte os roteiro em um só

Aposto que você já percebeu que muitos desses roteiros pelas praias do nordeste podem ser misturados, formando viagens ainda maiores. Por exemplo, o roteiro da Bahia está pronto para ser misturado com o de Sergipe e Alagoas, que combina com Pernambuco. E para chegar na Paraíba e no Rio Grande do Norte é um pulo.

A distância entre Natal e Fortaleza é a maior, são 524 quilômetros, mas nada que uma viagem de carro com paradas estratégicas não resolva. Ou, claro, uma viagem noturna de ônibus. A Viação Nordeste também faz o trecho, com saídas diárias e passagens entre R$ 70 e R$ 90.

Chegou em Fortaleza? Basta encaixar o roteiro seguinte, seguir para Jeri, e logo você estará em São Luís. Esse supermochilão pelo nordeste brasileiro requer tempo, eu diria que dois meses para fazer tudo com calma ou 45 dias no modo apressado.

Gostou? Então faça as malas. Já fez algum desses roteiros pelas praias do nordeste? Deixe suas dicas nos comentários.

Quando viajar para o nordeste? Qual a melhor época?

O nordeste é enorme. Por isso, é claro que as condições climáticas variam de uma parte pra outra. Em todo o caso, o período que começa em setembro e vai até dezembro é uma é ótima época para ir ao nordeste, já que a estação das chuvas já passou e as praias ainda não estão tão cheias.

E janeiro e fevereiro? Também dá! Mas aí já é alta temporada. Espere encontrar mais gente. E preços mais altos.

Por fim, se você vai para um ou dois estados específicos, não deixe de fazer a busca para esses destinos. A melhor época para conhecer a Bahia pode ser totalmente diferente daquela indicada para ir ao Maranhão.


Compartilhe!







KIT DE PLANEJAMENTO DE VIAGENS
Receba nossas novidades por email
e baixe gratuitamente o kit




Rafael

Siga minhas viagens também no perfil @rafael7camara no Instagram - Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014, voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura.

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

76 comentários sobre o texto “5 roteiros de viagem pelas praias do nordeste, do mochilão ao conforto

  1. Oi Rafael, sou noiva e estamos definindo a data do casamento para os meses de maio ou junho. Inicialmente cogitamos a lua de mel no Chile, mas como sou aventureira estou querendo fazer um mochilao no litoral do nordeste. Moro em teresina pi, gostaria de fazer uma viagem de 20 dias desde o Ceará até a Bahia. Vc acha que é viável ? Quais praias recomenda

    1. Acho sim, Karla! Talvez, com esse tempo, seja o caso de reduzir um pouco o tamanho do roteiro, mas dá pra fazer muita coisa.

      Escolher as praias depende basicamente de você. Jericoacoara, Fortaleza, São Miguel do Gostoso, Natal, Pipa, João Pessoa, Recife, Porto de Galinhas, Praia dos Carneiros, Maragogi: pense em começar por aí.

      Abraço e boa viagem.

  2. Boa noite!
    Tenho um casamento em São Miguel dos milagres em junho 2020
    Vou sair de bh e estou pensando chegar em Maceió, São Miguel dos milagres, Maragogi, Porto de galinhas, Recife, João Pessoa, Natal , Fernando de Noronha, Natal e voltar para bh!
    Gostaria de dicas
    Vou tirar 1 mês de férias
    Desde já obrigado

  3. Olá
    Precisamos da sua ajuda
    Estamos em dúvida entre ir por Recife segue roteiro até Maceió
    Ou ir por Salvador Morro de SP, Boipeba e Marau talvez Itacaré voltando por Ilhéus
    Ou Fernando de Noronha e Porto de Galinhas
    Por favor nos ajude
    Viagem em janeiro
    Obrigada por todas as dicas

  4. Boa noite, Rafael!

    Decidi tirar férias em janeiro e ir ao nordeste. O problema é decidir onde ir haha
    Meu perfil de viagem é mais pra parte “beber e comer”. Gostaria de um lugar com boa estrutura de bares, quiosques e restaurantes, aliado a uma boa vida noturna, num ambiente de praia (ficar de chinelo e bermuda o dia todo).

    O que você me recomenda? Se acaso quiser falar de outro destino fora o nordeste.
    Ps: viagem de 7 dias.
    Sua indicação será praticamente definitiva pra mim hahaha

    1. Oi, Juliano. Mil desculpas, eu estava de férias! Só estou colocando os comentários em ordem agora. Aposto que você já se decidiu. 🙂 Mas, emfim, nesses termos tem Pipa, no Rio Grande do Norte, Jericoacoara, no Ceará, Arraial d’Ajuda e Trancoso, na Bahia. Entre muitos outros, claro!

  5. Ola Rafael. Tudo bem? Estou planejando com uns amigos ir para Fortaleza e descer de carro até Sergipe e se tiver tempo, fazer Bahia tbm. Acha que 20 dias conseguimos aproveitar bastante e conhecer as principais praias da rota? Estávamos pensando em passar uns 2 dias em Noronha também, mas vai depender do tempo.

    1. Oi, Douglas. Honestamente, acho que dois dias em Noronha é um desperdício. Se vai bancar os altos custos, fica entre 5 e 7 de uma vez.

      Já para descer de Fortaleza a Sergipe, sim, dá tempo para fazer muita coisa, embora obviamente não tudo. Mas é uma viagem e tanto.

  6. Olá Rafael, adorei as suas dicas! Tem uns lugares que não tinha nem pensado em incluir no meu roteiro e agora estou vendo a possibilidade.
    Queria saber se é possível eu fazer esses lugares durante 30 dias em dezembro, vc acha que é possível?

    -Pernambuco – Recife, Olinda
    -Paraíba – João Pessoa
    -Rio Grande do Norte – Pipa, Natal
    -Ceará – Fortaleza, Canoa Quebrada, Jericoaquara

    -Piauí – (Barras, Teresina – casa de família) – pensei em ir no meio da viagem no caso perto do Natal.
    Delta do Parnaíba

    -Bahia – Salvador, Caraíva
    -Alagoas – Maceió, Maragogi

    1. Oi, Vivian. Acho que ficaria um pouco apertado, são muitos lugares e grandes distâncias.

      Eu reduziria um pouco ou aumentaria o tempo de viagem. Mas que dá, dá.

  7. Gostei muito das suas dicas.
    Oi, Rafael. Boa tarde!
    Queria muito fazer um mochilão assim que terminar o curso da faculdade, mas estou muito em dúvida, pois queria conhecer estes 4 lugares; João Pessoa, Natal, Fortaleza e Lençóis Maranhenses, mas caso um desses ficasse muito longe da rota poderia descarta um deles. Você poderia mim dar dicas de como fazer o meu mochilão e ele ficar legal? Esse mochilão seria eu e mais uma amiga do curso que também quer conhecer lugares maravilhosos no nordeste mesmo.

    1. Oi, Joyccer. João Pessoa e Natal estão bem perto uma da outra; de Natal pra Fortaleza é simples também. Mais complicado é só Fortaleza – Lençóis. É um longo trecho por terra, a logística não é simples.

      E, francamente, você perderia lugares maravilhosos no meio do caminho se só fosse nesses quatro locais: entre Fortaleza e Lençóis há todo o litoral do Ceará, incluindo Jericoacoara, e há o Delta do Parnaíba, no Piauí. Enfim, dá pra fazer, mas eu incluiria esses locais também.

      Abraço!

  8. Oi Rafael, eu meu marido prendendo-nos seguir de salvador a Porto de galinhas talvez João Pessoa ( se houver tempo) nos indique um roteiro com melhores opções de paradas? Essa viagem deve durar uns quinze dias.

    1. boa tarde Rafael estou com quase tudo pronto para sair de mato grosso do sul, até ilhéus ai começar um roteiro subindo ate fortaleza, parada na praia da baleia, onde talvez vou comprar um terreno, por isso antes quero conhecer outros lugares para ter certeza do que eu quero, faz um roteiro bem legal que vou fazer só de ônibus, sem pressa de chegar, tipo machileira,rsrsr

      1. Oi, Joana. Que legal!

        Boa sorte, mas infelizmente todas as sugestões de roteiro que eu tinha já estão no texto. Não dá para adaptar um deles para você?

        Abraço.

    2. Oi, Andressa. Eu acho que algum dos roteiros que estão no texto serve para vocês, não?

      Infelizmente gastei todo meu conhecimento nas sugestões que já estão escritas. 🙂 Não coloquei outras porque não sei mesmo, esses são os lugares onde já estive e posso dar a dica.

      Abração.

Carregar mais comentários
2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.