12 roteiros de viagem pela Itália

Nunca vou me esquecer do pôr do sol que vi em Florença. A visita ao Coliseu de Roma ficou guardada eternamente na minha memória, as comidas de Bolonha causam até hoje saudades em meu estômago e os canais de Veneza foram surpreendentes. Mas, apesar disso, foi em Florença que eu constatei o óbvio: que país fantástico é a Itália.

Como a Europa está cheia de destinos igualmente lindos, é normal que a Itália entre no roteiro apenas como uma rápida parada de poucos dias, durante uma viagem corrida pelo Velho Continente. No entanto, a verdade é que a Itália vale uma viagem completa por si só. E você ainda vai sair de lá com vontade de voltar.

Neste texto, separei sugestões de roteiros de viagem pela Itália. Há idéias para quem tem 7, 10, 15, 20 e até 30 dias no país. Antes de falarmos sobre isso, que tal conhecer um pouco do mapa italiano?

Vai viajar? Importante: O Seguro de Viagem é obrigatório na Europa, além de ser importante em qualquer viagem. Veja como conseguir o seguro com desconto para nossos leitores e o melhor custo/benefício

Visita ao Coliseu de Roma

Vista interna do Coliseu, em Roma

Mapa da Itália: conhecendo o país

Com formato de uma bota, a Itália fica no centro-sul da Europa. É banhada pelo Mar Mediterrâneo e faz fronteira com França, Suíça, Áustria e Eslovênia, ao norte. No sul, a bota se encontra com duas grandes ilhas, também parte da Itália: Sicília, a ilha que  aparenta ser chutada pela bota, e Sardenha, a ilha logo adiante.

Mapa da Itália

A Itália é quase do tamanho dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro juntos, mas repare que é bem extensa. Portanto, visitar os principais destinos turísticos do país pode envolver grandes deslocamentos. Veneza está no norte, quase na fronteira com a Eslovênia. Milão também fica no norte, mas mais perto da Suíça. Florença está um pouco mais abaixo, enquanto Roma fica praticamente no meio da bota. Nápoles e Pompeia estão ao sul de Roma.

Portanto, algumas dicas importantes:

Escolha cidades para serem suas bases em cada região. Fique vários dias em cada uma delas. A partir delas você pode fazer viagens curtas, as chamadas bate-volta, quando você vai e volta no mesmo dia para destinos interessantes ao redor.

Roma, Florença, Bolonha, Milão e Veneza são cidades interessantes para fixar uma base por alguns dias. E isso para citar apenas as mais, digamos, clássicas, ao norte de Roma. Há muito o que fazer em cada uma delas. E ao redor delas.

Pode valer a pena saber o nome das cidades em italiano, para não se confundir. Milão é Milano, Florença é Firenze, Nápoles é Napoli (e por aí vai). No mapa acima os nomes estão em italiano. De propósito. 🙂

Gaste um tempo para analisar o mapa do país e saiba onde estão essas cidades. Assim você monta um roteiro lógico e sequencial.

Por falar nisso, a forma mais comum de se deslocar pelo país é de trem. Por isso, não deixe de ler nosso texto com dicas para viajar de trem pela Europa. Mas se você quiser pesquisar qual a melhor forma de viajar (ônibus ou trem e avião), dá uma olhada nesse post com dicas de como pesquisar qual forma de transporte mais barata na Europa.

Algumas cidades têm mais de uma estação de trem. É importante saber de qual delas o seu trem partirá, para não ir ao lugar errado ou descer na estação errada. Também importante: não se esqueça de validar seu ticket antes de entrar no trem. Para fazer isso, você tem que procurar as máquinas de validação, que ficam nas estações. Não validar é sinônimo de multa. E pode ser alta.

Por outro lado, muita gente sonha em viajar pela Itália de carro – já imaginou fazer uma road trip pela Toscana? Se esse for o seu caso – e você estiver com receio de alugar um veículo no exterior, nesse texto aqui damos todas as dicas para você reservar o carro com segurança e garantir o melhor valor.

Outra informação importante é que quase todos os roteiros abaixo foram pensados para começar a partir das duas cidades que mais recebem voos internacionais – Roma e Milão.

Roteiro Itália 7 dias

Estou para te falar que sete dias de viagem – e sem contar o dia que você chega ao país e o que você vai embora, que se perdem por causa dos deslocamentos – é o ideal para visitar apenas Roma. Mas, como sei que nem todo mundo é adepto do slow travel, ou a forma preguiçosa de viajar, tenho sugestões para quem deseja combinar Roma com outra cidade em uma semana.

Primeira opção. Fique cinco dias em Roma e depois pegue um trem para Nápoles. Os trens rápidos fazem o trecho em pouco mais de uma hora. Comprando com antecedência, é possível achar tickets por até 9 euros (trens mais lentos, que fazem o percurso em duas horas) ou 19 euros (trens mais rápidos).

O preço vai aumentar bastante se você deixar para a última hora, portanto é preciso se planejar. Compre as passagens três ou quatro meses antes da viagem. Passe duas noites em Nápoles, aproveitando para conhecer as ruínas de Pompeia, a cidade que foi destruída pelo Vesúvio.

Veja também: O que fazer em Nápoles
Visita às ruínas de Pompeia e arredores

O que fazer em Nápoles Itália

Vista de Nápoles

Segunda opção. Passe quatro noites em Roma, com tempo para conhecer o Coliseu, as ruínas do Império, as obras renascentistas e o Vaticano. Depois, pegue um trem para Florença, na Toscana (a partir de 20 euros e com a viagem demorando entre 1h30 e 2h45, dependendo do trem).

Passe três noites em Florença. Além das belezas da cidade, se sobrar tempo você pode conhecer a Torre inclinada de Pisa. Também dá para ir até lá de trem, numa viagem rápida de menos de 1h. Como a cidade de Pisa também fica na Toscana, não é preciso comprar esse ticket com antecedência – basta comprá-lo na estação de trem de Florença. Em geral, isso vale para todas as viagens que você fará no esquema bate-volta, quando as duas cidades são na mesma região e as passagens são frequentes e quase sempre baratas.

Veja também: O que fazer em Florença
Visita à torre inclinada de Pisa
Toscana – guia completo para montar sua viagem

Países que não exigem visto de brasileiros

Florença

Terceira opção. Essa é para quem comprou passagens aéreas para Milão, no norte do país. Fique três noites na cidade. Se achar que tem tempo suficiente, faça um bate-volta até Como, cidade a cerca de uma hora de trem de Milão. Não é necessário comprar esse ticket com antecedência.

De Milão, pegue um trem para Veneza. As viagens duram entre 2h e 4h, dependendo do trem, e custam a partir de 19 euros, se compradas antes da viagem. Fique quatro noites por lá. Nesse caso, a opção de bate-volta tradicional é para Verona. Mas eu garanto que só Veneza já rende quatro dias de viagem tranquilamente, tantas são as belezas que você encontrará por lá.

Veja também: Como, bate-volta a partir de Milão

o-que-fazer-milao

Milão, Itália

Quarta opção. Também chegando por Milão, mas dessa vez o segundo destino é Florença. As viagens custam a partir de 9 euros e duram entre 1h30 e 3h30, dependendo do trem e do seu planejamento. Reserve três noites na cidade da Toscana, tempo suficiente não apenas para fazer o bate-volta até Pisa, mas talvez até mesmo para conhecer outros lugares interessantes dessa parte da Itália, como a cidade murada de Lucca, Volterra ou San Giminiano.

panorama volterra

Volterra

Roteiro Itália 10 dias

Quanto mais tempo, melhor. E se 10 dias ainda não é o ideal para conhecer a Itália, certamente já permite um roteiro mais elaborado, com três bases.

Opção 1. Comece por Roma. Fique quatro noites da antiga capital do Império e depois vá para Nápoles, conforme já explicado acima. Passe uma ou duas noites por lá, ao seu critério, com tempo para conhecer as ruínas de Pompeia. A partir daí, você segue para Florença (entre 2h50 e 5h de viagem, com passagens a partir de 9 euros se compradas antes), onde passará o resto do seu tempo conhecendo as atrações da Toscana.

Opção 2. Comece por Milão. Depois de três dias na capital da moda da Itália e de conhecer os Lagos da Lombardia, siga para Veneza (três) e Florença (três dias), conforme explicado nos roteiros de sete dias.

Opção 3. Comece também por Milão, mas vamos deixar Veneza de lado? De Milão, siga para Bolonha, que será sua sede por três dias. A viagem dura entre 1h e 3h, dependendo do trem, e pode ser comprada por a partir de 9 euros. Além de conhecer uma cidade com uma baita culinária, essa é sua oportunidade de pisar em lugares como Ravena (a cidade onde o Império Romano acabou e a Idade Média começou), Rimini (um balneário italiano), San Marino (um país minúsculo cercado pela Itália por todos os lados e que fica perto de Rimini) e também cidades como Modena e Parma.

san marino vista

Eu sei, não dá para fazer tudo isso, então escolha conforme suas preferências. Todos os deslocamentos a partir de Bolonha são de trem, demoram no máximo uma hora e não é preciso comprar a passagem com antecedência.

De Bolonha, siga de trem para Florença, onde você passará o restante de seus dias na Itália. A viagem é rápida, mas essa deve ser comprada com antecedência, já que são dois estados diferentes. Dura entre 35 minutos e 1h, dependendo do trem, e custa a partir de 9 euros.

Roteiro Itália 15 dias

Com 15 dias fica interessante unir as duas pontas da viagem: você compra uma passagem multidestinos, começando por Roma e voltando por Milão (ou contrário).

Opção 1. Fique quatro noites em Roma. Em seguida, pegue o trem para Florença e fique quatro noites por lá, conforme explicado nos outros roteiros. Depois de conhecer tudo que te interessa na Toscana (incluindo aqueles tradicionais bate-volta a partir de Florença), siga para Bolonha. Fique três ou quatro noites na cidade e siga para Milão, onde você completa sua viagem pela Itália. Baita mochilão, não?

Opção 2. Envolve variar as alternativas dos itens anteriores. Você pode, por exemplo, tirar Bolonha do roteiro, mas incluir alguns dias a mais em Nápoles, logo depois de Roma, só então seguindo para Florença. Outra alternativa é tirar Bolonha ou Milão do roteiro, mas incluir Veneza.

Como viajar ao exterior

Roteiro Itália 20 dias

Eu acho que nesse ponto do texto você já pegou a lógica, né? Então vou evitar a repetição desnecessária. Com vinte dias você pode montar um roteirão imenso, começando por Roma (cinco dias) e terminando em Milão (três dias), mas que também pode incluir Florença, Bolonha e Veneza como bases, com quatro dias inteiros para cada uma delas. Para variar um pouco, a outra opção é focada no sul.

Comece por Roma. Já que você tem tempo, não tenha presa: fique cinco noites por lá. De Roma siga para Nápoles, onde você pode passar duas noites. E depois? Simples: Siga para a Costa Amalfitana, que fica logo abaixo, no litoral da Campânia, a região italiana cuja capital é Nápoles.

positano costa amalfitana itália

Positano, na Costa Amalfitana

O marketing turístico trata a  Costa Amalfitana como a região mais romântica (e uma das mais bonitas) da Itália. Outra parada interessante é Capri, ilha que está a meia hora de barco de Sorrento, entrada da Costa Amalfitana. Gaste pelo menos mais uns cinco dias nessa etapa da viagem. Temos um texto completíssimo com dicas de como se locomover nessa região, e também onde ficar e quais cidades visitar. 

Nos oito dias restantes, continue rumo ao sul. A equipe do 360meridianos já esteve na incrível Matera, cidade das cavernas, que é a capital da cultura europeia de 2019. E também exploramos cidades na região de Puglia: Alberobello e Bari entraram no nosso roteiro.

matera italia sassi panorama praça

Matera, no Sul da Itália

O blog Turista Profissional tem um roteiro de 10 dias pelo sul da Itália, incluindo a Sicília, aquela ilha que é chutada no mapa. E, o melhor, o roteiro deles é de carro, uma ótima oportunidade para quem sonha em fazer uma road trip pelo país.

Roteiro Itália 30 dias

Com 30 dias, meu amigo, dá para fazer a Itália de norte a sul. Se você começar por Veneza, por exemplo, pode ficar lá por quatros noites; seguir de trem para Milão (três noites); de lá pegar um novo trem para Bolonha (três noites); seguir para Florença (três noites); fazer o caminho até Roma (cinco noites) seguir para Nápoles, Costa Amalfitana e Capri, conforme o roteiro acima (cinco ou seis noites) e depois gastar as seis noites seguintes na Sicília.

Aproveitando a deixa, não há muito conteúdo na internet sobre essa parte da Itália. Enquanto o 360 não arruma um tempinho para ir atá lá, siga as dicas da Patrícia, brasileira que vive na Sicília desde 2007 e escreve o blog Descobrindo a Sicília.

roteiros de viagem pela itália

Sicília (Foto: gnuckx, Wikimedia Commons)

O ideal, nesse caso, é comprar uma passagem multidestinos. Chegar por Veneza e ir embora por Palermo, capital da Sicília, parece ser a melhor saída. Se a passagem estiver muito cara, uma alternativa é procurar por um meio-termo (ida por Milão e volta por Nápoles, ou mesmo por Roma, por exemplo), mas lembra-se que será necessário reservar tempo para a viagem de volta ou gastar uma grana a mais numa passagem avulsa, até a cidade de onde seu voo de retorno partirá.


Compartilhe!



Com o 360meridianos, você encontra as melhores opções para planejar a sua viagem. Confie em quem já tem prática no assunto!

 

Reserve seu hotel com o melhor preço e alto conforto

 


Veja as melhores opções para seguros de viagem

 


Transfira dinheiro para o Brasil e exterior com menos taxas

 


Alugue veículos com praticidade e comodidade

 




Quer 70 páginas de dicas (DE GRAÇA!)
para planejar sua primeira viagem?




Rafael

Quando criança, eu queria ser jornalista. Alcancei o objetivo, mas uma viagem de volta ao mundo me transformou em blogueiro. Já morei na Índia, na Argentina e em São Paulo. Em 2014 voltei para Belo Horizonte, onde estou perto da minha família, do meu cachorro e dos jogos do América. E a uma passagem de avião de qualquer aventura. Siga minhas viagens também no instagram, no perfil @rafael7camara no Instagram

  • 360 nas redes
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

270 comentários sobre o texto “12 roteiros de viagem pela Itália

  1. Excelentes dicas de viagens para a bela Itália.
    Aliás, como sempre, as matérias do 360 são informativas e formativas; muito agradáveis e úteis para quem gosta de viajar desde quando começa a planejar!
    Parabéns.

  2. Oi Rafael,
    Primeiramente, parabéns pelas dicas e pelas descrições precisas sobre esses lugares maravilhosos da Itália.
    Uma informação importante, principalmente para as pessoas que estarão indo pela primeira vez para lá, é sobre a questão da necessidade de validação dos tickets dos trens.
    Se você compra os bilhetes nas estações, realmente tem que validar antes de embarcar, senão vai ter problemas com a fiscalização durante a viagem.
    Porém, se comprar os bilhetes antecipadamente (não importa quanto tempo antes) pela internet e os imprimir ou baixar no celular, não há necessidade de validação, pois nesse caso só conseguirá imprimir após o pagamento da viagem.
    Aliás, esse é o principal motivo da necessidade da validação…evitar fraudes ou bilhetes falsificados.
    Fica aí minha sugestão para a divulgação.
    Grande abraço e mais uma vez, parabéns!
    Francisco Buzzerio

  3. Gostaria de saber se dá certo um roteiro chegando de avião em Nápoles e subir a Itália de carro (passando por Capri, Pompéia, Roma, Siena, Florença, Veneza) até chegar em Milão para poder voltar ao Brasil?

    1. Uai, Samir, em tese dá. Você só precisa ter tempo disponível. Outro problema é ver se a taxa para devolver o carro em outra cidade não inviabiliza o roteiro. Isso depende das regras da locadora – aqui no Brasil seria tão caro que não compensaria e o melhor seria fazer um roteiro circular, começando e terminado pela mesma cidade.

      1. Rafael, mais uma dúvida.
        Em relação a esse roteiro descrito acima, vc acha que é factível fazê-lo todo de carro? Como ir de carro a Ilha de Capri e Veneza?

        1. Se você tiver tempo é sim, Samir. As duas coisas que podem ser complicadas são a devolução do carro, se o veículo for alugado, em outra parte do país, o que pode gerar taxas altas. E, claro, a travessia para ilhas, tipo entre Capri e Sorrento. Tem uma balsa, pelo que pesquisei: https://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187783-i438-k1062318-Ferry_to_Capri_with_Car-Capri_Island_of_Capri_Province_of_Naples_Campania.html

          Mas o carro não parece ser muito útil em Capri, não. Também não é em Veneza.

  4. Opa Rafael.
    Gostaria de tirar uma dúvida contigo.
    Estou planejando um roteiro pela Europa e isso inclui a Itália. Pretendo fazer um tour por Milão, Veneza e Pisa (1 dia em cada uma até chegar a Roma).Mas minha dúvida é: Como vou fazer esse tour de ônibus, eu queria saber se tem porta bagagens nas rodoviárias italianas.
    Aguardo sua reposta.
    Obrigado

  5. Boa noite Rafael!

    Se puder me ajudar ficaria grato!
    Chego em Lisboa dia 01/04/18 e programei a Itália de 02/04 a 13/04. Gostaria de saber se vc tem roteiro que eu possa ler para ter ideia de onde ir. Á princípio pensei em desembarcar em Roma e retornar para Lisboa por Veneza, o que vc acha? Já tem algum post sobre esse roteiro?
    Muito obrigado e abraço.

    1. Oi, Andrei. O texto com roteiros que tenho é esse aqui mesmo. Não escrevi nenhum específico assim, mas acho que a volta por Veneza funciona sim.

      Qualquer dúvida é só falar. 🙂

      Abraço.

  6. Bom dia.
    Saio de Lua de Mel com a minha futura esposa e chego em Veneza no dia 28/01/18, permanecendo lá até o dia 01/02/18.
    No dia 01/02/18 parto para Florença de trem, ficando por lá até o dia 09/02/18 (com locação de um carro que ainda não foi feita) e por fim, saio de Florença no dia 09/02/18 chegando também de trem em Roma, no mesmo dia – permanecendo lá até o dia 17/02/18.
    Gostaria que fosse a melhor viagem do universo para nós (principalmente para ela, porque Itália é o maior sonho da vida dela).
    Você poderia me ajudar a montar meu roteiro? Estou um pouco perdido..

    Aguardo retorno e por favor, avalie meu pedido com o coração!
    Um abraço.

    1. Oi, Lucas. Acho que a viagem de vocês vai ser incrível. 🙂 Mas não entendi sua dúvida, já que me parece que você tem o roteiro todo esqueletado. E tá ótimo, por sinal, com bastante tempo em cada base. Acho que alugar um carro em Florença é mesmo boa ideia, assim vocês vão facilmente percorrer as cidades da Toscana, como Pisa, Volterra, Lucca, San Gimignano, etc.

      Em Roma não é necessário o veículo e com esse tempo vocês podem aprender para conhecer muitos lugares também nos arredores. Dê uma olhada nesses textos:

      https://www.360meridianos.com/2017/05/aluguel-de-carro-na-italia.html
      https://www.360meridianos.com/2017/04/5-passeios-diferentes-em-roma-e-arredores.html
      https://www.360meridianos.com/italia/roma
      https://www.360meridianos.com/italia/toscana/florenca
      https://www.360meridianos.com/italia/veneza

      Qualquer dúvida é só falar, ok?

      Abraço.

      1. Rafael, tbem tenho o grande sonho de viajar para itália, fazer aquele roteiro de vinhedos como o filme cartas para julieta, tanto que estou cotando algumas agencias, porem não consegui me informar muito se seria mesmo legal e possível passear por toscana, verona e veneza, saberia me dizer?

  7. Boa tarde!Parabéns pelo blog!Farei uma viagem de 15 dias para a itália, chegando em Milão dia 21/12/17. Como já conheço a parte Norte, e algumas cidades da Toscana, estou pensando em parar em Bologna, seguir até Napoli e depois Puglia. Você me indicaria algo para passar 10 dias entre Napoli e Puglia?
    Obrigado

  8. Olá Rafael,
    irei para Itália em fevereiro de 2018 com meu noivo. Meu voo é ida e volta por Milão. Estou em dúvida entre alugar um carro e fazer a viagem de trem. Sobre o carro, você sabe se esta época costuma nevar por lá? E se no caso de viajar de carro, os hotéis costumam ter estacionamento gratuito, ou são cobrados?

    E o roteiro que pensamos seria:
    11/fev BH / Milão
    12/fev Milão
    13/fev Verona / Pádua
    14/fev Veneza
    15/fev Veneza
    16/fev San Marino
    17/fev Bolonha
    18/fev Florença
    19/fev Florença
    20/fev Gênova
    21/fev Gênova
    22/fev Milão / Paris

    Você mudaria alguma coisa?

    Abs e parabéns pelo blog!

    1. Sobre essa questão da neve eu realmente não sei dizer, Anna. Mas dê uma olhada nesse texto:

      https://www.360meridianos.com/2015/01/como-viajar-durante-o-inverno-na-europa.html

      Esses dois aqui também podem te ajudar:

      https://www.360meridianos.com/2017/05/aluguel-de-carro-na-italia.html
      https://www.360meridianos.com/2014/04/como-viajar-de-trem-na-europa.html

      Sobre o roteiro, me parece bom, embora um pouco corrido. Acho que eu talvez tiraria alguma cidade para ter um pouco mais de tempo, mas sei muito bem que isso vai muito do estilo de viagem de cada um. 🙂

      Abraço e boa viagem pra vocês.

      1. Boa noite Rafael, vou com minha mãe e minha irmã para Itália em fevereiro de 2018, saímos do Brasil no dia 20/02 e retornamos dia 08/03. Nosso roteiro será esse;
        21 a 24/02: Roma
        25/02: Pompéia
        26 a 28/02: Florença, com bate e volta em Assis e Siena
        01 a 04/03: Paris
        04 a 07/03: Veneza e Verona
        08/03 Roma, retornando ao Brasil
        O que vc acha?

        1. Oi, Adriana. Gosto da distribuição das cidades, mas acho que está pouco tempo para Roma e Paris, cidades que demandam pelo menos cinco dias inteiros. Vai ser corrido. 🙂

          Mas, enfim, é só uma opinião.

          Abraço.

  9. Olá Rafael, tudo certo?
    Primeiramente parabéns pela matéria, me deixou com ainda mais vontade de conhecer a Itália rs
    Bom, pretendo viajar com meu noivo em junho do próximo ano, chegaremos em Milão e retornamos de Roma (passaremos 15 dias ao todo).

    Pensei em ficar três dias em Milão, sendo um dia para ir até Bolonha, um dia para um bate e volta na França (aéreo mesmo) e um dia para conhecer Milão.
    De lá partimos para Veneza, passamos uns dois dias e continuamos nossa viagem até Florença, na qual pensamos em ficar em média 3 dias conhecendo os arredores… Após isto seguiríamos para Roma. A ideia é fazer todo o trajeto de carro, pois teríamos a liberdade de ir parando nas cidades para conhecer (adoramos explorar rs).
    Diante de sua experiência, acha viável? Nos indica algum outro roteiro?
    Obrigada.

    1. Oi, Evellyn. Obrigado! 🙂

      Olha, acho o roteiro viável sim, assim como ir dirigindo. Só acho o tempo em Milão pouco para tanta coisa. Francamente, eu optaria por ficar três dias em Milão, sendo um para bate-volta e que provavelmente seria para uma das cidades mais próximas. O bate-volta aéreo pra França, principalmente, envolveria um gasto muito grande de tempo, por conta das burocracias de aeroporto, etc, por isso eu não o faria.

      Abraço!

  10. Olá, boa tarde!
    Amei as suas dicas. Mas eu gostaria da sua sugestão para o meu roteiro. É a primeira vez que saio do país. Não tenho noção por onde começar. Eu vou direto para Milão, onde tenho parentes. Será o meu ponto de chegada e partida.
    Vou ficar do dia 13/12 ate 20/01/18. Já estou descontando o deslocamento na chegada e partida. Terei exatamente 37 dias para conhecer a Itália e também se for possível, outros países próximos, tipo Portugal, Londres, Suíça e Amsterdã.
    Quero fazer tudo isso com custo baixo. Vou ficar com hostels, albergues. Comer em lugares baratos. Enfim, vou fazer um mochilao.
    Serei muito grata com a sua ajuda.

      1. OLá, tudo bem?

        Gostaria de dicas, pois terei um casamento em amalfi dia 25 de junho 2018.
        Minha intenção é fazer um cruzeiros que sai de veneza dia 09 de junho com duração de 7 dias.
        Qual o roteiro que você sugere após o cruzeiro?

  11. Olá! Gostaria da opinião de vocês para o meu roteiro. Tentei otimizar ao máximo e meu foco principal é o interior da Toscana. O que acham? Será corrido ou deixarei de aproveitar algo em uma dessas cidades pelo tempo escasso?

    Dia 1: chegada em Roma
    Dia 2, 3 e 4: Roma
    Dia 5: Roma com bate-volta em Nápoles de trem
    Dia 6: sair de Roma e ir para Florença de trem
    Dia 7: Florença com bate-volta Pisa e Luca
    Dia 8: sair de Florença e ir para Chianti
    Dia 9: Chianti e arredores de carro (Siena, Volterra…)
    Dia 10: Chianti e bate-volta em Assis
    Dia 11: Chianti e arredores
    Dia 12: sair de Chianti, voltar para Florença e ir para Veneza de trem
    Dia 13: Veneza com bate-volta Verona
    Dia 14: Veneza
    Dia 15: Veneza e voltar para o Brasil

    1. Acho que tá legal, Evellyn. Só acho que pode ser um pouco corrido na parte de Florença/Pisa/Lucca. Seria legal ter mais de um dia para fazer tudo isso – três é o ideal, mas dois já ajuda.

      Abraço.

  12. Bom dia amigo, ótimo blog e dicas:

    Será que em 10 ou 12 dias, posso montar um roteiro para viajar de trem pela Itália assim?

    ROMA (5dias)
    VENEZA (bate volta)
    CINQUE TERRE (1 dia)
    MILÃO (1 dia)
    ROMA (último dia)

    Ou Fazer de ROMA a matriz e fazer bate volta dia sim dia não?

    Muito obrigado.

    1. Olha, eu acho muito corrido, Flavio. Até porque Veneza, por exemplo, é bem distante, e Milão não é pertinho não. Eu particularmente acho que essas cidades não funcionam como bate-volta.

  13. Olá Rafael.

    parabéns pela postagem. Muito útil para “viajantes de primeira viagem pra Itália”.
    QUeria sua ajuda, estou indo de lua-de-mel em março de 2019. Chego de Cruzeiro em Savona. Terei 10 dias livres por lá. Estou com algumas dúvidas, pode me ajudar nelas?

    1. Você considera melhor fechar um pacote “Europamundo” ou fazer as cidades que desejamos por conta própria e de trem? ( O pacote de 8 dias saindo de Roma e voltando pra Roma, passando por Florença, Genova, Milão, Verona, Veneza, Bologna) gira em torno de 1.800 Euros por pessoa.

    2. Qual o melhor ( mais barato)caminho para sair de Savona e chegar em Roma? Avião, trem, alugar um carro?
    3. Como fazer pra não ficar rodando com as malas nos pontos turísticos, existe lugar para deixar as malas ao chegar nas cidades, caso eu resolva conhecer tudo de trem?

    Um abraço e aguardo suas dias!!

    1. Oi, Wallace. Eu costumo fazer tudo por conta própria, sem agência, e prefiro. Fica mais barato e a viagem fica com sua cara. Sobre a segunda pergunta, não sei dizer porque não estive em Savona.

      Todas as estações costumam ter lockers, para guardar as malas, por um preço. Mas você não pretende dormir nas cidades? Porque é bom tomar cuidado pro roteiro não ficar muito corrido.

      Abraço.

  14. Estou pensando em passar uns 10 dias com minha esposa e filha (3 anos) em um vilarejo ou cidade pequena na Itália. A ideia é alugar uma casa ou pequeno apartamento e passar uns dias vivendo como nativos. O ideal também seria algo perto do campo, de forma que, pudéssemos passear dentre os campos floridos ou vinícolas, algo desse tipo. Vi que a Toscana na Itália é bem comentada na Internet. Gostaria de saber o que vocês recomendam, em qual cidade seria melhor instalar base, se existem outras regiões que também são interessantes para fazer isso, o que seria melhor pra nós em cada caso.

  15. Olá, vou passar 10 dias na Itália. Embora já conheça Florença, pretendo voltar e acrescentar, Ravena, Parma ou Bolonha, Verona, Assis, Sorento. Gostaria que me ajudasse em delas devo passar mais tempo, se alguma pode ser bate e volta e qual entre estas seria mais proveitoso. Irei no mês de outubro. Obigada

    1. Acho que em Bolonha é bom passar mais tempo, Maria. Ravena e Parma podem ser bate-voltas de lá (assim como Modena, San Marino e outras cidades).

      Assis e Sorrento ou não conheço, mas vamos ver se alguém por aqui não te ajuda nessas.

      Abraço.

  16. Olá Rafael!
    Estou indo pra Itália em Setembro pra ficar 30 dias. Sendo que no final da viagem gostaria de estar em Nápoles ( Gragnano) para visitar familiares. Teria alguma sugestão de roteiro? Pensei em fazer um tour Norte/Sul, mas não sei por onde começar. Só não iria pra Veneza, pois já conheço.
    Obrigada.

    1. Você pode começar por Milão, Milene, aproveitando que há muitos voos para lá. De lá desça para Bolonha e arredores, seguindo para a Toscana (e por aí vai). Você vai para Nápoles depois de passar por Roma. Acho que funciona bem. 🙂

      Abraço.

  17. olaaa, tudo bem? adorei as dicas de roteiros. Irei passar um mês na italia, porem no começo ficarei em roma, pois tenho que ir resolver uns assuntos na comune di colleferro. Para conseguir ver tudo, e aproveitar o fim do verão ainda (chegarei 2 de setembro em roma), qual o roteiro você acha que eu devo seguir? Ir ao norte antes e depois descer, ou ir ao sul (sicilia) e ir subindo?

    1. Olá Rafael, meu none é Elza, achei muito interessante as sua dicas. Gostaria de ter uma ideia de qto se gasta em euros para passar 20 dias na italia, hospedagem, alimentation e os passeios. Eu vou em setembro com minha filha de 10 anos e gostaria de visitar as cidades msis importantes, chegaremos em Milao e sairemos de Milao.obrigada

  18. Olá Rafael!
    Gostaria muito de sua opinião, pois embarco para Itália em Junho e estou tendo dificuldades em estabelecer um roteiro que agrade todos da minha família. Ficaremos apenas 9 dias e nós chegamos e saímos de Milão. Minha mãe quer conhecer a Toscana, minha irmã Portofino, eu gostaria de visitar Veneza, além de Milão e Roma que são essenciais. Será que é possível fazer tudo isso em 9 dias?Quais cidades você acha que devemos focar? Seria melhor alugar um carro ou viajarmos de trem? Somos em 4 pessoas! Obrigada desde já e parabéns pelo site!

    1. Oi, Mary. Olha, acho muita coisa para nove dias. Não que não dê. Dá, mas seria corrido. Eu concentraria apenas no norte, já que vocês vão chegar em Milão. Uns dois dias pra Milão, três pra Florença e arredores, três para Veneza e você encaixa Porto Fino entre Milão e Florença.

      O trem, se for o rápido, tem a vantagem de facilitar o deslocamento de vocês. O carro pode ficar mais barato e permite mais independência para parar no meio da estrada, em algum lugar legal.

      Abraço.

  19. Olá !! Gostaria de sua sugestão de o que fazer, tenho que estar em Veneza no dia 12/11/17 para pegar o navio de volta ao Brasil, olhei passagem mais em conta para ida/ROMA dia 05/11 o que fazer do dia 06 ao 11 entre Roma/Veneza. Ps: irei sozinha.

    1. Oi, Cynthia. Não entendi. Você quer ir de Roma para Veneza no dia 5?

      Entre Roma e Veneza eu recomendo uma parada em Florença. Outras opções são Milão e Bolonha. Você pode fazer esse trecho de trem.

      Abraço.

  20. Bom dia Rafael…. quero ir à Itália em janeiro com meu esposo. Quais regiões vc acha mais interessante para a época e clima? Obrigada.

  21. Olá Rafael, adorei as dicas! Estou pretendendo visitar a Itália por 10 dias, porem gostaria de focar Sicília, qual seria sua sugestão?

    Obrigada

      1. Olá Rafael,
        Chego em Roma 5 de junho e de lá vou pra Napoles dia 8 de junho, seguindo para Capri, Sorrento e Positano, de onde saio dia 13 de junho.
        Ainda tenho 6 dias e gostaria de ir para Veneza, Florença, Porto Fino e retornar para Roma dia 20 de junho. Qual seria o melhor roteiro chegando até Veneza e percorrendo as cidades citadas nos 6 dias? Seria melhor já que teria feito o roteiro da Costa Amalfitana partir para Veneza de Napoles? Ou de Napoles ir para Porto Fino ? Existe alguma possibilidade de pegar um trem noturno e gastar uma noite dormindo em viagem?

  22. Adorei as dicas, queria uma ajudinha. Estaremos indo para Itália no dia 10 de junho e chegaremos de fato no dia 11 em Roma no fim da tarde. Escolhemos Roma e Florença como cidade de apoio. De domingo a metade de terça ficaremos em Roma e de terça a quinta ficaremos em Florença e voltamos na quinta a tarde para Roma e no sábado voltamos para o Brasil. Queria uma ajuda pra montar um roteiro com mais algumas cidades de bate e volta. É viável ir para Napoli e Bolonha, queríamos ir também na Cinque Terre. Acho que dá nesse tempo apertado?

    1. Eu acho que fica apertado, Wende. Talvez seja o caso de escolher um ou outro bate e volta – tipo Pisa e Lucca no mesmo dia, a partir de Florença.

      Eu não incluiria Bolonha nesse tempo.

      Abraço.

  23. Gostaria de saber se voce tem alguma sugestao para o roteiro que estou pretendendo fazer em Julho para a Italia conforme abaixo :
    Dia 01 = Ida
    Dia 02 = Chegada a Milão e descanso – Check-In no Hotel Ibis Milão
    Dia 03 = Milão
    Dia 04 = Milão
    Dia 05 = Milão / Região
    Dia 06 = Ida para Veneza ( de trem ) fazer check-in no Hotel Grimaldi
    Dia 07 = Veneza
    Dia 08 = Veneza
    Dia 09 = Ida para Bolonha ( te trem ) fazer o check-in no Hotel Bolonha
    Dia 10 = Bolonha
    Dia 11 = Reservar carro e Ida para San Marino fazer o check-in no Hotel Joli
    Dia 12 = Visitar até o meio da tarde San Marino e ida para Florença fazer check-in no Hotel Executive ( Pedir com vista bonita )
    Dia 13 = Florença
    Dia 14 = Florença
    Dia 15 = Ida para Montalcino fazer check-in no Hotel e vistar Cortona / Montepulciano / Montalcinho
    Dia 16 = Ida para Colle Di Val d’Elsa fazer o check-in no Hotel San Lourenzo e visitar Siena / Colle Di Val d’Elsa
    Dia 17 = Ida para San Gimignano e Pisa fazer check-in no Hotel ( Verificar ??? )
    Dia 18 = Pisa e região
    Dia 19 = Retorno

    Faz sentido o roteiro acima ?
    Outra duvida tambem é, o meu voo sai de milao no dia 19 as 6:30 da manha, isto é, impossivel chegar. O que vc mudaria ?
    Se voce puder passar referencia de passeios, hoteis e restaurantes eu tambem ficaria agradecido.

    Agradeço antecipadamente.

    Fabio Fontes

  24. Oi, pessoal! Eu e meu marido faremos nossa primeira viagem para a Itália em Junho, durante 12 dias, e as cidades base serão: Roma, Florença, Veneza e Milão. Porém, ainda não decidimos quanto tempo passaremos em cada cidade e que outras cidades visitaremos a partir destas. Somos muito tranquilos, gostamos de visitar vilarejos, não somos muito de badalação… Então, por favor, nos ajudem a montar esse roteiro. Agradecemos todas as sugestões!

    1. Olá Flavia.
      Fui para a Itália em fevereiro e fiz exatamente essas cidades.
      minha sugestão pra ti

      Roma = 4
      Florença = 2
      Pisa = 1
      Milão = 3
      Veneza = 2

      Se diminuir algum, acho que Milão da pra fazer em 2.

  25. Adorei as dicas, queria uma ajudinha. Estaremos indo para Itália no dia 10 de junho e chegaremos de fato no dia 11 em Roma no fim da tarde. Escolhemos Roma e Florença como cidade de apoio. De domingo a metade de terça ficaremos em Roma e de terça a quinta ficaremos em Florença e voltamos na quinta a tarde para Roma e no sábado voltamos para o Brasil. Queria uma ajuda pra montar um roteiro com mais algumas cidades de bate e volta. É viável ir para Napoli e Bolonha, queríamos ir também na Cinque Terre. Acho que dá nesse tempo apertado?

  26. Olá. Parabéns pelo post. Ele já está no favoritos do meu nevegador! haha

    Bom,meu marido e eu vamos final de julho para Itália.Iremos ficar 12 dias. O problema é que queremos fazer milagre ficando apenas esses dias e querendo conhecer muito mais!
    Gostariamos de fazer Milão, Veneza, Firenze e Capri ou Costa Amalfitana. (Não necessariamente nesse ordem), mas queria dicas de que ordem seguir; quantos dias poderia dedicar a cada lugar e se vc escolheria Capri ou Amalfi nesse roteiro…??? =p
    Outra coisa, alguns amigos que foram me disseram que a melhor coisa é pegar trem bala até pela comodidade com malas e tudo mais… o que me diz sobre isso?

    Desde já, muito obrigada e mais ma vez parabéns, o conteúdo da sua página está incrivel!

    1. Oi, Vivian. Obrigado!

      Não conhecemos Capri ainda. Sobre a Amalfi, veja esse texto aqui: https://www.360meridianos.com/2016/11/costa-amalfitana-roteiro-de-viagem.html

      Olha, eu separaria uns três dias inteiros para Florença e Veneza e uns dois para Milão, descontado o dia de chegada na Europa e o dia de ir embora, porque nunca dá para fazer muita coisa nesses dias. A ordem depende da cidade onde vocês vão chegar: Roma ou Milão?

      Se for Roma, pode fazer primeiro sul e depois subir, passando por Florença, Veneza e Milão. Se for Milão, comecem por lá, sigam para Veneza, Florença e depois o sul.

      E sim, o trem bala me parece a melhor opção. 🙂

      Abraço.

  27. OLA GOSTEI MUITO DAS DICAS DE VCS pARABENS. QUERO IR EM JULHO PARA eUROPA, MAIS NA VERDADE GOSTARIA DE CONHECER PARIS E ITALIA, O QUE ME SUGEREM PARA ENCURTARO CAMINHO??

  28. Olá! Viajo para a Itália em Junho. Estamos planejando sair daqui dia 14/6 e descer em Roma, onde ficaremos por 3 dias, e depois Sicilia, mais 3 dias apenas. Teremos um casamento em Piacenza no dia 24/6, então acha possível que visitemos Napoles, entre 20 e 22/6? Ou é melhor que já viajemos até Milão para conhecer a cidade? Depois pretendemos explorar um pouco do norte do pais e visitar Veneza. Isso dará uns 15 dias de viagem, quando minha amiga retorna ao Brasil e eu continuo por mais alguns dias na Europa. Tem alguma sugestão?

    1. Oi, Janaína. 🙂

      É complicado dizer o que é melhor porque isso depende de vocês, dos seus gostos, etc. Eu, por exemplo, acho três dias pouco para Roma, ainda mais que você vai chegar e ter que lidar com o fuso. A coisa muda se você já tiver conhecido a cidade antes, claro.

      Abraço.

  29. Estou encantada com o post de vocês!
    Estarei indo para a Itália em 23/12/2017 e voltando 06/01/2018. Já estou me preparando para o frio que me espera! Hahaha
    Chegarei em Roma já no dia 24 (em pleno Natal), será que terei problemas em fazer passeios?
    O planejamento inicial é alugar um carro para fazer todo o roteiro: Roma (1 noite), Florença (2 noites), Cinque de Terre (1 noite), Gênova(1 noite), Milão (1 noite), Verona (1 noite), Veneza (2 noites), Bolonha (1 noite), Siena (1 noite) e Roma (2 noites).
    A distância entre as cidades é de 1 a 2 horas, em média.
    O que vocês acham? Tem sugestões?
    Obrigada!

    1. Oi, Julie.

      Algumas atrações costumam fechar no Natal. Esse pode ser seu problema nos dias 24 e 25. No mais, achei o roteiro ótimo. Eu gosto de ficar mais tempo nos lugares, então cortaria cidades pra viajar com mais calma, mas entendo os que preferem viagens com mais destinos.

      Abraço.

  30. Ola pessoal, sobre alugar um carro na Europa, em geral alugar um carro para viajar é muito bom, mas maioria das cidades grandes na europa não tem como andar devido as ruas estreitas,sem vagas para estacionar e estacionar custa caro. Portanto geralmente ficamos nos hoteis com estacionamento, que seja meia fora do centro, e andamos de taxis, isso dá liberdade de ir e vir, podemos comer, beber sem preocupação em achar um estacionamento.

  31. Natalia, muito legal seu blog! Parabéns! Minha esposa e eu, estamos com viagem marcada para a Europa e deixamos para fechar nossa viagem na Itália. Ficaremos aproximadamente 11 dias, sendo que os primeiros dias estaremos acompanhados de um grupo e conheceremos, Veneza, Florença, Roma e Napoles retornando para Roma. A partir do sexto dia, alugarei um carro e pretendo conhecer a Itália, mais precisamente a região de Campobasso, obrigatoriamente, por ser a cidade da família da minha esposa e depois continuaremos subindo até Milão, passando pelas principais cidades da Toscana! Gostei da sua sugestão de “cidades bases”, porém me preocupa o fato de estar de carro e já lí que em algumas cidades o carro é um “problema”. Você pode me ajudar com alguns conselhos e dicas, para conhecer a Itália sem me estressar? Agradeço antecipadamente!

    1. Olá Ricardo, não sei bem como te ajudar com isso hahaha. Nunca alugo carros. Mas sim, em algumas cidades pode ser complicado porque as ruas são muito estreitas, algumas vezes nem entram carro, o trânsito é confuso e há muita gente. Como Florença, por exemplo. Uma ideia é se hospedar fora dos centros ou em cidadezinhas menores nos arredores e usar transporte público para chegar às atrações.

      Abraços

  32. Olá Rafael, parabéns pela nota. Gostei muito das dicas.
    Sou de BH e também irei fazer o cruzeiro Santos x Savona em 17 de março, pretendemos ficar +/- 11 dias na Itália e meu esposo quer muito passar 2, 3 dias em Barcelona que seria o desfecho da viagem, estou muito na dúvida de por onde começar, como otimizar deslocamento… de onde seria melhor sair para ir para Barcelona. Tem alguma indicação, orientação do que fazer?

    1. Itália-Barcelona de trem significaria atravessar a França inteira. Provavelmente teria q fazer algumas conexões. Dá uma olhada no site da Rail Europe pra ter uma ideia. Eu simulei aqui, por exemplo, Milão-Barcelona, faria 2 conexões, levaria cerca de 12h a viagem, e sairia por 140 euros

      Acho q nesse caso, o ideal é ir de avião msm. Tem umas low-cost (Ryanair, Vueling) q fazem o trajeto saindo de diversas cidades italianas (Roma, Milão, Veneza, Bologna). Vi voos da Ryanair de R$ 70 (reais msm), só q a bagagem costuma ser paga a parte. Aí tem q ver.

    2. Natália, também vou com minha esposa no mesmo navio e já peguei dicas valiosas aqui, caso queira entrar em contato seria bacana para trocarmos informações, nunca fui a Itália e, sinceramente sem este site nem sei como faria, ajudou muito. Estarei a sua disposição.não sei se posso deixar um contato aqui, mas se puder, autorizo o site a informar a vc meu e-mail

  33. Uhnnn curtindo o blog.
    Fiquei curiosa, nos roteiros percebi que deu preferência à Napoles muitas vezes, você acha mais interessante em um roteiro curto excluir Veneza por exemplo.
    O que acha de 4 noites em Roma, 2 em Florença e 2 em Veneza e 2 em Milão?
    Ou, 4 noites noites em Roma, 3 em Florença, pego o trem passo o dia em Veneza e no final do dia Milão e fico por lá 3 dias…
    Me ajuda, o que você faria? Preocupada com tantos checkings e carregamentos de malas….
    Muito Obrigada,
    Anna

    1. Ana, não se deve excluir Veneza ou fazer bate volta para ela. Fique dois dias pelo menos. Se tem poucos dias a disposição, priorize Roma, Veneza e Florença. Leia mais os blogs e vai tirando suas conclusões. Estarei indo agora para a Itália em abril e montei um roteiro de 17 dias , que serão corridos mas da ira fazer. 4 dias Roma com bate volta Pompéia e Napoli, 4 dias Florença com bate voltas a luca,pisa, San gimigniano e Siena, 2 dias Veneza, 2 dias cinque terre e portovenere, 1 dia Bolonha e 4 dias Milão com bate voltas de verona e lugano na Suíça. Se tiver tempo, faça esse roteiro. Abraço e boas viagens.

        1. Juan, estarei na Itália de 12 a 18 de abril mas farei dois pontos só ficarei em Vicenza com várias bate volta diversas cidades 7 dias e mas 6 em Roma na semana santa

    2. Acho q depende do seu objetivo. Eu fui 3x a Veneza e não vi graça lá. Vc pretende visitar os diversos museus de Florença? Ou pretende fazer bate-volta em Siena? Acho q 2 dias pra Florença + 1 pra Siena é suficiente. Se fizer esse lance de passar o dia em Veneza e à noite ir pra Milão, pode deixar a mala no depósito da estação (http://www.grandistazioni.it/cms/v/index.jsp?vgnextoid=793cad75b396b110VgnVCM1000003f16f90aRCRD). Mas acho 3 dias pra Milão muito.

    3. Acho q depende do q vc gosta. Eu estive 3x em Veneza e não vejo a menor graça na cidade. Por outro lado, acho q ir a Florença e não ir pelo menos a Siena é desperdício… Enfim, cada um tem seu gosto. É bom pesquisar e ver o q vc acha mais adequado pra vc.

    4. Oi, Anna. Isso depende de você. Francamente, eu optaria pelas duas noites em Veneza. Além de gostar da cidade, a questão é não entrar numa correria sem fim de hotéis, trens e viagens. Mas isso vai de cada um.

      Deixe Nápoles para uma outra viagem, já que você está se concentrando no norte.

      Abraço.

      1. Oi, Rafael.

        Estou programando minha lua de mel na Itália para final de setembro desse ano. Montei esse roteiro e gostaria da sua opinião. Pretendemos alugar um carro e trem.

        Desembarcar em Milão 20/09.
        01 noite Milão (trem p/ Veneza)
        02 noites em Veneza: conhecer Verona
        02 noites em Bolonha. Além da cidade, de lá você pode visitar Ravena (que é incrível)

        05 noites em Florença: San gimigonona, Siena, Lucca e Pisa.
        01 noite em Assis: montelpulciano e montalciano.
        04 noites em Roma
        No dia que sair para sorrento passar em napolis e pompeia. Será que fica corrido?
        03 noites na costa almafitana
        Vc acha que vale a pena adicionar a costa almafina ao roteiro nessa epoca ?
        Agradeço sua atenção!
        Bruno

        1. Oi, Bruno. Sim, é uma boa época. Acho que em Veneza, com duas noites, tende a não dar tempo de conhecer Verona – eu, pelo menos, acho que deixaria pra focar só em Veneza mesmo.

          No geral gostei bastante do roteiro. Vai ser corrido sim, mas dá pra fazer. 🙂

          Abraço.

  34. Olá! Alguém pode me dar uma idéia de quanto levar para um roteiro de 15 dias em abril de 2018, fora as passagens? A intenção é conhecer todas as áreas… Roma, Florença, Milão… Curtir bem os passeios culturais, restaurantes, hospedagem barata, porém bem localizada.
    Já queria planejar quanto devo guardar por mês até lá.
    Obrigada!

    1. Acho q depende mto do estilo de cada um, mas diria de 50 a 60 euros por dia por pessoa + hospedagem (pode consultar no booking.com ou outro site desses) + passagens e trem (www.trenitalia.com) ou aluguel de carro

    2. Pra vc ter uma noção, comprando antecipadamente (cerca de 1 a 3 meses antes), pelo site, vc consegue esses trechos aqui por 20 euros cada, por pessoa:
      Milão-Veneza
      Veneza-Florença
      Florença-Roma
      Roma-Napoli
      Se comprar na hora fica bem mais caro.

  35. As ideias são ótimas, mas vou de navio para Itália e chego em Savona, bem ao lado de Genova.
    Pretendo ficar uns 15 dias por lá e gostaria de algumas sugestões pois como não comprei a volta posso voltar por Milão ou por Roma.
    Saindo de Savona e indo em direção a Veneza e terminando em Roma!

    1. Oi, Jorge. depende do que você quer conhecer. Pode ir direto pra Veneza, pode passar antes por Milão. De Veneza você pode descer para Bolonha, tudo de trem, ou para Florença. E de lá para Roma.

      Abraço.

      1. Essa era a idéia, fui convidado por uma amiga e vou ficar em Vicenza, pertinho de Veneza. Ai dessa base faço algumas cidades, depois vou para Roma e faço o resto que eu puder.

  36. Ola Rafael, tenho somente 5 dias para explorar a Italia. Pensei em Veneza, Toscana e Roma. Poderia me orientar como seria o melhor circuito logisticamente? Meu voo de retorno ao Brasil saira de Roma..por qual cidade seria ideal desembarcar e começar?

    1. Veneza, Regislandia. E de lá para Florença e depois Roma. Mas é muito pouco tempo para todas essas cidades. O melhor seria focar em uma ou duas, acho.

      Abraço.

    2. Pois é… Tbm acho pouco tempo… Se for fazer isso msm, sugiro 1 dia em Veneza, 1 em Florença e 3 em Roma. Mas acho q o melhor seria fazer só Florença (2) e Roma (3)

  37. Olá Rafael!!
    Estou programando minha lua de mel na Itália para maio desse ano. Seu post me ajudou muito. Montei esse roteiro e gostaria da sua opinião. Pretendemos alugar um carro.
    Desembarcar em Veneza
    03 noites em Veneza: conhecer Verona
    05 noites em Florença: San gimigonona, Siena, Lucca e Pisa.
    01 noite em Assis: montelpulciano e montalciano.
    04 noites em Roma
    No dia que sair para sorrento passar em napolis e pompeia. Será que fica corrido?
    03 noites na costa almafitana
    Vc acha que vale a pena adicionar Bolonha ao roteiro ? Quantas noites seriam necessárias e quais cidades próximas visitar??
    Pensei em chegar por Veneza e voltar por Roma.
    Em Veneza não temos como pegar o carro né? Onde poderíamos pegar o carro? Em Verona, comseguimos?

    1. Tem como pegar carro em Veneza sim, do outro lado, em Venezia Mestre.

      Olha, eu to indo pra Bologna em fevereiro. Éa capital da gastronômia italiana. A primeira vez, fiz bate-volta de Florença pra Bologna, de trem-bala (Freccia). Na Emilia Romagna fui tbm pra Parma e Modena (essa última não gostei mto.
      Dessa vez vou visitar Piacenza, Ravenna (cidade dos mosaicos), Ferrara, Rimini, San Marino e talvez Reggio Emilia.

  38. Bom dia pessoal,
    Como havia dito ano passado, nós (eu e minha esposa) fizemos a viagem e deu tudo certo… vou contar o nosso roteiro!
    Ida de SP / Chegada em Milão dia 05/12 / Volta de Roma dia 19/12

    Temperatura: 0 a 5 graus

    Milão: uma das melhores cidades da Itália (minha opinião), conhecemos o Castelo + Fiera Oh Bej Oh Bej (só no mês de Dezembro), Catedral de Duomo (lugar sensacional) + estádio San Sirio, Navigli ( um bairro badalado sobre um rio ), tudo fizemos de trem, metrô, bus e tram (bonde). ficamos 4 noites e foi o suficiente para conhecer a cidade e fazer o bate volta até Lugano, porém diferente do que muitos dizem, eu ficaria mais uns dias para apreciar ainda mais a cidade, mesmo que tenham poucos lugares para conhecer!

    Lugano/Suiça: Fizemos um bate volta (trem) partindo de Milão, e valeu muito apena, lugar delicioso para se passar um dia, um belo lago na frente da cidade, andamos pelo parque, pelo pequeno centro, comemos chocolate suiço e no frio fica muito mais charmoso o passeio, um dia mais do que suficiente para conhecer a cidade.

    temperatura de -1 a 5 graus

    Verona: Saímos de Milão dia 08/12 e fomos para Verona, percurso rápido e chegamos por volta da hora do almoço, passamos uma noite na cidade. Que lugar mágico, conhecemos a Arena, a Casa de Romeu e Julieta, o Castelo, e o Museu onde está a Tomba de Julieta…. lugares magníficos, algo indescritível de tão belo que é a cidade.

    Veneza: Saímos para Veneza dia 10 e ficamos 2 noites em Venezia. Em Venezia, Andamos de Gondola (80 euros), conhecemos a praça de São Marco e andamos muitooooooooo pelos becos de venezia… para quem nunca imaginou andar por venezia, parecia um sonho! a água não fede (como muitos dizem) kkk … tomamos muito vinho quente para aquecer o nosso corpo, pois o frio de lá parece diferente..rs..rs Compras??? esqueceeee acho que foi a cidade mais cara que passamos…. tudo muito caro, um luxo fora de nossa realidade, para quem gosta de Cassino (não é o nosso caso) tem um cassino super famoso.

    Selva di Val Gardena (Alpes Italianos): saímos de Venezia 11/12 e fomos até os Alpes, ficamos 3 noites, viagem um pouco longa, demoramos o dia inteiro para chegar… Pegamos o trem em Veneza, descemos em Verona e de Verona pegamos o trem para Bolzano, de Bolzano fomos de trem até Ponte Gardena e aí sim pegamos o Bus até os Alpes… (esse trajeto tivemos algumas aventuras, mas tudo por que quisemos economizar, mas eu adoro isso e valeu muito apena). Neste lugar dispensa qualquer comentário, sabe aquele lugar onde você só vê em filme e acha que é tudo ficção? pois é… sobre o lugar, nem preciso descrever… basta você pesquisar aí: Selva di Val Gardena / Dolomitas e aí você verá o quanto é espetacular! O nosso objetivo era pegar bastante Neve, porém o inverno deles vem atrasando conforme os anos vão se passando, por tanto não foi possível ver a neve natural caindo, mas em contra partida, por ser uma cidade onde estava acontecendo o campeonato mundial de Esqui, as pistas de Esqui estavam abertas com a neve produzida artificialmente, e assim deu para nós termos um gostinho do que é a neve (mesmo que seja artificial, pois ela é igual), tivemos o gostinho de Esquiar, patinei no gelo, subimos nos Alpes, e certamente foi a paisagem mais bonita que já vi. A Cidade parecia a casa do papai noel, tudo enfeitado para o natal, a língua principal é alemã, realmente a experiencia mais sensacional que tivemos, indescritível!
    Quanto ao frio, foi aqui que pegamos e menos temperatura de nossas vidas kkkk -7 com sensação de -10 kkkk mas quem disse que a gente não suporta???? bem preparado e agasalhado… tiramos de letra…. é frioooooooooooooooooo demaisssss mas passeando e preparado da para isso… tira de letra!

    Florença: Saímos de Val Gardena 14/12 e fomos para Florença, ficamos 2 noites na cidade. A cidade muito legal, muito agitada… conhecemos a famosa estátua de Davi em um dos museus, conhecemos a ponte famosa onde tem as lojas que vendem ouro e relógios caríssimos… andamos pelo centro da cidade… mas nada de muito diferente do que já havíamos conhecido nas outras cidades… fomos para Pisa… realmente em Pisa só tem a torre de interessante… mas quando a gente chegou e vimos aquele monumento… realmente vale a pena…. é algo que só víamos pela televisão… e de repente nos deparamos com ela… é lindo de ver… vale muito a pena….

    aqui a temperatura começou a subir mais e estava entre 2 e 10 graus

    Roma: Saímos de Florença 16/12 e ficamos 3 noites. Roma é uma cidade muito agitada, muito parecido com SP (não briguem comigo, digo semelhante no sentido da agitação, transito e não igual..kkk) com muito turista, muita muvuca, estávamos cansados e talvez por isso não nos impressionou tanto… mas curtimos bem… passeamos pela fonte trevi, fomos ao Coliseo, Fórum Romano, Vaticano, alguns museus , passeamos pelo centro…. andamos bastanteeeeeeeeeeee bastanteeeee mesmo…. nada de Taxi… tudo de Tram (bonde), Bus e Metrô… e valeu a pena… temperatura já estava mais alta de 5 a 12 graus..
    no dia 19 viemos embora para SP…

    Algumas observações:
    Comida – muita massa e pizza… não fiquei impressionado, achei muito parecido com o Brasil.. a pizza de SP é mais saborosa… mas o molho de tomate deles é simplesmente excepcional, tanto que trouxemos alguns potinhos na mala kkkk

    Frio: é bastante frio, na viagem em geral a média foi 3 / 4 graus, quando se está passeando, é muito agradável, as pessoas se vestem maravilhosamente bem. Não pegamos nem uma gosta de chuva em 15 dias, apenas neblina muito forte… mas bastante sol, todos os dias.

    Pessoas: São muito receptivas, educadas… adoramos os italianos…

    Transporte: Funciona perfeitamente, totalmente diferente do Brasil… fizemos tudooooooo via transporte publico, e deu tudo certo!

    Idioma: Italiano é dificil sim, preferíamos perguntar e responder em inglês, eles falam o inglês como a gente, devagar… o que facilita a comunicação.

    De resto é isso, fiz um resumão…. lembrando que tudo isso é sobre a nossa percepção, por tanto cada um tem um ponto de vista diferente!

    Adoramos a Europa e ficou um gostinho de quero mais…

    um grande Abraço Rafael Sanchez

      1. Caro Juan,
        Levei somente Euro, paguei em
        Euro, mas em uma banca de sorvete, a moça recebeu em euro e me deu o troco em franco… Não é necessario trocar… Almoçei, comprei chocolates, suvinirs, sorvete, vinho… Tudo em Euro! (Só nao sei como é o cassino)

        Abraço!

    1. Olá Rafael,

      Amei sua pagina!!!!! Gosto muito da maneira clara e objetiva com que você escreve. Pretendo conhecer a Italia, provavelmente no mês de abril. Pretendo ficar uns 15 dias. Gostei das suas orientações, mas preciso necessito de uma dica mais especifica. Tenho 55 anos e meu marido 58. Infelizmente a locomoção dele é ruím. Ele usa uma bengala para auxiliá-lo e mesmo assim não tem muita autonomia. Sendo assim peço sua ajuda em roteiro que eu possa fazer especificamente de carro. Fico no aguardo. Muito obrigada!!!!!

  39. boa noite!!! Meu nome é Juarez pretendo fazer uma viagem para a Italia de 20 dias, gostaria de ajuda na elaboração do roteiro. Eu e minha familia (04 pessoas. Gostamos muito (claro) da culinaria até porque hoje estudo Gastronomia, sendo que minha profissão atual é Contador. Voces podem nos auxiliar. A data prevista de saida é 21 de dezembro de 2017.

    juarez

      1. bom dia

        Paula

        Muito interessante a sua DICA. Vou montar o roteiro e postarei para você analisar ( se for possível).
        Grato

        Saudações Gastronômicas

    1. Tem mta gente q faz de carro sim. As estradas são boas. Msm no sul, q é menos desenvolvido, as estradas são melhores q aqui no Brasil rs.
      Mas considere nos custos q há uma taxa q se paga qdo entra em cada cidade.
      E nas cidades grandes (Roma e Milão) é melhor circular sem carro.

  40. Boa noite, Rafael. Em abril 2017 estarei em viagem pela Itália e terei 17 dias de viagem com os dias de vôo. Pretendo visitar Roma, Florença e bate voltas, Veneza, descer para o Sul fazendo Nápoles,Pompéia, Costa amalfitana e Capri. Será possível? Quanto tempo em cada lugar? Poderia me ajudar? Grato, Juan

  41. Boa Noite, vou para Veneza dia 16 de fevereiro, visitar familiares e pretendo ficar uns 45 dias, sugere algum roteiro para que eu conheça o máximo possível da Europa e não gaste tanto ?

  42. Olá,
    Gostaria de lhe fazer uma pergunta: Sou da área de gastronomia e vou passar 7 dias na Itália, gostaria de conhecer um local inesquecível gastronomicamente na Itália, que houvesse uma mama fazendo uma pasta legítima italiana para vermos, tipo aula show, conhecer uma vinícola , queijos…enfim, uma viagem gastronômica, você acha que Nápoles seria esse lugar? ou você me indica outro?Roma e Nápole?

    1. Pra conhecer vinícolas o ideal é a Toscana. Vc consegue tours saindo de Florença entre outras cidades.
      Queijos o melhor seria a região da Emilia Romagna (Bologna, Parma etc).
      Mas acredito q em Roma vc consiga uns tours desses tbm

  43. Olá, estamos indo para a Europa dia 25 de dezembro/2016, eu, marido e filhos (26/23/19 anos).
    Chegaremos em Londres dia 26 e sairemos para Paris dia 29/dez de trem. Ficaremos em Paris ate o dia 2/jan e temos do dia 2/1 até o dia 9/1 – quando temos de estar em Roma – para fazer o melhor roteiro.
    Antes de conhecer o Blog, estava certa de que iríamos alugar um carro em Paris no dia 2/1, dormir em Lyon de do dia 2 para o dia 3/1, seguir para Nice e montar base lá para, no dia 4 dar uma esticada a Isola e no dia 5 sair para Florença passando por MONACO – SANREMO – GENOVA – PORTOFINO – PISA, chegando a Florença dia 5 a noite e ficando lá dia 6 e saindo dia 7 para Napoli, vistar Capri e Positano no dia 8, e sair dia 9 para Roma, onde ficamos até o dia 13 para então voltar ao Rio de Janeiro.
    Bom, depois de ler seu blog, já quero mudar tudo!!!!
    Não sei se vale a pena fazer Cote D’Azur e região da Campânia no inverno.
    O que vocês me sugerem?
    Obrigada e parabéns pelo Blog.

    1. Eu já fui a quase todos os lugares q vc citou no inverno. E prefiro essa época do ano! É mais vazio, dá pra visitar com mais calma.

      Mas…MONACO – SANREMO – GENOVA – PORTOFINO – PISA no msm dia não dá não…

  44. Olá aos viajantes e super entendidos na Itália!!
    Estou iniciando planejamento da minha viagem para Itália em outubro de 2017, a qual farei sozinha.
    Sempre tive vontade de conhecer a Itália por questões lógicas, beleza, cultura e sem falar no vasto cardápio. Então, o problema é que não tenho nem noção de como iniciar. Tenho muita vontade de conhecer Roma, a região de Toscana – ficaria por conta de Florença – Milão, Veneza e Nápoli. Tenho 15 dias para fazer essa viagem. Aguardo dicas… e tbm estou com receio de montar roteiro e outras coisas, ainda mais por ser uma viagem que farei sozinha. Obrigado a todos.

    1. Oi, Fabyelly. Não precisa ter medo. 🙂

      15 dias você pode concentrar em 3 ou 4 cidades. Por exemplo, começa por Roma, fica quatro ou cinco dias, sobe para Florença, fica três dias, de lá para Milão, mais dois dias, por fim Veneza, mais três dias. Você pode se deslocar sempre de trem (compre com antecedência).

      Na volta, compre uma passagem de avião de Veneza para Roma.

      Me diga quais suas dúvidas que eu te ajudo mais. 🙂

      Abraço.

      1. Oi Rafael, obrigado por me dar uma luz. Andei pensando e acho que vou tirar Milão do meu roteiro e incluir mais dias na região da toscana. A respeito de Roma, a partir dos posts do blog consegui montar um plano de visita. Agora preciso bolar algo para a região da toscana, montar a base em Florença e estudar os pontos de Veneza. Se tiveres algo para indicar a respeito desses locais certamente irá me ajudar.
        Ahh seus textos são ótimos, objetivos sem descuidar dos detalhes.

  45. Olá tudo bem? Parabéns pelo blog de vocês, achei todas as dicas muito interessantes. Estou indo com minha esposa no final de fevereiro, é muito frio ?
    Outra coisa ficaremos 6 dias e meio, desceremos em Milão e queríamos ir pra Veneza, Florença e conhecer a toscana, voltando depois para Milão e retorno ao Brasil.
    Reservei um caro, sabem dizer como é para andar de carro na Itália, deslocamento entre as cidades e para eu entrar dentro delas, li muitas coisas mais ainda estou com muito dúvida, o que fazer ?

    1. As estradas são boas, principalmente no norte. Há uma taxa pra entrar de carro nas cidades.
      Final de fevereiro é frio sim, é inverno. Em Milão pode chegar a nevar. Em Florença dificilmente neva, porém os principais pontos turísticos são próximos ao Rio Arno, onde venta bastante.

  46. Era tudo que precisava ler para cair na real e ver que NÃO TEM condições de conhecer alguns pontos da Itália e depois seguir para França, Bélgica e Amsterdã em, apenas, 13 dias!
    Obrigada – de nada!…. ou teria? hahaha

    Boa tarde! Quanto mais eu leio aqui no blog de vocês mais vontade eu tenho de viajar…aí dá nisso: em maio/junho de 2017 quero ir à Europa com meu esposo (antes era o Canadá, EUA… rsrs) pretendemos ficar 12 dias viajando (fora o dia da viagem)Sei que será IMPOSSÍVEL conhecer a Itália em poucos dias, mas será que tem como fazermos uma viagem explorando o básico da Itália pra tentarmos conhecer Paris?
    Quanto tempo de trem? E Amsterdã? =)

    Obrigada!

    1. De Milão tem trem direto (cerca de 8h). Mas como a Air France/KLM tá vendendo passagem combinada com a Alitalia, pode ser uma boa fazer o percurso de avião msm…
      Sempre tem como fazer viagens menores né. Nesse post msm tem um roteiro de 7 dias na Itália. Eu ficaria 4 ou 5 dias em Paris e o restante na Itália. Mas vai do gosto de cada um.

    2. É, fica muito corrido, Carla. O melhor, penso eu, é escolher três cidades e se concentrar nelas durante a viagem. Se quiser muito, mas muito mesmo, até dá para fazer 4 cidades em 12 dias. Mas eu não faria não.

      Pensa: seriam 3 dias para Paris, 3 para Roma, 3 para Amsterdam e três para outra qualquer. Fica muito corrido! Fora o trabalho e tempo perdido com deslocamentos, check-in, aeroportos, etc.

      Sei que é triste, mas viajar envolve cortar destinos e deixar parte do sonho para depois. 🙂

  47. Olá, eu e o meu namorado estamos a pensar em fazer um roteiro de 30 dias por Itália. Dá para dar uma ideia do dinheiro que gastaríamos, com visitas a monumentos, viagens, comida etc? Algum concelho sobre quanto dinheiro levar? Muito obrigada e já agora, ótimo blog!

  48. Muito legal o Blog
    Estou indo direto pra Veneza na segunda quinzena de Janeiro e terei 10 dias.
    Gostaria de incluir no roteiro Florença e Roma, não fazendo questão de conhecer Pisa.
    Como poderia otimizar o tempo ?
    Pensei em 2 dias para Veneza + 4 Florença e 4 em Roma.
    Daria pra conhecer os principais pontos?
    O que é imperdível?

    1. Dá sim!! Eu colocaria 3 dias em Florença e 5 em Roma. Ou pelo menos dedicaria um desses dias de Florença a visitar Siena e San Gimignano. Não vejo nada demais em Pisa, porém Lucca, q é do lado, é linda e acho q vale a visita!

  49. Viagem marcada, passagens compradas… Roteiro: Milão, Lugano, Verona, Veneza, selva Di val Gardena (dolomitas) Florença (Pisa) e Roma! Isso em dezembro muitooooo frio kkkk oremos! Quem tiver dicas, vou ser muito agradecido, aceito dicas de hospedagens! Farei passeio todo de trem ” a princípio”

    1. Se vc vai fazer tudo de trem, sugiro hospedagem próximas às estações. Há quem diga q são locais inseguros, mas já fiquei perto da Estação Central de Milão e 2x da Termini de Roma e não vi qualquer problema.

  50. Olá Rafael,

    eu pretendo fazer um mochilão pela Europa no ano que vem, porém serão 15 dias e 4 deles na Itália. É possível visitar as principais cidades nesse tempo? Tipo Roma, Veneza e Florença?

    E parabéns pelo blog (:

    1. Possível é… Há quem faça bate-volta de Roma pra Veneza ou Florença em um dia… Mas vai ser bem corrido.
      Sinceramente, acho q não vale a pena. Tipo, 4 dias só em Roma tem coisa pra ver. Ou 4 em Florença, fazendo bate-volta nas cidades da Toscana (Siena, San Gimignano, Pisa, Lucca, Volterra etc)… O lance é q se vc fica um dia em cada e dps resolve voltar pra visitar outras cidades menores, provavelmente ficaria novamente em Florença… Ou seja, teria perdido a oportunidade de visitar outro lugar nessa primeira viagem…
      Mas se vc realmente quer conhecer essas 3, msm q brevemente, vá em frente! Sugiro 1 dia em Veneza, 1 em Florença e 2 em Roma. Procure trens rápidos e compre as passagens com antecedência q sai bem mais barato.

    2. Dá, Thais. Prefira se deslocar nos trens de alta velocidade, para economizar tempo. Você pode ficar seis dias em Roma e o restante em Florença e Veneza, por exemplo.

      Abraço.

  51. Queria fazer Roma, Napoli (com Pompeia), Florença e Veneza. Nessa ordem, provavelmente. Porque parece ser a mais lógica.

    Isso é viável? Em quantos dias, pra ser um passeio de qualidade?

    Sobre Florença… A minha prioridade não seria passear pela Toscana, e sim conhecer mais a própria cidade, e talvez um bate-volta em Pisa.

    Sou meio fã do slow travel que vc falou… Prefiro ficar mais tempo em menos lugares, mas conhece-los bem. Mas ao mesmo tempo queria aproveitar para conhecer vários desses lugares que estão tão pertinho, e sempre tive o sonho de conhecer. Já que não sei quando vou voltar, né? Hahaha.

    1. Dá pra fazer um bate-volta de Roma pra Napoli + Pompeia, ou 2, um pra cada.
      Roma 3 a 5 dias. Florença, 2 dias pra cidade em si. 1 pra Pisa (não tem nada demais lá, só a Praça onde está a torre, mas e ir a Lucca tbm). Aconselharia um bate-volta a Siena tbm.
      Qto a Veneza, não sei pq as pessoas ficam tanto tempo lá… 1 ou 2 no máximo dá pra conhecer…

    2. Acho a lógica boa, Clarissa. Eu ficaria três dias em Florença, com um para Pisa e Lucca, como a Paula disse abaixo. Mas deixaria três dias para Veneza. E cinco para Roma.

      Abraço!

        1. Isso depende inclusive do roteiro, Kellen. O carro dá uma certa liberdade, né, mas é um problema em cidades grandes, tipo Roma.

          Abraço.

  52. Boa tarde amigos!
    Acho q posso chamar de amigos de tanto que ja li o blog de voces kkkkkkkk!
    Primeiramente parabéns e muito obrigado pela quantidade de informações que voces disponibilizam para nós!!!
    Estou programando 11 dias com minha esposa (01/07/2017 a 12/07) na Itália e montei o roteiro abaixo, baseado nas informações que voces disponibilizam aqui. O que acham?!

    3 dias Roma
    3 dias Florença usando como base para Pisa e conhecer a cidade do avô de minha esposa ( Pontedera ) que fica proxima de Pisa e talvez mais alguma sugestao de voces.
    1/2 dia Verona para ir para Veneza
    2 dias Veneza
    Trem para Roma para retornar ao Brasil.

    Todo trajeto por trem, somente para POntedera que alugaria um carro para apenas 1 dia.
    Onde poderia incluir Cinqueterre? Todos estao me indicando conhecer mas nao sei como faríamos.

    Muito obrigado mais uma vez!

    1. Eu fiz bate-volta em 4 das Cinque Terre a partir de Florença com tour local. É cansativo, mas dá.
      Das cidades q vc vai, é a mais próxima, mas acho q vc tem pouco tempo…
      Pontedera já é um pouco mais próximo tbm… Se pretender pernoitar por lá, poderia ir e parar o carro em La Spezia, de onde pegaria o trem pras Cinque Terre

  53. Primeiramente vocês são demais!
    Segundo faço faculdade de Turismo e meu sonho desde criança foi conhecer a Italia,portanto quero me dar de presente uma viagem a Italia, mais como o dinheiro e meio curto gostaria que me dessem opçao de um roteiro para Italia,focado em cultura,gastronomia numa viagem de 15 dias e com dicas desses roteiros.
    Abraços adoro esse blog de voces!

    1. Olá Rafael !!! Tudo bem ? Irei fazer uma viagem em maio para a Itália eu e meu esposo. Estamos pensando em um roteiro de 15 a 20 dias!

      Chegamos em Milão

      1 dia Milão
      4 dias Veneza
      2 dias Bolónia
      3 dias Florença
      1 bate volta pisa
      3 dias Roma
      1 dia Vaticano
      2 dias Nápoles
      1 bate volta Pompeia e Herculano
      2 dias costa malfitana

      Pretendemos fazer a logística de trem de cidade a cidade ! O que vc acha ? Vamos cansar muito ?

      Esse roteiro que estamos pretendendo a fazer é graças a seu blog !!! Perfeito.

      1. Muito bom seu roteiro, Rafaela. Só acrescentaria uma parada em Verona no caminho entre Milão e Veneza, algumas horas são suficientes para conhecer essa linda cidade. Passaria 3 dias em Veneza e 4 em Florença pra acrescentar o bate e volta a Siena e San Gimignano. E fazer Pompeia e Heculano no caminho pra Costa Amalfitana, sem precisar fazer bate e volta. Nao sei como funciona a estaçao de trem de Herculano mas a de Pompeia tem um local na estaçao mesmo pra deixar as malas. É super seguro e barato. Saindo de Pompeia, pegue o trem pra Sorrento e depois, onibus pra Costa Amalfitana. O onibus voce pega na saida da estaçao de Sorrento, descendo as escadarias.

  54. Olá, Rafael! Gostei muito das suas dicas, mas queria uma ajudinha, estou planejando minha segunda viagem para a Itália, mas é muito difícil essa parte de planejar o roteiro, já comprei as passagens indo por Roma e voltando por Milão, vou ficar 10 dias em Nápoles (na primeira já conheci Roma, Florença), queria um auxílio logístico de Nápoles iria para onde, não quero ficar noites em Florença, como ir do sul ao norte?! Obrigada!

    1. Olá Patricia. Tomei a liberdade de responder. 10 dias em Nápoles é realmente muito tempo mas você pode dividir 5 dias no Sul (1 Nápoles, 1 Pompéia e Herculano, 1 Capri – bate e volta de barco – e 2 na Costa Amalfitana – Positano ou Amalfi). Já que você não pretende passar pela Toscana, você pode ir de avião ou trem (tem um trem da Trenitalia que faz o percurso em menos de 5h) e te leva de Napoli Centrale a Milano Centrale. No Norte, 2 dias em Milão, de Milão pra Veneza, pare em Verona e 2 dias em Veneza, depois pega o trem de volta pra Milão, demora em torno de 3h). Ou você pode tentar ir direto de Napoli a Veneza de trem. Deve ter alguma opção direta. Agora, se não tiver trem direto pra Veneza ou Milão, melhor considerar ir de avião porque você perde menos tempo se locomovendo.

    2. Outra boa opção pra quem não quer ir pra Toscana éir pra Emilia Romagna: Bologna, Parma, Módena, Maranello, Ferrara, Ravenna, Rimini e dá pra passar tbm em San Marino

  55. Ola Rafael,
    Gosto muito do seu blog. Vejo sempre as suas dicas quando viajo. Estou montando de um roteiro de uma viagem que farei pela Itália e Suíça em Outubro e gostaria do seu parecer.
    -3 noites em Roma (1 dia para o Vaticano)
    -5 noites na Costa Amalfitana
    -4 noites em florença com bate e volta em Siena, San gimignano,Luca, piza e montalcino
    -4 noites na Suíça.
    Pretendo fazer o deslocamento entre as cidades de trem, inclusive para a Suíça, onde pegaria um trem de Florença para a Milão para então pegar um trem para Lucerna- Suiça(tudo no mesmo dia).
    O que você acha da distribuição do roteiro? Fica muito corrido?
    E a ida para a Suíça de trem? É viável?
    É possível fazer o caminho de volta: Lucerna e Milão de trem e ainda pegar um voo de volta para o Brasil tudo no mesmo dia?
    Um abraços.
    Tereza

    1. Tereza, viajei pela Itália ano passado e decidi dar meu pitaco sobre seu roteiro.

      – 3 noites em Roma eu acho que vai ficar muito corrido se você não conhece Roma. Porque você só terá 2 dias completos sendo estes 1 Vaticano e 1/2 Coliseu/Foro Romano. E os outros dias são de chegada e saída da cidade, se os trens forem na metade do dia, não sobrará muito tempo pra conhecer o restante (Piazza Navona, Piazza del Popolo, Pantheon, Campo di Fiori, etc).
      – 5 noites na Costa Amalfitana pode ser muito (a nao ser que seja um sonho de vida). 1 dia pra Positano, 1 dia pra Amalfi+Ravello e 1 dia pra Capri (Barco saindo de Positano) é o suficiente pra conhecer a região. As cidades são lindissimas mas muito pequenas.
      – 4 noites em Florença significa que você tem 3 dias completos e você quer fazer 2 bate e volta com 2 ou 3 cidades. Tá puxado! Fiz quase isso quando viajei, só que tive 4 dias completos e fiz 2 bate-volta (1 Siena e 1 Pisa/Lucca) e achei bastante cansativo. Fora que Florença é uma cidade linda e não dá pra conhecer tudo num só dia.
      – Trem Florença-Milão-Lucerna você vai gastar, pelo menos, umas 7h de viagem. Porque você tem que comprar as passagens com um espaço de tempo entre as duas, ainda tem deslocamento nas plataformas,lanche, etc. Dá pra fazer, mas tenha em mente que será cansativo.
      – Chegue em Milão 1 dia antes do voo. Se Lucerna fosse mais perto, tipo 1h até Milão vocẽ poderia até arriscar, mas é longe e, não sei como anda os trens na Suíça, mas os trens italianos tem entrado em greve com frequencia. Melhor nao arriscar perder o voo pro Brasil.

      Se eu fosse você, faria o seguinte: 4 noites Roma / 3 noites Costa Amalfitana / 4 noites Florença (diminuir as cidades dos bate e volta) / 4 noites Suiça / 1 noite Milão.

  56. Estou planejando uma viagem para Itália entre os dias 25/12 e 01/01, depois partirei para Malta. Alguma dica? Quais as melhores cidades para visitar partindo de Roma?

    1. Oi, Thereyse. Isso depende muito dos seus gostos, preferências, etc. Vários desses roteiros se encaixam no tempo que você tem. E dá pra gastar tudo só em Roma também 🙂

      Abraço.

  57. Estou planejando viajar para a Europa em Dezembro com minha esposa, nossa ideia é também pegar neve, pensei até passar pela suiça, mas tenho receio de ficar muitissimo caro…. tem alguma dica para os alpes Italianos?

    1. Milão e Turim às vezes neva, mas se procurando um lugar mais certo de ver neve, seria Val d’Aosta ou Bolzano (essa última mais turística q a primeira)

    2. Certa vez fiz um passeio (tour local) saindo de Milão, passando por Tirano e pegando o trem até St. Moritz (na Suíça). Bate-volta no msm dia. Reservei através do site Viator.
      Se é só pra ver neve, pode valer mais a pena do q ir pra uma cidade italiana, q pode resultar em um deslocamento fora da sua rota.
      Mas, assim, vi neve nas estradas, tinha criança fazendo boneco de neve na rua, mas não estava nevando…

  58. Valeu Paula.
    Tinha me desanimado, mas acho que vou com a cara e a coragem.
    Pelo menos no Lago de Como. Garda acho que o tempo vai ser curto.

  59. Obrigado Paula e Tatiane.
    Essa ida aos Lagos de Garda e Como no inverno. Será que é muito frio? Sei que no norte da Itália, é.
    Vou estar por lá na 2ª quinz de Dezembro.

    1. Tbm fui a Como no inverno (janeiro). É frio, mas se estiver bem agasalhado, dá pra curtir o passeio de barco numa boa.
      Em Milão faz frio no inverno. Chega a nevar. Mas nada insuportável. Já estive 2x nessa época e não atrapalhou em nada os passeios.

  60. Olá Rafael.
    Recebi uma informação de que tem um lugar chamado Lago de Garda.
    Onde posso encaixar no meu roteiro. Qual a cidade próxima.
    Tem alguma informação deste lugar?
    Já te agradeço;
    Mauro

      1. Vale realmente uma visita?
        Tem como ir de trem?
        Minhas cidades sedes serão ou Veneza ou Milão. O que vc acha de um bate volta partindo delas de trem?

        1. Ano passado fiz uma viagem pela Itália e passei pelo Lago di Garda. Fiquei hospedada em Verona (porque achei que um bate e volta seria pouco e acertei!) e fiz bate e volta ate Sirmione. Não sei quanto tempo você tem disponivel pra sua viagem mas recomendaria a você se hospedar em Milão e fazer o bate e volta pra Sirmione (que é liiiindo, vale muito a pena conhecer o Castelo Scaligero e a Grotte di Catullo, fora que a cidade é muito lindinha). No caminho pra Veneza, parar em Verona ou, ja instalado em Veneza, fazer um bate e volta até Verona ou Padova – ambos de trem). Pra chegar eme Sirmione por Milao, acredito que você tenha que pegar trem até Desenzano del Garda (tb banhada pelo lago) e de lá, pegar um onibus para Sirmione(+10min de viagem). De Verona pra Sirmione tem onibus direto ai fica mais facil (só precisa verificar os horarios pra nao perder o ultimo onibus). Você tambem pode fazer bate e volta de Milão pra Belagio (Lago di Como) mas vai funcionar do mesmo jeito, trem até Como San Giovani + onibus até Belagio.

  61. Parabéns pelo blog, muito bom e dinâmico o fato de serem três cabeças “diferentes” escrevendo de forma sortida!
    Estou planejando uma viagem de 20 dias e quero ficar uma semana no sul, na PUGLIA (salto da bota).
    Esta sendo difícil montar um roteiro por lá pois é uma região, aparentemente, pouco turística e com isso tem menos dicas online.
    Já visitaram o “salto da bota”?? se sim, alguma dica?
    p.s.: Lecce, Alberobello e uma praia paradisíaca é que tenho em mente!
    novamente, parabéns pelo projeto!

    1. Não é tão pouco turística assim não. Mas tem mais turismo interno.
      Tem um dvd feito por um órgão de turismo italiano bem interessante. Chama-se Italia Opera Unica. É feito região por região e tem como achar no youtube em alguns idiomas.
      Ali vc pode achar as cidades mais turísticas da Puglia e dps procurar o q fazer cidade por cidade

  62. Ola!!! Amei os roteiros, mas vi que vc se refere muito a viagens de trem. Vc tem algo a comentar sobre Megabus e blablacar??? Vc acha que vale a pena??
    Obrigafa

    1. Usei os dois serviços em outras ocasiões, Carolina. O trem é mais confortável, mas de ônibus ou carona pode ser possível economizar.

      Abraço.

  63. Olá, sua dicas são legais. Deveria incluir a cidade de Turim que é maravilhosa tem ótimos museus, lojas bem mais em conta que Milão. Uma vida noturna muito diversificada. Indico o Parque Valentino que é lindo e possui um burgo medieval maravilhoso e o museu egípcio que é o maior depois do museu do Cairo. Fica a Dica. Obrigada.

  64. Olá Rafael estou montando meu roteiro de minha 1a vez na Italia:
    Gostaria de sua opinião.
    Veneza – 3 nts – Burano, Murano e Torcello
    Milão – 3 nts – Lgo di Como
    Firenze 5 nts – Pisa Lucca e San Gimignano
    Bolonha – 3 nts – Rimini e San Marino
    Roma – 4 nts
    Ao lado das cidades os bate volta.
    Isso sendo feito em dezembro. Roteiro feito de trem
    Muito Frio? Seria viável?
    Desde já agradeço.

    1. Eu acho q vale mto a pena, como bate-volta de Milão, ir a Bérgamo.
      E como bate-volta de Firenze, Siena.
      Em Milão e Bologna faz bastante frio, chega a nevar, mas nada que impeça os deslocamentos de trem, ainda mais dezembro, que é início do inverno.
      Nas outras todas é bem tranquilo.

        1. Olá Rafael!
          Obrigado pela resposta.
          Infelizmente só tenho o final do ano para poder tirar férias. Sei que é frio mas… ferias não se adiam.
          Seria meu terceiro ano indo a Europa.
          É um frio intenso, porém num lugar onde é diferente curti-lo. Só não pode é limitar nossos passeios com chuva e neve.

  65. Oi, Rafael! Em uma viagem de dez dias para a Itália, você acha que daria pra conhecer Milão e Roma ou fica muito apertado? Queria muito ir a Florença e Veneza também, mas acho que não dará tempo dessa vez. Obrigada desde já e parabéns pelo site, que é excelente!

    1. Dá, Jordana. Você pode fazer as duas cidades em 10 dias (6 pra Roma e 4 pra Milão). E dá pra incluir uma parada em Florença, mas eu acho que ficaria muito corrido. Eu prefiro ter tempo para conhecer tudo com calma, mas aí é uma escolha pessoal.

      Abraço.

  66. Boa Noite, estou indo pra Itália e ficarei do dia 13/05 a 20/05, gostaria de ir a Florença e Veneza. O que você me sugere? Qual o melhor itinerário pra conhecer as duas cidades? Um Abraço!

  67. Olá Rafael , irei em dezembro para a Itália, primeiro destino será Roma pois vimos que o voo é direto(já conhecemos Roma ,mas quero passar pelo menos 1 dia lá) em seguida a nossa idéia é alugar um carro e ir a Florença, Venezea ,Trento,Milano e no caminho passaar por outras cidades.
    Estamos planejando ainda . No fim iremos para St.Moritiz (Suiça)também já conhecemos mas precisamos voltar pois o lugar é maravilhoso.
    Alguma sugestão ?

  68. Eu e meu marido fizemos uma viagem de 10 dias pela Itália que foi incrível! Viemos de Paris, de trem, iniciando em Florença onde passamos 3 noites e terminamos em Roma onde passamos 2 noites (foi pouco em Roma, mas deu para andar bastante e ver as principais atrações). No meio fizemos uma viagem de 5 dias pela toscana de carro, foi incrível!! Por estar de carro conseguimos fazer varias paradas e conhecer vários pontos… Iniciamos por Lucca, Pisa e dormimos em San gimniano; no dia seguinte Volterra e partimos para o Chianti, onde dormimos mais uma noite e tomamos muito Vinho!! Estar de carro nos permitiu parar em vinícolas na estrada e fazer degustações deliciosas!! Depois partimos para Montalcino onde o plano era ficar apenas uma noite mas nao conseguimos, passamos os outros 3 dias na região e a vontade era ficar mais!!! Fizemos um bate e volta para montepulciano que valeu muito a pena! De Montalcino seguimos para Roma onde devolvemos o carro alugado em Florença e terminamos a viagem!! INESQUECÍVEL!!!

    1. olá Diana , onde vocÊs alugaram carro?
      Meu marido e eu iremos para a Italia , desceremos em Roma ,seguiremos para Florença,Veneza,Trento,Milano e no final St.Moritz (na Suiça), mas queremos fazer o percurso de carro nas cidades Italianas .E passar em outras cidadezinhas.Tens alguma sugestão para nos dar ?
      Foi fácil dirirgir nas estradas ?

  69. Oi Rafael, td bem? Parabéns pelo post, tá me ajudando muito com o roteiro da Itália. Entrei no site da Trenitalia e fiz a simulação de um trecho: Roma Termini – Venezia St. Lucia, por 19,90. Achei bem barato! Vc sugeriu comprar com antecedência, eu vou em junho, devo já comprar pela internet mesmo? Confesso que prefiro comprar direto na estação, me sinto mais segura. Chego dia 18/06 em Roma. Daí pensei em já comprar pro dia 22/06 esse trecho. Acha que assim mantenho esse valor ou não?

    1. É melhor comprar antes sim, pela internet, Bia. Os trechos interestaduais pelo menos. Esse preço só está assim por conta do tempo que falta pra viagem. A tendência é subir.

      Abraço.

  70. ola rafael… blz
    entao eu queria ver com vc, um roteiro onde eu tenha as seguintes cidades roma, assis, florença, pisa, milan e veneza. teria algum ponto de partida…aguardo uma resposta

  71. Olá Rafael, ante de tudo quero dizer que está de parabéns, adorei seu site.
    Então irei viajar não dia 13/10 desse ano em lual de mel, gostaria de saber se tem a possibilidade de ter Verona como cidade base para ir para outra cidadezinha, como Florença, Pisa, Ravena, Veneza e Napolis. Sem ter Roma no roteiro, fui no ano passado e simplesmente não gostei( fui em agosto e o calor era insuportável)

    1. Eu já estive em Assis Ravena,Veneza,Napolis, Pompéia e Capri.
      Mas fui em roteiro fechado (CVC) agora quero sem roteiro de agência, ficar livre pra ir onde eu quiser

    2. Verona não é “capital” de nenhuma região da Itália, então não é bom t~e-la como base para visitar outras q sejam de outras regiões q não o Vêneto.
      Até pq, Florença, Veneza e Nápoles não são bem cidadezINHAS…
      Tem que pensar bem no que você quer fazer, porque tem aí cidades beeeem distantes uma da outra (Veneza e Nápoles por exemplo).
      Mas, considerando essas msm, as melhores cidades pra ter como base são Florença e Bolonha.
      O ideal, ainda, seria não ter só uma cidade como base, já que você quer visitar cidades que não são “capitais” como Verona, Pisa e Ravena…

  72. Rafael, primeiro parabéns pelo site!
    Sou marinheira de primeira viagem e viajo com meu marido em Setembro.
    Nosso roteiro começa dia 14 em Veneza e acaba dia 27 voltando para SP de Roma.
    Quantos dias você sugeri em cada lugar? Gostaria de conhecer além das cidades de chegada e partida, Firenze e se possível CApri ou Costa Almafi. Aceito sugestões de outros lugares, apenas Milão que já descartamos do roteiro. Muito obrigada!!

    1. Oi, Bruna. Vocês podem ficar uns três dias em Veneza, três em Florença, quatro em Roma e o restante na Costa Almafitana. Mas não são muitos dias de viagem – vai ficar corrido.

      Eu tiraria um lugar para dar mais tempo para os outros. Mas isso é uma questão pessoal. 🙂

      Abraço.

        1. Eu já fiz. Aliás, fui 3x a Capri, todas bate-volta de Roma: 2 em excursão (indo tbm pra Pompéia, e saía mto cedo) e a última por conta própria, de trem.
          Dá pra visitar bem, mas tem q sair cedo. Se for de trem, pegar o primeiro Freccia e voltar no último do dia.
          Mas isso considerando q vc não vai ficar na Costa Amalfitana né. Senão o ideal seria sair de lá pra Capri né.

          1. Paula muito obrigada!! Vc acha que consigo fazer um bate volta estando em Napóles para Costa Amalfitana? Abraços

          2. Costa Amalfitana, no caso, seria Amalfi? Positano? Ambas?
            De carro, com certeza dá pra fazer bate-volta Pra Costa Amalfitana, de Napoli. De trem dá pra ir a Amalfi. Positano só ônibus. Então ambas em um dia sem carro acho complicado. Mas vc vai em setembro né? Dá pra conseguir tour local q faça isso, nessa época.

  73. Oi Rafael , boa tarde!!
    Estou pensando em viajar para Italia , em julho de 2.016 .
    Eu esposa e dois filhos 9 e 12 anos.
    A idéia e chegar em Milão / Verona / Monsalice / Boschi Sant Anna / Veneza / Bolonha /Florença / Roma .
    Adoramos viajar de carro , ja fizemos toda a costa americana .
    Quantos dias voce acha que seriam necessários estou pensando no máximo 20 contando a ida e volta .
    Voce acha que ficaria muito corrido ???
    Gostaria que voce me desse uma idéia de quantos dias em cada cidade .
    abs.

    1. Acho que 20 dias são suficientes sim. Uns dois ou três para Milão (eu ficaria 3 pq será a cidade de chegada, vocês estarão cansados, etc), três para Veneza, três para Bolonha, três ou quatro para Florença e arredores (Pisa, Volterra, etc) e cinco para Roma. E ainda sobram dois ou três dias para as outras cidades. 🙂

      Abraço.

  74. Olá Rafael, parabéns pelo blog, e gratidão pelas dicas !
    Estou planejando ir a Verona encontrar uma pessoa, e talvez ficar lá por uma semana..gostaria de aproveitar a viagem e conhecer outras cidades, por mais uma semana ( total uns 15 dias ) . Por onde devo começar ? Poxa… se eu pudesse dar um pulo na Suiça conhecer os Alpes.. será que vale a pena ? Agradecida pela atenção.

      1. Acho que dá sim, Rita. Infelizmente não posso te ajudar, porque não conheço Cascia e não fui nos alpes. 🙁

        Mas seria uma viagem incrível.

        Abraço.

  75. Rafael, quero fazer um roteiro na Italia de carro. Ja fiz Italia Bella com guias.Seria um periodo de 12 dias agora em março. O que você me sugere?
    Gostaria de conhecer cidades diferentes do roteiro Italia Bella.
    Obrigada
    Selma

      1. Rafael, eu fui em Florença, Roma,Verona,Veneza,Padua,Assis, Pizza,Capri,Napolis,Milano (porem visitamos apenas os museus e locais mais famosos.
        Agora gostaria de visitr lugares mais gastronomicos e romanticos.
        Selma

        1. A região da Emilia Romagna é bem interessante e gastronômica. E acho que vale voltar na Toscana, para conhecer as cidades ao redor de Florença. Temos bastante conteúdo no blog sobre esses lugares. 🙂

  76. Olá, tudo bem?
    Pretendo ir em setembro e ficar 20 dias na Itália. Como não é verão, vou deixar Costa Amalfitana pra outra oportunidade. Gostaria de dicas de quantos dias ficar em cada cidade. Quero conhecer de norte a sul. A passagem será começando em Roma e terminando em Milão. Pode me ajudar com dicas?

    Obrigada

  77. De todos os textos que li sobre roteiros na Italia, esse foi o melhor e mais elucidativo!!! Muito obrigada, vou montar meu roteiro a partir daqui.

  78. Olá, adorei o post! Ótimas dicas…
    Também vou para a Itália em Maio/16 de lua-de-mel. Vamos ficar 10 dias e estou com dúvida de quais cidades conhecer (bate-volta) na região de Toscana (ficaremos hospedados em Florença).
    Um abraço 🙂

  79. Olá Rafael,

    Procurando dicas de uma viagem curta para a Itália(em torno de 15 a 17 dias) encontrei seu post e gostei muito. Como vou ter a oportunidade de viajar somente no início do ano com minha família (mulher e filho de 19 anos) gostaria de saber se dá pra fazer esse roteiro de 15 dias em janeiro próximo(inverno europeu) ou você me aconselharia mudar algumas localidade. Já fui na Europa central, ocidental e Reino Unido no outono e também na primavera.O frio era bastante suportável.
    Ficarei muito grato por suas dicas.
    Em tempo, Parabéns ao seu time América por ter voltado a série A.

    Abraço

  80. Olá pessoal,
    Já tinha pedido para vocês comentarem meu roteiro de lua-de-mel e foi bem legal. Porém, de lá para cá, o Euro subiu muito e tive que cortar dias. Já comprei as passagens e durará 20 dias. Eis como está. Será em Maio/16. Gostaria que vocês comentassem para que não haja erro!
    Dias 1,2,3: ROMA + VATICANO
    Dia 4: SIENA (Roma-Siena de Trem; dorme em Siena)
    Dia 5: VAL D’ORCIA (alugando carro de manhã e fazendo o roteiro sugerido no site viajenaviagem; dorme em Siena)
    Dia 6: S. GIMINIANO + VIA CHIANTIGIANA (dorme em Florença)
    Dias 7,8: FLORENÇA + bate-volta LIVORNO + LUCCA (dorme em Florença)
    Dia 9: BOLONHA (Florença-Bolonha de carro; dorme em Bolonha)
    Dia 10: SAN MARINO = 1 dia (de carro, retorno direto pra Veneza; devolve o carro; dorme em Veneza)
    Dia 11,12: VENEZA = 2 dias cheios
    Dia 13: TRAJETO VCE-ORY + traslado para VALE DO LOIRE (avião + carro)
    Dias 14 e 15: VALE DO LOIRE (base em Tours; de carro)
    Dias 16,17,18,19,20: PARIS (devolve o carro na chegada)

    Tenho algumas perguntas: O que vc achou da distribuição? Sugere mexer na distribuição? Cortaria algum dia na Toscana para aumentar em Roma ou Veneza?

    Obrigado e Abraços!

    1. Acho que a distribuição está boa. Tende a ser uma viagem corrida, mas dá para fazer funcionar sim. Vocês vão curtir bastante. 🙂

      Depois você me conta como foi fazer esses trechos de carro?

      Abraço.

  81. Olá, Rafael tem alguma dica para quem vai passar 25 dias em Roma sozinha?! Tipo, dicas do que fazer e o que não fazer estando sozinha lá? Confesso que os dias vão passado e vai me dando um pouquinho de medo. 🙁

    Abraço, Ju!

      1. Estou lendo tudo! Só que tenho vontade de conhecer Firenze e Verona também, mas já fiz a reserva no hotel em Roma para os 25 dias, você acha que daria para fazer um bate e volta para esses lugares?

        🙂

        1. Até dá, principalmente Florença, mas não sei se é a melhor opção, francamente. Talvez se você pegar um trem de alta velocidade.

          Não dá para alterar a reserva do hotel?

          Abraço.

  82. Muito bom o post!!!
    Ano passado fiquei uma semana na Sicília e uma na Sardenha!!! Recomendo, um destino mais exótico e inusitado!!!
    Para quem for a Sicília, não deixe de conhecer Ortigia! Encantadora cidade que já teve domínio grego. E foi a feira de lá que mais me encantou: pequena e recheada de gostosuras para petiscar!

  83. Bom dia, morei na Itália na cidade de Consersano de Bari, SUL DA Itália, país belíssimo em termo de cultura, dos prédios arquitetônicos, museus, igrejas, enfim em tudo, país muito lindo e vale a pena viajar, conhecer e desfrutar de muitos momentos especiais, use a imaginação e transforme os seus sonhos e boa viagem, Ronny

  84. Olá Rafael!
    Que surpresa boa ver meu nome e o do blog aqui. Obrigada pela indicação!
    Admiro muito o trabalho de vocês e arrumem mesmo um tempinho para conhecer esta maravilhosa ilha que é a Sicília! 🙂
    Um abraço,
    Patricia

  85. Cara, vc agora pegou pesado com esse post. Ficou sensacional e muito elucidativo. Agora estou começando a perder o medo de montar um roteiro pela Itália. Está na lista de prioridades. Parabéns, equipe 360!

2018. 360meridianos. Todos os direitos reservados. UX/UI design por Amí Comunicação & Design e desenvolvimento por Douglas Mofet.